Praias de Varadero: dicas para curtir o balneário mais famoso de Cuba

Atualizado em 5 de outubro de 2022 – 7 min de leitura

Praias de Varadero

Qualquer roteiro que você fizer para conhecer um pouco de Cuba  tem que incluir as praias de Varadero.  Você quer saber por quê?

Antes de chegar a Varadero, eu tinha a ideia de que era um balneário esnobe, elitizado e feito para ricos. Porque sempre ouvi dizer que tudo era caro e que girava em torno dos euros trazidos por estrangeiros.

Para minha sorte, percebi que as coisas são muito diferentes. Assim, consegui aproveitar muito os meus dias de praia em Varadero.

É verdade que a cidade é um destino muito procurado por turistas que chegam a Cuba. Afinal, Varadero fica a apenas duas horas de carro de Havana, a capital e principal porta de entrada para o País.

Justamente por causa dos altos preços, a cidade tem fama de que os cubanos nem conseguem entrar. Bem, as coisas não são exatamente assim.

Eu vi muitos cubanos curtindo praia em Varadero. A diferença é que eles não pagam pelos caríssimos resorts, e  se hospedam nas casas particulares,  como eu mesmo fiz.

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

Entenda Varadero

Varadero é uma península cercada por praias de todos os lados. A cor da água – eu nem preciso dizer muita coisa – é exatamente como imaginamos o mar do Caribe:  azul, cristalina e quentinha. 

Todas as praias são públicas, mesmo aquelas que ficam na frente de hotéis e resorts. Então, se você quiser chegar até elas,  pode pedir licença e entrar sem cerimônias.  Mas, provavelmente, você não precisará fazer isso, já que o acesso à maioria delas é liberado.

Praias de Varadero

As praias não têm um nome específico. Todas elas são chamadas simplesmente de Varadero, e o que diferencia uma da outra é sua localização. Por isso, quero mostrar alguns pontos que você não pode perder – comece dando uma olhada no mapa abaixo.

Antes de falar das praias de Varadero, quero dar uma superdica para rodar pela cidade: usar o ônibus turístico. Ele funciona no esquema hop-on hop-off – que você pode subir e descer quando quiser – e custa cerca de CUP 130.

Com o ônibus, você pode passear pelas praias e conhecer o Pueblo, o centrinho de Varadero, gastando bem menos que em um táxi.

Agora, anote algumas dicas para você curtir as melhores praias de Varadero.

As melhores praias de Varadero

Plaza Americas

Essa praia fica exatamente em frente à Plaza Americas, ao lado do resort Meliã Las Americas.

Para chegar a ela, você terá que passar por dentro de um centro comercial com lojas, restaurantes e até um supermercado – uma ótima ideia para quem não quer gastar muito.

No shopping há, ainda, banheiros e duchas para tirar o sal e a areia depois da praia.

Antes de chegar à faixa de areia, você verá muitos coqueiros e várias espreguiçadeiras, mas elas são de uso exclusivo dos hóspedes do Meliã. Então, eu sugiro que você leve uma canga ou uma toalha para se deitar.

Essa foi a primeira praia que conheci em Cuba e, para falar bem a verdade, eu me senti uma criança neste lugar. Aqui, aproveitei para caminhar até a Mansão Xanadu.

Esse casarão foi construído, em 1930, por um milionário francês. Só que, depois da Revolução, tomada pelo governo, virou o Las Américas, o mais famoso – e caro – restaurante de Varadero.

Essa região é toda cercada por campos de golfe e tem a fama de ter sido o reduto de traficantes e mafiosos, como Al Capone, que dizem ter tido uma casa aqui.

Breezes Hotel

Essa praia fica de frente para o Breezes Hotel e, para chegar a ela, você terá que caminhar um pouco. Eu preferi pegar um táxi, já que estávamos em quatro pessoas e o valor seria dividido entre nós.

A praia é exatamente o contrário da anterior: não havia ninguém e deu até para nadar peladão sem me preocupar.

Praias de Varadero

A praia não é, exatamente, para a prática do nudismo, mas como não havia mais ninguém, decidimos entrar no mar do Caribe da forma que viemos ao mundo. Nem preciso dizer que foi incrível, né?

Não há coqueiros e a sombra é bem escassa. Então, eu sugiro  vir preparado para enfrentar o sol quente.  Também não há nenhuma infraestrutura: banheiros, restaurantes, vendedores ambulantes, nada disso.

