Viajar de ônibus no Peru: as empresas que operam as principais rotas do país

Atualizado em 5 de outubro de 2022 – 4 min de leitura

Viajar de ônibus no Peru

Viajar de ônibus no Peru é uma ótima pedida. De forma geral, os veículos são novos, confortáveis e o atendimento é agradável. Então, pode aproveitar, pois você se sentirá melhor viajando assim do que em algumas companhias aéreas brasileiras.

Eu fiz uma viagem muito interessante pelo Peru, passando por Paracas, Nazca, Puno e Arequipa, sem deixar de conhecer o básico que inclui Lima, Cusco e Machu Picchu.

Eu expliquei tudo com detalhes no meu roteiro de viagem para o Peru.

Mas, se você quer mesmo saber como é viajar de ônibus no Peru e quais empresas operam as principais rotas por aqui, anote aí as minhas dicas.

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

Viajar de ônibus no Peru

A principal dica é procurar empresas legalizadas que oferecem serviços turísticos. Isso é importante porque, assim como no Brasil, há inúmeras rotas feitas por veículos ilegais que não oferecem conforto nem segurança aos passageiros.

Eu até viajei em um desses ônibus alternativos e a experiência não foi muito boa. Então, o conselho que deixo é não fazer isso!

Há boas opções de empresas que fazem as principais rotas do país.

EMPRESASITE
Oltursaoltursa.pe
Cruz del Surcruzdelsur.com.pe
Tepsatepsa.com.pe
Movil Toursmoviltours.com.pe
Peru Hopperuhop.com

É sobre cada uma delas que vou comentar a partir de agora.

Oltursa

Eu considero a Oltursa a melhor empresa ônibus no Peru. Os veículos são super novos, têm dois andares, serviço de bordo, tomada para carregar aparelhos eletrônicos, internet e outras opções de entretenimento em algumas rotas.

Viajar de ônibus no Peru

Os preços não são mais caros do que nas outras empresas.

Quando for comprar sua passagem, prefira ficar no andar de baixo. Diferentemente do andar de cima, são apenas três poltronas em cada fileira e elas são mais largas, bem confortáveis.

Viajar de ônibus no Peru

Uma viagem de Lima a Cusco, por exemplo, custa a partir de S/. 110 e dura 23 horas. Você pode comprar as passagens com antecedência pelo site da Outursa.

Cruz del Sur

A Cruz del Sur é a empresa mais popular no Peru e também é uma ótima opção.

Os veículos são bem parecidos com os da Oltursa e oferecem praticamente os mesmos serviços: dois andares, sendo que no primeiro piso fica uma área mais restrita. Opções de entretenimento, internet e serviço de bordo também estão disponíveis.

onibus-no-peru-05

Se sua viagem for durante o dia e mais curta, opte por ficar no andar de cima para ver a paisagem pelos imensos janelões do ônibus. Se for à noite, escolha o primeiro andar para dormir melhor, porque as cadeiras são muito mais confortáveis.

Viajar de ônibus no Peru

Uma viagem de Lima a Cusco, por exemplo, custa S/. 137 e dura quase 24 horas. Você pode comprar passagem pelo site da Cruz del Sur.

Tepsa

A Tepsa é outra excelente empresa de transporte de passageiros, mas ainda é bem pouco conhecida por brasileiros.

O atendimento é excepcional e os ônibus também são novos, com internet, entretenimento a bordo e muito mais.

Uma viagem de Lima a Cusco, por exemplo, custa S/. 185 e dura 23 horas. É possível comprar passagem pela internet no site da Tepsa – a empresa está com as operações suspensas temporariamente.

onibus-no-peru-02

Movil Tours

A Movil Tours fez, durante alguns anos, a rota de Rio Branco a Cusco, mas deixou de operar o trecho em 2014. Apesar de ter menos opções, ela é uma boa escolha principalmente no quesito preço.

Uma viagem de Lima a Trujillo, no norte do país, custa S/. 72 e dura quase 11 horas. Os ônibus também são excelentes e é possível comprar passagem pela internet no site da Movil Tours.

Peru Hop

O esquema da Peru Hop é totalmente diferente. Ele é, na prática, um ônibus de excursão – se assim podemos dizer.

