Playa Pilar: a praia que foi eleita a mais linda de Cuba por viajantes do mundo todo

Atualizado em 5 de outubro de 2022 – 2 min de leitura

Playa Pilar: a praia mais linda de Cuba

A Playa Pilar é considerada a praia mais linda de Cuba e não é por acaso que ela também está na lista das dez melhores praias do Caribe. Os motivos que levam Pilar a ser consagrada pelos guias de viagem mais famosos do mundo, eu vi antes mesmo de colocar o pé na areia: da passarela que fica logo depois da pista de asfalto, já dá para ver o que nos espera.

Sem muitas ondas, o mar é tingido por tons de azul e verde transparente, e em alguns momentos, a gente tem a impressão de estar em uma piscina aquecida de tão limpa e quentinha que é a água. As dunas de areia clarinha, fina e fofa completam o cenário dos sonhos.

Playa Pilar é assim porque mantem certa distância de hotéis e resorts. Ela fica no extremo norte de Cayo Guillhermo, em uma área protegida chamada Jardines del Rey, e o hotel mais próximo é o  Iberostar Playa Pilar, que pode ser visto no canto direito da praia.

Playa Pilar: a praia mais linda de Cuba

Cayo Guillermo é ligada a outra ilhota, Cayo Coco, por uma rodovia construída sob protesto de ambientalistas. Uma coisa que você vai perceber logo que chegar aqui é que não há uma cidade em Cayo Guillermo, não há cubanos vivendo aqui: eles moram fora da área turística e chegam apenas para trabalhar. Isso faz com que a vida na ilha se resuma às atividades nos resorts e nas praias.

Infraestrutura da praia

A Playa Pilar fica a 250 metros da avenida principal de Cayo Guillermo, onde param os ônibus que percorrem a ilha. A caminhada até a praia é feita em uma passarela suspensa que protege a vegetação de restinga.

Na areia, você pode alugar cadeiras e palapas – camas em barracas de madeira – para repousar, já que não há árvores ou coqueiros para nos oferecer sombra. O aluguel varia de CUP 50 a CUP 250.

Há um restaurante chamado Ranchon Playa Pilar que serve refeições, lanches rápidos e bebidas a um preço justo. O Coco Loco é um bar que serve vários tipos de coquetéis, entre eles o famosos Saoco, feito de água de coco, suco de lima, rum e gelo, servidos no próprio coco.

Aqui, há também uma barraca que aluga equipamentos como esnórquel e caiaques. Eles também organizam a excursão até Cayo Media Luna.

Cayo Media Luna

A pouco mais de um quilômetro da praia, Cayo Media Luna é outra pequena ilha que pode ser visitada durante sua passagem por Cayo Guillermo. Essa praia, que serviu de refúgio do ex-ditador Fulgêncio Batista, tem o mesmo padrão da Playa Pilar e, aqui, você pode alugar caiaques para navegar pelas águas tranquilas enquanto observa o fundo do mar.

As agências que funcionam na maioria dos resortes organizam excursões diárias para cá. A maioria inclui transporte em catamarã, almoço e equipamento de esnórquel e custa CUC 25.

Playa Pilar: a praia mais linda de Cuba

O aluguel da cadeira na sombra das barracas custa CUP 50. Para alugar uma cama, você paga CUP 250 e tem direito a três bebidas. O passeio de catamarã até Cayo Media Luna custa CUP 6.000.

NOTA
Como tem acontecido com vários países ao redor do mundo, Cuba tem registrado uma escalada nos preços de forma geralizada. Em 2021, a inflação registrada no país foi de 70% e, em 2022, tem permanecido irredutível.

Informações Básicas

Visto

Brasileiros precisam de visto para entrar em Cuba, mas é possível obter o visto no aeroporto.

Documentos

É preciso apresentar o passaporte com validade mínima de seis meses e outros documentos obrigatórios.

