Companhias aéreas do Peru: as empresas mais confiáveis e baratas

Atualizado em 5 de outubro de 2022 – 2 min de leitura

Companhias aéreas do Peru

Eu já expliquei como é viajar de ônibus pelo Peru e como é chegar ao país de carro, passando pelo Acre. Agora, eu fiz esta lista com as principais companhias aéreas do Peru.

É verdade que os ônibus são ótimas opções para quem quer economizar enquanto viaja pelo país. Porém, algumas vezes as distâncias parecem pequenas olhando no mapa, e acabamos não levando em conta que estamos na Cordilheira dos Andes. É, por isso, que tudo aqui fica mais longe e mais difícil.

Nessas circunstâncias, voar pode ser uma boa opção, principalmente se você comprar a passagem com antecedência.

Como é voar no Peru

O Peru é servido por três principais aeroportos internacionais. Entre eles, o Aeroporto Internacional Jorge Chávez, em Lima, que está a aproximadamente 30 minutos do centro da cidade.

Também, o aeroporto de Cusco, que fica a cinco quilômetros do Centro, e o aeroporto internacional de Iquitos, que está localizado na região amazônica, no nordeste do país.

O aeroporto de Lima é a principal porta de entrada do país e, também, de onde partem as principais conexões domésticas. Há, ainda, bons terminais domésticos em cidades como Arequipa, a segunda mais importante do país; Puerto Maldonado e Juliaca.

Companhias aéreas do Peru

Se você tiver apenas um curto período de tempo para visitar o Peru, a melhor opção é viajar por via aérea. E, em alguns casos você precisará de um voo doméstico.

Por exemplo: a distância de Lima a Cusco é de 1.165 quilômetros e, devido à geografia do país, você precisará de, pelo menos, 20 horas para fazer essa viagem de ônibus. Já de avião, você gastará apenas uma hora.

Outro atrativo para voar com uma das companhias aéreas do Peru é o preço que é bastante razoável. Principalmente quando os bilhetes são comprados com antecedência.

Os lugares turísticos mais importantes do país são atendidos por voos regulares de companhias que operam com aeronaves modernas.

Deve-se ter em mente, no entanto, que a pontualidade não é uma característica predominante nas partidas domésticas. Principalmente no período da tarde e da noite.

Para todos os efeitos, você deve chegar pelo menos uma hora antes de todos os voos domésticos. Para voos internacionais, você deve fazer o check-in, no máximo, duas horas antes de sua partida.

Todos os passageiros são obrigados a pagar uma taxa aeroportuária que já aparece no bilhete.

Companhias aéreas do Peru

Essas são as principais companhias aéreas do Peru. Algumas delas operam exclusivamente voos internacionais, enquanto outras fazem apenas voos domésticos.

Para voar de uma cidade para a outra dentro do país, as empresas mais indicadas são a Avianca, que tem o maior número de voos, a Peruvian e a Star Peru. Essas duas últimas geralmente têm as melhores tarifas.

Eu voei nas três, e os voos foram seguros, tranquilos e o atendimento bem amigável.

COMPANHIAS AÉREASSITE
Aerolíneas Argentinasaerolineas.com.ar
Latamlatam.com
Peruvian Airlinesperuvianairlines.com
Aviancaavianca.com
Star Perústarperu.com
Viva Airvivaair.com
BOA – Boliviana de Aviaciónboa.bo

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar no país e o prazo máximo de permanência é de 90 dias, podendo ser prorrogado por mais 90 dias.

Documentos

Você deve apresentar o passaporte, com seis meses de validade, ou a carteira de identidade, emitida há menos de dez anos e em bom estado de conservação.

Dinheiro

A moeda peruana é o nuevo sol, identificado pela sigla PEN e pelo símbolo S/. Para sua viagem, leve dólares e troque nas casas de câmbio.

Vacinas

A vacina contra febre amarela é recomendada para quem for viajar para a região amazônica. Veja como solicitar o certificado pela internet.

Informações sobre covid-19

Desde que reabriu suas fronteiras, o Peru adotou várias regras de prevenção e controle dos casos de covid-19. Isso significa que é preciso cumprir alguns requisitos sanitários e legais para entrar no país.

De forma geral, os documentos exigidos para a entrada de brasileiros – além dos já citados acima – são os seguintes:

  1. Comprovante de vacinação contra covid-19 com esquema vacinal completo – a terceira dose é exigida para maiores de 40 anos –, esta regra vale para viajantes maiores de 12 anos;
  2. Resultado negativo de teste RT-PCR feito há, no máximo, 48 horas antes do embarque, exigido apenas de viajantes não vacinados;
  3. Formulário Declaração de Autorização de Saúde e Geolocalização preenchido e enviado eletronicamente até 72 horas antes da partida, exigido de todos os viajante.
  4. Comprovante de hospedagem, que pode ser solicitado para que as autoridades peruanas monitorem seu estado de saúde.

É importante saber que, para viajantes vacinados, a dose final deve ter sido administrada pelo menos 14 dias antes da viagem.

Todos os viajantes – vacinados ou não – podem ser submetidos a verificação de temperatura e a testes aleatórios para detecção de covid-19 na chegada ao Peru. Se o resultado der positivo, será necessário seguir as instruções das autoridades de saúde e pode ser necessário cumprir quarentena de até 14 dias.

No caso de crianças menores de 12 anos, basta que estejam assintomáticas para embarcar, não sendo exigido comprovante de vacinação ou teste RT-PCR.

É obrigatório o uso de máscara dupla – uma máscara cirúrgica e uma máscara de pano ou apenas uma do modelo KN95 – durante os voos e nos aeroportos peruanos.

Em todo o Peru, o estado de emergência continua em vigor. Por isso, o comprovante de vacinação contra covid-19 pode ser exigido para entrar em museus, sítios arqueológicos, shoppings, supermercados, restaurantes e em outros ambientes fechados.

Você pode acompanhar os números oficiais da covid-19 no site do Governo do Peru.

Retorno ao Brasil

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

Apesar de não ser obrigatório,  viajar sem o seguro viagem durante a pandemia não é uma boa ideia.  Ainda que você esteja com o esquema vacinal completo, é bom saber que terá atendimento médico e hospitalar na hora que precisar.

Além disso, o preço do seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele também garante que você estará amparado em situações como cancelamento da viagem, extravio de bagagem e muitas outras.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para comparar valores antes de fazer a compra. Eles têm um suporte muito eficiente e preços sempre muito bons.

MAL DE ALTITUDE

Se você vai viajar para o Peru, já sabe que é importante se prevenir do mal de altitude. Também conhecido como soroche, ele é muito comum em viajantes que se aventuram por regiões próximas a 3.000 metros de altitude.

Os sintomas mais comuns são dor de cabeça, enjoo, vômito, tontura, cansaço excessivo e mal-estar. Esses são os principais reflexos da dificuldade do nosso organismo em absorver o oxigênio, e, embora seja raro, em condições extremas, o mal de altitude pode levar à morte.

Isso acontece porque, à medida que a altitude aumenta e a pressão atmosférica cai, o ar fica mais rarefeito. Assim, a concentração de oxigênio diminui e o nosso corpo sente isso. Para prevenir ou diminuir seus efeitos, é bom evitar fazer movimentos rápidos e esforço físico nos primeiros dias.

Mascar folhas de coca é uma forma bastante eficaz de prevenir o mal de altitude. A forma correta de usar a folha é deixar a erva no canto da boca e sugar o sumo que ela libera quando em contato com a saliva. O uso do chá pode ser mais saboroso e nas farmácias é fácil encontrar pílula para soroche.

Veja mais dicas do Peru

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver mais dicas do Peru.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

36 Comentários

  1. silvano geraldo

    amigo moro em manaus ja fui para Venezuela 28 vezes de carro (isla de margarita) são quase 5.000k ida e volta agora quero ir para lima e outras cidades do peru de carro saindo de porto velho somente eu e esposa tenho 53 anos o meu carro é um ecoesport 2017 1.6 eu lhe pergunto posto de gasolina tem bastante pela estrada? hotéis tb tem? cidades são próximas? o meu carro 1.6 vai numa boa? obrigado um abraço

    Responder
  2. Maria Aparecida

    Boa noite Altier
    Meu marido e eu vamos visitar Machu Picchu em outubro.
    Me tire uma dúvuda, todas as fotos de machu Picchu que se são tiradas no alto, sâo necessariamentes das montanhas Hayana Picchu , Montanha Machu Picchu ou no Portal do Sol dá pra tirar aquelas fotos com fundo fenomenal?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Maria.

      Não sei exatamente de quais fotos você está falando. Mas, acho que dá pra saber: se Hayana Picchu estivr na foto, é porque ela foi tirada de outro lugar.
      De qualquer forma, melhor do que uma boa foto, é curtir o lugar. MaPi é único.

      Um abraço.

      Responder
  3. jocemar

    qual regiao do perú podemos encontrar neve em julho?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Jocemir.

      Olha, não sei de todos os lugares, mas, com certeza, a região de Huaraz é muito fria. No Glacial Pastoruri, por exemplo, costuma nevar bastante.

      Um abraço.

      Responder
  4. Angelina Balarine

    Adorei as dicas sobre as cias. Excelente para pesquisar e comprar passagens antes de ir.

    Responder
  5. Barbara Reis

    Adorei seu relato e está sendo muito útil para mim.
    Porém gostaria de saber se você tem alguma informação sobre a companhia aérea Viva Air no Peru.
    Pelo o que pesquisei, parece ser nova e o valor das passagens vale muito a pena, mas não encontrei nenhum relato na internet se é boa, se cobra diferenciado pra estrangeiro.
    Enfim, você tem alguma informação?
    Desde já, mt obrigada!

    Responder
  6. Roberto de Andrade

    Olá, pretendo viajar para o peru conhecer Machu Picchu/Lima e Cusco. Mas quero não gastar muito.é possível fazer essa viagem curtir belas paisagens e tudo mais e não ficar caro?
    Tdo ano nas minhas férias eu viajo.fiz, Rio de janeiro, Natal,Recife, fortaleza, buenos Aires.
    E em 07/2018 pego férias e queria ir para Machu Picchu

    Me dá umas dicas

    Responder
  7. Sávio

    Olá Altier.

    Primeiramente, parabéns pelo blog. Muito útil e tem dicas valiosas.

    Ao ver seu post descobri a Star Peru. Dando uma olhada no site deles, parece muito interessante. Excelentes preços que, com base em seus relatos, valem a pena.

    Irei ao Peru em março do ano que vem com minha esposa e precisarei pegar um voo Lima – Cusco (já que irei à capital a partir de Santiago). O que me alertou em postagens de outros blogs foi essa tarifa para estrangeiros cobradas por algumas aéreas peruanas.

    Fuçando o site da Star, simulando a compra e vendo algumas respostas suas aqui, parece que a empresa não cobra essa tarifa. É isso mesmo? Quando você utilizou, realmente não houve tal cobrança?

    Como cada centavo é contado, tudo vale. Hehehe

    Obrigado desde já e abraço.

    Sávio

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Sávio.

      Eu não paguei preço diferenciado por ser estrangeiro. A tarifa cobrada era a mesma para qualquer pessoa.
      Isso ajuda muito mesmo, porque qualquer centavo faz diferença.

      Um abraço.

      Responder
  8. JOAO CARLOS

    Muito obrigado pela generosidade de compartilhar sua experiência conosco. Estou indo em Novembro 17 vc poderia me dizer o valor para visitar o Vale Sagrado e como chegar la? Aguas calientes e’ onde devo me hospedar para de la ir a MP, super grato.

    Responder
  9. Jose Geraldo de Miranda

    Pessoal muito cuidado com algumas companhias aéreas que fazem o trecho LIMA/CUSCO ou CUSCO/LIMA, pois cancelam com a maior cara de pau o voo, mesmo tendo feito checkin, e dizem que é as condições climáticas, PURA MENTIRA. É GOLPE barato. Depois vou dar nome às companhias golpistas. Aguarde!

    Responder
  10. Macedo

    Muito boas suas dicas Altier, parabens.
    Estaremos em Cusco de 06 a 09/07 e pretendemos ir a Machu Pichu em 07/07, qual é a melhor data para comprar os ingressos e as passagens de trem? consigo comprar antes da viagem aqui no Brasil? Devo comprá-las separadas ou me sugere comprar um pacote que inclua tudo, nesse caso pode sugerir alguma agencia e me dar uma ideia de preço?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Macedo.

      A melhor forma é sempre comprar com antecedência. É possível comprar em Cusco, quando chegar, mas nunca saberemos ser haverá ou não ingressos disponíveis.
      Com o trem é a mesma coisa: as tarifas mais em conta e os melhores horários acabam sempre antes.

      Então, tente ver se consegue fazer suas reservas o quanto antes ou, então, compre tudo assim que chegar a Cusco.

      Um abraço.

      Responder
  11. Vilanova

    Antes de tudo, gosto demais desse blog, você está de parabens Altier.. Me ajuda ae, to planejando uma viagem para o chile e ir do chile para o peru, achei essa empresa https://www.skyairline.com tem voos super baratos, você já ouviu falar? é confiavel???

    Valeu mano um abraço e continue sempre com esse blog.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Breno.

      Sim, é uma empresa que opera no Chile e tem boa reputação.

      Um abraço.

      Responder
  12. José Roberto

    Oi, Altier.
    Obrigado pelas informações. Pretendo viajar para o Peru em Julho e li em alguns blogs e sites para tomar cuidado na hora de comprar as passagens entre Lima e Cusco porque existe uma taxa para estrangeiros que pode chegar a US$ 200!!! Veja por exemplo esse link:
    https://www.tripadvisor.com.br/ShowTopic-g294311-i818-k7211048-Avianca_voos_de_Lima_para_Cusco_CUIDADO-Peru.html
    Você tem informações sobre essa taxa e quais cuidados devo tomar quando comprar passagens entre Lima e Cusco? Mais uma vez agradeço. Parabéns pelo blog.

    Responder
    • Altier Moulin

      Desconheço essa taxa, José.

      Responder
    • GUSTAVO FONSECA

      opa. Dizem que é só a Avianca que cobra essa taxa. Eu vou comprar pela LC PERU o trecho LIMA CUSCO pra tentar fugir dessa taxa.
      abs

      Responder
      • Altier Moulin

        Assim como no Brasil, todos as passagens têm taxa de embarque, Gustavo.
        O valor varia de acordo com o aeroporto escolhido.

        De qualquer forma, volte para nos contar o que conseguiu.

        Um abraço.

        Responder
      • Daiane

        Você pagou a taxa de estrangeiro pela LC peru?

        Responder
  13. Connie

    Salve Altier!

    Estou planejando minha viagem a Machu Picchu e encontrei por acaso (pesquisando na internet) essas tuas dicas preciosas de viagem. Estaremos saindo de SP em direção a Lima, de lá a Cusco, MP, Puno (cruzando para Bolívia via terrestre até chegar ao “Salar de Yuni” (Uyuni). Por incrível que pareça, a rota planejada pela Bolivia está super simples de obter informações,e reservas, etc. O lado Peruano é que está complicado: existe algum trem que faça Lima/Cusco? Vi alguns comentáros na net afirmando e outros negando. Comprar passagens pelas cias aéreas que você comenta aqui é uma “via crusis” 🙂 Te dão um preço no início e mudam no final da compra. Minha maior preocupação: posso arriscar e comprar as entradas para a “Montanha Sagrada” em Cusco mesmo, uns 3 dias antes de ir (irei em Setembro, fora do “boom” do inverno)? E o trem que vai a “Aguas Calientes”, poderia arriscar também? Porque a devolução dos valores cobrados é um verdadeiro “lio”, caso o viajante não possa ir na data! Gracias amigo!

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Connie.

      Não tenho informação de que haja um trem de passageiros entre Lima e Cusco. Nunca ouvi falar dessa possibilidade.
      Acredito que há uma confusão com o trem Cusco-Machu Picchu.

      Verifique, antes de comprar a passagem, em qual moeda você está cotando.
      Algumas companhias têm preços diferentes quando o passageiro está no exterior. Isso é péssimo, mas comum.

      Você pode sim comprar em Cusco, mas vá monitorando a quantidade de ingressos disponíveis pelo site.
      A mesma coisa vale para o trem. Mas lembre-se que os melhores horários e as menores tarifas acabam antes.

      Um abraço.

      Responder
  14. Gabriel B.

    Boa tarde Altier, vou viajar agora em Maio para o Peru, e estou com duvida se compro as passagens de trem e o ingresso antecipado para Machu Picchu, você tem ideia de quanto é cobrado de taxa por fazer compra internacional com o cartão. Gostaria de saber também se é fácil encontrar os passeios em Lima e Peru e em media quanto sai.

    Obrigado

    Abraço

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Gabriel.

      Depende, se você vai chegar a Cusco com uns dias de antecedência antes de ir a Machu Picchu, dá para comprar a passagem lá. Mas vá monitorando no site.
      Comprando no cartão você pagará o valor em dólar e IOF.

      Um abraço.

      Responder
  15. Maria Eduarda Marques

    Olá, Altier!
    Suas dicas estão sendo muito valiosas para eu montar o roteiro da minha viagem, parabéns pelo trabalho!
    Estou com uma dúvida, se você puder me ajudar eu agradeço!
    Fui tentar comprar a passagem do trecho Lima-Cusco pelo site de algumas companhias aereas nacionais do Peru e surgiu a seguinte mensagem (esta específica Latam):

    “Sólo los residentes en el Perú pueden acceder a las Tarifas Base, Access y Control en rutas nacionales dentro del país. Si utilizas este beneficio, pero no acreditas la residencia en el Perú, LATAM te podrá cobrar un cargo adicional de US$ 177 o negar el embarque. El cobro de este monto se realizará en cualquier punto de tu viaje.”

    Acontece que as tarifas que supostamente podem ser compradas por estrangeiros são mais que o dobro do valor das mencionadas na mensagem, ficando o trecho mais de R$ 650 reais!
    Realmente existe isto de algumas tarifas serem voltadas apenas pra cidadãos?
    Não vi em nenhum lugar ninguém comentando sobre isso!
    Desde já agradeço demais!

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Maria.

      Sim, algumas empresas aéreas fazem essa diferenciação entre passageiros nacionais e internacionais. Aqui no Brasil, por exemplo, a Gol cobra preços absurdos quando o passageiro é gringo.
      Quando estive na Colômbia, passei aperto para comprar passagens internas até descobrir uma empresa local que não cobra faz isso.

      Mas… no Peru, eu voei com a Star Peru e com a Taca (hoje Avianca) e não vi essa diferença de valores. Tente outras empresas além da Latam.

      Um abraço.

      Responder
  16. ELIANE BENEVIDES REIS

    Quero ir para San Andres ou Cartagena. O que é melhor? Viajo sozinha pelo Brasil, é a primeira vez que vou para fora sozinha. Algum problema, pois não falo espanhol nem inglês.
    Costumo ficar em hostel no Brasil. Algum que possa indicar? Precisa de passaporte para Colômbia?

    Responder
  17. Elano

    Olá Altier gostaria, meu nome é Elano e fiquei com algumas dúvidas: Tenho uma deficiência física é muito complicado a acessibiliadade ir para Macchu Picchu? Vi nas empresas aereas Peruanas as passagens ida e volta por 132 dólares, achei o valor acessível vale a pena comprar por elas? Obrigado pela atenção.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Elano,

      Sim, vale a pena. Eu viajei de avião no país e foi super tranquilo e barato. Mas não se esqueça de comprar com antecedência para garantir o bom preço.

      Um abraço.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2