A ideia surgiu com irlandeses que moram no Peru há alguns anos e, o modelo de hop on hp off foi inspirado nos ônibus que fazem viagens parecidas pela Europa, mas a proposta do Peru Hop é ir a lugares onde as empresas tradicionais não chegam.

  • Vou tentar explicar melhor como funciona o Peru Hop:
  • Você compra um pacote incluindo várias paradas;
  • O ônibus buscará você no hotel em que estiver hospedado – nos bairros indicados;
  • Você fará o trajeto entre dois destinos principais, com algumas paradas para conhecer lugares “diferentes” pelo caminho;
  • Ao chegar ao destino, você será deixado no hotel e poderá ficar nele quantos dias desejar;
  • Quando quiser seguir viagem, você pode pegar o próximo ônibus e ir para o próximo destino;
  • Com apenas uma passagem você pode viajar por até um ano dentro do Peru e também na Bolívia;

Os ônibus da Peru Hop têm 40 assentos semi-leito, banheiro, ar-condicionado, tevês a bordo, travesseiros, GPS e carregador USB.

Viajar de ônibus no Peru

No momento de comprar a passagem, você terá que decidir se quer viajar apenas um dia, de uma a duas semanas, menos que uma semana ou mais que duas semanas – é assim que eles calculam os pacotes e os preços.

Eu fiz uma simulação no site para uma viagem de uma a duas semanas, saindo de Lima. Um dos pacotes duraria oito dias e teria como destino final da cidade de Cusco.

No caminho, eu teria oito paradas para fazer passeios de um dia. Os passeios são para esses lugares:

  1. Pegar uma lancha até as Ilhas Ballestas, a principal área marinha ambientalmente protegida do país – Paracas
  2. Passear de buggy para conhecer Huacahina e subir as maiores dunas de areia da América do Sul – Huacachina
  3. Chegar perto das Linhas de Nazca e organizar um sobrevoo por um dos grandes mistérios da humanidade – Nazca
  4. Explorar o Vale do Colca, o segundo mais profundo do mundo – Arequipa
  5. Navegar pelo Lago Titicaca, para visitar comunidades nas ilhas flutuantes – Puno
  6. Percorrer as cidades do Vale Sagrado e chegar às ruínas mais famosas de Machu PicchuCusco
  7. Ver de perto as sete cores da incrível Cerro Colorado, descoberto há poucos anos – Cusco

Parece ser uma boa opção para quem deseja conhecer o país e não está disposto a se preocupar em buscar hotel, organizar passeios e tudo mais.

Você pode ver outros detalhes e fazer a reserva no site da Peru Hop.

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar no país e o prazo máximo de permanência é de 90 dias, podendo ser prorrogado por mais 90 dias.

Documentos

Você deve apresentar o passaporte, com seis meses de validade, ou a carteira de identidade, emitida há menos de dez anos e em bom estado de conservação.

Dinheiro

A moeda peruana é o nuevo sol, identificado pela sigla PEN e pelo símbolo S/. Para sua viagem, leve dólares e troque nas casas de câmbio.

Vacinas

A vacina contra febre amarela é recomendada para quem for viajar para a região amazônica. Veja como solicitar o certificado pela internet.

Informações sobre covid-19

Desde que reabriu suas fronteiras, o Peru adotou várias regras de prevenção e controle dos casos de covid-19. Isso significa que é preciso cumprir alguns requisitos sanitários e legais para entrar no país.

De forma geral, os documentos exigidos para a entrada de brasileiros – além dos já citados acima – são os seguintes:

  1. Comprovante de vacinação contra covid-19 com esquema vacinal completo – a terceira dose é exigida para maiores de 40 anos –, esta regra vale para viajantes maiores de 12 anos;
  2. Resultado negativo de teste RT-PCR feito há, no máximo, 48 horas antes do embarque, exigido apenas de viajantes não vacinados;
  3. Formulário Declaração de Autorização de Saúde e Geolocalização preenchido e enviado eletronicamente até 72 horas antes da partida, exigido de todos os viajante.
  4. Comprovante de hospedagem, que pode ser solicitado para que as autoridades peruanas monitorem seu estado de saúde.

É importante saber que, para viajantes vacinados, a dose final deve ter sido administrada pelo menos 14 dias antes da viagem.

Todos os viajantes – vacinados ou não – podem ser submetidos a verificação de temperatura e a testes aleatórios para detecção de covid-19 na chegada ao Peru. Se o resultado der positivo, será necessário seguir as instruções das autoridades de saúde e pode ser necessário cumprir quarentena de até 14 dias.

No caso de crianças menores de 12 anos, basta que estejam assintomáticas para embarcar, não sendo exigido comprovante de vacinação ou teste RT-PCR.

É obrigatório o uso de máscara dupla – uma máscara cirúrgica e uma máscara de pano ou apenas uma do modelo KN95 – durante os voos e nos aeroportos peruanos.

Em todo o Peru, o estado de emergência continua em vigor. Por isso, o comprovante de vacinação contra covid-19 pode ser exigido para entrar em museus, sítios arqueológicos, shoppings, supermercados, restaurantes e em outros ambientes fechados.

Você pode acompanhar os números oficiais da covid-19 no site do Governo do Peru.

Retorno ao Brasil

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

Apesar de não ser obrigatório,  viajar sem o seguro viagem durante a pandemia não é uma boa ideia.  Ainda que você esteja com o esquema vacinal completo, é bom saber que terá atendimento médico e hospitalar na hora que precisar.

Além disso, o preço do seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele também garante que você estará amparado em situações como cancelamento da viagem, extravio de bagagem e muitas outras.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para comparar valores antes de fazer a compra. Eles têm um suporte muito eficiente e preços sempre muito bons.

MAL DE ALTITUDE

Se você vai viajar para o Peru, já sabe que é importante se prevenir do mal de altitude. Também conhecido como soroche, ele é muito comum em viajantes que se aventuram por regiões próximas a 3.000 metros de altitude.

Os sintomas mais comuns são dor de cabeça, enjoo, vômito, tontura, cansaço excessivo e mal-estar. Esses são os principais reflexos da dificuldade do nosso organismo em absorver o oxigênio, e, embora seja raro, em condições extremas, o mal de altitude pode levar à morte.

Isso acontece porque, à medida que a altitude aumenta e a pressão atmosférica cai, o ar fica mais rarefeito. Assim, a concentração de oxigênio diminui e o nosso corpo sente isso. Para prevenir ou diminuir seus efeitos, é bom evitar fazer movimentos rápidos e esforço físico nos primeiros dias.

Mascar folhas de coca é uma forma bastante eficaz de prevenir o mal de altitude. A forma correta de usar a folha é deixar a erva no canto da boca e sugar o sumo que ela libera quando em contato com a saliva. O uso do chá pode ser mais saboroso e nas farmácias é fácil encontrar pílula para soroche.

Veja mais dicas do Peru

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver mais dicas do Peru.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

51 Comentários

  1. Evando

    Bom dia.

    De Cusco para Machu Picchu, além do trem e da Van que leva até a Hidroelétrica, tem algum ônibus que faz Cusco para Santa Maria ou Santa Tereza próximo da Hidroelétrica?

    Responder
    • Altier Moulin

      Desconheço, Evando.
      Um abraço!

      Responder
  2. Edson Martins

    Parabéns pelo blog, estou indo entre 10 e 15 de outubro para Cusco, vi que vc colocou sobre valores de entrada em MP e do trem, em qual site eu consigo fazer essas reservas ou compras?

    Responder
  3. Mônica

    Olá. Vc saberia me dizer se tem ônibus de Ica para Arequipa?

    Responder
  4. dinorah vergne

    OLÁAAAAAAA
    estou PRETENDENDO EM IR EM ABRIL2018/ PARA MACHU PICCHU, SAINDO DE SALVADOR-BAHIA. GOSTARIA DE SABER CUSTO DE VIAGEM DE +/- QUANTO? R$ 5.000,00, 6.000,00, ETC.

    Responder
  5. edison

    ola,
    vamos em fevereiro para lima e resolvemos ficar apenas em lima e ica por termos apenas 8 dias.
    ficaremos hospedados em miraflores e percebi no site da empresa de ônibus, que existem dois terminais para se pegar o ônibus de lima para ica.
    o lima plaza norte e o lima javier prado. alguém podia me informar qual seria a melhor opcao?
    obrigado

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Edison.

      Não sei de qual empresa você está falando, porque cada empresa tem um terminal diferente.
      Também não sei exatamente onde você estará em Miraflores, mas, pelo que me diz, o terminal Javier Prado fica mais perto.

      Um abraço.

