Como é viajar de ônibus na Bolívia

16

Atualizado em 2 de Maio de 2018

Viajar de ônibus na Bolívia hoje é muito mais confortável e seguro do que há poucos anos. Eu já ouvi história de pessoas que passaram horas em um veículo sem ar-condicionado e banheiro. Isso e outros relatos de viajantes que tiveram a bagagem molhada ou roubada.

Com serviços mais profissionais e rodovias mais bem cuidadas, ônibus se tornou ainda mais procurado por turistas do mundo todo. Principalmente porque nos ajuda tanto na hora de salvar o orçamento.

Mesmo assim, uma coisa que você perceberá rapidamente é que não é nada fácil comprar passagens de ônibus com antecedência, já que nem todas as empresas estão na internet, e as que estão, nem sempre aceitam cartão de crédito.

Como é viajar de ônibus na Bolívia

Uma das principais empresas do país.

Se isso tem seu lado ruim, a gente tenta observar o que pode ser bom: na Bolívia, nem sempre ter uma passagem significa que você vai viajar, já que as interrupções no tráfego são comuns. Por questões naturais, como deslizamentos de rochas, ou por protestos, como greves e manifestações políticas, estradas são fechadas e isso pode cancelar ou, pelo menos, atrasar sua partida.

Para lhe acalmar, saiba que nas duas vezes em que eu estive na Bolívia, não houve imprevistos desse tipo. Percorrendo o país em todas as direções, não vi protestos nem passei por situações de calamidade natural.

Como é viajar de ônibus na Bolívia

Algumas linhas têm até serviço de bordo.

Empresas de ônibus na Bolívia

Para ter uma viagem mais confortável e, principalmente, segura, eu aconselho que você procure as empresas listadas abaixo, e sugiro evitar as empresas Panamericana, Urus, Expresso Santa Cruz e Emperador, porque há muitos relatos de acidentes e outros problemas envolvendo essas companhias.

 EMPRESAS SITE 
Transcopacabana transcopacabanasa.com.bo
Todo Turismo todoturismosrl.com
Panasur uyunipanasur.com
Tour Peru tourperu.com.pe
Trans Omar transomar.com

Para quem quer fazer um roteiro entre o Peru e a Bolívia, uma novidade é o Bolivia Hop. Voltado para turistas estrangeiros, o ônibus tem uma ótima qualidade e um serviço igualmente elogiável. O esquema é semelhante ao de uma excursão e pode ser interessante para quem ainda não se sente a vontade para viajar sozinho de ônibus na Bolívia.

Estradas e segurança

O maior problema que afeta turistas em viagem à Bolívia é o furto, crime cometido pelos batedores de carteira e saqueadores de malas. Por isso, é muito importante não deixar sua bagagem desacompanhada.

Nos ônibus, tente ficar de olho em sua mala. Se ela não estiver ao seu alcance, esteja certo de que está trancada com um cadeado e, mesmo assim, evite viajar levando itens mais caros no porão do ônibus.

Como é viajar de ônibus na Bolívia

As estradas têm melhorado a cada ano.

Como é viajar de ônibus na Bolívia

Um dos ônibus que ligam Sucre a Potosí.

Há poucos anos, trafegar pelas rodovias bolivianas era praticamente impossível. Mesmo aquelas que ligavam destinos turísticos – como La Paz a Uyuni – eram completamente cheias de buracos, mal sinalizadas e com iluminação precária. Como havia uma grande chance do ônibus quebrar durante o trajeto, assaltantes ficavam à espreita aguardando o melhor momento para agir.

Hoje, muito se avançou na qualidade das rodovias bolivianas. Eu estive no país pela primeira vez em 2012, retornando em 2015, e percebi uma diferença muito grande. Asfaltadas e bem sinalizadas, as estradas deixaram de ser tão perigosas e não mais atrasam nossa viagem em horas.

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

16 Comentários

  1. Isabela Santos on

    oi Altier! Estou amando seu blog! quando vc foi se lembra quanto estava valendo o real e por quanto conseguiu trocar la? qual o melhor lugar pra cambio?

    obrigada!

    • Altier Moulin

      Oi, Isabela.

      Realmente não me lembro exatamente, mas era em torno de R$ 0,30 = BOB 1.
      Você deve preferir as casas de câmbio oficiais, nos aeroportos, pode exemplo.
      Evite trocar dinheiro na rua. É cilada! 😉

      Um abraço.

      • Quanto ao cambio infelizmente não está muito favorável como tempos atrás, 1 Real= 2,05 Pesos ou até menos,na fronteira do Brasil(Puerto Quijarro) ou Santa Cruz de La Sierra são os melhores locais para troca,em La Paz está 1 Real=1,93 Pesos muito baixo!

      • É possível trocar dinheiro com cambistas na rua porém é importante identificar as notas falsas. Eles pagam mais que as casas de câmbio e quase todo mundo desde bolivianos e estrangeiros que estão passeando e brasileiros que estudam lá, só trocam com estes cambistas. Estive lá do dia 10/11/17 à 17/11/17 pois tenho parentes que estuda lá e presenciei está troca. Foi tranquilo mas é importante pegar indicação de cambista e identificar as nossas falsas que mesmo aqueles que ficam em casa de câmbio podem correr o risco de pegar uma delas, afinal estamos falando de um país extremamente corrupto.
        Ah o câmbio é melhor no dólar, 1 dólar = 6,93 bolivianos.

  2. Olá,estive recentemente no mês de julho a La Paz,e eu não indico para ir de ônibus até a La Paz, eu sai de Corumbá e indico que vá de ônibus até Santa Cruz de La Sierra,ou Cochabamba e de lá tome um voo até La Paz,a estrada de Cochabamba em diante é péssima,não é pavimentada,muita poeira,muito sacolejo, e muito precipício,é um risco desnecessário,e quanto a empresas acrescente a Copacabana Men (sem ar condicionado na saída de Santa Cruz,ficamos horas expostos no calor de intenso até chegar ao altiplano)e a Trans Eldorado (Não tinha banheiro aberto na nossa volta,de tanto que eu enchi o saco do motorista que foram abrir-lo muitas horas depois para limpá-lo no meio do caminho,fora as bolivianas com crianças sentadas no chão,vendem passagens a mais,um pesadelo rsrsrs),quanto a TransCopacabana, me parece ser a melhor,contudo deve-se comprar a passagem com antecedência tendo em vista que é procuradíssima pela população local.

  3. Uma dica para quem quer comprar passagens online é o site Tickets Bolivia. Eu comprei vários trechos por lá para a viagem que fiz esse ano em maio e deu tudo certo. O valor é mais caro do que o comprado na hora, diretamente com as empresas, mas acaba sendo vantajoso para quem quer se programar e evitar ficar correndo atrás de passagem na hora.

  4. Jacy Benicio de abreu on

    Quero sair de Vitoria E,S de aviao para Porto Velho rondonia para seguir para Cusco Peru de ônibus e depois para Santa Cruz de lá sierra você tem outra sugestao

  5. Altier, bom dia!

    Estou indo para Bolívia agora em janeiro, e pretendo comprar as passagens na própria empresa. Você acha que é muito arriscado deixar para comprar na hora, ou não há problemas com tanto que chegue com antecedência?

    muito bom o blog.

    obrigado!

    • Altier Moulin

      Oi, Fabio.

      Eu comprei na hora, mas sempre há o risco de não ter passagem para o horário que desejar, né?
      Então, faça o seguinte: sempre que chegar a uma cidade, já compre a passagem para a próxima.
      Isso ajuda muito no planejamento.

      Um abraço.

  6. Bom dia
    Gostei muito do seu blog. Está me ajudando muito. Eu tenho um irmão que mora em La Paz e estou pensando visita-lo no próximo mês de setembro . Seremos 4 pessoas. 3 mulheres e 1 homem. Todos maiores de 60 anos. Somos velhinhos nas já viajamos muito. Rsrs. Queríamos fazer o seguinte roteiro : Goiania/Corumba/Santa Cruz de La Sierra/Sucre/La Paz. Tudo de ônibus. Me diga uma coisa- as estradas são muito perigosas? Tem muitos precipícios? Ouvi dizer que de Santa Cruz a Sucre a estrada é terrivel. É verdade? Obrigada por qualquer informação que puder me fornecer.

Escreva um comentário