Vale Sagrado dos incas: as cidades históricas dos arredores de Cusco

Atualizado em 5 de outubro de 2022 – 4 min de leitura

Vale Sagrado dos incas

Às margens do Rio Willcamayu fica uma das regiões mais ricas do Peru. A diversidade cultural, a fertilidade do solo e os vários sítios arqueológicos se estendem por uma área que ultrapassa 100 quilômetros. Essa região, que ganhou o nome de Vale Sagrado dos incas, é um destino imperdível nos arredores de Cusco

Mas, é bom se preparar, pois há cidades que ultrapassam os quatro mil metros de altitude. Então, respire fundo para conhecer três das principais cidades do Vale Sagrado.

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

Pisaq

A jornada pelo Vale Sagrado dos incas começa pela cidadela de Pisaq.

No vilarejo de fartas ruínas, os incas construíram um inteligente sistema de irrigação para terraços.

Além disso, eles fizeram um fabuloso observatório astronômico onde era possível definir as estações do ano e determinar o melhor dia para o início do plantio e da colheita dos diferentes cultivos.

Vale Sagrado dos incas

Em Pisaq, ao olhar para as montanhas que ladeiam a cidade, a gente percebe uma série de buracos escavados em linhas horizontais.

São túmulos usados pelos incas, mas que foram violados por ladrões em busca de joias e outros artefatos de valor.

Vale Sagrado dos incas

Lembro que fiquei intrigado com o tamanho dos buracos, porque eles parecem pequenos demais para caber uma pessoa: o guia me contou que os mortos eram sepultados em posição fetal, prontos para renascerem para uma nova vida.

Ollantaytambo

Também conhecida como Vale do TamboOllantaytambo é o único povoado inca habitado nos dias atuais, onde as casas foram erguidas sobre as fundações de pedras construídas durante o tempo do Império Inca.

O ponto mais visitado da cidade é a Fortaleza de Ollantaytambo, que se sobressai no vale.

Vale Sagrado dos incas

Ela é um dos grandes mistérios da civilização inca, porque é difícil imaginar como conseguiram levar para o topo da montanha pedras que pesam mais de cem toneladas, e ainda esculpi-las de forma que nem mesmo a água pode penetrar suas fendas.

Vale Sagrado dos incas

É um lugar que nos deixa de queixo caído!

Chinchero

O vilarejo de Chinchero está no topo da montanha, em altiplano formado por pequenos campos onde são plantadas cevada, batata, erva-doce e outras especiarias.

As lhamas e as alpacas também habitam a região, que é famosa pelo artesanato.

Vale Sagrado dos incas

Em um dos centros comunitários, mulheres e crianças nos ensinam o passo a passo da produção de peças de lã tingidas e tecidas manualmente.

Como visitar o Vale Sagrado dos incas

Para visitar as cidades do Vale Sagrado dos incas é preciso comprar o Boleto Turístico del Cusco. Ele é o seu passaporte para as atrações localizadas na cidade e nos arredores. Na maioria dos casos, é a sua única opção para visitar esses lugares, já que muitos não vendem entradas avulsas.

O lugar mais seguro para adquiri-lo é no escritório do Comitê do Boleto Turístico, que pertinho da Plaza de Armas. O boleto custa S/. 130, e estudantes pagam S/. 70. Confirme os valores e veja os lugares que você pode visitar.

Em Cusco, é fácil encontrar agências que fazem o passeio bate-volta pelas cidades do Vale Sagrado dos incas.

Há, também, veículos privados, como táxis, que podem ser interessantes se você estiver com um grupo de amigos ou em família. Desta forma, você poderá coordenar melhor o tempo e aproveitar os lugares com mais calma.

No mapa abaixo, eu marquei os lugares que visitei no Vale Sagrado dos Incas.

Você pode ver valores atualizados e, também, outros lugares para visitar no site do Boleto Turístico de Cusco.

Quando ir

A melhor época para fazer uma viagem a Cusco – especialmente se você quer visitar Machu Picchu e o Vale Sagrado – é  entre os meses de abril e outubro. 

Nesse período quase não chove, mas, em compensação, as temperaturas são bem mais baixas.

Vale Sagrado dos incas

Os melhores meses são, exatamente, junho e julho.

A temporada de chuvas começa no final de outubro, e os meses que mais chovem vão de dezembro a março.

Como chegar

Há voos diários de cidades como Lima e Arequipa para Cusco. Na alta estação, comprar passagens com antecedência é imprescindível, já que meio mundo vem pra cá.

→ Principais companhias aéreas do Peru

O Aeroporto Internacional Alejandro Velasco Astete (CUZ), em Cusco, é relativamente pequeno, mas tem várias lanchonetes, além de lojas de souvenires e caixa eletrônico.

Vale Sagrado dos incas

Uma viagem de ônibus de Lima a Cusco pode ser barra pesada, já que o trajeto não é feito em menos de 30 horas. Assim, a melhor opção é mesmo chegar aqui de avião ou fazer paradas em outras cidades pelo caminho.

Viajar de ônibus no Peru é muito confortável e seguro, se compararmos com os padrões brasileiros.

→ Principais empresas de ônibus no Peru

Outra opção para chegar a Cusco é viajar de trem. De Puno, as partidas acontecem nas segundas, quintas e sábados, sempre às 7h30, e a chegada é prevista para as 17h50.

A peruana Peru Rail, empresa, que também opera o trem até Machu Picchu, aceita pagamentos com cartões de crédito, mas será necessário apresentar o cartão no ato do embarque.

O percurso corta as montanhas andinas e o vale do Rio Huatanay, proporcionando um cenário maravilhoso. O trem faz uma parada em La Raya, o ponto mais alto da viagem, por cerca de dez minutos, para permitir que os passageiros saiam para comprar artesanato, água e comida.

Cusco é pequena o suficiente para que você conheça os principais atrativos de Centro a pé. Embora os táxis sejam muitos e baratos, você só vai precisar deles por mordomia ou quanto quiser ir a um dos sítios mais distantes.

Onde ficar em Cusco

Para visitar o Vale Sagrado, o ideal é ficar hospedado em Cusco. A cidade tem opções de hospedagem para todo o tipo de viajante: de hostels baratinhos a hotéis caríssimos.

Escolher  um lugar próximo da Plaza de Armas é essencial,  pois é ao redor dela que a vida acontece, e é onde estão os melhores restaurantes, as baladas e também os bancos e caixas eletrônicos.

Quando estive em Cusco, eu me hospedei no hotel Casa Andina Classic Cusco Plaza, que tem um excelente atendimento e ótimos quartos.

Antes de de fazer a reserva, eu acho importante que você entenda mais algumas coisas sobre a cidade.

A mais importante delas é que Cusco fica na Cordilheira dos Andes e, portanto, você deve imaginar que há muitas ladeiras: uma boa comparação é Ouro Preto, em Minas Gerais.

É um sobe e desce o tempo todo. Embora, eu realmente ache que, na parte do Centro Histórico, a gente sente menos isso.

Onde ficar em Cusco

Só que o grande problema é que  Cusco está a 3.399 metros acima do nível do mar  e isso nos deixa mais cansados que o normal, porque acabamos levando menos oxigênio para os pulmões cada vez que respiramos.

→ Aprenda se prevenir o mal de altitude

Além disso, é importante saber que o Centro Histórico não é grande e que as atrações acabam ficando concentradas em uma pequena parte – levando em consideração o tamanho da cidade.

Melhores bairros e hotéis de Cusco

Sem dúvida alguma, o melhor bairro para ficar em Cusco é o Centro Histórico.

É que, como falei, ele concentra várias atrações históricas e serviços que a gente sempre precisa: mercados, restaurantes, farmácias, bancos, caixas eletrônicos, agências de turismo e muito mais.

Enfim, é nas ruas do  Centro Histórico  que as coisas acontecem.

Eu realmente acho que ficar nas áreas mais afastadas do Centro é furada. Porque, além de não serem visualmente bonitas, ficando nessas áreas, você vai ter que se preocupar com deslocamentos o tempo todo.

O que você pode fazer, se tiver tempo, é  tirar um dia para conhecer as áreas mais afastadas  do Centro. Isso é perfeito para viajantes que gostam de conhecer a vida de quem mora na cidade para entender melhor o dia a dia das pessoas.

Se quiser outra opção, eu indico o San Blás. Ele é um bairro vizinho do Centro Histórico e muito conhecido pela vida boêmia e cultural. Nele, funcionam muitos bares, várias lojas de artesanato, alguns cafés e há opções de hospedagem interessantes.

Só é importante lembrar que as ruas do San Blás são bem estreitas – não passa carro em muitas delas – e há bastante escadarias. Isso pode ser um problema para quem estiver com muita bagagem.

Centro Histórico

Agora que você já entendeu onde ficar em Cusco, eu vou mostrar os hotéis e hostels que mais gosto na cidade. No final, eu mostro os apartamentos mais interessantes também.

Eles têm estilos e preços diferentes. Mas, o ponto em comum, é que têm uma localização que facilitará sua vida.

Casa Andina Cusco Plaza

O Casa Andina Classic Cusco Plaza fica no Centro Histórico, perto de tudo. O prédio colonial tem uma decoração rústica que é a cara da cidade e alguns quartos têm vista para a Plaza de Armas. Isso significa que dá para ir andando até as principais atrações de Cusco.

Onde ficar em Cusco

Os quartos são espaçosos, confortáveis e bem decorados, o café da manhã é ótimo, com muitas variedades, e o atendimento é super elogiado. É por isso, também, que o hotel tem a melhor avaliação do custo-benefício de Cusco.

Novotel Cusco

O Novotel Cusco está no coração da cidade. Ele funciona em um prédio do século 16 e tem quartos super espaçosos, restaurados e bem decorados, a apenas três quarteirões da Plaza de Armas. Isso é um ponto muito positivo.

Onde ficar em Cusco

O pátio interno do hotel é sensacional – é bom pedir um drinque, sentar e ficar admirando sua arquitetura. Tem, ainda, o restaurante La Cave, que tem um menu com especialidades locais e internacionais. É uma excelente escolha para ficar em Cusco.

Loreto Boutique

Esta é uma das melhores opções para você que ainda não decidiu onde ficar em Cusco. O Loreto Boutique Hotel fica a apenas dez metros da Plaza de Armas e tem quartos confortáveis, que nem parecem estar em um edifício construído no período dos incas.

Onde ficar em Cusco

O hotel é super bem cuidado, sempre limpo e cheiroso: isso vale para os quartos e para as áreas comuns. Há internet em todas as áreas, serviços de traslado e passeios podem ser agendados na recepção, que funciona 24 horas.

Maytaq Wasin Boutique Hotel

O Maytaq Wasin Boutique Hotel fica a uns 250 metros da Plaza de Armas, o coração de Cusco. O hotel é super aconchegante e tem uma decoração moderna, mas que preserva traços da cultura inca.

Onde ficar em Cusco

Os quartos são espaçosos, com camas grandes e acolhedoras, e os lençóis e travesseiros são de primeira linha. A maioria dos quartos tem vista para a cidade. O atendimento é sempre muito elogiado, o que deixa tudo ainda melhor, não é verdade?

Anahuarque Hotel Boutique

O Anahuarque Hotel Boutique é um hotel pequeno, com poucos quartos e, por isso, o atendimento é super personalizado. E, ainda assim, tem um custo-benefício muito interessante.

Onde ficar em Cusco

A localização é muito boa, a poucos passos da Plaza de Armas, onde estão muitos bares, restaurantes e agências que fazem passeios na região. Se precisar de alguma informação, o pessoal da recepção sempre estará disposto a ajudar.

Ramada By Wyndham Costa Del Sol Cusco

O Ramada by Wyndham Costa Del Sol Cusco funciona em um casarão do século 17 e tem um ambiente ótimo, com funcionários muito atenciosos e que fazem de tudo para nos agradar. Isso a gente percebe na hora do check-in, no café da manhã, que é delicioso e em tudo mais.

Onde ficar em Cusco

Ele também fica bem perto da Plaza de Armas e tem acesso fácil a todas as áreas da cidade. Isso significa que você vai aproveitar melhor seu tempo conhecendo o Centro Histórico. Os quartos são fantásticos, e alguns ambientes lembram o tempo colonial. É demais!

Casa Matara Boutique

O Casa Matara Boutique tem um estilo muito acolhedor, com tudo sempre muito limpo e organizado. O café da manhã é servido na medida, com boa variedade de pães, chás e tudo mais. Esses são apenas alguns atributos que fazem ele ter uma nota de avaliação tão alta.

Onde ficar em Cusco

Os quartos são ótimos, espaçosos e as camas são muito confortáveis. Todos os funcionários são muito atenciosos e simpáticos, e isso faz toda diferença. Como fica um pouco mais afastado da Plaza de Armas, costuma ter diárias mais em conta.

Casa Andina Premium Cusco

O Casa Andina Premium Cusco tem tudo que um cinco estrelas precisa. Ambientes super bem decorados, profissionais qualificados e super atenciosos, limpeza criteriosa e tudo mais. É por isso que ele é tão disputado por turistas do mundo inteiro.

Onde ficar em Cusco

Os quartos são muito espaçosos, com diversas categorias, e o pátio interno é magnífico, revelando a preciosa arquitetura do prédio. Além disso, o hotel tem uma coleção de quadros cusquenhos, que por si só, já é uma atração.

El Truco Hotel Boutique

O El Truco Hotel Boutique nos proporciona uma excelente experiência em Cusco, já que ele funciona em um casarão colonial super tradicional. Os quartos e os ambientes internos foram totalmente restaurados para receber turistas do mundo inteiro e são, de verdade, muito acolhedores.

Onde ficar em Cusco

O hotel tem um restaurante que funciona em um anexo, onde é servido o café da manhã. Também há boas opções para almoço e jantar. A localização é perfeita, a apenas duas quadras da Plaza de Armas, onde Cusco é bem mais interessante.

Onde ficar em Cusco

San Blás

O San Blás é um bairro que faz parte do Centro Histórico, mas ele tem destaque por ser uma região muito cultural, com bares e restaurantes muito interessantes.

Há muitas opções de hotéis nesta parte de Cusco, mas é importante saber que à medida que a gente se afasta da Plaza de Armas, as ladeiras ficam mais íngremes. Então, é bom prestar atenção nisso antes de fazer a reserva.

No San Blás, eu indico as seguintes opções:

Antígua Casona San Blás

O Antígua Casona San Blás é um Hotel muito charmoso, com uma equipe de funcionários super prestativa e atenciosa, sempre sorridente e com muitas dicas interessantes. São eles que prepara o café da manhã que é simplesmente fantástico.

Onde ficar em Cusco

Como a maioria dos hotéis de Cusco, ele funciona em um casarão antigo, mas os ambientes foram reformados para ter quartos espaçosos, com muito estilo e conforto. É uma excelente opção para ficar no bairro mais boêmio da cidade.

Posada San Blás

O Posada San Blás é um hotel com instalações novas, já que tudo foi reformado recentemente. O pessoal que faz o atendimento é excelente e a equipe que trabalha por trás, na limpeza e na cozinha, dá um show. Você pode conferir!

Onde ficar em Cusco

Ele fica numa região mais alta de Cusco, mas é possível conhecer muitos lugares caminhando. É uma boa opção para quem quer um lugar para ficar em Cusco sem gastar muito.

Amaru Inca

O Amaru Inca fica no San Blás, pertinho da Plaza de Armas. Isso já faz dele uma excelente opção para ficar em Cusco para poder explorar a cidade em curtas caminhadas.

Onde ficar em Cusco

Os quartos são muito bons, compactos, bem resolvidos e práticos. Sem luxo, mas com conforto e acolhimento que a gente precisa. O café da manhã é delicioso, com produtos regionais, e, se precisar sair muito cedo, eles preparam para você levar.

Apartamentos e casas de temporada

Se você pretende ficar um tempo maior na cidade ou se simplesmente prefere o conforto e a privacidade de um espaço só para você, alugar uma casa ou um apartamento de temporada vale muito a pena.

Mas, eu vou dar uma dica muito importante: tente, o máximo que puder, ficar na região do Centro Histórico, especialmente perto da Plaza de Armas.

→ Melhores casas de temporada de Cusco

É que Cusco tem muitas ladeiras, como já expliquei, e quanto mais a gente se afasta do Centro, mais cansativas e desinteressantes elas ficam.

Eu selecionei algumas opções no Centro Histórico e no San Blás, as áreas mais interessantes para você ter uma ideia do que pode encontrar.

Plaza de Armas Mini-apartment

O maior ponto positivo do Plaza de Armas Mini-apartment é a localização, a menos de dez minutos de caminhada da Plaza de Armas, onde todo mundo se encontra. Mas, o incrível é que, mesmo ficando perto do burburinho, o apartamento é tranquilo e silencioso.

Onde ficar em Cusco

Ele é pequeno, tem 20 metros quadrados, mas acomoda até três pessoas: duas na cama de casal e uma na cama de solteiro. Tem uma cozinha compacta, mas bem equipada, banheiro bom e o anfitrião é super atencioso e ajuda em tudo.

Casona la Recoleta

A Casona La Recoleta fica no San Blás e tem uma das melhores notas de avaliação da cidade. Só por isso você já sabe que é um excelente lugar para ficar em Cusco, mas existem outros pontos positivos.

Onde ficar em Cusco

O casarão antigo foi reformado e tem espaços arejados, bem decorados e super acolhedores. As camas são excelentes e a roupa de cama e banho também. A única observação é que ele fica em uma rua bem estreita, com difícil acesso para carros.

Del Niño Apartment

O Del Niño Apartment não é o apartamento mais bonito e aconchegante de Cusco, mas o seu ponto forte é a localização e o preço. Dois fatores que podem ser decisivos na sua escolha de um lugar para ficar em Cusco. Certo?

Onde ficar em Cusco

Ele fica a exatos 200 da Plaza de Armas, perto de tudo o que você vai precisar. Por outro lado, não espere que seja o lugar mais tranquilo e silencioso para dormir. Por isso, tem um custo-benefício interessante. Então, é preciso avaliar e definir prioridades.

Apartamentos Quewe

O Apartamentos Quewe é o mais afastado do Centro Histórico, já em uma parte mais “moderna” de Cusco. O ponto positivo é que tudo é mais tranquilo, sem tanta agitação de turistas para todos os lados.

Onde ficar em Cusco

É exatamente isso que faz ele ser interessante, pois, se você pensa em ficar mais tempo na cidade, não vai precisar competir espaço com outros viajantes e poderá fazer tudo com calma. E, hoje em dia, é tão fácil chamar um carro de aplicativo que, no fim das contas, o custo-benefício fica vantajoso.

Melhores hostels de Cusco

Cusco é a Meca dos Mochileiros na América do Sul.

Há tanta gente que viaja de forma econômica na cidade que eles  criaram uma estrutura ótima  para atender a esse público.

→ Melhores hostels de Cusco

Muitos hostels – alguns bem baratos e bem simples – restaurantes com preços baixos, passeios gratuitos, descontos para estudantes. Enfim, há muitas formas de economizar.

Eu listei alguns hostels da cidade para você ter uma ideia do estilo e das faixas de preços deles.

Nao Victoria Hostel

O Nao Victoria Hostel é o meu favorito em Cusco. Ele é super bem organizado, com ambientes arejados, sempre limpos e bem cuidados. Isso é muito importante para mim e acredito que para você também.

Onde ficar em Cusco

O hostel fica no Centro Histórico, a 500 metros da Plaza de Armas, e tem quartos compartilhados, que acomodam até oito pessoas, e suítes privativas. Sem dúvida, é o melhor hostel para ficar em Cusco.

Kokopelli Hostel Cusco

A energia do Kokopelli Hostel Cusco é super legal e tudo começa pelos espaços bem decorados e amplos, que trazem muito aconchego. Além disso, ele tem um jardim nos fundos que é perfeito para relaxar, trabalhar e interagir com outros viajantes.

O hostel tem quartos compartilhados e suítes privativas, todos sempre muito limpos – assim como os banheiros. Há armários individuais e tomadas próximas das camas, e o café da manhã é extraordinário. Vale a pena conferir!

