Seguro viagem para Cuba é obrigatório: veja como comprar o seguro certo para viajar

Atualizado em 31 de outubro de 2022 – 12 min de leitura

Seguro viagem para Cuba

Muitas pessoas que planejam uma viagem para esta incrível ilha caribenha se esbarra em uma dúvida: o seguro viagem para Cuba é obrigatório? Eu vou responder essa pergunta e explicar com detalhes como comprar o seguro certo – porque nem todos são aceitos no país.

E tem mais: depois da pandemia, viajar sem um seguro com cobertura para covid-19 não é uma boa ideia.  O ideal é que ele inclua consultas médicas, internação hospitalar e remoção de viajantes infectados, caso necessário.

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

O que é o seguro viagem?

O seguro viagem é, de forma bem simples, um plano de saúde que você contrata para usar no exterior em casos de urgência e emergência.

Ele é a garantia de que você terá a assistência médica e hospitalar no caso de acidentes, que podem ser simples, como um pé torcido durante uma caminhada, ou até mesmo mais graves, como um ataque cardíaco, que pode exigir cuidados maiores, como internação e até mesmo intervenção cirúrgica.

Claro que a gente não viaja pensando que algo de ruim vá acontecer, mas, infelizmente imprevistos acontecem.

Além da parte de saúde, que acaba sendo a principal função do seguro, ele tem cobertura para vários outros itens de uma viagem.

Seguro viagem para Cuba é obrigatório

Se seu voo for cancelado e isso prejudicar sua viagem, o seguro pode ser útil. Se sofrer alguma acidente de trânsito e precisar de um advogado, o seguro lhe dará todo o suporte. Se sua mala desaparecer em um dos aeroportos do mundo, você receberá um valor extra, além do que as companhias aéreas são obrigadas a pagar.

Entendeu como funciona o seguro viagem? Continue lendo que eu vou explicar tudo com detalhes.

Seguro do cartão de crédito

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o seguro do cartão de crédito em uma viagem para Cuba.

De forma geral, os seguros do cartão de crédito trabalham com reembolso. Isso significa que você vai até o hospital ou à clinica, paga pelo serviço – que pode ser baratinho ou um absurdo, dependendo de cada caso.

Depois, com todos os comprovantes de pagamento, você precisa requerer o reembolso que pode ser feito em até 30 dias.

Sem contar que, o seguro só é válido se as passagens aéreas forem compradas com o cartão.

Eu, particularmente, prefiro a opção do seguro viagem de uma empresa especializada em assistência de viagem.

Seguro viagem para Cuba é obrigatório?

Sim! O seguro viagem para Cuba é obrigatório. Essa regra é antiga, foi implementada em maio de 2010 – como mostra este comunicado –, e a apólice deve ser de, no mínimo, USD 10.000 para despesas médicas e hospitalares.

Com a pandemia, as autoridades cubanas passaram a recomendar que os seguros tenham cobertura para covid-19, incluindo consulta médica, internação hospitalar e remoção do viajante, caso necessário.

Seguro viagem para Cuba é obrigatório

A questão do seguro viagem é muito séria, porque, sem ele, você pode ser impedido de entrar em Cuba.

Na verdade, você pode até mesmo ter o seu visto negado ou ser impedido de entrar no avião, ainda no Brasil, dependendo da companhia aérea, porque algumas fazem a conferência na hora do embarque ou no check-in.

  Como obter o visto para Cuba no aeroporto

É que o seguro viagem para Cuba é considerado um documento básico para passar na imigração, como o passaporte, o visto e o Certificado Internacional de Vacinação contra febre amarela – como eu explico logo abaixo.

Como é o controle migratório em Cuba

Quando estive em Cuba, notei que a imigração cubana é bem rígida em relação à saúde do viajante.

Logo depois de apresentar o passaporte ao oficial, fui direcionado para uma equipe de saúde. Eram várias pessoas – umas 15, mais ou menos – só para verificar se os viajantes tinham o seguro viagem e a vacina contra febre amarela, e para conferir o endereço onde ficariam hospedados, para o caso de alguma emergência.

E o detalhe é que não há como burlar a fila, por que não é um esquema aleatório: eles verificam todos os viajantes, um por um. Quem estiver com tudo certo passa, quem estiver sem algum documento, é barrado.

Seguro viagem para Cuba é obrigatório

Eu nunca tinha visto uma checagem tão minuciosa como aquela. Então, nem pense em viajar sem o seguro, porque a chance de você ser barrado e ter que arcar com todos os prejuízos da viagem é enorme.

Pode ser que eles lhe ofereçam o seguro viagem de uma operadora cubana, mas pode ter certeza de que será muito mais caro do que comprar no Brasil com antecedência: lembre-se de que a moeda cubana equivale ao dólar americano.

A estatal responsável pelo controle e oferecimento dos serviços é a Asistur.

Por que comprar o seguro viagem?

Como expliquei, você precisa ter o seguro viagem para entrar em Cuba. Isso é uma regra e eles não são nada flexíveis. Então, este é o primeiro motivo para você comprar o seguro.

Além disso, com o seguro viagem para Cuba, você tem a garantia de que terá atendimento médico de qualidade sem ter que pagar caro por isso. Sabe por quê?

É que mesmo tendo um serviço público de saúde considerado referência, os hospitais e as clínicas de Cuba só atendem gratuitamente os cidadãos cubanos que moram no país, e até os cubanos que vivem no exterior precisam de um seguro viagem.

É por isso que o país não permite a entrada de viajantes sem o seguro viagem, por que as despesas são cobradas da seguradora e não dos viajantes.

Seguro viagem para Cuba é obrigatório

Outra coisa muito importante – muito importante mesmo! É que com o seguro viagem você tem cobertura durante toda a viagem para vários itens. Vou dar alguns exemplos.

Se o seu voo for cancelado e sua viagem for prejudicada, se sua mala for extraviada ou se você precisar de um advogado para resolver questões como acidentes de trânsito, você pode acionar o seguro e ter todo o suporte em português.

Comprando o seguro com antecedência, você ainda poderá incluir outras coberturas que achar importante, como furtos e roubos, que eu considero essencial para quem viagem com equipamentos caros, que podem ser um celular ou uma máquina fotográfica daquelas bem caras.

É muito melhor ter um seguro para nos dar tranquilidade, não acha?

Todos esses detalhes estão descritos na apólice do seguro e, por isso, é bom checar tudo direitinho na hora de comprar o seguro: eu vou explicar sobre isso melhor daqui a pouco.

Qual seguro viagem devo comprar?

Há alguns pontos importantes para serem observados na hora de comprar o seguro viagem. Eles são imprescindíveis. Veja só:

Cobrir todos os dias da viagem

O seguro deve cobrir todos os dias da viagem, contando a partir do dia que você sai do Brasil até o dia que retorna.

Máximo de 90 dias

O seguro não pode ultrapassar o período de 90 dias, porque este é o prazo máximo de permanência para turistas brasileiros em Cuba.

Cobertura mínima de USD 10.000

A cobertura mínima para gastos com saúde deverá ser de USD 10.000 – dez mil dólares. Se quiser contratar um plano com cobertura maior, não há problema.

Seguradora credenciada

É importantíssimo que a seguradora seja reconhecida pela Asistur, a empresa estatal cubana responsável por essa questão.  Eu explico isso agora! 

Qual o seguro viagem certo para Cuba?

A Seguros Promo é a plataforma que eu sempre uso para comparar os preços do seguro viagem, mas, apesar dela oferecer várias opções de seguro para a América Central, a única seguradora aprovada pelo governo cubano é a Assist Card, e o plano mais indicado é o AC 35 MUNDO COVID-19 (Exceto EUA).

Esse plano atende a todos os requisitos que listei acima e ainda tem uma cobertura de USD 30.000 para gastos médicos e hospitalares. Veja alguns benefícios que o plano oferece:

  • Consultas médicas e atendimento hospitalar;
  • Consultas odontológicas de urgência;
  • Repatriação sanitária e médica;
  • Assistência jurídica;
  • Extravio e atraso de bagagem;
  • Cancelamento total da viagem;
  • Translado de corpo e cobertura por óbito em viagem;
  • Invalidez total por acidente durante a viagem.

Quanto custa o seguro viagem para Cuba?

De forma geral, o seguro viagem não é caro. Definitivamente, ele  não é o item que mais pesa no orçamento, mas é o que pode, literalmente, salvar sua viagem. 

Além do fato de ser obrigatório – sem ele, você pode ser impedido de entrar em Cuba –, o seguro viagem tem cobertura para muitas outros itens, como eu já expliquei.

Por isso, o valor do seguro depende de alguns fatores, que vão desde o tempo da viagem, a idade do viajante e, até mesmo, o que está sendo planejado para fazer na viagem.

Por isso é bom já ter em mente o roteiro da viagem e informações básicas sobre os viajantes, como:

  • Alguma viajante está grávida?
  • Algum viajante tem mais de 70 anos?
  • Alguém planeja praticar esportes de aventura?
  • Você está viajando com objetos caros?
  • Há chance da viagem ser cancelada ou interrompida?

Esses são apenas alguns exemplos de variáveis que podem afetar o valor do seguro.

Eu posso explicar isso um pouco melhor: se você for praticar esportes de alto risco – como paraquedismo e mergulho, por exemplo – é necessário avisar à seguradora no ato da compra.

Uma taxa extra poderá ser cobrada, pois o risco de acidentes é maior e isso acaba interferindo no valor total do seguro.

É muito importante ter isso em mente, porque a seguradora pode recusar o atendimento caso você não tenha sido claro nas informações no momento da compra.

Preço do seguro viagem

Eu fiz uma cotação considerando sete dias de viagem, para um passageiro e o preço que consegui foi este:

5 dias: a partir de R$ 119
7 dias: a partir de R$ 154
10 dias: a partir de R$ 238
15 dias: a partir de R$ 357

Claro que o valor varia de acordo com as datas e com o perfil do viajante, mas serve para você ter uma ideia dos valores.

Você pode até achar seguro viagem para Cuba com preço inferior, mas se não tiver aprovação do governo cubano, ele não será aceito e você ficará no prejuízo. Então, faça a coisa cerca e compre o AC 35 MUNDO CONVID-19 (Exceto EUA).

O AC 35 MUNDO (Exceto EUA) é a versão do seguro viagem pra Cuba sem cobertura para covid-19 – ele é mais barato.

Seguro viagem tem cobertura para covid-19?

No mundo do novo normal, ainda é melhor viajar com um seguro que cubra tratamento para covid-19.

Antes que você ache exagero, pense que você irá se expor a ambientes com grande circulação de pessoas do mundo todo. De países onde a vacinação está avançada e de onde ela mal começou.

Além disso, sempre há o risco de novas variantes e a gente sabe que não vale a pena correr riscos. Dá para viajar? Sim, claro que dá! Mas é preciso ser prudente.

Então, na hora de escolher o seguro viagem para Cuba, confirme se entre as opções da apólice está a cobertura para covid-19.

O AC 35 MUNDO CONVID-19 (Exceto EUA) tem cobertura para covid-19.

Ele garante consultas médicas, internação hospitalar e até remoção caso seja necessário.

Como comprar o seguro viagem para Cuba?

Eu indico que você  compre o seguro viagem com uma empresa brasileira,  pois, caso precise de atendimento, todas as instruções serão dadas em português.

Além disso, se você necessitar de reembolso ou qualquer outro procedimento que fuja dos padrões – como processos judiciais, por exemplo –, você estará mais bem amparado pela legislação brasileira.

Sabendo disso, o primeiro passo para comprar o seguro viagem para Cuba é fazer uma pesquisa de preço.

Eu sempre faço isso com a Seguros Promo.

Na plataforma, estão as seguradoras mais conhecidas e, assim, você mesmo pode conferir os planos, os preços e fazer a contratação direto no site, sem burocracia.

Para ver os preços e os seguros disponíveis, você precisa preencher os dados do formulário que aparece logo na página inicial do site.

Em Destino, escolha a opção AMÉRICA CENTRAL.

Depois, coloque a data exata da viagem e os seus dados pessoais: nome, e-mail e celular. Verifique se está tudo certo antes de clicar em “Pesquisar Seguro Viagem”.

Isso é muito importante e você já vai saber por quê.

Depois de clicar para fazer a pesquisa, vai aparecer um painel com várias opções de seguro.

São diferentes empresas e valores, mas você precisa ter atenção em uma questão: apenas a Assist Card é aprovada pelo governo cubano e, para não ter problema, é melhor comprar o seguro dessa empresa.

Para encontrar os seguros oferecidos pela Assist Card é muito simples: você só precisa clicar no botão “Filtrar” e, depois, marcar a opção Assist Card na lista de seguradoras. Depois, clique em “Aplicar filtro”.

Pronto!  Será exibida a tela abaixo com os seguros que são aceitos em Cuba. 

Eu indico o AC 35 MUNDO CONVID-19 (Exceto EUA), que é bem completo, com uma boa cobertura para atendimento médico e hospitalar, incluindo casos de covid-19.

Todas as opções acima são aceitas em Cuba, mas note que há diferenças entre elas e, por isso, o valor varia.

Para saber o que cada plano tem de diferente, você só precisa clicar nos botões “Comparar Plano“. Aí, será mostrada a seguinte tela:

Feita a escolha, é só proceder com a compra, clicando em “Comprar“. Então, aparecerão as telas para você colocar os dados dos viajantes e fazer o pagamento.

Assim que o pagamento for aprovado, você receberá um e-mail com todas as informações do plano contratado.

Atendimento personalizado

Se não quiser fazer todo esse processo online, você pode facilitar o caminho falando com a equipe da Seguros Promo pelo Whatsapp. O ícone fica no canto inferior esquerdo da página principal do site.

De qualquer forma, assim que você enviar um pedido de cotação pelo site da Seguros Promo, um profissional especializado em seguro viagem entrará em contato com você, geralmente por Whatsapp.

Por isso é importante preencher o formulário com as informações corretas.

Nesta hora, você vai informar que precisa de um seguro viagem para Cuba com aprovação do governo cubano. Assim, o profissional lhe apresentará o AC 35 MUNDO CONVID-19 (Exceto EUA), da Assist Card, a única seguradora aprovado pelo governo cubano.

Guarde o comprovante do seguro

Depois de efetuar a compra, você receberá um e-mail com a apólice do seguro. São muitos detalhes, mas eu sugiro que você leia tudo – por favor.

É muito importante que você tenha este documento em mãos – ou no celular – quando for fazer o processo de imigração, ou seja, dar entrada em Cuba.

Neste momento, os oficiais podem pedir para checar o documento e, por isso, você já deve estar preparado para mostra-lo sem perder tempo.

Então, não se esqueça de imprimir o comprovante do seguro ou de salvá-lo no celular de forma que o acesse rápido e sem internet – eu prefiro ter tudo impresso.

Além disso, salve o número do telefone de emergência do seguro nos seus contatos do celular. Afinal, caso você precise usar a assistência, é para este número que você deverá ligar.

Como acionar o seguro viagem?

Depois de confirmada a compra, você receberá o número da central de atendimento da seguradora. Ela funciona 24 horas, o atendimento é feito em português e a ligação é gratuita.

Então, por isso você deve salvar o número do seguro na agenda do seu celular e também tê-lo anotado em um papel dentro de sua mochila: ele precisa estar com você em todas as ocasiões.

Algumas seguradoras têm aplicativos para celular e isso ajuda ainda mais.

No caso de um acidente e até mesmo se precisar de uma consulta médica para tratar algum sintoma – como diarreia e febra alta, por exemplo – é só ligar para a central e você será orientado em qual hospital ou clínica comparecer.

EU JÁ PRECISEI DO SEGURO VIAGEM

Eu nunca viajo sem o seguro viagem. Nunca!

Mesmo que não seja obrigatório, eu compro o seguro e viajo muito mais tranquilo sabendo que estarei amparado caso precise – principalmente, porque eu sempre viajo sozinho.

Eu já precisei usar o seguro viagem duas vezes. Uma no Canadá e outra na África do Sul. Eu vou comentar um pouco como foi o caso da África do Sul.

Eu estava em Robben Island, a ilha onde Nelson Mandela ficou preso em Cape Town, e machuquei a cabeça em um poste. Na hora, eu achei que não tinha sido nada, mas, depois, senti o sangue escorrer e notei a cara de pavor das pessoas ao redor.

Eu estava em uma ilha, longe de hospital e de qualquer serviço de socorro. Naquela situação, o que eu mais precisava era voltar para a terra firme.

Quando cheguei ao píer, liguei para a central do seguro viagem e, imediatamente, fui atendido. Falando em português, a atendente me orientou a ir ao hospital mais próximo de onde eu estava.

Em poucos minutos, eu já tinha sido avaliado por uma enfermeira, que fez a classificação: apesar do sangue, não era nada grave.

Depois que entrei para a enfermaria, outras duas enfermeiras me abordaram, perguntaram se estava sentindo dor, se tinha sono e aferiram minha pressão. Em minutos, o médico chegou e avaliou o tamanho do estrago.

Ele limpou o ferimento e fez a sutura. Com o serviço terminado, perguntou se eu estava vacinado contra tétano. Eu disse que sim, mas não estava com nenhum comprovante em mãos. Ele preferiu me vacinar novamente por precaução e me orientou a não dormir nas próximas cinco horas.

Confesso que em nenhum momento da minha vida fui tão bem tratado em um hospital.

Dicas básicas de saúde

Eu aconselho que você leve a medicação básica que geralmente necessita,  porque as farmácias cubanas são precárias e sempre há falta dos remédios mais procurados, como antialérgicos e analgésicos, por exemplo. Mas, claro, é fundamental consultar seu médico antes.

Não é aconselhável beber água da torneira. Entretanto, tenha cuidado para não se desidratar, porque o calor é intenso. Usar repelente e protetor solar são essenciais para sua saúde e conforto.

NOTA
Como tem acontecido com vários países ao redor do mundo, Cuba tem registrado uma escalada nos preços de forma geralizada. Em 2021, a inflação registrada no país foi de 70% e, em 2022, tem permanecido irredutível.

Informações Básicas

Visto

Brasileiros precisam de visto para entrar em Cuba, mas é possível obter o visto no aeroporto.

Documentos

É preciso apresentar o passaporte com validade mínima de seis meses e outros documentos obrigatórios.

Dinheiro

Cuba unificou as duas moedas do país em janeiro de 2021, mas o ideal ainda é é levar euros e trocar seu dinheiro em Cuba.

Vacinas

A vacina contra febre amarela é obrigatória e sem o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) você não entra no país.

Informações sobre covid-19

Desde o dia 6 de abril de 2022, Cuba flexibilizou as medidas para o controle de entrada e saída de viajantes estrangeiros. Com isso, não é necessário apresentar certificado de vacinação ou testes negativos para covid-19, independente se você estiver vacinado ou não.

Atualmente, estas são as regras para entrar no país:

  1. Seguro viagem com cobertura para covid-19, exigido de todos os viajantes – faça uma cotação do seguro viagem;
  2. Testes de antígeno (teste rápido) podem ser realizados de forma aleatória e, caso o resultado dê positivo, as autoridades podem sugerir medidas cabíveis, como a quarentena;
  3. Enviar o Formulário de Saúde preenchido até 48 horas antes da chegada ao país;
  4. Certificado de vacinação contra febre amarela (CIVP) – veja como solicitar o CIVP pela internet.

Você pode acompanhar atualizações sobre o controle sanitário no Cuba Travel divulgado pelo governo cubano.

Retorno ao Brasil

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo ou RT-PCR, coletado até das 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

 O seguro viagem para Cuba é obrigatório.  Sem ele, você poderá ser impedido de entrar no país.

É que mesmo tendo um serviço de saúde pública considerado referência, os hospitais e clínicas de Cuba só atendem gratuitamente quem mora no país – até os cubanos que vivem no exterior precisam de um seguro viagem.

→ Veja como comprar o seguro viagem certo para Cuba

Esta regra é antiga, foi implementada em maio de 2010, como mostra este comunicado.

A Seguros Promo é a plataforma que eu sempre uso para comparar os preços do seguro viagem, mas, apesar dela oferecer várias opções de seguro para a América Central, a única seguradora aprovada pelo governo cubano é a Assist Card, e o plano mais indicado é o AC 35 MUNDO COVID-19 (Exceto EUA).

→ Faça uma cotação do seguro viagem

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

INTERNET EM CUBA

Num país onde a imprensa é controlada com mão de ferro pelo governo, o acesso à rede mundial de computadores ainda é precário e está longe de satisfazer nossos desejos de conectividade. Na prática, a internet em Cuba é restrita a poucos pontos onde você pode se conectar. E já adianto: será preciso pagar por isso.

É que, em Cuba, não existe internet de graça, como encontramos em hotéis, restaurantes, cafés e até praças públicas ao redor do mundo. Então, mesmo que exista a rede wi-fi, você precisará pagar pelo cartão que dá acesso à internet.

Os cartões são vendidos nos comércios locais e nas lojas da ETECSA, a empresa estatal de comunicação, e custam entre CUP 12,50 e 125, mas pode ser que você encontre variações nos preços quando comprar os cartões na rua.

Eu vi gente cobrando o equivalente a CUP 70 pelo cartão de uma hora. Há também quem negocie o acesso no mercado paralelo. Nessa modalidade, o cartão de uma hora sai por mais ou menos CUP 25.

velocidade da internet em Cuba não é lá grandes coisas. O grande problema é que, como são poucos, os pontos de internet sem fio vivem cheios. E, como sabemos, o sinal nem sempre fica bom quando há muitas pessoas conectadas a uma mesma rede.

De forma geral, não percebi restrições às redes sociais. O Whatsapp funciona bem, apesar de ser um pouco difícil de enviar e receber arquivos por causa da velocidade da conexão. Instagram e Facebook também demoram um pouco para carregar.

Veja mais dicas de Cuba

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas de Cuba.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

2 Comentários

  1. Luciano

    Bom dia! Somente o seguro da Assist Card é reconhecido? Não posso usar o seguro fornecido pelo American Express ou outro? Obrigado

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Luciano.
      Você deve se informar com a seguradora do cartão.
      Um abraço.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1