Marina

No final da península, encontrei outra praia bem interessante. Para chegar a ela é preciso caminhar uns 200 metros, já que o ônibus para na entrada da rua.

Você verá muitas barraquinhas com espreguiçadeiras, mas elas são exclusivas para os hóspedes dos resorts Paradisus Princesa del Mar e Blau Marina, mas eu bem que aproveitei um pouco da sombra sem ser incomodado.

Praias de Varadero

A praia é tranquila, rasa e tem todas aquelas outras características do Caribe: limpa e quentinha.

Como está mais afastada do Centro de Varadero e por ser mais frequentada por estrangeiros, essa foi a praia onde mais vi mulheres fazendo topless. Para onde olhava, tinha lá uma com os peitos de fora.

Pueblo

As praias que ficam no Pueblo – onde vivem os cubanos que moram em Varadero – são mais urbanizadas e têm um pouco mais de infraestrutura.

A principal rua da cidade – a Avenida Primera – corta a península do começo ao fim e, nela, estão os principais comércios da cidade: de restaurantes a agências de turismo.

Eu fiquei hospedado nessa avenida, em uma casa particular de frente para a praia. Tudo o que eu precisava fazer era atravessar a rua, caminhar um pouco e me jogar no mar.

Havia muitas sombras, bares e restaurantes praticamente na areia da praia.

Mesmo sendo dentro da cidade, a praia não estava lotada e deu para relaxar nas sombras dos arbustos que a margeiam. Vi alguns cubanos aproveitando alegremente o dia com uma garrafa de rum nas mãos.

Depois dessa,  ninguém me convence de que o povo de Cuba não frequenta Varadero. 

Cayo Blanco

A poucos minutos da praia de Varadero, a ilhota de Cayo Blanco é outro atrativo. O passeio inclui a viagem de catamarã, de aproximadamente uma hora, o almoço e equipamentos para esnórquel e custa aproximadamente CUP 1.500.

Praias de Varadero

Na alta temporada, durante os meses de junho e julho, e no período das festas de fim de ano, em dezembro e janeiro, os valores cobrados sobem para algo em torno dos CUP 2.000.

Quem quiser incluir uma experiência de tocar os golfinhos do Delfinario de Varadero vai pagar mais CUP 650. A saída é por volta das 8h e a chegada é prevista para as 17h.

Como curtir as praias de Varadero

Quando ir

Você vai precisar de, pelo menos, dois dias inteiros para curtir as praias de Varadero. A noite é tranquila, mas pode ser que você encontre eventos e apresentações musicais no Pueblo, o centro da cidade.

→ Quando viajar para Cuba

Na estação mais quente do ano, que vai de junho a agosto, o calor beira o insuportável. Neste período, os termômetros marcam sempre mais de 30 graus, mas, por causa da umidade, a sensação termina é de quase 40.

Essa também é a temporada de chuvas, mas raramente você terá dias inteiramente nublados e chuvosos.

É muito importante saber que Cuba fica na rota dos furacões caribenhos, mas antes que você se assuste, eu preciso explicar que não há muitos motivos para preocupação.

De qualquer forma, o cuidado básico que você deve ter é planejar quando viajar.

Como chegar

Saindo de Havana, você pode seguir viagem de ônibus com a Viazul. A passagem custa uns CUP 270, mas é preciso comprar com antecedência, já que os bilhetes se esgotam com muita rapidez. Aí está um grande problema, já que a venda só é feita no guichê da empresa.

Outra opção é alugar um carro, mas você também precisará se programar para isso, como eu mostro em: Dicas para alugar um carro em Cuba.

A estrada é duplicada e está em excelentes condições. Isso deixa a viagem segura e faz o percurso ser mais rápido.

Se preferir, você pode chegar aqui de táxi. Eles podem ser uma boa opção se estiver em grupo ou em família. Táxis no terminal de ônibus da Viazul são mais baratos do que em outras partes da cidade.

Só não se esqueça de escolher um carro com ar-condicionado. Eu consegui um motorista que cobrou CUP 1.800, na corrida de ida, mas o preço normal gira em torno dos CUP 2.500.

Embora menos frequentes, vans também fazem a viagem partindo do aeroporto de Havana, o Aeroporto Internacional José Martí (HAV). A viagem até Varadero custa cerca de CUP 900, por pessoa.

O Aeroporto Juan Gualberto Gómez (VRA) é um dos mais importantes do País e recebe voos internacionais, menos do Brasil. Para comprar uma passagem para cá, você precisará ir a uma agência de viagem, como eu mostro em: Como funcionam as agências de viagem em Cuba.

Em Varadero, você pode circular com o TurBus, que cobra CUP 130 e lhe dá direito a usar o transporte o dia inteiro, descendo e subindo a hora que quiser.

Onde ficar

Eu fiquei na Casa Mercy, uma casa particular exatamente de frente para a praia, e paguei apenas CUP 380 pela diária. Essa foi minha escolha porque queria economizar, claro, e ainda experimentar melhor o dia a dia dos cubanos, coisa que, talvez, não tivesse ficando em um resort.

Porém, se você quer curtir as férias com tudo o que tem direito, eu sugiro dar uma olhada nas opções de hotéis em Varadero.

Onde comer

Varadero tem ótimas opções de restaurantes, desde os mais baratos e tradicionais, até os caros e turísticos. Como em qualquer parte de Cuba, você pode procurar pelos paladares, restaurantes familiares que servem a autêntica comida cubana.

Para almoçar, eu escolhi o DonAlex (calle 31), que funciona na varanda de uma casa. Em frente a ele, funciona o Salsa Suarez, que é mais indicado para a noite. O Nona Tina (na esquina da calle 38 com a avenida primeira) também é um restaurante bem local.

O La Bodegita del Medio (calle 40), franquia famosa por ter inventado a receita do mojito, e o La Vicaria (avenida primeira) são indicações daquelas imperdíveis pela experiência que proporcionam.

Para o café da manhã, uma opção muito boa e barata é o Terracita’s Cafe (avenida primeria, entre as calles 28 e 29).

Para saber o que você vai encontrar nos cardápios cubanos, veja: Comidas de Cuba: o que comer e beber no país.

NOTA
Como tem acontecido com vários países ao redor do mundo, Cuba tem registrado uma escalada nos preços de forma geralizada. Em 2021, a inflação registrada no país foi de 70% e, em 2022, tem permanecido irredutível.

Informações Básicas

Visto

Brasileiros precisam de visto para entrar em Cuba, mas é possível obter o visto no aeroporto.

Documentos

É preciso apresentar o passaporte com validade mínima de seis meses e outros documentos obrigatórios.

Dinheiro

Cuba unificou as duas moedas do país em janeiro de 2021, mas o ideal ainda é é levar euros e trocar seu dinheiro em Cuba.

Vacinas

A vacina contra febre amarela é obrigatória e sem o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) você não entra no país.

Informações sobre covid-19

Desde o dia 6 de abril de 2022, Cuba flexibilizou as medidas para o controle de entrada e saída de viajantes estrangeiros. Com isso, não é necessário apresentar certificado de vacinação ou testes negativos para covid-19, independente se você estiver vacinado ou não.

Atualmente, estas são as regras para entrar no país:

  1. Seguro viagem com cobertura para covid-19, exigido de todos os viajantes – faça uma cotação do seguro viagem;
  2. Testes de antígeno (teste rápido) podem ser realizados de forma aleatória e, caso o resultado dê positivo, as autoridades podem sugerir medidas cabíveis, como a quarentena;
  3. Enviar o Formulário de Saúde preenchido até 48 horas antes da chegada ao país;
  4. Certificado de vacinação contra febre amarela (CIVP) – veja como solicitar o CIVP pela internet.

Você pode acompanhar atualizações sobre o controle sanitário no Cuba Travel divulgado pelo governo cubano.

Retorno ao Brasil

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo ou RT-PCR, coletado até das 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

 O seguro viagem para Cuba é obrigatório.  Sem ele, você poderá ser impedido de entrar no país.

É que mesmo tendo um serviço de saúde pública considerado referência, os hospitais e clínicas de Cuba só atendem gratuitamente quem mora no país – até os cubanos que vivem no exterior precisam de um seguro viagem.

→ Veja como comprar o seguro viagem certo para Cuba

Esta regra é antiga, foi implementada em maio de 2010, como mostra este comunicado.

A Seguros Promo é a plataforma que eu sempre uso para comparar os preços do seguro viagem, mas, apesar dela oferecer várias opções de seguro para a América Central, a única seguradora aprovada pelo governo cubano é a Assist Card, e o plano mais indicado é o AC 35 MUNDO COVID-19 (Exceto EUA).

→ Faça uma cotação do seguro viagem

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

INTERNET EM CUBA

Num país onde a imprensa é controlada com mão de ferro pelo governo, o acesso à rede mundial de computadores ainda é precário e está longe de satisfazer nossos desejos de conectividade. Na prática, a internet em Cuba é restrita a poucos pontos onde você pode se conectar. E já adianto: será preciso pagar por isso.

É que, em Cuba, não existe internet de graça, como encontramos em hotéis, restaurantes, cafés e até praças públicas ao redor do mundo. Então, mesmo que exista a rede wi-fi, você precisará pagar pelo cartão que dá acesso à internet.

Os cartões são vendidos nos comércios locais e nas lojas da ETECSA, a empresa estatal de comunicação, e custam entre CUP 12,50 e 125, mas pode ser que você encontre variações nos preços quando comprar os cartões na rua.

Eu vi gente cobrando o equivalente a CUP 70 pelo cartão de uma hora. Há também quem negocie o acesso no mercado paralelo. Nessa modalidade, o cartão de uma hora sai por mais ou menos CUP 25.

velocidade da internet em Cuba não é lá grandes coisas. O grande problema é que, como são poucos, os pontos de internet sem fio vivem cheios. E, como sabemos, o sinal nem sempre fica bom quando há muitas pessoas conectadas a uma mesma rede.

De forma geral, não percebi restrições às redes sociais. O Whatsapp funciona bem, apesar de ser um pouco difícil de enviar e receber arquivos por causa da velocidade da conexão. Instagram e Facebook também demoram um pouco para carregar.

Veja mais dicas de Cuba

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas de Cuba.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

8 Comentários

  1. Hernani Teixeira

    Boa noite,

    Estamos a planear viajar para Varadero entre 20 de Setembro a 2 de Outubro de 2018 para o Royalton Hicacos Resort & Spa. O que nos poderá dizer ou dar algumas dicas em relação a estas datas e se possível algo em relação ao Resort?

    Cumprimentos.

    Responder
  2. vivian

    Olá, vc foi em qual mês? to querendo ir início de Maio de 2018..mas to preocupada de ser uma período cheio por la…Quando vc foi as praias ficavam cheias?? To pensando em Ficar no Meliá las antilhas…sabe se é legal? Foi a praia por la?? muito obrigada….beijos

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Vivian.

      Eu fui em maio deste ano. As praias estavam movimentadas, mas nada insuportável.
      Não entendi sua pergunta sobre ‘se eu fui a praia’. O texto é justamente sobre isso. 🙂

      Um abraço.

      Responder
  3. Natielli Chaves

    olá, li seu post, nossa adorei, só tenho uma dúvida cruel, quero ir a Cuba em maio de 2018, mas tenho uma filha que terá 2 anos e meio, estou numa indecisão …se vou ou não para lá, pensamos em ir a Havana, Varadero e Cayo largo ( fazer aquele passeio de 1 dia). Será que posso ir com ela, ou não vai dar certo por ser muito pequena? não sei o q fazer…..

    Responder
    • Altier Moulin

      Pode ir tranquilamente, Natieli.
      Você só precisará ajustar suas atividades às necessidades de sua bebê, considerando as questões do calor e do sol intenso, por exemplo.
      A comida é bem parecida com a do Brasil (veja aqui: https://goo.gl/g1j7Dx), e para o caso de precisar de atendimento médico, sugiro contratar um seguro viagem bom. Faça a cotação aqui: https://goo.gl/zbnjfN.
      Eu também aconselho levar um kit com remédios indicados pelo médico dela, porque Cuba é muito carente nisso.

      Um abraço.

      Responder
      • Natielli Chaves

        Muito obrigada, nossa, me deixou muito feliz, vou começar então a programar a viagem, e quero muito conhecer Cayo Largo, vamos ver se dá certo!!! Vc tb indica Maio para ir? ou o calor é demais? valeu …abraço

        Responder
        • Altier Moulin

          Oi, Natielli.

          Eu fui em maio. É uma boa época, principalmente porque os voos são mais baratos e não é alta estação.

          Um abraço.

          Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *