Como solicitar o certificado de vacinação pela Internet

8

Atualizado em 7 de julho de 2020

Como solicitar o certificado de vacinação

Ficou mais fácil tirar o certificado de vacinação, aquele cartãozinho amarelo que é exigido por mais de 100 países para comprovar que você foi vacinado contra a febre amarela. É que, agora, o pedido pode ser feito pela internet de qualquer lugar do mundo, e você não vai gastar nada.

Antes dessa mudança, todo viajante tinha que comparecer a um posto de atendimento da Anvisa com o cartão de vacinação para fazer a solicitação e assinar o documento. Esse processo ainda existe, mas, agora, você também pode fazer o pedido, acompanhar a emissão e imprimir o seu certificado pela internet.

Como pedir o certificado de vacinação

Depois de ser vacinado em um posto de saúde ou em uma clínica privada, você deve fazer um cadastro no portal de serviços do Governo Federal e enviar a solicitação. Feito isso, o seu pedido será avaliado e, se aprovado, uma mensagem será enviada para o seu e-mail de cadastro em até cinco dias úteis.

Quando receber este e-mail, você só vai precisar imprimir o documento e assinar no lugar marcado. Pronto, o seu cartão está na mão. E tem mais: se precisar imprimir outras vezes, o documento sempre estará disponível para você fazer novas impressões.

Como solicitar o certificado de vacinação

Passo a Passo

Como você viu, o processo é realmente simples, mas é importante lembrar que a vacina deve ser tomada pelo menos 15 dias antes da viagem e, para a emissão do certificado de vacinação, a dose fracionada da vacina não é aceita.

  • Passo 1: Tome a vacina em um posto de saúde  ou em uma clínica particular.
  • Passo 2: Faça o cadastro e envie a solicitação pelo Portal de Serviços. O processo será analisado e, se aprovado, você receberá uma mensagem.
  • Passo 3: Imprima o cartão e assine no local indicado no certificado. Com assinatura digital, você não precisa ir a um posto de atendimento da Anvisa.

Sobre o certificado

O Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) não tem prazo de validade. Isso significa que ele pode ser usado a vida toda. O Brasil é o primeiro país a oferecer um serviço online e gratuito de emissão do Certificado Internacional de Vacinação.

Mais de cem países exigem o CIVP para comprovação, em especial, da imunização contra a febre amarela. Alguns países, como Estados Unidos, Inglaterra e Portugal, não fazem questão da apresentação do certificado de vacinação. Em outros casos, como Cuba, Colômbia, Panamá e Tailândia, não é permitida a entrada sem o documento: inclusive para uma simples conexão aérea.

Antes de prosseguir, eu sugiro que você leia: Dicas para evitar malária e febre amarela.

E quem não pode se vacinar?

Para aqueles casos em que o viajante não é orientado a ser vacinado – somente um médico poderá decidir isso –, é necessário solicitar um Atestado de Isenção de Vacinação, conforme modelo disponível no site da Anvisa. Com esse documento, será emitido o Certificado de Isenção de Vacinação.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um viajante apaixonado pelas coisas desse mundo. Um jornalista que adora contar boas histórias e compartilhar informações de viagem. Meu propósito de vida é ajudar outras pessoas a conhecerem lugares novos e a viverem experiências inesquecíveis.

8 Comentários

  1. Avatar

    Você sabe se há alguma chance de que o certificado digital não seja aceito? Já ouviu algum relato de que apenas o certificado emitido presencialmente fosse aceito?

  2. Avatar
    Mara Rúbia Cedro Moreira on

    Prezado Altier.Suas últimas postagens estão maravilhosas para mim; irei em julho próximo de Salvador para Porto Alegre e de lá subirei até a Colômbia.Dia 30/03 irei para o Chile.São informações que irei precisa mesmo.Estou escrevendo em um caderno muitos tópicos das suas postagens.Quero agradecer mesmo.Felicidades Sempre.

Escreva um comentário