Viagem de ônibus para o Peru: informações atualizadas e relatos de viajantes

Atualizado em 5 de outubro de 2022 – 7 min de leitura

Como é viajar de ônibus para o Peru

Há algum tempo, havia uma alternativa bastante econômica para quem quisesse conhecer Machu Picchu e outras cidades peruanas: viajar de ônibus para o Peru.

Só que, infelizmente, a viagem que começava em São Paulo e terminava em Lima, passando por várias capitais brasileiras – como Porto Velho e Rio Branco – e tantos cartões-postais peruanos, como os que ficam nos arredores de Cusco,  já não é mais possível por uma questão burocrática  que ainda parece estar longe de ser resolvida pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), quem dá o aval para os ônibus voltarem a rodar.

Mas, antes que você desista de vez de cruzar o Brasil com destino à terra dos incas, eu lhe aconselho a  ler com atenção as informações atualizadas sobre o retorno das viagens. 

Assim, você poderá acompanhar tudo diretamente com a empresa que tem a licença para operar a rota, a Trans Acreana.

Viagem de ônibus para o Peru

Eu conversei com Anderson Nascimento, representante da Trans Acreana, para entender melhor por que as operações da empresa para a rota Brasil-Peru foram suspensas.

Ele me explicou que, desde que a antiga empresa que fazia a rota parou de rodar – primeiro por causa da pandemia e, depois, por questões comerciais –, não existe mais opções de transporte regular de passageiros para cruzar a fronteira peruana de ônibus.

“Desde que a Ormeño parou de operar, nós solicitamos a autorização para fazer a rota Rio de Janeiro-Lima. A autorização foi concedida, nós compramos veículos novos, contratamos profissionais e nos preparamos para começar as viagens, mas elas nunca aconteceram porque há um entrave burocrático que, aparentemente, só pode ser resolvido com um acordo entre os dois países”, explica.

O acordo em questão envolve o seguro obrigatório, que, segundo Nascimento, já foi adquirido pela empresa tanto no Brasil quanto no Peru, mas há um impedimento legal  que determina que a seguradora seja uma empresa brasileira – tanto para as operações no Brasil quanto no Peru.

Só que o grande problema é que, atualmente, não existe uma seguradora brasileira que ofereça esse tipo de serviço. Assim, a solução encontrada pela empresa de Nascimento foi a mesma coisa que nada: a ANTT não aceitou o fato de ter duas empresas em países diferentes.

Sabendo disso, não nos resta outra opção a não ser esperar que tudo se resolva.

A venda de passagens de ônibus para o Peru continua suspensa e, portanto, não há um cronograma de partidas, mas você pode acompanhar a situação de duas formas:

GRUPO DE WHATSAPP

A Trans Acreana tem um grupo de Whatsapp para manter atualizados os viajantes que se interessam pela rota. Lá, você pode fazer perguntas e saber como anda o processo de retorno das viagens.

Para entrar no grupo, você só precisa clicar aqui.

TELEFONE E SITE

O escritório da empresa em Rio Branco disponibiliza um número de telefone para contatos: (68) 9997-77800 – também é Whatsapp.

Outra forma de ter informações e consultar a disponibilidade das passagens é acessando o site da Trans Acreana.

Preços da passagem e tempo de viagem

A viagem completa começa no Rio de Janeiro e termina em Lima. São mais de 100 horas dentro do ônibus, algo entre cinco e seis dias, dependendo das condições das estradas e do clima, por exemplo, – não custa lembrar que em determinadas épocas é preciso ter cuidado dobrado com a neve na Cordilheira dos Andes.

O percurso todo não sai por menos de R$ 1.250.

Saindo de Rio Branco, capital do Acre, a viagem até Lima dura cerca de 40 horas e custa R$ 750.

Relato de quem já fez a viagem

Eu já contei – com a ajuda do viajante Antonio Oliveira Neto – como é chegar a Cusco de carro. Ele partiu de Rio Branco, a capital do Acre, em direção ao Peru. Agora, eu ensino o caminho das pedras para quem quer fazer a viagem de ônibus para o Peru.

Para isso, eu terei a ajuda do Tony Marle, um servidor público apaixonado por viagens.

A viagem começa na Rodoviária Internacional de Rio Branco, de onde partem os ônibus da empresa peruana Ormeño, que opera o trecho de São Paulo a Lima, passando por Rio Branco e Cusco (leia informações atualizadas acima).

O ponto de partida é onde você poderá almoçar e reabastecer o seu estoque de lanche para o resto da viagem, já que a próxima parada, de fato, será apenas em Puerto Maldonado, no Peru.

A partir de Puerto Maldonado, o ônibus só para em Cusco, por volta das 6h do próximo dia. Veja a dica do Tony sobre alimentação nesse trajeto.

“Eu sugiro não comer nada que tenha uma digestão lenta, como uma feijoada, uma dobradinha, por exemplo. Na subida das montanhas andinas isso pode trazer consequências como enjoos e mal-estar. Eu também sugiro que os viajantes levem remédios para dor de cabeça e enjoo”, orienta.

Esses sintomas, que podem evoluir para vômitos, tontura e sonolência, atacam alguns viajantes quando o ônibus alcança os 3.500 metros. Conhecido como mal da altitude, esses incômodos nada mais são do que os reflexos da dificuldade do organismo humano em absorver oxigênio para suprir as suas necessidades.

Embora sejam raros, em condições extremas, esses efeitos podem causar a morte.

→ Como se prevenir do mal de altitude

Mascar folhas de coca é uma forma bastante eficaz contra o mal de altitude. No entanto, o uso do chá pode ser mais saboroso. O Gravol, que é encontrado facilmente em farmácias peruanas, pode te ajudar a vencer esses sintomas.

Apesar desses probleminhas, o Tony garante que conforto e segurança não faltarão durante a sua viagem.

“Em relação à segurança e ao conforto da viagem, os ônibus são novos e bem confortáveis. As estradas estão totalmente concluídas e com uma qualidade excelente, principalmente a parte peruana. Não tenho notícias de assaltos nem de acidentes recentes com ônibus nesse trajeto”, conta.

Portanto, relaxe e aproveite a paisagem que passa na janela ao seu lado, descrita assim por nosso amigo viajante:

“Eu gosto muito da parte das Cordilheiras e observar que, em poucas horas, podemos passar de uma densa floresta amazônica para um vegetação desértica é deslumbrante. Essas montanhas são gigantes em belezas e em desafios para os viajantes”, nos inspira o Tony.

Outras opções

Em Rio Branco, você também pode pegar um ônibus da Real Norte até a cidade de Assis Brasil, no Acre.

Depois de cruzar a fronteira para Iñanpari, no Peru, tome um táxi até a cidade de Puerto Maldonado para uma viagem que dura em média três horas. Lá, pegue um dos ônibus das várias empresas que fazem o trajeto até Cusco.

O melhor horário de partida é por volta das 19h, assim você chegará ao seu destino final já com o dia claro.

Os ônibus da Real Norte partem diariamente em dois horários, às 6h e às 12h,  a viagem dura em média seis horas. Para o trajeto de volta, de Assis Brasil a Rio Branco, a empresa também oferece dois horários diários, às 6h30 e às 15h30.

As passagens são vendidas somente nas lojas de atendimento da empresa, que pode ser contatada pelo telefone (68) 3224-4293. É altamente recomendado que você compre a sua passagem com antecedência.

Na Rodoviária Internacional de Rio Branco, você também vai encontrar táxis que te levam até Assis Brasil quando todos os lugares do carro estiverem ocupados com quatro pessoas, além do motorista. Caso não encontre companhia para a viagem, não perca tempo, negocie o valor do carro e siga viagem pagando um pouco mais.

Eu preciso registrar que o nosso amigo Tony não indica fazer a viagem com o ônibus da Real Norte. Segundo ele, além de não ser nada confortável, o ônibus para em várias cidades pelo caminho. Já sobre a viagem de táxi, ele afirma ser um bom negócio.

“Eu indico, pois é muito bom e muito confortável”, afirma.

De qualquer forma, cabe a você escolher a melhor opção levando em consideração o seu cronograma e o seu orçamento para a viagem de ônibus para o Peru.

