Visto para Cuba: como comprar o visto no aeroporto, antes de chegar ao país

Atualizado em 5 de outubro de 2022 – 2 min de leitura

Brasileiros precisam de visto para entrar na terra de Fidel Castro, mas não é necessário fazer o pedido com antecedência. É que você pode comprar o visto para Cuba no balcão da companhia aérea. Isso ainda no Brasil, no dia da viagem.

Porém, em alguns casos, como aconteceu comigo, você pode ser orientado a adquirir a tarjeta del turista, documento exigido para entrar em Cuba, no país onde fará conexão.

→ Dinheiro em Cuba: entenda as regras

No Aeroporto Internacional Tocumen (PTY), no Panamá, eu procurei um balcão da Copa Airlines e disse que precisava comprar o visto para Cuba. A expressão é esta mesmo: comprar o visto, já que a atendente não me pediu documentos ou passagens antes me entregar o formulário.

Com o visto, você poderá ficar em Cuba por até quatro semanas. Depois deste prazo, é possível solicitar a renovação por até mais quatro semanas. No final desse período, você terá que deixar o país.

Como comprar o visto para Cuba

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

Quanto custa o visto para Cuba

O visto para Cuba custa USD 20 e o pagamento deve ser feito em dinheiro – somente dólar – e nada de cartões ou outras moedas. O mais importante é ter o visto em mãos antes de chegar a Cuba, pois caso você embarque sem o documento, terá que pagar USD 75 – incluindo uma pesada multa – para entrar na ilha dos irmãos Castro.

O visto para Cuba é, na verdade, um simples formulário em duas partes semelhantes que você deve preencher com atenção, porque, se houver rasuras, será preciso comprar outro.

Os dados exigidos são: sobrenomes, nome, data de nascimento, número do passaporte e nacionalidade. Para quem sabe ler em espanhol ou inglês, há instruções de como preencher adequadamente o seu visto no verso do formulário.

Na imigração, o seu passaporte e seu visto serão carimbados, e é muito importante guardar o visto até sua saída de Cuba, pois, caso perca, será preciso pagar USD 20 por outro formulário.

Como comprar o visto para Cuba

Outros documentos

Para entrar em Cuba, além do visto, você vai precisar do passaporte, já que a carteira de identidade não é aceita.

No processo de imigração, é necessário informar o endereço onde vai ficar. Então, tenha em mãos os dados do hotel ou da casa particular escolhida por você. Isso vai facilitar sua vida.

Desde 2010, o seguro viagem é obrigatório para que você entre em Cuba. Ele é a garantia de que, em casos de urgência e emergência, você terá atenção médica qualificada e eficiente.

→ Faça a cotação do seu seguro viagem

Brasileiros precisam estar vacinados contra febre amarela para entrar em Cuba. Essa exigência é recente e passou a ser mais intensificada a partir de 2016, quando o Brasil viveu um surto da doença. Eu explico como obter seu comprovante em: Como solicitar o certificado de vacinação.

Como comprar o visto para Cuba

Saindo do país

Para deixar o país, você vai precisar apresentar a tarjeta del turista. Quem perder ou tiver o documento roubado, por exemplo, vai ter que pagar pela segunda via.

Além do cartão do turista era necessário pagar uma taxa de embarque equivalente a CUP 600 no aeroporto. Atualmente, esse valor está incluído no preço da passagem aérea e você não precisa que pagar nada a mais.

NOTA
Como tem acontecido com vários países ao redor do mundo, Cuba tem registrado uma escalada nos preços de forma geralizada. Em 2021, a inflação registrada no país foi de 70% e, em 2022, tem permanecido irredutível.

Informações Básicas

Visto

Brasileiros precisam de visto para entrar em Cuba, mas é possível obter o visto no aeroporto.

Documentos

É preciso apresentar o passaporte com validade mínima de seis meses e outros documentos obrigatórios.

Dinheiro

Cuba unificou as duas moedas do país em janeiro de 2021, mas o ideal ainda é é levar euros e trocar seu dinheiro em Cuba.

Vacinas

A vacina contra febre amarela é obrigatória e sem o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) você não entra no país.

Informações sobre covid-19

Desde o dia 6 de abril de 2022, Cuba flexibilizou as medidas para o controle de entrada e saída de viajantes estrangeiros. Com isso, não é necessário apresentar certificado de vacinação ou testes negativos para covid-19, independente se você estiver vacinado ou não.

Atualmente, estas são as regras para entrar no país:

  1. Seguro viagem com cobertura para covid-19, exigido de todos os viajantes – faça uma cotação do seguro viagem;
  2. Testes de antígeno (teste rápido) podem ser realizados de forma aleatória e, caso o resultado dê positivo, as autoridades podem sugerir medidas cabíveis, como a quarentena;
  3. Enviar o Formulário de Saúde preenchido até 48 horas antes da chegada ao país;
  4. Certificado de vacinação contra febre amarela (CIVP) – veja como solicitar o CIVP pela internet.

Você pode acompanhar atualizações sobre o controle sanitário no Cuba Travel divulgado pelo governo cubano.

Retorno ao Brasil

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo ou RT-PCR, coletado até das 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

 O seguro viagem para Cuba é obrigatório.  Sem ele, você poderá ser impedido de entrar no país.

É que mesmo tendo um serviço de saúde pública considerado referência, os hospitais e clínicas de Cuba só atendem gratuitamente quem mora no país – até os cubanos que vivem no exterior precisam de um seguro viagem.

→ Veja como comprar o seguro viagem certo para Cuba

Esta regra é antiga, foi implementada em maio de 2010, como mostra este comunicado.

A Seguros Promo é a plataforma que eu sempre uso para comparar os preços do seguro viagem, mas, apesar dela oferecer várias opções de seguro para a América Central, a única seguradora aprovada pelo governo cubano é a Assist Card, e o plano mais indicado é o AC 35 MUNDO COVID-19 (Exceto EUA).

→ Faça uma cotação do seguro viagem

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

INTERNET EM CUBA

Num país onde a imprensa é controlada com mão de ferro pelo governo, o acesso à rede mundial de computadores ainda é precário e está longe de satisfazer nossos desejos de conectividade. Na prática, a internet em Cuba é restrita a poucos pontos onde você pode se conectar. E já adianto: será preciso pagar por isso.

É que, em Cuba, não existe internet de graça, como encontramos em hotéis, restaurantes, cafés e até praças públicas ao redor do mundo. Então, mesmo que exista a rede wi-fi, você precisará pagar pelo cartão que dá acesso à internet.

Os cartões são vendidos nos comércios locais e nas lojas da ETECSA, a empresa estatal de comunicação, e custam entre CUP 12,50 e 125, mas pode ser que você encontre variações nos preços quando comprar os cartões na rua.

Eu vi gente cobrando o equivalente a CUP 70 pelo cartão de uma hora. Há também quem negocie o acesso no mercado paralelo. Nessa modalidade, o cartão de uma hora sai por mais ou menos CUP 25.

velocidade da internet em Cuba não é lá grandes coisas. O grande problema é que, como são poucos, os pontos de internet sem fio vivem cheios. E, como sabemos, o sinal nem sempre fica bom quando há muitas pessoas conectadas a uma mesma rede.

De forma geral, não percebi restrições às redes sociais. O Whatsapp funciona bem, apesar de ser um pouco difícil de enviar e receber arquivos por causa da velocidade da conexão. Instagram e Facebook também demoram um pouco para carregar.

Veja mais dicas de Cuba

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas de Cuba.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

39 Comentários

  1. Nívea

    Olá, viajarei no final de setembro e ficarei por 7 dias. A compra do visto ainda funciona da mesma forma? É mais seguro e econômico comprarmos os passeios aqui no Brasil?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Nívea.
      Sim, o visto é da mesma forma.
      Eu comprei todos os passeios em Cuba, então não sei dizer como seria comprar aqui. 🙁
      Um abraço.

      Responder
      • Jana

        Sou brasileira Como tiro visto para Cuba ? Tiro no Panamá no balcão da copa ?

        Responder
        • Altier Moulin

          Oi, Jana.
          Dê uma lida no texto.
          Eu explico exatamente isso. 🙂
          Um abraço.

          Responder
  2. Geovana Suzart

    Boa tarde.

    Gostaria de saber se é seguro alugar um carro em Havana, e dirigir de Havana para Varadero, pois gostaria de parar no caminho para visitar Matanzas, Cueva Ballamar e Cueva Saturno, pois minha viagem será bem curta.

    Achei suas dicas sensacionais. Obrigada.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Geovana.
      Sim é seguro. Aliás, é um dos países mais seguros que visitei.
      As estradas não são aquela maravilha, mas dá para viajar com segurança.
      Um abraço.

      Responder
  3. AGNELA DE SOUZA SANTANA

    Moço me ajuda! hahahahah
    Eu tirei visto por aqui, mas eu digitei um número errado e por isso terei que pedir outro (aDHL demorou mil anos pra entregar). Minha passagem é de Cancun p/ havana na interjet e não consigo falar com eles para saber se emitem também em Cancún. Eu tô tipo desesperada pq tá tudo pago!

    Responder
    • Altier Moulin

      Só consegui ver agora. Desculpe!

      Um abraço.

      Responder
    • Altier Moulin

      Que bom, Maria.
      Aproveite.

      Um abraço.

      Responder
  4. Edson Junior

    Olá amigo,
    Eu vou estar em Miami e de lá embarco para Cuba, será que eu consigo comprar o Visto no Balcão da COPA em miami?

    Responder
    • Altier Moulin

      Sim, Edson, da mesma forma que comprei.
      Eles te orientarão no embarque.

      Um abraço.

      Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Marco.

      Sim, no aeroporto da Cidade do Panamá.

      Um abraço.

      Responder
  5. Braulio

    Olá Altier, tudo bem?
    Meu voo para Cuba é em NOVEMBRO da LATAM (São Paulo – Lima – Havana), verifiquei que é possível comprar a Tarjeta em LIMA, porém tenho outra viagem para ROMA em AGOSTO, vc sabe se consigo comprar a Tarjeta Turista na COPA ou AVIANCA já em AGOSTO para viajar em NOVEMBRO? E se sim, comprar para
    mais 7 pessoas? Parabéns pelo post!!

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Braulio.

      Não, você tem que comprar o visto quando estiver embarcando para Cuba.

      Um abraço.

      Responder
  6. Juliano Borges

    Olá, Altier! Muito obrigado pelo post tão organizado. A única dúvida que permanece é sobre o seguro de saúde obrigatório. Achei particularmente estranha essa exigência porque em Cuba o serviço de saúde é totalmente público e não existem clínicas privadas para prestar o atendimento do seguro. Não vi essa informação no site da Embaixada de Cuba e seu post tampouco fala sobre a comprovação desse seguro. Eles te exigiram esse seguro pago no momento da tirar o visto? Como funcionou essa parte?
    Mais uma vez muito obrigado.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Juliano.

      Realmente você está certo: não há clínicas médicas particulares em Cuba, todas são governamentais e cobram de turistas estrangeiros. É que o serviço de saúde pública do país só atende a cidadãos que moram lá – até os cubanos que vivem em outro país precisam de um seguro viagem. Acredita?

      A empresa nacional que controla esse esquema de atendimento de saúde ao turista se chama Asistur (http://www.asistur.cu/) e essa obrigatoriedade vale desde 2010, como mostra este comunicado.

      Um abraço e boa viagem!

      Responder
  7. Tiago Abrahão

    Boa noite, Altier! Vou para Havana dia 26 de Maio (conexão em Lima) pela LATAM. E, pela sua postagem, pude ter certeza de que não há nenhum benefício em providenciar visto antecipado através do consulado cubano. Opção essa que me parecer ser mais segura, até então.

    Não valeria a pena antecipar pelos custos e pelo trabalho. O valor total via consulado cubano fica em 152 reais (57 reais do visto + 95 dos serviços de despacho – o consulado geral cubano fica em São Paulo – mais os custos do envio dos seguintes documentos via correio: cópia simples de todas as páginas usadas do passaporte, formulário preenchido, confirmação de hospedagem, cópia da passagem/e-ticket ida e volta, com todos os trechos confirmados pelas respectivas companhias aéreas e comprovante impresso do pagamento do visto)

    Entretanto, entrei em contato com o tele atendimento da LATAM e eles desconhecem a venda de visto cubano pela companhia. Já havia lido algo a respeito sobre o despreparo da cia sobre o assunto. Portanto a minha pergunta, é: se no dia do meu embarque, caso realmente não haja os papéis para emissão do visto cubano na LATAM do aeroporto do RJ, poderei ir em alguma outra cia aleatória, que faça voo para Cuba e comprar nessa?
    Aguardo!
    Obrigado!

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Tiago.

      Realmente, alguns funcionários da Latam aqui no Brasil desconhecem esta informação, porém, no momento do embarque, eles deverão lhe informar.
      Eu voei com a Copa, mas um amigo foi com a Latam e conseguiu o visto na conexão, em Lima.
      Sim, o visto pode ser conseguido com qualquer companhia.

      Um abraço.

      Responder
  8. Diego Ponte

    Olá Altier, tudo bem?

    Primeiro lugar obrigado pelas dicas. Minha dúvida é: meu destino é Cancún e com através de uma cia mexicana vou até Havana. Consigo comprar o visto em algum outra cia aérea aqui no Brasil?

    Desde já, obrigado.

    Att,

    Diego Ponte

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Diego.

      Você deve comprar na Avianca ou na Copa Airlines. Mas, provavelmente, no México eles também terão o visto.
      De qualquer forma, sugiro entrar em contato com sua companhia aérea.

      Um abraço.

      Responder
  9. Juninho Valadares

    Olá Alteir tudo bem? Estou comprando uma passagem ida e volta por Cuba, mas gostaria de ir em Cancun e voltar para Cuba para voltar para o Brasil. Você sabe me informar se precisarei comprar dois vistos ou compro somente um para múltiplas entradas? se é que existe este. Obrigado,

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Juninho.

      Pelo que eu sei, toda vez que você sair do país e quiser retornar, será preciso comprar o visto novamente.

      Um abraço.

      Responder
  10. Malu

    Olá Altier

    Estou indo para Cuba de cruzeiro que parte de Miami. Será que consigo este visto no porto ou teria que comprar no aeroporto de Miami,?
    Obrigada pelas dicas

    Responder
    • Altier Moulin

      Certamente, eles oferecem o visto aos turistas que chegam de cruzeiro também, Malu.
      Isso pode ser feito no porto mesmo, no desembarque.
      Pra não ter dúvida, é melhor perguntar à empresa onde comprou o pacote.

      Um abraço.

      Responder
  11. Yuniel Tejeda

    Olá Altier,
    Estou querendo ir para cuba em dicembro com minha esposa e filho, nos compramos pasagem para ficar la por mais de 30 dias (34), o senhor saberia me informar como proceder nese caso? Outra coisa, e obrigatoria a contratação de seguro médico? tenho amigos que ficarom lá por 1 semana e nao fizeram, mais faz 1 ano já.
    Obrigado!!!

    Responder
    • Altier Moulin

      Olá, Yuniel.

      Vocês vão gostar muito de Cuba.
      Não sei a sua nacionalidade, mas é preciso de visto para entrar em Cuba. Além disso, eles pedem o comprovante internacional de vacinação contra a febre amarela, o seguro viagem e os comprovantes de reserva da hospedagem.
      Sem isso, você pode ser impedido de entrar no país.

      Você pode ver o seguro viagem neste link: https://goo.gl/g1j7Dx.

      Um abraço.

      Responder
  12. Marieta

    Olá Altier,

    Estamos indo para Cuba dia 12/10, via Lima pela Latam e li em vários posts que é tranquilo comprar em Lima.

    Mas fiquei com uma dúvida, não foi exigido mostrar o visto no embarque?

    Outra dúvida…é possível comprar em Guarulhos?

    Obrigada!!!
    Marieta

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Marieta.

      No momento do check-in, ainda no Brasil, a atendente deve lhe perguntar se você tem o visto. Neste momento, ela lhe orienta onde comprar. Pode ser em Guarulhos ou em Lima, só não aconselho comprar em Cuba, por que é bem mais caro.
      Eu explico isso tudo no texto. Dá uma lida. 🙂

      Um abraço.

      Responder
  13. Avanir Gomes

    Bom dia. Estava olhando sobre o visto para Cuba e quase consultei um despachante. Também funciona? Ou não é necessário? Obrigada

    Responder
    • Altier Moulin

      Não é necessário, Avanir. Você pode fazer tudo sozinha. 🙂

      Um abraço.

      Responder
  14. Avanir Gomes

    Boa noite meu querido!
    Estou indo para Cuba final de outubro acredito que dia 26. Então posso pagar em real o visto cubano?
    Obrigada

    Responder
  15. Elaine Guedes

    Olá Alteir pretendo viajar pra Cuba e gostaria de saber que companhia área posso comprar? Irei de Avianca.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Eliane.

      Você pode comprar em qualquer companhia que vai para Cuba. No seu caso, na Avianca mesmo.

      Um abraço.

      Responder
      • Elaine Guedes

        Obrigada!

        Responder
  16. ANA PAULA

    Olá Altier!

    Eu, meu marido e meu filho estamos com viagem marcada para Cuba e por ter visto vários pessoas indicando, deixe pra comprar o visto no Panamá, onde faremos conexão.

    Realmente é tranquilo comprar esse visto lá? Ainda estou com dúvidas se realmente dará tudo certo.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Ana Paula.

      É exatamente como expliquei no texto. Se eu fosse você, compraria já no Brasil para ir com tudo certo.

      Um abraço.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *