Quando ir a Cuba: veja a melhor época para viajar pelo país – com dicas mês a mês

Atualizado em 5 de outubro de 2022 – 5 min de leitura

Quando ir a Cuba

Cuba é a maior ilha do Caribe. Na verdade, o país é um arquipélago com quase 1600 pequenas ilhas abençoadas com um mar azul cristalino que atrai gente do mundo inteiro. Porém, para desfrutar o melhor do país, de suas festas e de suas praias, é importante saber quando ir a Cuba.

O clima de Cuba é tropical. Na prática, isso significa que existem apenas duas estações, que o céu é ensolarado praticamente o ano todo.

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

Quando ir a Cuba

O verão é a estação mais quente e também mais chuvosa e o inverno, o período de temperaturas mais amenas e com menos chuvas.

Estação chuvosa

O verão vai de maio a outubro e, nessa época, o calor beira o insuportável.

Os termômetros marcam sempre mais de 30 graus, mas, por causa da umidade, a sensação térmica é de quase 40 graus.

Essa também é a temporada de chuvas, mas raramente você terá dias inteiramente nublados ou chuvosos.

Estação seca

O inverno, que vai de novembro a fevereiro, é a estação seca. Portanto, é a  melhor época para visitar Cuba,  já que chove menos.

Com temperaturas máximas mais agradáveis – variando de 26 a 29 graus – até costuma esfriar um pouco à noite por causa dos ventos, quando os termômetros marcam até 18 graus.

Então, já deu para perceber que frio não faz, certo?

Eu visitei Cuba em maio, no começo da baixa temporada. Nesse período, os dias são claros e longos, anoitecendo por volta das 20h e há pancadas de chuva praticamente todos os dias lá pelas 17h.

Quando ir a Cuba

Um grande ponto positivo dessa estação é que os preços já estão mais baixos, as praias mais vazias e tudo fica mais tranquilo.

Eu aconselho evitar os meses de julho e agosto. Eles são meses quentes demais e muito úmidos, combinação perfeita para tempestades de verão.

A água nas praias cubanas é quentinha, sempre em torno dos 25 graus, de novembro a abril. De maio a outubro o mergulho é em águas de 29 graus.

Furacões e tempestades

Cuba fica na rota dos furacões caribenhos, mas antes que você se assuste, eu preciso explicar que não há muitos motivos para preocupação. De qualquer forma, o cuidado básico que você deve ter é planejar bem quando ir a Cuba.

A temporada de furacões vai de junho a novembro, mas claro que isso não significa que vai ter furacão. Na prática, essa temporada significa que começou o período de alerta contra furacões e, portanto, governos e população devem ficar atentos.

Quando ir a Cuba

Quase sempre, os furacões são identificados com antecedência de alguns dias – dois ou três – e assim fica mais fácil se preparar para o que pode acontecer. Na maioria das vezes os furacões se transformam em tempestades tropicais e se dissipam no mar, longe das ilhas. Mesmo assim, isso pode influenciar no clima e trazer nuvens carregadas.

O último furacão que causou danos graves ao país atingiu Cuba em 2017, e foi o furacão Irma. Antes disso, o último a atingir foi em 1910. Em outubro de 2016, o furacão Mathew chegou a causar alarde, mas perdeu força e passou pelo país com uma tempestade sem causar grandes estragos.

Dicas mês a mês

Janeiro

Janeiro é um mês espetacular para visitar Cuba, mas esteja ciente de que é altíssima estação e, portanto, tudo estará mais caro. Se só puder viajar nesse período, se planeje para fazer as reservas com antecedência – dos voos aos hotéis.

A temperatura varia entre 20 e 25 graus e a chance de chover é mínima. Como dá para notar, não faz aquele calor infernal, mas o sol está sempre presente.

No dia 1º de janeiro os cubanos comemoram a vitória da Revolução Cubana, liderada por Fidel Castro. Como é feriado nacional, a festa é grande, sempre com muitos eventos políticos.

Fevereiro

Fevereiro tem características muito semelhantes às de janeiro: temperatura agradável, entre 20 e 25 graus, pouca – ou quase nenhuma – chuva.

Ainda é um mês de preços altos, mas a tendência é que o volume de turistas diminua até o final do mês.

Março

Em Março, as temperaturas já começam a subir ligeiramente: os termômetros marcam entre 21 e 27 graus, com média de 24.

volume de chuva também começa a aumentar, mas nada que atrapalhe sua viagem. Então, ainda é um bom mês para conhece Cuba.

Abril

Último mês da estação seca, abril é marcado pelo aumento na temperatura – a máxima pode chegar a 28 graus –, mas as chuvas não são significantes a ponto de atrapalhar os passeios.

É um bom mês para conseguir ofertas de última hora – tanto para voos quando para hospedagem: é hora de ativar os alertas no celular.

Quando ir a Cuba

Maio

Primeiro mês da baixa estação, que coincide com o período quente e chuvoso em todo o arquipélago de Cuba.

As temperaturas variam entre 24 e 29 graus e as chuvas podem marcar presença com mais frequência: a média histórica registra 10 dias de chuva em maio, mas lembre-se que estamos falando de chuvas de verão.

Eu estive em Cuba no mês de maio.

Junho

A partir de junho o calor aperta e os termômetros alcançam os 30 graus, mas a sensação térmica é muito maior por causa da umidade.

chance de pegar dias com chuva é maior e é em junho, também, que começa a temporada de furacões, como eu expliquei anteriormente.

Julho

Julho divide com agosto o título de mês mais quente do ano: as temperaturas variam entre 24 e 31 graus. Caminhar pelas ruas de Havana ou até mesmo ficar muito tempo na praia pode ser desconfortável e até não indicado para quem viaja com crianças.

Apesar disso, historicamente, julho não é um mês com um grande volume de chuvas. Pelo menos isso ajuda, né?

Agosto

Como falei, agosto é um dos meses mais quentes do ano e, de verdade, seria bom evitá-lo. Além do calorão, o mês tem um volume considerável de chuva – ainda que sejam pancadas de verão.

E ainda é preciso lembrar que é temporada de furacão, que começa em junho e vai até novembro.

Setembro

Em setembro, o calor começa a ceder,  mas as temperaturas permanecem altas, variando entre 25 e 30 graus. É o mês com maior volume de chuvas do ano: chove, praticamente, dia sim e dia não.

Definitivamente, não é o melhor mês para visitar Cuba. Portanto, é melhor riscá-lo de sua lista de quando ir a Cuba.

Outubro

As temperaturas variam entre 24 e 29 graus em outubro, mês que marca o fim do verão e da estação chuvosa. Portanto, ele tem características das duas estações.

No dia 10, os cubanos comemoram a Independência de Cuba e, novamente, há muitos eventos políticos.

Novembro

Novembro é o começo da alta temporada, com temperaturas variando entre 23 e 27 graus.

As chuvas diminuem drasticamente e os preços já começam a escalada rumo às alturas, já que até abril o país é muito procurado por turistas do mundo inteiro.

Dezembro

Dezembro é um excelente mês para visitar Cuba. As temperaturas variam entre 21 e 25 graus e o clima se mantém estável, com pouca chance de chuva.

Aliás, este é o mês com menor volume de chuvas durante todo o ano. Justamente por isso, espere encontrar preços mais altos e praias mais cheias.

Qual a melhor época?

Conseguiu decidir quando ir a cuba? Antes de bater o martelo, veja quais são as minha conclusões.

Eu visitei Cuba em maio, no começo da baixa temporada. Nesse período, os dias são claros, longos – anoitecendo por volta das 20h –, e há pancadas de chuva praticamente todos os dias lá pelas 17h.

Um grande ponto positivo desta estação é que os preços já estão mais baixos, as praias mais vazias e tudo fica mais tranquilo.

Entretanto, a melhor época para viajar para Cuba é de novembro a abril,  quando chove menos.

Eu aconselho evitar os meses de junho a agosto, porque são quentes demais e muito úmidos, combinação perfeita para tempestades de verão.

Os meses de agosto a outubro são os com maior probabilidade de furacões. Portanto, é melhor riscá-los de sua lista de quando ir a Cuba.

NOTA
Como tem acontecido com vários países ao redor do mundo, Cuba tem registrado uma escalada nos preços de forma geralizada. Em 2021, a inflação registrada no país foi de 70% e, em 2022, tem permanecido irredutível.

Informações Básicas

Visto

Brasileiros precisam de visto para entrar em Cuba, mas é possível obter o visto no aeroporto.

Documentos

É preciso apresentar o passaporte com validade mínima de seis meses e outros documentos obrigatórios.

Dinheiro

Cuba unificou as duas moedas do país em janeiro de 2021, mas o ideal ainda é é levar euros e trocar seu dinheiro em Cuba.

Vacinas

A vacina contra febre amarela é obrigatória e sem o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) você não entra no país.

Informações sobre covid-19

Desde o dia 6 de abril de 2022, Cuba flexibilizou as medidas para o controle de entrada e saída de viajantes estrangeiros. Com isso, não é necessário apresentar certificado de vacinação ou testes negativos para covid-19, independente se você estiver vacinado ou não.

Atualmente, estas são as regras para entrar no país:

  1. Seguro viagem com cobertura para covid-19, exigido de todos os viajantes – faça uma cotação do seguro viagem;
  2. Testes de antígeno (teste rápido) podem ser realizados de forma aleatória e, caso o resultado dê positivo, as autoridades podem sugerir medidas cabíveis, como a quarentena;
  3. Enviar o Formulário de Saúde preenchido até 48 horas antes da chegada ao país;
  4. Certificado de vacinação contra febre amarela (CIVP) – veja como solicitar o CIVP pela internet.

Você pode acompanhar atualizações sobre o controle sanitário no Cuba Travel divulgado pelo governo cubano.

Retorno ao Brasil

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo ou RT-PCR, coletado até das 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

 O seguro viagem para Cuba é obrigatório.  Sem ele, você poderá ser impedido de entrar no país.

É que mesmo tendo um serviço de saúde pública considerado referência, os hospitais e clínicas de Cuba só atendem gratuitamente quem mora no país – até os cubanos que vivem no exterior precisam de um seguro viagem.

→ Veja como comprar o seguro viagem certo para Cuba

Esta regra é antiga, foi implementada em maio de 2010, como mostra este comunicado.

A Seguros Promo é a plataforma que eu sempre uso para comparar os preços do seguro viagem, mas, apesar dela oferecer várias opções de seguro para a América Central, a única seguradora aprovada pelo governo cubano é a Assist Card, e o plano mais indicado é o AC 35 MUNDO COVID-19 (Exceto EUA).

→ Faça uma cotação do seguro viagem

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

INTERNET EM CUBA

Num país onde a imprensa é controlada com mão de ferro pelo governo, o acesso à rede mundial de computadores ainda é precário e está longe de satisfazer nossos desejos de conectividade. Na prática, a internet em Cuba é restrita a poucos pontos onde você pode se conectar. E já adianto: será preciso pagar por isso.

É que, em Cuba, não existe internet de graça, como encontramos em hotéis, restaurantes, cafés e até praças públicas ao redor do mundo. Então, mesmo que exista a rede wi-fi, você precisará pagar pelo cartão que dá acesso à internet.

Os cartões são vendidos nos comércios locais e nas lojas da ETECSA, a empresa estatal de comunicação, e custam entre CUP 12,50 e 125, mas pode ser que você encontre variações nos preços quando comprar os cartões na rua.

Eu vi gente cobrando o equivalente a CUP 70 pelo cartão de uma hora. Há também quem negocie o acesso no mercado paralelo. Nessa modalidade, o cartão de uma hora sai por mais ou menos CUP 25.

velocidade da internet em Cuba não é lá grandes coisas. O grande problema é que, como são poucos, os pontos de internet sem fio vivem cheios. E, como sabemos, o sinal nem sempre fica bom quando há muitas pessoas conectadas a uma mesma rede.

De forma geral, não percebi restrições às redes sociais. O Whatsapp funciona bem, apesar de ser um pouco difícil de enviar e receber arquivos por causa da velocidade da conexão. Instagram e Facebook também demoram um pouco para carregar.

Veja mais dicas de Cuba

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas de Cuba.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

4 Comentários

  1. Amanda

    Meu sonho ir à Cuba!!
    *_*

    Responder
    • Altier Moulin

      Vale muito apena, Amanda.

      Um abraço.

      Responder
  2. Luiz Benedito Xavier da Silva

    Excelentes postagens.Ja estive lá, 2006, Havana 3D, Varadero 3D,Cayo largo3D. (pouco tempo).Voce me motivou,.Retornarei Fev/20, Havana (4 D), Maria Gorda(4D), Cayo Largo(3D).
    Faço mergulhos autônomos.( Holguín, longe).
    Pergunto:-
    A)—iAchei melhor ir de carro , com meu filho 18 anos, , 5horas a Maria Gorda.Mas creio melhor locar carro c/ motorista local , ida e volta.Ou arrisco locadora e dirijo??
    B)—sobre shows, músicas, jazz, blues etc voce tem alguma indicação atual.?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Luiz.

      Difícil dizer, mas acho que vale a pena alugar um carro e ir de forma independente.
      Sobre os show, não tenho indicações atuais.

      Um abraço.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1