Quando ir a Cayo Largo: veja a melhor época para viajar com dicas mês a mês

0

Atualizado em 9 de junho de 2021

Quando ir a Cayo Largo

Eu já contei que Cayo Largo del Sur tem o mar mais lindo que já vi e se chegou a sua hora de planejar quando ir a Cayo Largo, pode confiar nestas dicas que não tem erro.

Cayo Largo – é assim que a chamamos – faz parte do arquipélago de Cuba e tem praias incríveis, que já figuraram nas listas de melhores do mundo.

→ Bate-volta de um dia em Cayo Largo

Como você pode imaginar, a atração principal é, de fato, o mar. Mas, não se preocupe. Existem diversos programas mais exóticos para quem não quer passar o dia deitado na areia, e sim se aventurar um pouco.

Independentemente do tipo de viagem que você curte, um dos vários pontos positivos de Cayo Largo é que  o céu é ensolarado praticamente o ano todo. 

Quando ir a Cayo Largo

O clima de Cuba é tropical e é isso que nos garante dias de sol pleno quase o ano inteiro.

Temperatura da água

Mais um ponto positivo desse paraíso é que a água das praias é quentinha. A temperatura fica sempre em torno dos 25 graus, chegando aos 29 no verão.

Temporada de furacões

temporada de furacões vai de junho a novembro, mas claro que isso não significa que vai ter furacão.

Na prática, essa temporada significa que começou o período de alerta contra furacões. Portanto, governos e população devem ficar atentos.

Historicamente, o período com maior chance de Cuba ser atingida por um furacão vai de agosto a outubro.

Quando ir a Cayo Largo

Estações do ano

Como Cuba tem clima tropical, na prática há apenas duas estações durante o ano. O verão é a estação mais quente e também mais chuvosa e o inverno, o período de temperaturas mais amenas e com menos chuvas.

Estação chuvosa

O verão vai de maio a outubro e, nessa época, o calor beira o insuportável.

Os termômetros marcam sempre mais de 30 graus, mas, por causa da umidade, a sensação térmica é de quase 40 graus.

Essa também é a temporada de chuvas, mas raramente você terá dias inteiramente nublados ou chuvosos.

Quando ir a Cayo Largo

Estação seca

O inverno, que vai de novembro a fevereiro, é a estação seca de Cuba. Portanto, é a  melhor época para visitar Cayo Largo,  já que chove menos.

Com temperaturas máximas mais agradáveis – variando de 26 a 29 graus – até costuma esfriar um pouco à noite por causa dos ventos, quando os termômetros marcam até 18 graus.

Então, já deu para perceber que frio não faz, certo?

Eu visitei Cuba em maio, no começo da baixa temporada. Nesse período, os dias são claros e longos, anoitecendo por volta das 20h e há pancadas de chuva praticamente todos os dias lá pelas 17h.

Um grande ponto positivo dessa estação é que os preços já estão mais baixos, as praias mais vazias e tudo fica mais tranquilo.

Eu aconselho evitar os meses de julho e agosto. Eles são meses quentes demais e muito úmidos, combinação perfeita para tempestades de verão.

Dicas mês a mês

Janeiro

Janeiro é um mês espetacular para visitar Cuba, mas esteja ciente de que é altíssima estação e, portanto, tudo estará mais caro. Se só puder viajar nesse período, se planeje para fazer as reservas com antecedência – dos voos aos hotéis.

A temperatura varia entre 20 e 25 graus e a chance de chover é mínima. Como dá para notar, não faz aquele calor infernal, mas o sol está sempre presente.

No dia 1º de janeiro os cubanos comemoram a vitória da Revolução Cubana, liderada por Fidel Castro. Como é feriado nacional, a festa é grande, sempre com muitos eventos políticos.

Fevereiro

Fevereiro tem características muito semelhantes às de janeiro: temperatura agradável, entre 20 e 25 graus, pouca – ou quase nenhuma – chuva.

Ainda é um mês de preços altos, mas a tendência é que o volume de turistas diminua até o final do mês.

Março

Em Março, as temperaturas já começam a subir ligeiramente: os termômetros marcam entre 21 e 27 graus, com média de 24.

O volume de chuva também começa a aumentar, mas nada que atrapalhe sua viagem. Então, ainda é um bom mês para conhece Cuba.

Abril

Último mês da estação seca, abril é marcado pelo aumento na temperatura – a máxima pode chegar a 28 graus –, mas as chuvas não são significantes a ponto de atrapalhar os passeios.

É um bom mês para conseguir ofertas de última hora – tanto para voos quando para hospedagem: é hora de ativar os alertas no celular.

Maio

Primeiro mês da baixa estação, que coincide com o período quente e chuvoso em todo o arquipélago de Cuba.

As temperaturas variam entre 24 e 29 graus e as chuvas podem marcar presença com mais frequência: a média histórica registra 10 dias de chuva em maio, mas lembre-se que estamos falando de chuvas de verão.

Eu estive em Cuba no mês de maio.

Junho

A partir de junho o calor aperta e os termômetros alcançam os 30 graus, mas a sensação térmica é muito maior por causa da umidade.

A chance de pegar dias com chuva é maior e é em junho, também, que começa a temporada de furacões, como eu expliquei anteriormente.

Julho

Julho divide com agosto o título de mês mais quente do ano: as temperaturas variam entre 24 e 31 graus. Caminhar pelas ruas de Havana ou até mesmo ficar muito tempo na praia pode ser desconfortável e até não indicado para quem viaja com crianças.

Apesar disso, historicamente, julho não é um mês com um grande volume de chuvas. Pelo menos isso ajuda, né?

Agosto

Como falei, agosto é um dos meses mais quentes do ano e, de verdade, seria bom evitá-lo. Além do calorão, o mês tem um volume considerável de chuva – ainda que sejam pancadas de verão.

E ainda é preciso lembrar que é temporada de furacão, que começa em junho e vai até novembro.

Setembro

Em setembro, o calor começa a ceder,  mas as temperaturas permanecem altas, variando entre 25 e 30 graus. É o mês com maior volume de chuvas do ano: chove, praticamente, dia sim e dia não.

Definitivamente, não é o melhor mês para visitar Cuba. Portanto, é melhor riscá-lo de sua lista de quando ir a Cayo Largo.

Outubro

As temperaturas variam entre 24 e 29 graus em outubro, mês que marca o fim do verão e da estação chuvosa. Portanto, ele tem características das duas estações.

No dia 10, os cubanos comemoram a Independência de Cuba e, novamente, há muitos eventos políticos.

Novembro

Novembro é o começo da alta temporada, com temperaturas variando entre 23 e 27 graus.

As chuvas diminuem drasticamente e os preços já começam a escalada rumo às alturas, já que até abril o país é muito procurado por turistas do mundo inteiro.

Dezembro

Dezembro é um excelente mês para visitar Cuba e, também, Cayo Largo. As temperaturas variam entre 21 e 25 graus e o clima se mantém estável, com pouca chance de chuva.

Aliás, este é o mês com menor volume de chuvas durante todo o ano. Justamente por isso, espere encontrar preços mais altos e praias mais cheias.

Quando ir a Cayo Largo

Melhor época para viajar

Conseguiu decidir quando ir a Cayo Largo? Antes de bater o martelo, veja quais são as minhas conclusões.

A melhor época para ir a Cayo Largo e aproveitar as praias vai de dezembro a abril.

Em maio, você ainda pode ir, já que a temporada de furacões ainda não começou, mas lembre-se que o calor já incomoda e que as chuvas de fim de tarde serão bastante frequentes.

De dezembro a meados de março, pode ser útil levar um casaco para as noites frias – não espere frio abaixo dos 18 graus.

Se quiser aproveitar o melhor de Cuba sem gastar muito,  escolha viajar da metade de março ao final de abril. 

Depois que Cuba unificou a moeda, produtos e serviços têm tido aumentos consideráveis. Portanto, é importante saber que os preços apresentados servem apenas como base para seu planejamento, que deve incluir com uma margem de segurança de 10% a 20%.
Informações Básicas
Visto | Brasileiros precisam de visto para entrar em Cuba, mas é possível obter o visto no aeroporto.
Documentos | É preciso apresentar o passaporte dentro do prazo de validade e o seguro viagem é obrigatório.
Dinheiro| Cuba unificou as duas moedas que circulavam no país em janeiro de 2021. O peso cubano tem câmbio fixo: CUP 24 valem USD 1. Saiba como trocar e como usar o seu dinheiro em Cuba.
Vacinas | As vacinas contra covid-19 (veja abaixo) e febre amarela são obrigatórias e sem o Certificado você não entra no país. Veja como solicitar o certificado para febre amarela e para covid-19.

INFORMAÇÕES SOBRE COVID-19

Cuba adotou rígidas medidas para o controle de entrada e saída de viajantes estrangeiros. Por isso, você precisa estar preparado para fornecer os seguintes comprovantes na hora de entrar no país:

  1. Seguro viagem com cobertura para covid-19, exigido de todos os viajantes – faça uma cotação do seguro viagem;
  2. Certificado de vacinação contra covid-19 com pelo menos duas doses (ou dose única) – esta regra não se aplica a viajantes menores de 12 anos ou que não podem ser vacinados por questões de saúde (é preciso apresentar laudo médico) – veja como emitir o comprovante nacional e internacional.
  3. Resultado negativo de teste RT-PCR realizado até 72 horas antes da chegada ao país;
  4. Enviar o Formulário de Saúde preenchido até três dias antes da chegada ao país;
  5. Certificado de vacinação contra febre amarela (CIVP) –veja como solicitar o CIVP pela internet.

O seguro pode ser adquirido antes de sua viagem ou na chegada. Porém, eu realmente indico que você compre com uma empresa brasileira, pois, caso precise de atendimento, todas as instruções serão dadas em português.

Além disso, se necessitar de reembolso ou qualquer outro procedimento que fuja dos padrões – como processos judiciais, por exemplo –, você estará mais bem amparado pela legislação brasileira.

Você pode acompanhar atualizações sobre o controle sanitário no Manual do Viajante produzido pelo governo cubano.

RETORNO AO BRASIL

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo ou RT-PCR, coletado até das 72 horas antes do embarque.

SEGURO VIAGEM

 O seguro viagem para Cuba é obrigatório.  Sem ele, você poderá ser impedido de entrar no país.

É que mesmo tendo um serviço de saúde pública considerado referência, os hospitais e clínicas de Cuba só atendem gratuitamente quem moram no país – até os cubanos que vivem no exterior precisam de um seguro viagem.

Esta regra é antiga, foi implementada em maio de 2010, como mostra este comunicado, e a estatal responsável pelo controle e oferecimento dos serviços é a Assistur.

Não é qualquer empresa que pode vender seguro viagem para Cuba. É que o governo controla os serviços e tem uma lista com as operadoras aprovadas. Eu sempre oriento comprar com a Seguros Promo, empresa com quem comprei e, por isso, indico.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Veja mais dicas de Cuba

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver mais dicas de Cuba.