Quando ir à Bolívia: a melhor época para viajar em cada parte do país

4

Atualizado em 11 de maio de 2022

Quando ir à Bolívia

Antes de qualquer coisa, eu preciso dizer que não é tão fácil assim decidir quando ir à Bolívia. É que o país tem uma  variação de clima muito grande  de uma região para a outra e isso, claro, vai interferir na sua viagem.

O motivo dessa diferença tão grande de climas é o relevo: à medida que você começa a subir a Cordilheira dos Andes, as temperaturas caem, a paisagem muda e a umidade desaparece.

Essas diferentes zonas climáticas vão desde o quente e úmido clima tropical – na região da floresta amazônica, por exemplo – ao temperado dos vales e ao extremo frio dos altiplanos andinos.

Só para você ter uma ideia, La Paz e Santa Cruz de la Sierra, as duas principais cidades do país, têm uma diferença de clima absurda.

La Paz tem temperaturas sempre baixas – a média anual é de 8 graus –, enquanto que em Santa Cruz de la Sierra os termômetros marcam sempre temperaturas perto dos 26 graus.

Antes de decidir quando ir à Bolívia, entenda isso:

  • O clima e a paisagem variam muito de uma região para a outra;
  • A chance de chover é maior no verão;
  • Apesar do clima frio, a maioria das regiões têm dias ensolarados;
  • Além do frio, você pode sentir o efeito da altitude em algumas cidades;
  • Sempre tenha na mala um casaco para frio extremo;
  • Use protetor solar mesmo se estiver frio para evitar queimaduras.

Quando ir à Bolívia

Apesar de não ser tão simples assim, você pode escolher entre verão e inverno.

O verão, entre novembro e março, é a estação mais quente e úmida. Isso significa que pode chover mais em determinadas regiões –, especialmente nas cidades que estão mais próximas do nível do mar.

Entre abril e outubro, quando é inverno no país, os dias são frios e secos. Quando eu falo que faz frio, é porque  faz muito frio mesmo.  Quase sempre perto de zero grau.

O ponto positivo desse período é que o céu está limpo, praticamente sem nuvens. Isso pode ser um fator decisivo para você escolher quando ir à Bolívia.

Onde faz frio

No altiplano boliviano, região que está entre 3.000 e 4.500 metros de altitude, o clima é sempre frio e semiárido, com pouca chuva e muito vento frio durante o ano.

Nessa região, pouca diferença faz entre verão e inverno e as temperaturas máximas variam entre 15 e 22 graus.

Aqui estão três destinos muito famosos: a capital, La Paz, o Lago Titicaca e o Santa Cruz de la Sierra

Na região central, onde estão as cidades de Sucre e Potosí,o clima é bem agradável e pode ser comparado ao do Mar Mediterrâneo. A temperatura máxima sempre fica na média dos 19 graus, variando entre 17 e 27 graus.

Quando ir à Bolívia

O período mais chuvoso, nessa região, é entre novembro e março, e a neve sempre aparece no inverno, sobretudo em Potosí, que está a 3.967 metros.

Na área dos vales, nas encostas da Cordilheira dos Andes, a uma altura que varia de 1.000 a 3.500 metros, o clima é semitropical. Aqui, o período chuvoso vai de novembro a março, e as chuvas são mais intensas, principalmente, em março e abril.

Onde faz calor

O clima tropical das regiões mais baixas é quente e úmido.

Nessa área está Santa Cruz de la Sierra, que tem apenas duas estações: a quente e úmida, que vai de outubro a maio e tem intensas temporadas de chuva, e o período seco, de junho a setembro.

Na região do chaco, que faz fronteira com Paraguai, Argentina e, especialmente, com o Brasil, o clima é semiárido e as chuvas caem com mais frequência entre dezembro e março.

Nessa área, as temperaturas chegam aos 40 graus, durante o dia, e caem abaixo de zero durante a noite.

Terremotos e vulcões

Terremotos na Bolívia são muito mais frequentes que no Brasil, por causa da localização geográfica do país. Mas, eles não devem ser encarados como um risco à sua viagem.

É que, nessa região, há terremotos quase que diariamente, mas eles acabam não sendo percebidos pela população, porque alcançam níveis baixos na escala Richter.