Onde ficar em Cusco

Saqray Hostel

O Saqray Hostel fica um pouco mais afastado da Plaza de Armas e, por isso, tem preços mais em conta: é preciso subir uma ladeira para chegar a ele. Por outro lado, conforto e limpeza são garantias, já que esses dois itens são muito bem avaliados pelos hóspedes.

Ele também tem quartos compartilhados, que acomodam até seis pessoas em camas beliche, e suítes privativas. O café da manhã é muito bom e o atendimento é sempre elogiado. Pontos que podem ser interessantes para sua escolha.

Onde ficar em Cusco

Faixas de preço em Cusco

No mapa abaixo, você encontra todas as opções de hospedagem de Cusco – especialmente as da área mais central. Você só precisa  clicar sobre os pins azuis  para ver mais detalhes de cada uma delas.



Booking.com

Quando estive em Cusco, eu fiquei no hotel Casa Andina Classic Cusco Plaza, que tem um excelente atendimento, ótimos quartos e um custo-benefício muito bom.

Vale a pena ficar em Machu Picchu?

Quem quiser aproveitar mais de Machu Picchu, pode ficar hospedado pertinho da Cidade Sagrada dos incas.

Você já deve saber que ela é  especial para os peruanos e para o mundo  por seu valor histórico, mas há também uma questão espiritual ligada a Machu Picchu.

Muitas pessoas dizem sentir uma energia diferente, algo que toca a alma. Até a atriz Fernanda Montenegro disse que “existe um antes e um depois de Machu Picchu“. Eu tive a minha própria experiência e foi, realmente, magnífica.

Agora, veja os hotéis que eu mais indico pertinho da montanha.

Sumaq Machu Picchu

O Sumaq Machu Picchu Hotel fica na margem do rio Urubamba, em Águas Calientes, a apenas 20 minutos da Cidade Sagrada. Com cinco estrelas, ele tem design andino e oferece conforto e comodidade.

Onde ficar em Cusco

Os quartos são muito bem equipados, com camas grandes e toalhas ótimas. O atendimento é excelente e tem um SPA que funciona no hotel. Perfeito para quem terá tempo para curtir o hotel.

Sanctuary Lodge

Quem quiser um hotel com vista para as ruínas de Machu Picchu deve escolher o Sanctuary Lodge. Ele é o único que tem este privilégio e oferece, realmente, o máximo em conforto.

Onde ficar em Cusco

É um hotel para quem quer viver com intensidade a experiência de Machu Picchu, desfrutando de todos os mistérios que fazem dele um lugar sagrado para os peruanos. Então, se você precisa renovar as energias, este pode ser seu lugar.

Os quartos são maravilhosos, divididos em categorias e até mesmo a mais simples é super aconchegante. A decoração é elegante, as varandas térreas privativas são ótimas e o atendimento é perfeito. Mas, claro, nada é melhor do que a vista.

Onde ficar em Cusco

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar no país e o prazo máximo de permanência é de 90 dias, podendo ser prorrogado por mais 90 dias.

Documentos

Você deve apresentar o passaporte, com seis meses de validade, ou a carteira de identidade, emitida há menos de dez anos e em bom estado de conservação.

Dinheiro

A moeda peruana é o nuevo sol, identificado pela sigla PEN e pelo símbolo S/. Para sua viagem, leve dólares e troque nas casas de câmbio.

Vacinas

A vacina contra febre amarela é recomendada para quem for viajar para a região amazônica. Veja como solicitar o certificado pela internet.

Informações sobre covid-19

Desde que reabriu suas fronteiras, o Peru adotou várias regras de prevenção e controle dos casos de covid-19. Isso significa que é preciso cumprir alguns requisitos sanitários e legais para entrar no país.

De forma geral, os documentos exigidos para a entrada de brasileiros – além dos já citados acima – são os seguintes:

  1. Comprovante de vacinação contra covid-19 com esquema vacinal completo – a terceira dose é exigida para maiores de 40 anos –, esta regra vale para viajantes maiores de 12 anos;
  2. Resultado negativo de teste RT-PCR feito há, no máximo, 48 horas antes do embarque, exigido apenas de viajantes não vacinados;
  3. Formulário Declaração de Autorização de Saúde e Geolocalização preenchido e enviado eletronicamente até 72 horas antes da partida, exigido de todos os viajante.
  4. Comprovante de hospedagem, que pode ser solicitado para que as autoridades peruanas monitorem seu estado de saúde.

É importante saber que, para viajantes vacinados, a dose final deve ter sido administrada pelo menos 14 dias antes da viagem.

Todos os viajantes – vacinados ou não – podem ser submetidos a verificação de temperatura e a testes aleatórios para detecção de covid-19 na chegada ao Peru. Se o resultado der positivo, será necessário seguir as instruções das autoridades de saúde e pode ser necessário cumprir quarentena de até 14 dias.

No caso de crianças menores de 12 anos, basta que estejam assintomáticas para embarcar, não sendo exigido comprovante de vacinação ou teste RT-PCR.

É obrigatório o uso de máscara dupla – uma máscara cirúrgica e uma máscara de pano ou apenas uma do modelo KN95 – durante os voos e nos aeroportos peruanos.

Em todo o Peru, o estado de emergência continua em vigor. Por isso, o comprovante de vacinação contra covid-19 pode ser exigido para entrar em museus, sítios arqueológicos, shoppings, supermercados, restaurantes e em outros ambientes fechados.

Você pode acompanhar os números oficiais da covid-19 no site do Governo do Peru.

Retorno ao Brasil

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

Apesar de não ser obrigatório,  viajar sem o seguro viagem durante a pandemia não é uma boa ideia.  Ainda que você esteja com o esquema vacinal completo, é bom saber que terá atendimento médico e hospitalar na hora que precisar.

Além disso, o preço do seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele também garante que você estará amparado em situações como cancelamento da viagem, extravio de bagagem e muitas outras.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para comparar valores antes de fazer a compra. Eles têm um suporte muito eficiente e preços sempre muito bons.

MAL DE ALTITUDE

Se você vai viajar para o Peru, já sabe que é importante se prevenir do mal de altitude. Também conhecido como soroche, ele é muito comum em viajantes que se aventuram por regiões próximas a 3.000 metros de altitude.

Os sintomas mais comuns são dor de cabeça, enjoo, vômito, tontura, cansaço excessivo e mal-estar. Esses são os principais reflexos da dificuldade do nosso organismo em absorver o oxigênio, e, embora seja raro, em condições extremas, o mal de altitude pode levar à morte.

Isso acontece porque, à medida que a altitude aumenta e a pressão atmosférica cai, o ar fica mais rarefeito. Assim, a concentração de oxigênio diminui e o nosso corpo sente isso. Para prevenir ou diminuir seus efeitos, é bom evitar fazer movimentos rápidos e esforço físico nos primeiros dias.

Mascar folhas de coca é uma forma bastante eficaz de prevenir o mal de altitude. A forma correta de usar a folha é deixar a erva no canto da boca e sugar o sumo que ela libera quando em contato com a saliva. O uso do chá pode ser mais saboroso e nas farmácias é fácil encontrar pílula para soroche.

Veja mais dicas do Peru

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver mais dicas do Peru.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

5 Comentários

  1. Alexssander

    Oi Altier!
    Incluí o Peru na lista de países que conhecer na América Latina, além da Colômbia.
    Acessei o site para saber como funciona o boleto turístico de Cusco e na página diz que não é fornecido guia e nem transporte até as cidades do vale sagrado. Como tu fez para visitá-las? Em Cusco tem algum tipo de serviço com transporte e guia para fazer esse passeio?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Alexsander.

      Sim, eu contratei guia e transporte em Cusco. Ao redor da Plaza de Armas há várias opções. Como os serviços são muito semelhantes, feche com quem lhe fizera melhor proposta.

      Um abraço.

      Responder
  2. Fidelis A Paula

    muito lindo o Vale Sagrado do incas.
    eu fui em março de 2017

    Responder
    • Altier Moulin

      Sim, é sensacional, Fidelis.

      Responder
  3. Tere Cunha

    Seria uma bela aventura. Eu queeero!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

25