      Responder
  6. Fabio OLiveira

    Olá Pessoal,
    Li muito sobre as viagens de ônibus no Peru, pois tinha uma sonho em faze-la. Inclusive nesse site, onde encontrei muitas informações e por isso gostaria de deixar minha contribuição.
    Acabei de fazer a viagem de Lima x Cusco de ônibus. Fui de EXCLUCIVA e retornei de CRUZ DEL SUR.

    Um recomendação não vá de EXCLUCIVA, pois o serviço é pior. Ônibus mais velho (Marcopolo G6) que possui apenas um banheiro, para uma viagem de 22 hs sem parar, é um caos. A propaganda de 180 º de leito não atinge. No máximo 170º. Os motoristas são mal educados e tratam mal os passageiros. A comida é inferior.

    Vá de Cruz del sur, que apesar de também não fazer paradas, te oferece melhor conforto. Mas de forma geral é um absurdo uma viajem de 22 hs sem paradas. No Brasil estamos muito melhor. E olha que eu sou fã de ônibus e adoro viajar de ônibus, mas dá para fazer com muito mais conforto.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Fabio.

      Muito obrigado por compartilhar sua experiência.
      Se quiser contar mais detalhes dessa aventura, que certamente vai ajudar a muitos viajantes, me avise.

      Um abraço.

      Responder
  7. Joanna d'Arc

    Olá. Vou ao Peru dia 25 de julho (chegando em Lima) e dia 26 chego em Cusco. Pretendo pegar ônibus overnight de Cusco a Puno já no dia 26 e retornar dia 27 mesmo. Até agora só consegui ver pelo site da Cruz del sur e está bem caro. Tens alguma dica pra mim? onde posso ver? será que posso arriscar e deixar pra comprar lá? Abraços

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Joanna.

      Você chegou a consultar o site da Oltursa? É uma boa empresa.
      Sobre antecedência, nunca se sabe, né? Julho é um mês bem concorrido no Peru.

      Um abraço.

      Responder
  8. Vilanova

    Altier, dizem que em países que fazem parte do mercosul a CNH é valida também para dirigir nesses países, e portanto, não seria preciso tirar uma permissão internacional para dirigir um carro, sabe me dizer se isso realmente é verdade?

    Abraços cara, parabéns pelo blog!

    Responder
    • Altier Moulin

      Isso mesmo, Breno.

      Você pode dirigir com a CNH brasileira, mas é preciso ter a carteira de identidade ou o passaporte, porque só a CNH não vale para entrar nos países.

      Um abraço.

      Responder
  9. JACKSON

    Boa noite, voce teria infromacoes de como chegar no Brasil estando em Cuzco-Peru? Destino final porto velho-RO.

    Responder
  10. Sandra

    Boa noite. O seu blog e apenas para fazer propaganda de ônibus ?????

    Responder
    • Altier Moulin

      Não, Sandra. Basta ler os outros textos que publico. 😉

      Responder
  11. Evandro A

    Ola, sou de sao paulo, gostaria muito de saber onde consigo acesso ao ônibus para ir para Cusco e qual seria o valor aproximado da passagem… Irei nessa viajem em Fevereiro gostei muito da reportagem no fantástico pretendo muito ir …abraços

    Responder
  12. Carol Compassi

    Oi, Altier!!
    Estou indo para Cusco esse final do ano saindo de Rio Branco, mas li que a empresa MOVIL TUR voltou a fazer essa viagem diretão. Você sabe se tá rolando mesmo, ou se tem outra?

    Obrigada! 🙂

    Responder
  13. Juliana

    Olá ALTIER MOULIN!

    Pretendo ir ao Peru em Abril/2017, você acha uma boa época?
    Vou ficar 8 dias, destino Lima e pretendo conhecer Paracas… Dá pra ir de ônibus né?
    Acha que seria o melhor roteiro pelo tempo?

    Obrigada 😉

    Responder
  14. JAIR FRAGA VASCONCELOS

    Parabéns, Altier, pelo seu blog. Não conhecia ainda.

    Rapaz, já viajei para o Peru “um cem” numero de vezes. Avião sempre. Já estive em Lima, Arequipa, Puerto Maldonado, Cusco, Trujillo, Chimbote, Piura…..
    Minha última vez foi de táxi/ônibus partindo de Rio Branco. Neste trecho fui de táxi até a fronteira, depois de Inapari até Puerto Maldonado fui van! Incrível.
    Depois, fui de “ônibus pirata” bem mais barato até Arequipa (não recomendável); ia viajar pela TEPSA ou CIVA, mas um “amigo” me indicou um tal de “MENDIVIL” que pelo amor de Deus. Blz fiquei em Arequipa (terceira vez) e de lá peguei outro busão até Tacna próximo da fronteira com Chile e do porto de Llo. Essa viagem foi ótima, 7 horas a bordo do “piso duplo” da EL DORADO (super recomendado), após minha estadia em Tacna, entrei no Exclusiva que é um serviço especial da CIVA. Excelente empresa, foram 22 horas até Chincha onde permaneci mais um dia e após peguei o Peru Bus muito ruim até Lima, essa viagem dura 2 horas pelo litoral.
    Após Lima, meu próximo destino era Trujillo. Fui de ITTSA peguei no terminal em frente ao estádio Nacional, bem no centro da cidade. 10 horas do mais alto luxo possível no piso superior! Muito bom. Entre Lima e Trujillo tem outras opções mais baratas: o AMERICA que tem terminal em Los Olivos e no Terminal Plaza Norte, ambos na região norte da cidade.
    Minha próxima viagem será de carro partindo daqui de Minas via Mato Grosso, Bolívia. Estou planejando para 2019!

    Responder
  15. Jair

    Altier, eu não encontrei nenhuma dessas empresas de ônibus citada no post a que faça o trecho Tacna – Arequipa. Estarei fazendo um mochilão pela América do Sul em janeiro e dependo desse trajeto para chegar até Cusco. Você sabe dizer que mesmo e trecho não sendo informado no site da empresa é vendido no guichê do terminal?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Jair,

      Existe uma companhia local chamada Moquegua que faz a rota Tacna-Arequipa. Infelizmente, ela não vende passagens pela internet.
      Dê uma olhada no Facebook da empresa.

      Um abraço.

      Responder
  16. Renata

    Boa tarde!

    Comprei as passagens no site da Movil Tours, mas não me enviaram nenhum tíquete para que eu possa embarcar. Entrei em contato no chat e eles falaram que no dia, basta procurar o guichê deles, meia hora antes de embarcar para a viagem. É isso mesmo? Tenho que passar antes, no escritório deles, na rua Republica Paseo de La Victoria, 749, ou ir diretamente a rodoviária?

    Outra coisa: talvez eu precise mudar de horário,será possível efetuar a troca de horário, mesmo indo para uma acomodação inferior a que eu comprei?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Renata,

      Neste caso você deve seguir as orientações da empresa. Infelizmente não posso lhe ajudar com procedimentos internos deles. 🙁

      Um abraço.

      Responder
  17. carlos

    Boa noite, seu blog é bastante interessante. Muito bom. Mas tem um paragrafgo que vc escreve ” Os ônibus da Ormeño também são excelentes e muito melhores que qualquer empresa brasileira que faça transporte de passageiros. ” Na verdade, todos os onibus das empresas peruanas, chilenas, argentinas, uruguaias, e de alguns paises da america do sul são fabricados no Brasil . São Marcopolos, Comil, Buscar, etc. O certo seria: Os Serviços oferecidos da Ormeño também são excelentes e muito melhores que qualquer empresa brasileira que faça transporte de passageiros.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Carlos,

      Eu entendo seu comentário, mas mesmo assim a expressão está correta. Embora os fabricantes sejam os mesmos, não havia até recentemente ônibus do mesmo modelo dos peruanos aqui no Brasil. Lá, os veículos têm dois andares, telas LCD individuais, poltronas mais largas, wi-fi e carregador para celular, computador, etc. Claro que não me referi à mecânica dos veículos, mas ao conforto e aos serviços que encontrei nos ônibus peruanos.

      Um abraço.

      Responder
  18. KETLIN CRISTINA DE AQUINO COELHO

    Olá,

    Eu e meu esposo estamos querendo ir ao Peru em dezembro e eu estou muito perdida. Eu moro na Bolívia e vamos sair daqui para o Peru. Queria algumas dicas de hotel ou albergue/hostels. Como faço quando chegar lá?? Quanto ficaria uma viagem dessas? Quais lugares para se conhecer? Me de uma luz, por favor. Obrigada!

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Ketlin,

      É um pouco difícil lhe ajudar pois não sei exatamente quantos dias você pretende viajar e quais cidades deseja visitar. Eu sugiro que você dê uma olhada nos posta que escrevi sobre o Peru e isso vai ajudar a você planejar tudo melhor.

      Veja aqui: https://www.penaestrada.blog.br/category/relatos/exterior/peru/

      Um abraço.

      Responder
  19. Alisangela Lima

    Fiz de carro Puerto Maldonado, Arequipa, Ilo, Tacna até Arica, no Chile. Voltei por Puno ao Brasil. Recomendo a todos. Na próxima vou de ônibus.

    Responder
    • Altier Moulin

      Esse roteiro é show, hein Alisangela. 🙂

      Responder
    • Alcemir

      Boa tarde, tenho vontade de fazer uma viagem dessa pelo Peru, moro em Manaus e pretendo ir em Rio Branco de lá pegar um ônibus pra fazer esse roteiro. As coisas são muito caras, a gasolina, a moeda troca em Rio Branco mesmo? Por favor, se vc poder me ajudar nessas informações, eu te agradeço. Um abraço!

      Responder
  20. Érica Nascimento

    Em 2014 viajei pela Oltursa, foram aproximadamente 9h de viagem de Lima à Huaraz, uma viagem confortável apesar da duração e concordo que é bem melhor e até msm mais barato que viajar de bus para alguns lugares do Brasil.

    Só a volta a Capital que foi “com emoção”.. descendo a montanha de madrugada, com chuva, neblina e o que levamos 9h pra subir descemos em 6h. Mas valeu a pena! E Estrada boa… msm sendo pista simples.

    Responder
    • Altier Moulin

      É desse jeito mesmo, Érica. O clima na Cordilheira é imprevisível e muda num piscar de olhos. 🙂

      Responder
  21. Sérgio de Carvalho

    Verdade. Nossa estrada é vergonhosa perto da peruana. De Xapuri até Assis é só buraco, cruzando a fronteira, um tapete.

    Responder
    • Altier Moulin

      Lamentável, Sérgio. 🙁

      Responder
  22. Sérgio de Carvalho

    Acabei de fazer a linha Puerto Maldonado – Cusco. Super recomendo a empresa Tepsa, que tem até wi-fi.

    Responder
    • Altier Moulin

      A maioria das empresas que indico neste post têm internet nos ônibus, Sérgio. Isso é bem diferente no Brasil.

      Um abraço

      Responder
    • Alcemir

      Sérgio de Carvalho, acabei de ler agora o seu comentário que já fez um ano e 9 dias, fiquei interessado e gostaria de saber se vc foi até Lima e se mora em Rio Branco, esses ônibus saem de Rio Branco mesmo? Aguardo e obrigado!l

      Responder
  23. Laura Leite

    Os motoristas que fazem a linha Cusco-puerto maldonado São irresponsáveis, invadem pista contraria, alta velocidade (quando dá) e olha que é montanha abaixo!

    Responder
    • Altier Moulin

      Laura, eu acredito que como nós não somo familiarizados com essa rota isso pode parecer perigoso, mas creio que eles não fazem nada além do permitido. O número de acidentes envolvendo ônibus nessa rota é muito pequeno.

      Um abraço.

      Responder
  24. Lázaro Oliveira

    Isso melhorou agora, pois em 2002, quando fui pela primeira vez ao Peru, era horrível! Na Bolívia, os ônibus eram mais velhos mas, por incrível que pareça, eram mais confortáveis. Fora a gritaria que é uma rodoviária peruana!

    E na época, em uma das viagens, aconteceu um fato bem, digamos, insólito: entre Cusco e Arequipa, o motorista colocou o filme “El Hombre-Araña” para passar na TV que tinha no bus, e o mesmo filme estava em cartaz nos cinemas em Cusco (tinha visto na véspera). Quando fez uma parada em Sicuani, fui puxar conversa e perguntar como ele tinha conseguido a fita e tal (até porque ainda não tinha tanta facilidade para piratear), e a resposta foi impagável: “um colega nosso assaltou um cinema em Lima, fez cópias e nos deu de presente”…

    Grande abraço!

    Responder
    • Altier Moulin

      Hauhauahau… Tá vendo como os ônibus de lá são bons?! Até filme que ainda está em cartaz tem.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

189