Viagem à Colômbia: informações essenciais

4

Atualizado em 15 de agosto de 2018

Terra de águas caribenhas, durante a sua viagem à Colômbia você descobrirá que esse país é muito mais que o lugar onde Pablo Escobar construiu seu império do narcotráfico ou onde Shakira nasceu. Aqui, o povo exibe uma cultura efervescente, e você, com certeza, vai querer voltar.

Aqui, dá para explorar diversos aspectos do turismo. É possível mergulhar, literalmente, na maravilhosa ilha de San Andrés, ou caminhar pelas ruas coloridas de Cartagena. O país inteiro respira história e cultura, exibe traços do passado com orgulho e constrói um futuro melhor.

Uma viagem à Colômbia irá render muitas lembranças maravilhosas. Conhecer o povo colombiano será uma experiência incrível e você vai compreender o esforço genuíno que eles fazem para se distanciar do passado sombrio do narcotráfico e da guerrilha, enquanto mostram as riquezas do país.

Viagem a Colombia Informações Essenciais

O céu quase sempre cinzento de Bogotá.

Viagem a Colombia Informações Essenciais

Os tons de azul do mar caribenho em San Andres.

Viagem a Colombia Informações Essenciais

Não perca o pôr do sol no Café del Mar.

Informações essenciais

Visto | Brasileiros não precisam de visto para entrar no país e podem permanecer por até 180 dias.

Documentos | É necessário apresentar o passaporte ou a carteira de identidade, desde que tenha sido emitida há menos de dez anos e que esteja em bom estado de conservação.

O seguro viagem não é obrigatório, mas sempre recomendado. Se você tem um plano de saúde no Brasil, mas se ele não cobre gastos médicos no exterior, é importante contar com um seguro de viagem que cubra eventuais gastos de saúde durante sua viagem à Colômbia. Veja como comprar seu seguro viagem com desconto.

Vacinas | A partir de abril deste ano, a Colômbia passou a exigir dos brasileiros o comprovante de vacinação contra a febre amarela. Nenhuma outra vacina é exigida. Veja mais em: Colômbia passa a exigir vacina contra febre amarela.

Viagem a Colombia Informações Essenciais

Dinheiro | O dinheiro local é o Peso Colombiano, identificado pela sigla COP. Não é necessário sair do Brasil levando pesos colombianos. Se você tentou trocar, já deve ter percebido que não é fácil encontrar COP nas casas de câmbio.

É aconselhável que você leve dólares, mas também dá para usar reais para trocar pela moeda local nas casas de câmbio localizadas em aeroportos, hotéis ou no banco de sua preferência. Você pode ter mais informações lendo Dinheiro na Colômbia: câmbio, saques e taxas.

Fuso horário | Duas horas a menos que o horário oficial de Brasília.

Língua | O espanhol é a língua oficial do país, porém, há registros de outras 72 línguas e dialetos locais falados regionalmente. Brasileiros, contando com a boa vontade dos colombianos, se comunicam bem com o portunhol.

Clima | O clima na Colômbia é equatorial e as temperaturas são constantes quase o ano inteiro. Aqui, as variações no termômetro não são determinadas pelas estações do ano, e sim pela altitude em relação ao nível do mar. Quanto maior a altitude, mais baixa é a temperatura. Em nível do mar, os termômetros marcam em média 30 graus.

A temporada de chuva, que seria o inverno, acontece de abril a junho e depois de setembro a novembro. Enquanto a temporada seca, o verão, vai de novembro a março e depois de julho a agosto. É na época de seca que você consegue fazer mais passeios pelo país.

Para se informar melhor, leia Clima na Colômbia: a melhor época de cada cidade.

Viagem a Colombia Informações Essenciais

Calí é quente, praticamente, o ano inteiro.

Em Bogotá, o clima varia muito durante o dia.

Segurança e Saúde

Saúde | Não há atendimento médico de emergência gratuito aos estrangeiros, a não ser que você tenha um plano de saúde particular que opere em territórios internacionais, por isso, para sua viagem à Colômbia, é muito importante que você tenha um seguro viagem.

As grandes cidades da Colômbia têm clínicas e hospitais modernos. Em Bogotá, você pode até encontrar médicos que falam ou entendem português. A qualidade do serviço pode variar de acordo com a região, principalmente fora dos centros urbanos.

Segurança | As grandes cidades colombianas Bogotá, Medellín, Cartagena e Cali, são, em geral, seguras. Os cuidados básicos que você deve tomar aqui são os mesmos que em qualquer outra cidade latino-americana. Durante a sua viagem à Colômbia, fique sempre de olho nos pertences, evitando furtos e roubos.

Terrorismo | Ameaças de ataques terroristas são praticamente inexistentes na Colômbia.

Drogas | O país está atuando fortemente contra a produção de cocaína, por isso, a polícia colombiana fica alerta a todo o momento e age rápido – e às vezes violentamente – diante de qualquer suspeita envolvendo maconha ou cocaína, tanto por porte ou uso. As duas drogas são ilegais aqui.

Vida gay | O turismo para o público GLBT na Colômbia, principalmente Bogotá, tem recebido investimentos. O país tem buscado evoluir com práticas amigáveis, transformando este público em um segmento que gere lucro para as regiões. Resultado desse esforço foi receber o prêmio de destino emergente GLBT na Feira Internacional de Turismo de Madrid, em 2017.

Ao longo dos anos, o país tem reafirmado sua posição como um dos mais avançados da América Latina no que diz respeito aos direitos de gays e lésbicas. Desde 2011, a homofobia é considerada crime, e, em 2015, o governo facilitou o processo legal de mudança de gênero. No ano passado, o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi aprovado pela Corte Constitucional.

Apesar de ter os direitos preservados, não é comum ver manifestações de carinho entre casais gays em locais públicos.

Comida | Durante a sua viagem à Colômbia, a gastronomia será um turismo a parte. A história deste país contribuiu para enriquecer a culinária daqui, resultando em uma mistura de hábitos indígenas com tradições dos colonizadores. Além disso, a própria geografia do país influenciou, já que uma parte fica voltada para o oceano Pacífico, outra para o Atlântico e outra para a Amazônia. Isso sem contar a diferença de altitude, que altera o clima e também os sabores. Sabendo disso já dá para perceber que estamos falando de algo diversificado e exótico.

Prato típico de vários países latino americanos, a ajiaco é uma sopa que tem de tudo. Na receita colombiana, a tradicional leva milho, frango, alcaparras e batata.

Não deixe de provar o arroz con coco, muito popular na região do Caribe. Trata-se do arroz que já conhecemos feito com leite natural de coco e, para um charme extra, é geralmente servido dentro do próprio coco. Um ótimo acompanhamento para este prato são as tradicionais patacones, pedacinhos fritos de banana da terra, muito crocantes.

Não poderia deixar de mencionar o famoso café colombiano. O café não é, de fato, um prato típico, mas você não pode sair do país sem provar o que é considerado o melhor do mundo para muitos especialistas. Melhor até que o nosso.

Viagem a Colômbia Informações Essenciais

Filé de peixe, arroz con coco e banana frita, prato típico colombiano.

Hospedagem | A escolha de hospedagem na Colômbia vai depender da cidade onde você ficar. Independentemente disso, existem opções para todos os gostos e bolsos. Em Bogotá, por exemplo, as áreas mais interessantes para se hospedar são a Candelária, onde está o centro histórico, e a Zona Norte. Você pode saber de mais detalhes lendo Onde se hospedar em Bogotá.

Em Cartagena, cidade muito procurada pelos turistas, eu recomendo ficar hospedado dentro da Cidade Murada, absorvendo todo o charme da região.

Energia elétrica | A tensão elétrica na Colômbia é de 110V e as tomadas são, em geral, de dois pinos chatos, então para sua viagem à Colômbia, não se esqueça de levar um adaptador.

Internet | A maioria dos lugares, como hotéis, cafés e restaurantes, tem internet sem fio disponível para uso, o que é muito cômodo.

Transporte público

Aeroportos | A Colômbia é servida por 12 aeroportos internacionais. O mais importante do país é o Aeroporto Internacional El Dorado (BOG), que fica em Bogotá, a 15 quilômetros do centro da cidade. Aqui, a maior parte dos voos internacionais é operada pela Avianca, companhia aérea da Colômbia. As outras companhias mais importantes são LatamCopa AirlinesViva ColombiaEasyFlySatena e ADA.

Grandes e importantes cidades do país, como Cartagena, Medellin e Cáli, também têm aeroportos internacionais. Do Brasil, será preciso fazer escala em Bogotá.

Para comprar uma passagem nos voos nacionais talvez você precise ir ao escritório da companhia aérea, já que nem todas aceitam cartões de crédito internacionais para compra de passagens online.

Viva Colômbia, a low cost do país.

Ônibus | O bom de viajar de ônibus na Colômbia é que, mesmo que você decida de última hora, tudo é absolutamente possível. Quando quiser e para onde quiser, sempre dá para gente ir de ônibus. E isso, geralmente, é descomplicado e barato. Em sua maioria, os ônibus colombianos são modernos e guiados por dois motoristas que se revezam nas viagens mais longas. Os veículos têm ar-condicionado, banheiro e alguns têm ainda internet e sistema de entretenimento a bordo.

As principais empresas de ônibus da Colômbia são Expresso Brasilia e Expreso Bolivariano. A Movil Tours faz rotas internacionais para o país.

Transporte público | O ônibus Transmilenio é o principal meio de transporte público de Bogotá. Trata-se de um sistema de ônibus articulados e corredores exclusivos, com estações de parada próprias. A cidade não tem metrô subterrâneo. Para trajetos de curta distância, ônibus comuns são mais utilizados e pertencem a várias empresas diferentes, podendo variar na qualidade do serviço. Não há cobrador, por isso, você paga direto ao motorista.

Em Bogotá, todos os táxis usam taxímetro. No norte do país, é possível negociar a tarifa com o motorista, mas isso pode sair mais caro, já que para turistas quase sempre o preço é mais salgado. De qualquer forma, não se esqueça de perguntar o valor antes de embarcar e verifique se o taxista ligou o taxímetro assim que a corrida começar.

Ônibus colombiano. Foto: Divulgação.

Aluguel de carro | Brasileiros podem viajar pela Colômbia de carro usando a Carteira Nacional de Habilitação, mas ela deve ser apresentada juntamente com um documento de identificação, que nesse caso pode ser sua carteira de identidade ou seu passaporte. É necessário, também, apresentar o documento original do veículo.

Para transitar pelas rodovias e cidades colombianas, é obrigatória a contratação do seguro automotivo – chamado de Carta Verde e também identificado pela sigla SOAT.

Viagem à Colômbia

Veja todas as dicas para sua viagem à Colômbia. Clicando sobre cada item abaixo, você terá informações detalhadas de todas as atividades que fiz em cada uma das cidades que visitei.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

4 Comentários

  1. Avatar

    Nossa, que trabalho caprichado… quantas informações importantes. Parabéns e Obrigada!
    Irei em breve e estou me sentindo mais tranquila após conhecer bem por aqui.

Escreva um comentário