Dinheiro

Cuba unificou as duas moedas do país em janeiro de 2021, mas o ideal ainda é é levar euros e trocar seu dinheiro em Cuba.

Vacinas

A vacina contra febre amarela é obrigatória e sem o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) você não entra no país.

Informações sobre covid-19

Desde o dia 6 de abril de 2022, Cuba flexibilizou as medidas para o controle de entrada e saída de viajantes estrangeiros. Com isso, não é necessário apresentar certificado de vacinação ou testes negativos para covid-19, independente se você estiver vacinado ou não.

Atualmente, estas são as regras para entrar no país:

  1. Seguro viagem com cobertura para covid-19, exigido de todos os viajantes – faça uma cotação do seguro viagem;
  2. Testes de antígeno (teste rápido) podem ser realizados de forma aleatória e, caso o resultado dê positivo, as autoridades podem sugerir medidas cabíveis, como a quarentena;
  3. Enviar o Formulário de Saúde preenchido até 48 horas antes da chegada ao país;
  4. Certificado de vacinação contra febre amarela (CIVP) – veja como solicitar o CIVP pela internet.

Você pode acompanhar atualizações sobre o controle sanitário no Cuba Travel divulgado pelo governo cubano.

Retorno ao Brasil

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo ou RT-PCR, coletado até das 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

 O seguro viagem para Cuba é obrigatório.  Sem ele, você poderá ser impedido de entrar no país.

É que mesmo tendo um serviço de saúde pública considerado referência, os hospitais e clínicas de Cuba só atendem gratuitamente quem mora no país – até os cubanos que vivem no exterior precisam de um seguro viagem.

→ Veja como comprar o seguro viagem certo para Cuba

Esta regra é antiga, foi implementada em maio de 2010, como mostra este comunicado.

A Seguros Promo é a plataforma que eu sempre uso para comparar os preços do seguro viagem, mas, apesar dela oferecer várias opções de seguro para a América Central, a única seguradora aprovada pelo governo cubano é a Assist Card, e o plano mais indicado é o AC 35 MUNDO COVID-19 (Exceto EUA).

→ Faça uma cotação do seguro viagem

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

INTERNET EM CUBA

Num país onde a imprensa é controlada com mão de ferro pelo governo, o acesso à rede mundial de computadores ainda é precário e está longe de satisfazer nossos desejos de conectividade. Na prática, a internet em Cuba é restrita a poucos pontos onde você pode se conectar. E já adianto: será preciso pagar por isso.

É que, em Cuba, não existe internet de graça, como encontramos em hotéis, restaurantes, cafés e até praças públicas ao redor do mundo. Então, mesmo que exista a rede wi-fi, você precisará pagar pelo cartão que dá acesso à internet.

Os cartões são vendidos nos comércios locais e nas lojas da ETECSA, a empresa estatal de comunicação, e custam entre CUP 12,50 e 125, mas pode ser que você encontre variações nos preços quando comprar os cartões na rua.

Eu vi gente cobrando o equivalente a CUP 70 pelo cartão de uma hora. Há também quem negocie o acesso no mercado paralelo. Nessa modalidade, o cartão de uma hora sai por mais ou menos CUP 25.

velocidade da internet em Cuba não é lá grandes coisas. O grande problema é que, como são poucos, os pontos de internet sem fio vivem cheios. E, como sabemos, o sinal nem sempre fica bom quando há muitas pessoas conectadas a uma mesma rede.

De forma geral, não percebi restrições às redes sociais. O Whatsapp funciona bem, apesar de ser um pouco difícil de enviar e receber arquivos por causa da velocidade da conexão. Instagram e Facebook também demoram um pouco para carregar.