Também há muito vulcões que ainda são considerados ativos na Bolívia e, assim como os terremotos, eles não representam um risco real.

Quando ir à Bolívia

Depois de entender todas essas diferenças climáticas, que são fortemente influenciadas pelo relevo, eu posso dizer que a melhor época para conhecer as diferentes áreas do país é  de maio a setembro. 

Nesse período, faz muito frio no altiplano, mas as chuvas são menos frequentes e as temperaturas são mais agradáveis na maioria das outras regiões bolivianas.

Isso quer fizer que não é possível viajar em outra época? Não, claro que não.

Quando ir à Bolívia

Dá para conhecer a Bolívia em qualquer época do ano, mas, claro, você vai encontrar paisagens diferentes de acordo com cada período. Por isso, é bom ficar de olho nessas dicas de Quando ir à Bolívia.

Quer um exemplo bem claro?

Se você viajar para o Salar de Uyuni nos meses entre dezembro e fevereiro, a chance de encontrar tudo alagado é grande.

Quando ir à Bolívia

Vestido de uma lâmina d’água, o deserto de sal nos proporciona uma paisagem fantástica.

Chamado pelo pessoal que vive aqui de espejismo, o reflexo da água forma um efeito como se o céu e a terra fossem apenas uma coisa.

Fora desse período, o Salar está seco e o efeito visual desaparece.

INFORMAÇÕES BÁSICAS
Visto | Brasileiros não precisam de visto para entrar no país e o prazo de permanência é de 90 dias, podendo ser estendido por, no máximo, mais 90 dias.
Documentos | Você pode usar o passaporte, com validade mínima de seis meses, ou a carteira de identidade, emitida há menos de dez anos.
Dinheiro | A moeda oficial é o boliviano, representado pela sigla BOB. Para sua viagem, você pode levar reais ou dólares. Veja como usar seu dinheiro na Bolívia.
Vacinas | A vacina contra covid-19 não é obrigatória, mas é preciso apresentar teste RT-PCR (veja abaixo). A vacinação contra febre amarela é obrigatória: veja como solicitar o certificado.

INFORMAÇÕES SOBRE COVID-19

As regras para viajantes vacinados e não vacinados são um pouco diferentes. Por isso, é preciso ter atenção na documentação exigida pela imigração boliviana.

Além de todos os documentos básicos de uma viagem internacional, como passaporte ou carteira de identidade, passagem de ida e volta e comprovante de hospedagem, por exemplo, é preciso ter em mãos os seguintes comprovantes:

  1. Seguro viagem com cobertura para covid-19, obrigatório para todos os viajantes – faça uma cotação do seguro viagem;
  2. Certificado de vacinação contra covid-19 com, pelo menos, duas doses, sendo que a última deve ter sido aplicada, no mínimo, 14 dias antes da viagem – exigido apenas de viajantes vacinados;
  3.  Resultado negativo de teste RT-PCR, feito até 72 horas antes da viagem, ou antígeno (teste rápido), feito até 48 horas antes da partida para a Bolívia – exigido apenas de viajantes não vacinados maiores de cinco anos;
  4. Formulário de Localização de Passageiros, disponível no site da Direção-geral de Aviação Civil – apenas um por família.

De forma geral, viajantes brasileiros não precisam fazer quarentena na chegada ao país, mas é importante estar preparado para que restrições que afetem viagens internacionais entrem em vigor com pouco ou nenhum aviso prévio por parte das autoridades bolivianas.

Você pode acompanhar atualizações no site da Embaixada do Brasil em La Paz.

Apesar de não haver restrições nacionais para covid-19, os departamentos e municípios têm a autonomia para impor restrições em nível local.

Acesse o site oficial para acompanhar os números de casos de covid-19 na Bolívia.

SEGURO VIAGEM

Desde que reabriu suas fronteiras,  o seguro viagem com cobertura para covid-19 passou a ser obrigatório  para a Bolívia. Sem ele, você pode ser impedido de entrar no país.

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você também terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para comparar valores antes de fazer a compra. Eles têm um suporte muito eficiente e preços sempre muito bons.

Veja mais dicas da Bolívia

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida é só deixar sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas da Bolívia.