Cruzando a fronteira

A tríplice fronteira – Brasil, Bolívia e Peru – fica na cidade acriana de Assis Brasil e a primeira coisa a fazer é o procedimento de saída do país. Os documentos exigidos são a carteira de identidade – que deve estar em bom estado de conservação e ter menos de dez anos de emitida – ou o passaporte. Isso também vale para crianças e menores de 18 anos.

O Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP), expedido pela Anvisa, pode ser exigido para comprovar que você é vacinado contra a febre amarela. A carteira de habilitação e a certidão de nascimento não são válidas como documento de identificação.

→ Como solicitar o certificado de vacinação

INFORMAÇÕES SOBRE COVID-19

Depois que reabriu as fronteiras, o Peru passou a exigir que viajantes brasileiros comprovem estar vacinados contra covid-19 ou que tenham em mãos um teste RT-PCR negativo feito até 24 horas antes da viagem.

Segundo informações de quem cruzou a fronteira pelo Acre, os oficiais da imigração estão exigindo a terceira dose para viajantes acima dos 40 anos. Os demais vacinados devem apresentar o comprovante das duas doses.

Se você não foi vacinado, é muito importante prestar atenção no fato de que dificilmente você conseguirá um teste RT-PCR dentro do prazo exigido, já que nas imediações da fronteira não há muitas opções. Então, é possível que você tenha que pernoitar em Assis Brasil.

Viajar de ônibus no Peru

Os ônibus são o meio mais popular de transporte interurbano no Peru. As tarifas são razoáveis e o serviço é regular. As linhas de ônibus cobrem 75% das rotas que ligam Lima às principais cidades e áreas turísticas, como Arequipa, Cusco, Puno, Paracas, Ica, Nazca, Chiclayo, Trujillo, Cajamarca, Huaraz, Tumbes, Mancora, Piura, Ayacucho e muito mais.

Entretanto, o trajeto que no mapa parece uma distância relativamente curta pode levar horas a mais do que o esperado, devido à qualidade das estradas ou a grandes mudanças de altitude ao longo do caminho.

As principais empresas que operam o transporte rodoviário e oferecem serviços turísticos recomendados por proporcionarem conforto e segurança com o melhor preço são a Cruz del Sur, a Ormeño e a Oultursa.

Esta última, eu experimentei durante a minha viagem ao Peru e, apesar de ter o preço um pouco mais alto do que as suas concorrentes, ela tem um excelente serviço de bordo, além de ônibus com cadeiras mais confortáveis, equipados com internet e tomadas para você ligar o notebook ou carregar as baterias da sua câmera fotográfica.

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar no país e o prazo máximo de permanência é de 90 dias, podendo ser prorrogado por mais 90 dias.

Documentos

Você deve apresentar o passaporte, com seis meses de validade, ou a carteira de identidade, emitida há menos de dez anos e em bom estado de conservação.

Dinheiro

A moeda peruana é o nuevo sol, identificado pela sigla PEN e pelo símbolo S/. Para sua viagem, leve dólares e troque nas casas de câmbio.

Vacinas

A vacina contra febre amarela é recomendada para quem for viajar para a região amazônica. Veja como solicitar o certificado pela internet.

Informações sobre covid-19

Desde que reabriu suas fronteiras, o Peru adotou várias regras de prevenção e controle dos casos de covid-19. Isso significa que é preciso cumprir alguns requisitos sanitários e legais para entrar no país.

De forma geral, os documentos exigidos para a entrada de brasileiros – além dos já citados acima – são os seguintes:

  1. Comprovante de vacinação contra covid-19 com esquema vacinal completo – a terceira dose é exigida para maiores de 40 anos –, esta regra vale para viajantes maiores de 12 anos;
  2. Resultado negativo de teste RT-PCR feito há, no máximo, 48 horas antes do embarque, exigido apenas de viajantes não vacinados;
  3. Formulário Declaração de Autorização de Saúde e Geolocalização preenchido e enviado eletronicamente até 72 horas antes da partida, exigido de todos os viajante.
  4. Comprovante de hospedagem, que pode ser solicitado para que as autoridades peruanas monitorem seu estado de saúde.

É importante saber que, para viajantes vacinados, a dose final deve ter sido administrada pelo menos 14 dias antes da viagem.

Todos os viajantes – vacinados ou não – podem ser submetidos a verificação de temperatura e a testes aleatórios para detecção de covid-19 na chegada ao Peru. Se o resultado der positivo, será necessário seguir as instruções das autoridades de saúde e pode ser necessário cumprir quarentena de até 14 dias.

No caso de crianças menores de 12 anos, basta que estejam assintomáticas para embarcar, não sendo exigido comprovante de vacinação ou teste RT-PCR.

É obrigatório o uso de máscara dupla – uma máscara cirúrgica e uma máscara de pano ou apenas uma do modelo KN95 – durante os voos e nos aeroportos peruanos.

Em todo o Peru, o estado de emergência continua em vigor. Por isso, o comprovante de vacinação contra covid-19 pode ser exigido para entrar em museus, sítios arqueológicos, shoppings, supermercados, restaurantes e em outros ambientes fechados.

Você pode acompanhar os números oficiais da covid-19 no site do Governo do Peru.

Retorno ao Brasil

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

Apesar de não ser obrigatório,  viajar sem o seguro viagem durante a pandemia não é uma boa ideia.  Ainda que você esteja com o esquema vacinal completo, é bom saber que terá atendimento médico e hospitalar na hora que precisar.

Além disso, o preço do seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele também garante que você estará amparado em situações como cancelamento da viagem, extravio de bagagem e muitas outras.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para comparar valores antes de fazer a compra. Eles têm um suporte muito eficiente e preços sempre muito bons.

MAL DE ALTITUDE

Se você vai viajar para o Peru, já sabe que é importante se prevenir do mal de altitude. Também conhecido como soroche, ele é muito comum em viajantes que se aventuram por regiões próximas a 3.000 metros de altitude.

Os sintomas mais comuns são dor de cabeça, enjoo, vômito, tontura, cansaço excessivo e mal-estar. Esses são os principais reflexos da dificuldade do nosso organismo em absorver o oxigênio, e, embora seja raro, em condições extremas, o mal de altitude pode levar à morte.

Isso acontece porque, à medida que a altitude aumenta e a pressão atmosférica cai, o ar fica mais rarefeito. Assim, a concentração de oxigênio diminui e o nosso corpo sente isso. Para prevenir ou diminuir seus efeitos, é bom evitar fazer movimentos rápidos e esforço físico nos primeiros dias.

Mascar folhas de coca é uma forma bastante eficaz de prevenir o mal de altitude. A forma correta de usar a folha é deixar a erva no canto da boca e sugar o sumo que ela libera quando em contato com a saliva. O uso do chá pode ser mais saboroso e nas farmácias é fácil encontrar pílula para soroche.

Veja mais dicas do Peru

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver mais dicas do Peru.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

69 Comentários

  1. Douglas

    Gostei do seu post e gostaria de saber como viajar pra Peru, ou seja pra Machu Picchu ,pra alguém que e estrangeiro aqui no Brasil. Eu sou estudante e tenho visto estudantil aqui no Brasil. Será que da pra viajar com RNE nem precisa do visto?

    • Altier Moulin

      Oi Douglas,

      Como não sei sua nacionalidade fica difícil ajudar. 🙁

      Um abraço.

  2. Amanda Cardoso

    Boa noite Altier.
    Sou do RJ, gostaria de saber se você conhece alguma empresa de ônibus que saia daqui do RJ ou de SP para Cusco?
    Obrigada, Amanda.

    • Altier Moulin

      Oi Amanda,

      Sugiro que você dê uma lida no texto. Ele tem a resposta para sua pergunta. 🙂

      Um abraço.

  3. Bryan Breno

    A empresa Ormeño para em que lugar quando chega em Cusco?

    • Altier Moulin

      Oi Bryan,

      Os ônibus param no Terminal Terrestre, a rodoviária de Cusco. Veja no mapa: https://goo.gl/maps/MHdcadHP2wD2

      Um abraço.

  4. NATIELY.

    Boa noite,

    Gostaria de saber se de Cusco para Machu Picchu é preciso pegar alguma condução ou se posso ir de carro.

  5. Luiz Fernando

    Oi galera!

    Fui ano passado para o Peru de ônibus. Peguei a linha São Paulo-Lima. Uma aventura e tanta: cinco dias de viagem pela viação Ormeño.
    Saí na quarta e cheguei no domingo. Na minha opinião, todo ser humano tinha que fazer uma aventura dessa. Espetacular!
    Vou ano que vem para o Peru novamente ou para a Bolívia.

    Qualquer dúvida: 22-998083066

    Abraços

    • Altier Moulin

      Muito bacana, Luiz. Um abraço.

  6. CHARLES

    Olá! Preciso levar um material de refrigeração para Rio Branco e não sei se envio de barco ou ônibus, preciso de ajuda se eles cobram por peso ou volume alguém que possa me orientar obrigado.

    • Altier Moulin

      Charles, o blog não trata desse tipo de assunto.

  7. Daniel Castro

    Boa tarde Altier, sabe me informar se o ônibus da empresa Ormeño ainda está passando pela cidade de Rio Branco/AC?

    Estou organizando uma viagem para o Peru com minha esposa, pretendo ir em Janeiro – 2016, como se trata de uma viagem internacional, estou me organizando e buscando informações bem antes.. te agradeço

    abraços.

    • Altier Moulin

      Oi Daniel,

      Sim, ele sai de São paulo e cruza a fronteira com o Peru passando pelo Acre.

      Um abraço.

  8. Evelin Maeylu

    Oi Altier, li vários blog e o seu foi o que mais goste
    Tambien li vários post que dizem que o ônibus têm que atravessar o rio em balsa
    Uma no Brasil outra no Peru , sendo que a última e a meia noite num rio cheio de piranhas
    É verdade isso?
    E que pretendo viajar saindo de São Paulo para Lima com o meu filho e fico meio receosa

    • Altier Moulin

      Não, não é verdade Evelin. Todo o trajeto é seguro.

      Vá tranquila. Um abraço.

  9. Raquel

    Gente, estou indo ao Peru, mas irei sair de Recife à Lima (de avião kkkk).
    Gostaria de uma ajuda de vocês é sobre uma empresa de ônibus chamada Tranzela, alguém aqui já ouviu falar?!

    Estou em contato com uma empresa de Turismo local indicada por uma conhecida que foi em Cusco no mês de maio, mas ela não utilizou o serviço de ônibus dessa empresa.

    Irei utilizar essa empresa de ônibus para fazer o percurso Cusco – Puno -Arequipa-Cusco.

    • Altier Moulin

      Raquel, eu nunca ouvi falar dessa empresa. Acredito que seja particular, ou seja, alugado para grupos fechados, como excursão.

      Um abraço.

  10. Hugo Sant'Anna

    Camarada, curti muito seu blog, mas ainda fica uma dúvida quanto ao translado de Rio Branco – Cuzco.
    Ainda tem alguma Empresa operando esse trecho?
    Estou indo pra Cuzco na Última semana de Maio, vou ficar no Loki Hostel.
    Estou muito animado!
    Eu moro em Rondônia!
    Obrigado!

    • Altier Moulin

      Hugo,

      A informação que tenho é que a rota está suspensa.

      um abraço.

  11. Alecsander

    No caso, eu nunca fui para o Peru antes. Recomenda que eu fosse de avião/ônibus para conhecer como funciona o país e as estradas antes, ou acha que com um bom estudo sobre o país, as cidades e as estradas dá pra ir tranquilo de carro já de cara?

    • Altier Moulin

      Eu acho que dá pra ir sim, mesmo sem conhecer antes. Pesquise, converse com outros viajantes e tudo vai dar certo.

      Um abraço.

  12. efeito

    Oi Altier,

    Sabe me dizer se existe algum ônibus que chega/sai de São Paulo até o Peru? Obrigado.

    • Altier Moulin

      Rapaz, não tenho esta informação. Uma saída é fazer baldeação até o Acre e, de lá, partir para o Peru.

      Um abraço.

  13. André

    Prezado Altier,
    Estive ontem na rodoviária de Rio Branco. Realmente a Movil Tours não opera mais Rio Branco – Puerto Maldonado. Entretanto, a empresa Ormeño está operando Rio Branco – Cusco, com uma única saída semanal (sexta-feira) às 22h pelo valor de R$160,00.

    • Altier Moulin

      Vou atualizar as informações aqui, André. Muito obrigado!

  14. Lucas Alves

    Se pudesse parar e descer na cordilheira seria sensacional

    • Altier Moulin

      É verdade, Lucas. Mas o ônibus faz uma parada no ponto mais alto da Cordilheira apenas para alguns registros rápidos.

      Um abraço.

  15. luís gonzaga

    olá amigo quero fazer uma viagem do rio branco para lima, queria o nome da empresa responsavel pelo transporte de onibus. quais as paradas, os precos e o tempo.

    • Altier Moulin

      Luís,

      Acho que você não leu o post. Dê uma olhada com calma que vai encontrar a informação que precisa.

      Um abraço.

  16. Daiana Mesquita

    Olá, adorei seu blog, excelente dicas. Gostaria de saber se você conhece alguém q fez essa viagem com crianças? Tenho duas menores de 5 anos e eu e meu marido gostaríamos de ir com eles, mas temos medo do efeito da altitude nos meninos! Abraço

    • Altier Moulin

      Oi Daiana,

      Eu realmente não tenho esta informação, mas acredito que se você tomar os cuidados devidos vai correr tudo bem. O mal de altitude pode passar despercebido para muitas pessoas. Eu mesmo nunca senti nada além de um pequeno cansaço. Leve os remédios e aproveite a viagem.

      Um abraço.

  17. Humberto Antonio Siqueira

    Olá Altier, desculpe o incômodo, mas desde o começo do ano que pesquiso no Google, Mochileiros, no seu site (o que mais gostei, por isso tantas perguntas). Entrei agora no site da Star Peru e vi que as passagens custam US$ 108,00 por pessoa e por esse preço só sai aos sábados às 11.25h. Eu chegarei em RBO no dia 02 (sexta-feira) às 10.50h pela Gol, saindo de Manaus. Tem como eu chegar em Maldonado a tempo de pegar esse voo, fazendo todos os trâmites de fronteira, carimbo de passaporte, check-in no aeroporto, etc? Ou você acha mais conveniente dormir em RBO e seguir no outro dia de van, táxi, ônibus, etc?

    • Altier Moulin

      Oi Humberto,

      Eu prefiro não correr riscos. Durma em Rio Branco e faça tudo sem pressão.

      Um abraço.

  18. Krysna Ramirez

    Altier, acho que está havendo um desencontro de informações na Morvil Turs, pois hoje pela manhã (04/10), estive na rodoviária internacional aqui em Rio Branco e recebi informações de que o trecho de Rio Branco até Puerto Maldonado vai ser cancelado em novembro.

    • Altier Moulin

      Oi Krysna,

      Realmente há algo errado porque pelo telefone me informaram outra coisa. Vamos aguardar para ver como será. De qualquer forma, obrigado!

      Um abraço!

  19. Luciano

    Olá

    Estou indo para Cuzco e estou querendo fazer a viagem de de volta por Rio Branco, de ônibus. Entrei em contato com a Movil Tour e me dissera que a linha Puerto Maldonado – Rio Branco foi cancelada. Achei na internet que há outra empresa de ônibus que faz este trajeto, porém é preciso pagar até São Paulo, a Ormeño. Gostaria de saber se esta empresa é confiável e se a rodoviária de Rio Branco é segura para chegar tarde da noite, pois previsão de chegada do ônibus é entre 20h e meia noite e terei que pegar um táxi até o hotel.

    • Altier Moulin

      Oi Luciano,

      Estranho, acabei de falar com a Movil Tour do Acre e eles confirmaram a manutenção da linha entre Rio Branco e Puerto Maldonado/Cusco. O ônibus sai de Rio Branco às quartas e sábados, às 9h30.

      Um abraço!

  20. kellen lopes

    Oi, estou querendo ir de Manaus para Rio Branco e, depois, Peru. Em Dezembro seria uma época boa para a estrada até Cusco?

    • Altier Moulin

      Oi Kellen,

      Dezembro não é a melhor época para subir até Cusco já que estamos no período de chuvas. A estrada tem muitas curvas e isso exigirá muita atenção do motorista. Mas, se essa for a sua única opção, vá com cuidado e aproveite sua viagem.

      Um abraço.

  21. Samuel de Oliveira

    Olá Altier,

    Muito bom esse teu blog para pessoas interessadas nesse trajeto. Hoje fui procurar essa passagem para Porto Maldonado e no site diz: frequência – Diário. Sabes se atualmente se pode fazer essa viagem em qualquer dia da semana ou ainda existem datas específicas?

    • Altier Moulin

      Oi Samuel,

      Acabei de fazer a busca no site da Movil (http://www.moviltours.com.pe/) e a empresa agora tem ônibus todos os dias de Rio Branco para Puerto Maldonado e de lá para Cusco. Boa notícia, não?

      Um abraço.

    • Altier Moulin

      Obrigado, Marcos!

  22. GERSON LUIS

    Adorei seus comentários, Altier. Muito claros e eficientes.
    Estou pensando em ir ate Cusco, mas não sei se vou de carro ou de ônibus. Sou de São Paulo e gostaria muito de fazer esta viagem. Já viajei quase o mundo inteiro, aliás já fui a Lima e não fui ate Cusco ainda, acredita? Dê algumas dicas para mim onde comprar as passagens ou vou de carro mesmo? O que acha?

    Abraços!

  23. Eva Cardoso

    Tenho uma viagem para Lima no Peru no final de Julho, você poderia me dizer qual o valor da passagem do Rio Branco até Lima, pois não consigo nos telefones informados.

    • Altier Moulin

      Oi Eva,

      Eu te aconselho ir de Rio Branco a Cusco e depois seguir viagem em uma companhia local até Lima. A passagem até Cusco custa algo em torno de US$ 80. Os ônibus no Peru são muito bem equipados e bastante confortáveis. Eu sugiro verificar o site dessas duas companhias:

      Cruz del Sur | http://www.cruzdelsur.com.pe/
      Oultursa | http://www.oltursa.pe/

      Um abraço

  24. roberto

    Em relação a dinheiro: devo fazer câmbio antes ou posso entrar com reais no Peru e la trocar?

    • Altier Moulin

      Oi Roberto,

      A melhor opção é levar dólares. Eles poderão ser facilmente trocados em qualquer região do Peru.

      Um abraço!

  25. Fernande

    Gostei das Dicas.
    Sabem me dizer quais os dias q tem onibus de Cusco para Rio Branco? e se tem como comprar passagem antecipada?

    • Altier Moulin

      Oi Fernande,

      Segundo as informações da Rodoviária Internacional de Rio Branco, os ônibus saem de Cusco às terças e sextas.

      Um abraço!

  26. Renata

    Parabéns pelo site!!!

    Quero dar de presente para minha madrinha essa viagem, o que vc acha interessante, a saída de SP, Rodoviária Tietê ou saindo de Rio Branco? Tenho receio da viagem da rodoviária Tietê, seja com pessoas mais peruanas e não mochileiros como ela. Quanto de dinheiro acha que tenho de dar à ela, para hotel e comida? Abraços Renata Caputo

    • Altier Moulin

      Oi Renata,

      Que bom que gostou do blob. 🙂 A escolha do local de saída é realmente uma decisão que vai depender de onde sua tia estiver e quanto tempo ela tem para fazer esta viagem. Além disso, vale lembrar que é uma viagem longa e pode ser cansativa. Mas, se sua tia é realmente uma viajante apaixonada ela vai curtir as duas opções. Quanto ao orçamento, realmente fica difícil te ajudar porque cada viajante tem costumes diferentes e isso afeta diretamente o custo de uma viagem.

      Desculpe não poder ajudar. Um abraço!

  27. Ludy

    Olá… teriam uma média de gastos ($) da viagem? 😉

  28. Suelen Toledo

    Por acaso a empresa para na fronteira pra fazer os trâmites de entrada no Peru?

    • Altier Moulin

      Oi Suelen,

      Sim, o ônibus para para que você faça o procedimento de imigração tanto na ida quanto na volta. Essa é uma regra internacional e você não pode ingressar legalmente em um país sem fazer isso.

      Um abraço!

  29. Felippe

    Gostei muito das dicas! Agora uma dúvida. O preço que pagamos pela passagem Rio Branco X Cusco é direto? Li que tem a necessidade de troca de ônibus em Puerto Maldonado, não é necessário comprar passagem nesta localidade né? Outra coisa, como temos q comprar direto no guichê da Movil, será q tem o problema de não conseguir a passagem no dia? Obrigado pelas dicas! Abraços!

    • Altier Moulin

      Oi Felippe,

      Você compra apenas uma passagem da sua origem até o destino final. É difícil dizer se você terá problema ao comprar a passagem, portanto, reserve alguns dias extra para o caso de algum contra-tempo.

      Um abraço!

  30. Geninha Santos

    Olá! Parabéns pelo site. Está muito bonito e as informações são muito úteis para viajantes de primeira viagem como eu. Terei férias em fevereiro e estou planejando viajar no dia 15, entretanto vi em vários locais que fevereiro é estação chuvosa. Vale à pena ir nessa época ou melhor adiar até surgir uma nova oportunidade ano que vem? Obrigada!

    • Altier Moulin

      Geninha,

      O Peru é um país muito complicado em relação a clima. Quando está seco no litoral, chove na Cordilheira e assim vai. Então, defina o seu objetivo e escolha a melhor estação. Se o seu objetivo é visitar Machu Picchu, por exemplo, eu te aconselho ir na estação seca, que vai de março a outubro.

      Um abraço!

  31. saul

    Por favor, gostaria de saber se o certificado de vacinação é obrigatório e, se for, em que locais posso tirar em Rio Branco?

    obrigado e abraços

    • Altier Moulin

      Saul,

      O Certificado Internacional de Vacinação é sim obrigatório para a comprovação de que você foi imunizado contra a Febre Amarela. Esse certificado é obtido na Anvisa com a apresentação do seu Cartão de Vacina. Lembre-se que é preciso ter o lote da vacina anotado no cartão.

      Sugiro que você entre em contato com a Anvisa de Rio Branco para esclarecer qualquer dúvivda. Seguem os contatos:

      ALBERTINA MARIA DE SOUZA COSTA
      Gerente Da Divisão De Vigilância Sanitária Estadual
      Rua Benjamim Constant, Nº 830, 4º Andar – Centro
      CEP: 69908-520
      Rio Branco – AC
      Tel.: (68) 3215-2774
      Fax: (68) 3215-2773
      Cel.: (68) 9985-6232
      E-MAIL: vgsanitaria.saude@ac.gov.br, tinacost@gmail.com

      Um forte abraço e boa viagem!

  32. Marcos Mendes

    Tem algum site que informe os valores da passagem diretamente para Lima? Ou tens noção de quanto é?

    • Altier Moulin

      Marcos, as passagens devem ser compradas diretamente no guichê da Movil Tours, na rodoviária de Rio Branco. Eles não têm um site com os valores disponíveis. Vacilo, né!

      Um abraço!

  33. Luiz Carlos Zanim

    Estaremos viajando para Cuscos dia 27/11/2013, eu e mais 3 amigos, gostaria de saber onde poderemos encontrar um hotel ou pousada com preços na faixa de R$ 50,00 a diária.
    Desde já fico muito grato

    Luiz Carlos Zanim

  34. Clarissa Donda

    Quando eu fui ao Peru, fomos com a viação Flores, que era até bem confortável na época. Só que fomos na parte sul, subindo de Tacna até Arequipa e de lá a Cusco. E depois de Cusco a Copacabana, na Bolívia.

    Acho sempre recomendável levar água e remédio para altitude à tiracolo, porque chega a enjoar bastante nesse trecho!

    Mas olha, tenho uma fofoca! Quando eu entrei no ônibus de Cusco indo para Bolívia, de repente entrou um oficial com uma câmera na mão, filmando o rosto de todos os passageiros, um a um. Perguntamos o porquê. Ele respondeu: “ah, é para o caso de haver um bandido viajando entre vocês. A gente consegue ter um registro de ele ter passado por aqui, e pode investigar depois se acontecer alguma coisa”.
    Viajei super mais tranquila depois, né? #not

    Ah, e parabéns pelo trabalho, Altier!

    • Altier Moulin

      Obrigado pelas dicas, Clarissa.

11