Veja mais dicas de Cuba

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas de Cuba.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

15 Comentários

  1. Ana

    Atualizando: em Cayo Guilhermo, tanto para aluguel de cadeiras e barracas, quanto para o restaurante, não estão aceitando mais pesos cubanos de turistas, embora os valores estejam em pesos. Só aceitam pesos se você for cubano, turista estrangeiro, obrigatoriamente, tem de pagar em dólar, euro ou dólar canadense ou cartão de crédito e eles alegam ser uma determinação do governo cubano, o que achei, no mínimo, estranho, já que os preços estão em pesos e não em MLC.
    O aluguel de uma cadeira está saindo a 5 dólares e o almoço na faixa de 450-600 CUP, o que no cambio oficial, dá em torno de 18-25 dólares/euros.

    Responder
    • Altier Moulin

      Obrigado pelo depoimento, Ana.
      Vou checar esta informação. :/
      Um abraço!

      Responder
  2. Ana

    Atualizando: em Cayo Guilhermo, tanto para aluguel de cadeiras e barracas, quanto para o restaurante, não estão aceitando mais pesos cubanos de turistas, embora os valores estejam em pesos. Só aceitam pesos se você for cubano, turista estrangeiro, obrigatoriamente, tem de pagar em dólar, euro ou dólar canadense ou cartão de crédito e eles alegam ser uma determinação do governo cubano, o que achei, no mínimo, estranho.

    Responder
  3. Vanessa

    Oi!
    Os avioes q fazem esse voo de Havana ate Cayo Coco te parecem seguros ? Sinceramente to com medo desse voo ser feito num “teco-teco” antigo e sem manutenção….
    Vc fez esse voo com qual empresa?
    Grata

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Vanessa.

      São aviões pequenos, mas não são “teco-teco”. Se assemelham com as aeronaves menores da Azul aqui no Brasil.
      eu fui para Cayo Largo del Sur com a Aerogaviotas.

      Um abraço.

      Responder
  4. Deolinda Barros

    Ola bom dia,estou muito indecisa em termos de hotel não sei qual deles a melhor escolha,vou de lua de mel e gostaria de ficar em cayo guilherm mas os comentários são todos negativos,diga me por favor qual a melhor escolha,melia giilhermo ou melia cayo coco ou Iberostar??? Tenho muitas dúvidas

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Deolinda.

      Indico que você fique no Iberostar Playa Pilar.

      Um abraço.

      Responder
  5. vanessa

    Obrigada pela resposta! Você se recorda quanto gastou para voltar de playa Pilar até havana de táxi? Pq olhei q voo ida e volta são 140 euros. Calculei que de ônibus gastaria 100 CUCs ida e volta…mas como a volta não é garantida de ônibus….Fico pensando se não vale a pena ir de avião até Cayo coco e depois pegar um bus de lá até cayo guillermo.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Vanessa.

      Foi EUR 250, mas estava com mais duas pessoas, então compensou.
      O grande problema de Cuba é o transporte, porque não há informações online e as empresas raramente vendem pela internet. Isso nos atrapalha muito.

      Um agraço.

      Responder
  6. Vanessa

    Oi altier, pesquisei um monte e não acho informação. Tem como ir de varadero conhecer a playa pilar? Ou obrigatoriamente tenho que voltar pra havana? Obrigada.

    Responder
  7. Carmem

    Olaaa!!Vou me hospedar em varadeiro por 6 dias ,é possível conhecer Cayo ?

    Responder
  8. Bianca

    Olá Altier tudo bem?
    Estamos planejando uma passagem de 5 dias por Cuba agora em maio. Ficaremos 2 dias em Havana e estou muito na dúvida entre ir para Varadero (a vantagem é que é beeem mais perto) ou Cayo Guillermo/Coco (longe, mas sonho conhecer), pois temos pouco tempo.
    Você acha que Varadero perde muito para os Cayos, em termos de beleza?
    Muitíssimo obrigada pelas dicas!
    Bianca

    Responder
    • Altier Moulin

      Sem dúvida, Varadero, Bianca.
      O pouco tempo pode fazer com que você não aproveite muito a viagem.
      É a minha sugestão.

      Um abraço.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *