Dinheiro na Colômbia: câmbio, saques, taxas e outras dicas para sua viagem

Atualizado em 5 de outubro de 2022 – 4 min de leitura

Dinheiro na Colômbia

Chegou a hora de planejar aquela tão sonhada viagem e as incertezas já começaram a bater, né? Para você não ficar com dúvida, eu reuni todas as informações de como levar e usar seu dinheiro na Colômbia .

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

Dinheiro na Colômbia

A primeira coisa que você precisa saber é que o peso colombiano é a moeda oficial da Colômbia – nos meus artigos, todos os preços estão em COP, a sigla da moeda local.

No país circulam, atualmente, notas de 1.000, 2.000, 5.000, 10.000, 20.000 e 50.000; e moedas de 50, 100, 200, 500 e 1.000 pesos colombianos. É sempre bom andar com notas menores e moedas para facilitar o troco.

É altamente aconselhável levar dólares e trocar pela moeda local nas casas de câmbio localizadas em aeroportos e hotéis, ou no banco de sua preferência. Evite trocar moeda na rua.

Entrada no país

Na chegada ao país, se estiver transportando um montante igual ou superior a USD 10.000, ou o equivalente em outras moedas, você deverá informar isso. Se não declarar a entrada da moeda estrangeira ou fizer declarações falsas, incompletas ou equivocadas, as autoridades poderão reter os valores e impor sanções cambiais.

Se você ainda não sabe, toda a ilha de San Andrés é livre de impostos e muitas lojas aceitam dólar para pagamento. Diferentemente do que vi em Bogotá, não há como trocar reais por pesos colombianos na ilha.

É muito importante saber que, antes de embarcar para San Andrés, é preciso comprar a tarjeta de turismo. Ela nada mais é do que uma taxa turística e custa COP 105.000 – este preço é determinado pelo Governo de San Andrés.

Você pode comprar a tarjeta de turismo no aeroporto, no guichê da companhia aérea – tanto no Brasil quanto na chegada à Colômbia –, mas o pagamento deve ser feito exclusivamente em dinheiro.

Eu sugiro comprar na Colômbia, porque sei de companhias aéreas cobrando USD 40 pelo boleto em outros países – não vou dizer que é a Copa Airlines, ok?

A tarjeta de turismo não é obrigatória para quem for permanecer na ilha por menos de 24 horas nem para crianças de até sete anos.

Ao chegar a San Andrés, é preciso fazer um novo processo de imigração, apresentando o passaporte – ou sua carteira de identidade –, a tarjeta de turismo e as passagens de ida e volta.

Isso é necessário porque há um controle populacional na ilha e todo mundo que entra, estrangeiro ou colombiano, deve fazer o mesmo processo.

Câmbio

Não é necessário sair do Brasil levando pesos colombianos. Se você tentou trocar, já deve ter percebido que não é fácil encontrar COP nas casas de câmbio.

É aconselhável que você leve dólares, mas também dá para usar reais para trocar pela moeda local nas casas de câmbio localizadas em aeroportos, hotéis ou no banco de sua preferência.

Trocar moeda na rua não é um bom negócio por três razões: nem sempre o câmbio é justo, há chances de você receber notas falsas e a segurança não é das melhores.

Caixas eletrônicos

Muita gente me pergunta como eu faço para levar dinheiro quando viajo, e foi por isso que escrevi este artigo. Quando planejo minha viagem, eu não me preocupo muito em como vou fazer com a grana.

Claro, eu faço meu orçamento e planejo tudo – tudo mesmo –, mas a forma como vou gastar é quase sempre a mesma: eu levo meu cartão de crédito/débito internacional, ligado à minha conta corrente, e faço saques nos caixas eletrônicos na moeda local.

Dinheiro na Colômbia

É fácil sacar dinheiro na Colômbia. As principais cidades têm caixas eletrônicos nas ruas e nos comércios. Em sua maioria, esses equipamentos funcionam 24 horas e têm opção para o idioma inglês. Não custa lembrar que você não deve entregar seu cartão a estranhos nem revelar sua senha.

Raramente, eu uso o cartão de crédito. Eu prefiro débito, porque pago o câmbio do dia, além das taxas normalmente aplicadas a essas transações.

Cartões de crédito e débito

As principais cidades têm caixas eletrônicos nas ruas e nos comércios. Em sua maioria, esses equipamentos funcionam 24 horas e têm opção para o idioma inglês – além do espanhol.

Não custa lembrar que você não deve entregar seu cartão a estranhos nem revelar sua senha.

A maior parte dos hotéis, restaurantes e estabelecimentos comerciais aceita cartões de crédito das bandeiras Visa e Mastercard. Alguns lugares recebem, também, American Express e Diners Club.

Embora o uso de cartões de crédito seja comum, em cidades menores eles podem ser recusados.

A maioria das grandes lojas, supermercados, hotéis e restaurantes oferece a modalidade de pagamento com cartão de débito.

Lembre-se que para usar o seu cartão de crédito ou débito na Colômbia ele precisa ser internacional e estar desbloqueado para uso no exterior. Você pode fazer a solicitação diretamente no seu banco ou pelo aplicativo do celular.

Independentemente de você planejar usar ou não o seu cartão, desbloqueie-o para uso no exterior antes de sair do Brasil. No caso de uma emergência, ele poderá ser útil. A mesma regra vale para seu cartão de débito.

Os gastos feitos com cartão de crédito em pesos colombianos são convertidos para o dólar turismo – na maioria dos cartões – e reconvertidos para o real no dia do fechamento de sua fatura. É isso que pode fazer a sua conta dobrar caso haja uma forte variação no preço do dólar.

Impostos e tarifas

Desde 2013, todos os gastos feitos no exterior pagam 6,38% de IOF – Imposto sobre Operações Financeiras –, independentemente da forma como você gasta: cartões de crédito, débito ou pré-pago. Nada foge da mordida do leão.

Além desse percentual cobrado pelo governo brasileiro, há a taxa cambial cobrada pelas casas de câmbio. Isso fica praticamente implícito, já que elas não obedecem ao câmbio oficial – aquele que vemos nos jornais e no site do Banco Central.

De uma forma simples, essa diferença representa o lucro das agências que fazem a troca de moedas.

Se você escolher sacar dinheiro na Colômbia, é preciso pagar uma tarifa a cada saque.

O valor cobrado varia de acordo com o banco, então você pode fazer uma verificação antes de confirmar o saque.

Para você ter uma ideia de como isso varia, o Banco de Bogotá cobra cerca de COP 15.000 de tarifa, já o Servbanc tem uma taxa de COP 8.500.

Eu faço assim: calculo quanto vou precisar de dinheiro na Colômbia, por exemplo, e saco um valor maior, evitando fazer saques diários em quantias menores. Lembre-se que a taxa de saque é cobrada por operação, independentemente do valor.

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Colômbia. O prazo máximo de permanência no país é de 90 dias, podendo ser prorrogado por mais 90 dias.

Documentos

Você pode viajar com o passaporte, que tenha validade de seis meses, ou com a carteira de identidade, desde que ela tenha sido emitida há menos de dez anos.

Dinheiro

A moeda local é o peso colombiano, identificado pela sigla COP. Para sua viagem, leve dólares e troque nas casas de câmbio.

Vacinas

A vacinação contra febre amarela é obrigatória. Veja como emitir o Certificado Internacional de Vacinação.

Informações sobre covid-19

Desde que reabriu suas fronteiras, o Colômbia adotou várias medidas de prevenção e controle dos casos de covid-19. Isso significa que é preciso cumprir alguns requisitos sanitários e legais para entrar no país.

De forma geral, os documentos exigidos para a entrada de brasileiros – além dos já citados acima – são os seguintes:

  1. Comprovante de vacinação contra covid-19 com esquema vacinal completo, com a última vacina aplicada há, pelo menos, quatorze dias – exigido apenas de viajantes vacinados maiores de 18 anos – veja como emitir o comprovante nacional e internacional;
  2. Resultado negativo de teste RT-PCR feito há, no máximo, 72 horas antes do embarque, ou de antígeno (teste rápido) feito, no máximo, 48 horas antes do embarque – exigido apenas de viajantes não vacinados maiores de 18 anos;
  3. Formulário Check-Mig preenchido e enviado eletronicamente entre 72h e 1h antes da chegada à Colômbia – exigido de todos os viajantes – veja como preencher o Check-Mig;
  4. Certificado de vacinação contra febre amarela (CIVP) – veja como solicitar o CIVP pela internet.
FORMULÁRIO CHECK-MIG

O Check-Mig é um formulário online que serve como uma declaração de saúde obrigatória para qualquer pessoa que deseja viajar para a Colômbia. Ele deve ser preenchido tanto para entrada quanto na saída do país.

O formulário funciona como uma medida de segurança durante a pandemia covid-19, tornando mais fácil para as autoridades colombianas rastrear possíveis casos e entrar em contato com viajantes infectados.

O formulário deve ser preenchida dentro de um período de 72 horas a 1h antes de atravessar a fronteira colombiana, a partir do site Migración Colombia e pelo aplicativo disponível na Play Store e na App Store.

→ Como preencher o Check-Mig

Você pode acompanhar atualizações no site do Governo da Colômbia.

RETORNO AO BRASIL

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

Apesar de não ser obrigatório,  viajar sem o seguro viagem durante a pandemia não é uma boa ideia.  Ainda que você esteja com o esquema vacinal completo, é bom saber que terá atendimento médico e hospitalar na hora que precisar.

Além disso, o preço do seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele também garante que você estará amparado em situações como cancelamento da viagem, extravio de bagagem e muitas outras.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para comparar valores antes de fazer a compra. Eles têm um suporte muito eficiente e preços sempre muito bons.

CARTEIRA DE IDENTIDADE

Viajantes de países que fazem parte do Mercosul ou que são associados ao bloco podem viajar usando apenas a carteira de identidade.

Isso foi possível por causa de um acordo, assinado em 2008, que reconhece a validade dos documentos de identificação pessoal de cada país como documento de viagem válido para Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai, Venezuela (suspenso temporariamente), Bolívia (em processo de adesão), Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Peru e Suriname.

Embora a carteira de identidade não tenha prazo de validade por lei, as companhias aéreas podem negar identidades emitidas há mais de dez anos, por medida de segurança contra fraudes.

Havendo dúvida quanto ao estado de conservação, quanto à fotografia ou quanto à data de emissão da identidade, a empresa aérea deve ser consultada com antecedência, evitando transtornos no dia embarque.

É muito importante saber que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e carteiras de identificação emitidas por órgãos de classe, como OAB e CRM, por exemplo, não são aceitas.

A certidão de nascimento também não é válida como documento de identificação. Portanto, crianças e adolescentes devem apresentar a carteira de identidade ou o passaporte para viajar.

Nos casos em que o motivo da viagem é diferente de turismo – trabalho, estudo, residência, etc. –, a carteira de identidade não será suficiente, sendo obrigatório apresentar o passaporte válido e visto específico, se for o caso.

Veja mais sobre a Colômbia

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas da Colômbia.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

94 Comentários

  1. Altair

    Dicas sobre barranquilla

    Responder
    • Altier Moulin

      Não tenho, Altair.
      Um abraço!

      Responder
  2. Línivi

    Olá, voce saberia me dizer se o cartao Wise é aceito normalmente na função debito na colombia, e se é possivel manter meu saldo em reais e ele fazer a conversao para COP automaticamente? Bem como fazer saques debitando da minha conta em BRL. Ou será necessario fazer conversao para Dolar para aceitar a função debito

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Línivi.
      Você precisa verificar se seu cartão é internacional. Se for internacional, vc precisa liberar o uso no exterior diretamente no banco/operadora do cartão.
      Os cartões da bandeira Master Card e Visa são bem aceitos na Colômbia. Acredito que o seu seja de uma delas, mesmo que emitido pela Wise.
      Se for tudo assim, você poderá usar a função débito sem precisar converter para dólar, ou seja, sem fazer a troca da moeda.
      Um abraço!

      Responder
    • Elaine Melo

      Olá Altier
      Obrigada pelas dicas!
      Estou indo para Colômbia em outubro e seu post foi muito útil!

      Responder
      • Altier Moulin

        Obrigado, Elaine.
        Um abraço!

        Responder
  3. Elifas

    Uma duvida, vou para colombia e vou levar um cartão da bs2
    quando for passar o cartão na maquininha o valor estará em dolar ou peso colombiano ?

    pq se estiver em peso colombiano, ele faz a conversão automaticamente?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Elifaz.
      Você sempre vai sacar na moeda local, mesmo que o saldo esteja em dólares.
      Se o cartão for carregado em dólares, o saldo estará em dólares.
      Um abraço.

      Responder
      • Zenildo

        Não consegui localizar a instituição Serv banc que você citou no texto. O nome da instituição está correta ?

        Responder
        • Altier Moulin

          Sim, Zenildo.
          Um abraço.

          Responder
        • Carolina

          Olá, essa taxa para ser paga no aeroporto de Cartagena, pode ser paga em USD ou apenas em pesos?

          Responder
          • Altier Moulin

            Oi, Carolina.
            Acho que você quis dizer San Andrés, né?
            Pode ser em dólares também.
            Um abraço.

  4. Emanuele König

    Boa tarde! Em Julho farei um intercâmbio de 4 meses em Bogotá. Como posso fazer para que minha família me mande dinheiro daqui e eu possa sacar lá? Me informei com o Banco Itaú, e, abrindo uma conta aqui, a informação é a de que não posso sacar no Itaú de lá. Mas não gostaria de levar muito dinheiro vivo comigo, visto que é muito perigoso.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oim Emanuele.

      O jeito mas simples é ir em uma casa de câmbio e fazer um cartão pré-pago. Daí você pode depositar um valor inicial e, sempre que precisa, sua família pode depositar mais dinheiro.
      É muito simples e sem burocracia.

      Um abraço.

      Responder
  5. NAGILLA DOS SANTOS SOUZA

    Alter, boa noite!
    Estou planejando uma viagem a San Andres para julho/2018 acontece que procurei algumas agências da minha cidade para fazer pacote, e diferente de todos os seus post ficou muitoooo CARO. Em se tratando que li todos eles em que vc fala da colombia/San Andres.
    Minha pergunta é, quando vc vai, vai por conta ou procura fazer pacote de viagem? E se eu optar em ir por conta, vc acha que será muito difícil e ‘burocrático’ me entender no país. Vamos o casal, vc acha que conseguimos nos virar lá (nunca viajamos para fora do Brasil ) por isso a pergunta!
    Do aeroporto a San Andres tem sempre alguém a nos auxiliar de como chegar a ilha e o que devemos fazer antes de ir? O que vc acha?
    Os pacotes não me convém no momento:-/ pior que fica um valor salgado por conta dos hotéis que escolhem o melhor e pra mim tanto faz o hotel pois quero ir para conhecer o local e outra…. só iremos para dormir msm rsrs
    Desde já agradeço

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Nagilla.

      Vamos lá:

      1. Realmente, os pacotes ficam bem mais caros do que quando você faz tudo de forma independente.
      2. Todos os relatos de San Andrés são para quem quer viajar sem agência, de forma independente. Por isso os preços mais baixos.
      3. Para viajar assim, você precisa estar bem informada e ter tranquilidade para lidar com imprevistos. Isso tudo é recompensado pelos reais a menos que gastará.
      4. Não haverá ninguém no aeroporto esperando por vocês. Como disse, vocês terão que resolver tudo sozinha. Leve os comprovantes de hotel, passagem e qualquer outra coisa impressos. Isso ajuda muito.

      A primeira vez é mesmo mais difícil, mas tenho certeza de que vocês conseguirão.

      Um abraço.

      Responder
      • Rosângela

        Oi meu nome é Rosângela. Sou brasileira e mora na Colômbia. Estou passando férias no Brasil, vc sabe qual é a forma mais fácil de se movimentar a moeda peso para o Brasil?

        Responder
        • Altier Moulin

          Oi, Rosângela.

          Você deve trocar em uma casa de câmbio.

          Um abraço.

          Responder
    • Claudia

      Oi, você pode ajudar por favor como faço para fazer um saque na caixa eletrônica na Colômbia. Quales são os passos. Muito obrigada

      Responder
      • Altier Moulin

        Oi, Claudia.
        Primeiro você precisa estar com seu cartão de crédito ou débito desbloqueado.
        Depois de inserir o cartão na máquina, ele vai pedir que você selecione o idioma.
        Geralmente, é português e espanhol, mas pode ser que você encontre a opção português também.
        Aí e só seguir as orientações na tela, da mesma forma que fazermos para sacar dinheiro no Brasil.
        Um abraço.

        Responder
  6. Arlete Carvalho

    Ola Altier, estou querendo ir para Cartagena/San Andres em março e gostaria de saber se posso levar todo meu dinheiro em real e fazer a troca por pesos no aeroporto? não queria usar dolar e nao tenho cartão internacional. A proposito consigo pagar a hospedagem aqui do Brasil com cartões nacionais? obrigada

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Arlete.

      O real pode não ser aceito com facilidade. Não recomendo.

      Um abraço.

      Responder
  7. Jonatas Teixeira

    Acabei de voltar de Bogotá, a melhor taxa foi sacar no Banco Itau, tem poucas agências, vi umas 3 somente, uma delas fica no Centro Comercial Andino na Zona Rosa, deu 800 pesos por Real, já contando a taxa de saque, IOF e fazendo o valor máximo permitido que é 780.000 pesos, a tx é de 12.000 pesos. Fiz 2 saques, o senão foi que em um deles veio uma nota falsa de 50.000, como foi a nota mais alta, não tem como eu ter recebido de troco, saiu do banco mesmo. Agora estou tentando resolver isso aqui do Brasil, já que eu só descobri no aeroporto na volta, quando fui pagar parte da compra no free shop com o restante de pesos. Para efeito de comparação pagavam 670 pesos por Real no aeroporto, e 2630 por dólar, troquei só 100 dólares lá para táxi e primeiros gastos, o 50.000 falso não veio daqui, já tinha acabado quando eu fui sacar no Itau.

    Responder
    • Altier Moulin

      Obrigado por seu depoimento, Jonatas.
      Que tenso esse fato da nota falsa. Desejo boa sorte!

      Um abraço.

      Responder
  8. Jeferson

    Ola estou indo para colombia no mes que vem e tenho umas duvidas, voce sabe me informa se para trocar dinheiro na casa de cambio do aereporto em bogota precisa do passaporte? E que vou viajar com meu rg nao da mais tempo de tirar o passaporte!

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Jeferson.

      O documento exigido para fazer o câmbio é o seu documento de viagem válido, logo a carteira de identidade deve ser aceita sim.
      Lembre-se de que ela deve ter sido emitida há menos de dez anos e estar em bom estado de conservação.

      Um abraço.

      Responder
  9. Fernanda

    Altier, boa tarde!

    Vou ficar 4 dias em San Andres e 4 em catargena.
    Estou em dúvida em levar dolares ou já compro o peso colombiano aqui?
    Ou uso cartão de débito lá.

    o que vc acha?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Fernanda.

      As três opções são válidas.
      Quer uma sugestão: leve uma quantia em peso ou dólar, o que achar mais vantajoso, e use o que faltar no débito. 😉

      Um abraço.

      Responder
  10. Mithiele

    Olá,
    Vou fazer conexão em Bogotá e depois ir pra San Andres.
    Vale a pena trocar reais por pesos no aeroporto em Bogota?
    Ou é melhor levar em dolares e trocar na ilha?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Mithele.

      Eu levaria dólares pela certeza de que vai ser aceito em qualquer lugar.

      Um abraço.

      Responder
  11. Ana

    Muito boa as dicas adorei!
    Em setembro estou indo pra lá pensei em levar dólares e trocar lá por peso acha que vale a pena já que Real não troca e não gostaria de usar o cartão para saque, só em caso de emergência!

    Responder
  12. Gabriela

    Olá Altier. Estou planejando uma viagem para San Andres. Gostaria de saber se o melhor a fazer é trocar o real para o COP aqui no brasil mesmo, ou sacar o dinheiro la? E se optar por nao usar cartoes, e sim levar o dinheiro, é melhor levar tudo em COP ou uma parte em COP e a outra em dolar ou real?
    Desde ja agradeco.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Gabriela.

      Cada forma tem seus pontos positivos e negativos. Você precisa olhar cada um deles e avaliar. Eu sempre levo um pouco de dinheiro (dólar) e o restante saco nos cartões, se precisar.

      Um abraço.

      Responder
  13. Alana

    Bom Dia! Irei na próxima semana para Bogotá e chegarei por volta das 5 horas da manhã, será que estará aberta a casa de cambio???? pretendo trocar uma determinada quantia de dólar por peso? Compensa mais do que o real? Aguardo Obrigada

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Alana. Sim, você deve conseguir fazer a troca nesse horário. Geralmente o dólar compensa mais.

      Um abraço.

      Responder
  14. Ana Kelly

    Achei interessante compartilhar essa informação.

    Para usar o cartão do Banco do Brasil, na Colômbia, é necessário, além de habilitar para uso o exterior cadastrar um filtro de exceção. Conforme texto abaixo, recortado da página do Banco do Brasil.

    “Vou viajar para o exterior. Necessito realizar algum procedimento, além de habilitar o cartão para uso no exterior?
    R: Além de habilitar o uso no exterior, se seu destino serão os países Peru, Paraguai ou Colômbia, será necessário solicitar a sua agência de relacionamento que cadastre um “filtro de exceção” para utilização nos países.”

    Responder
    • Altier Moulin

      Obrigado, Ana.

      Responder
  15. Pedro Paulo

    Boa tarde, Altier

    Uma duvida,estou indo para San Andres e depois cartagena seria melhor levar reais para trocar na ilha ou em Bogota ou levar do Brasil o COP?
    E em qual lugar seria com menor taxa,voce sabe?

    Desde ja obrigado

    Responder
    • Altier Moulin

      Leve dólares e troque em Bogotá, Pedro.

      Responder
  16. Karen Jiane

    Boa tarde, Altier
    Estou embarcando para Colômbia dia 20/dez e tenho três perguntas:
    – Independente do banco que utilizo no Brasil (Itaú, Santander, BB, Caixa) eu conseguirei realizar saques com meu cartão de débito?
    – Os saques podem ser realizados em qualquer caixa automático, de qualquer banco Colombiano?
    – A cada saque eu tenho que pagar a taxa estipulada pelo banco mais o IOF sobre o valor retirado, ou há mais alguma outra tarifa?
    Muito obrigada!

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Karen.

      Sim, desde que seus cartões estejam vinculados a uma das bandeiras internacionais, como Visa ou Master, por exemplo. Mesmo que seja cartão de débito.
      Sim, podem ser feitos em qualquer caixa, desde que eles estejam associados a uma das bandeiras, como expliquei acima.
      Sim, tem que pagar a tarifa mais o IOF.

      Um abraço.

      Responder
      • Karen Jiane

        Muito obrigada pelo retorno, Altier!
        Um abraço e ótimo final de ano.

        Responder
  17. Kaká-RJ

    Querido Altier!

    Boa tarde!!

    Tenho que primeiramente parabenizar sua paciência e ajuda em responder tantos posts! Perdoe-me se for repetitiva, confesso que fiz uma leitura dinâmica só das perguntas e acho que não vi a minha bat dúvida rs!
    Estou indo agora passar natal e ano novo na Colômbia (San Andres e Cartagena). Partiremos do Rio para San Andres com escala em pernoite em Bogotá. Queria muito saber se vc avalia melhor trocar em real no câmbio do aeroporto e pelo que vi só um tem uma taxa melhor né. Chegaremos às 19h, espero que esteja aberto pois antes das 8 da manhã embarcaremos. Tinha visto que era melhor trocar logo do aeroporto no Rio, o Banco Safra. Vc saberia dizer?? Seguiremos depois para o ano novo em Cartagena, acredito que já ter trocado em Bogotá seja melhor- ou não? NO CASO a outra dpuvida importante é o saque. Pelo que entendi vc estará pagando o IOF do mesmo jeito né? VC considera melhor para não ficar com muito dinheiro de uma vez pelo que entendi…A gente até preferiria usar o crédito para somar milhagem (estamos indo de milhagem por alar nisso), mas realmente o dólar pode surtar nese ínterim…ENFIM então talvez pagar no débito do cartão itaú que é o mesmo do CC seja melhor né? Sái direto da conta corrente e a gente paga…sem precisar sacar e tals…

    Muitas questões rs. MAS se puder, diga-me por favor de vc considera o câmbio em Bogotá melhor que o banco Safra no galeão, caso saiba disso é claro. E legal saber que é melhor levar em reais!
    Vou ler seus outros posts de San ANdres e Cartagena!!!

    Obrigada desde já, abraços fraternos!
    Kaká

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Kaká,

      Sim, são muitas dúvidas e a maioria delas eu explico no texto.
      Dá para fazer o câmbio no banco Safra, mas eles cobram uma taxa operacional bem alta. Então, só compensa se for converter quantias maiores.
      Eu uso o saque no cartão de débito por que me sinto mais confortável e seguro, mesmo pagando a mais por isso. É uma opção minha.
      Você pode também usar o cartão de crédito, porque recentemente o governo mudou a regra e o valor do dólar cobrado na fatura do cartão deve ser o da data da compra, e não mais o da data de fechamento da fatura. Veja: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/11/1834948-fatura-do-cartao-de-credito-pode-vir-com-taxa-de-cambio-do-dia-da-compra.shtml
      Só não esqueça de consultar sua operadora do cartão antes de viajar.

      Um abraço.

      Responder
  18. Aline Correa

    Bom dia Altier, adorei seus artigos sobre San Andrés, me esclareceu muitas dúvidas, mas ainda sobre o dinheiro estou meio confusa, ano que vem irei passar minha lua de mel lá e estamos pensando em ir sem contratar agência, por ser mais barato também, e a dúvida seria: só tenho conta poupança da caixa, intaum iremos ter q sacar a quantia para gastar lá certo, mas como não é seguro ir com muito dinheiro em mãos o que você indicaria? Obrigada

    Responder
    • Altier Moulin

      Aline,

      Nesse caso sugiro que você compre dólares aqui no Brasil e leve ou faça um cartão pré-pago nas lojas de câmbio.

      Um abraço.

      Responder
  19. margarete

    Boa tarde,

    O que esta valendo a pena hoje…levar os dólares com esse cambio alto, ou adquirir pesos aqui no Brasil mesmo para levar?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Margarete,

      Fiz os cálculos e a diferença é mínima, mas ainda compensa você comprar o Peso Colombiano.

      Um abraço.

      Responder
  20. samara francine cardoso gomes

    Boa tarde!
    Altier

    Estou indo para Colômbia em janeiro,estou na duvida se levo reais,dólares ou os pesos,os custo são parecidos com Brasil,vou para Santa Martha,Bogota,Ibague ,vou precisar de hostel apenas em Santa Martha,porque em Bogóta e Ibague tem casa p ficar.
    obrigada!

    Responder
    • Altier Moulin

      De nada. 😉

      Responder
  21. César Motta

    Bom dia, Altier… Excelente post… pretendo ir à Colombia em meados de setembro de 2017, e fazer viagens por Cartagena e Santa Marta. Poderia me informar se existem bancos Itaú ou se algum banco lá aceite realizar serviços com Itaú?

    Desde já agradeço a atenção

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi César,

      Se o seu cartão for vinculado às bandeiras Visa ou Master, você não terá problemas em utilizar sua conta corrente.

      Um abraço.

      Responder
  22. Priscilla

    Oie!
    Eu estava pesquisando quanto custa voar de Bogotá a San Andrés pela empresa VivaComlombia (que vi no seu blog). Na simulação dava: 809.998 COP. Isso significa aproximadamente 810? Ou Oitocentos e dez mil? Pergunto porque se for 810, na conversão, fica em torno de um real… então fiquei bastante surpresa e contente rsrs.

    Obrigada!!!

    Responder
  23. Fernanda Bartzen

    Olá. Assim como você, costumo sacar dinheiro da conta corrente em moeda local. Você lembra qual foi a taxa de câmbio do seu banco? A propósito, adorei todas as dicas sobre Cartagena, especialmente esta que fala das diferenças de taxas para saques em caixas eletrônicos. Esse tipo de informação é muito útil e raramente encontramos em outros blogs de viagem. Obrigada.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Fernanda,

      Infelizmente não lembro quanto estava o câmbio. 🙁

      Um abraço.

      Responder
  24. Juliana

    Altier, por favor to muito sem noção da moeda, no caso levando 800.000,00 COP (R$ 1.020 reais) é muito? Esses números todos me confundem.

    Sei que é cada um no seu tipo de despesa e orçamento. E a proposito adorei seu roteiro que é o que farei. ao total serão 13 dias na colombia! (Cartagena e San Andres)

    Responder
  25. Hellen

    Eu estou indo para San Andres partindo de SP com escala em Bogotá em Setembro.
    Estou tendo dificuldade para adquirir pesos colombianos aqui no Brasil.
    E vou estar indo num domingo. Não sei se as casas de cambio estão abertas aos domingos.
    Já habilitei meu cartão para saque internacional. as estou com receio de ter algum problema e ficar sem dinheiro.
    Consigo sacar dinheiro em San Andres?
    As casas de cambio trocam dinheiro aos domingos?
    Posso levar reais para cambiar em San Andres?
    Para pagar a taxa de turismo da ilha, eu posso levar reais? Ou tem que ser pesos?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Hellen,

      Como explico no post, sim você consegue sacar nos caixas eletrônicos. Além disso, você pode levar dólares como garantia.
      Como eu também explico no texto e neste vídeo: https://www.penaestrada.blog.br/quatro-duvidas-sobre-colombia/, não acho legal levar reais.
      A taxa é paga comente em pesos colombianos. Você pode sacar no aeroporto quando chegar.

      Um abraço.

      Responder
  26. ana cristina

    ola Altier, queria uma informação por favor, não entendi muito bem esses saques eletronicos que disse. por exemplo com um cartao pre pago carregado em dolar no caso deria um do banco Itau cartao de viagem, eu consigo sacar em caixas eletronicos ai em San andres? obrigada desde ja

    Responder
    • Altier Moulin

      Ana Cristina,

      Você pode usar cartões pré-pagos ou o seu cartão do banco – o que você usa para movimentar sua conta corrente. Mas, antes, é bom conversar com seu gerente.

      Um abraço.

      Responder
  27. ana paula

    Olá boa tarde,
    Estou indo para San Andrés agora em agosto, e estou bem confusa do que farei para levar o dinheiro.
    O dólar alto dessa maneira, compensa levar em dólar e trocar lá por pesos?

    Ou compensa no câmbio aqui do Brasil, trocar já por pesos colombianos? Eu acabei de ligar em uma corretora, IOF:1,10% SOBRE O VALOR, 1 real para 664 pesos… me ajuda =)

    Responder
  28. Carlos Michel

    Bom dia, qual
    Melhor época de visitar San Andes???
    Obrigado!

    Responder
  29. Cristiane

    Olá, vou a Colômbia em novembro e vou levar reais mesmo. Eu não tenho cartão de crédito.
    Devo fazer um cartão desses de casa de cambio para sacar lá ou levar o dinheiro em especie?
    Obrigada!

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Cristiane,

      Primeiro, você não precisa ter necessariamente um cartão de crédito, pode ser de débito, desde que seja internacional.
      Você também pode levar dinheiro, mas seria melhor se levasse dólar. Ou você pode fazer o cartão pré-pago, esses que a gente faz nas casa de câmbio.
      Eu acho o cartão mais seguro. Veja porque: se você levar tudo em dinheiro vivo e for assaltada ou perder sua bolsa (que isso não aconteça)… Já era, você perdeu tudo.
      Mas, se você tiver com o cartão, basta bloqueá-lo. Eu sempre levo dois cartões. Um eu deixo na mala, e outro uso no dia a dia.
      Na hora de comprar eles te explicam isso, basta você pedir um cartão extra.

      Espero ter ajudado. 🙂

      Responder
  30. Vinicios Amaral

    Altier,

    Boa tarde,
    Quando faço saques nos caixas eletrônicos na moeda local informo o valor que quero na moeda local (COP – vou para Colômbia) ou dólar?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Vinicios,

      Você deve solicitar o valor em COP.

      Um abraço.

      Responder
  31. Carol

    Como saber por quanto o banco faz a conversão de Real para Peso Colombiano? Só saco em peso, claro, e não consigo ver o saldo… como saber quanto está valendo o peso colombiano em relação ao real no caixa eletrônico?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Carol,

      Geralmente os bancos operam com uma tarifa bem próxima à oficial, com pequenas variações. Eu sempre faço um saque menor inicialmente para não ser surpreendido.
      Foi a forma que encontrei até agora, mas vou pesquisar uma maneira mais segura e lhe informo.

      Um abraço.

      Responder
  32. Lidiane

    Altier, bom dia

    Adorei seu post!!

    Fiquei apenas com uma dúvida, quando estou pensando em efetuar saque em Cartagena em caixa eletrônico, sabe dizer se consigo sacar na moeda colombiana??

    Desde de já

    Obrigada
    Lidiane

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Lidiane,

      Isso está explicado no texto. 😉

      Um abraço.

      Responder
  33. Marcia

    Bom dia Altier,
    Seu blog tem sido de muita ajuda, obrigada. Vou para a Colômbia em agosto.
    Só fiquei com dúvida com relação ao dinheiro, estou querendo viajar para a América do sul justamente para evitar a compra do dólar, que está muito caro.
    Então gostaria de saber o que você recomendaria:
    Levar reais e trocar nas casas de cambio de lá?
    Sacar dinheiro nos caixas eletrônicos?
    Usar o cartão de crédito ou débito?
    Mais uma vez, obrigada.
    Márcia

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Marcia,

      É exatamente isso que explico nesse texto, não sei se você leu… mas dê uma olhadinha que as explicações dos prós e contras estão bem detalhadas.

      Um abraço,

      Responder
      • Marcia

        Eu li os posts, apenas estava querendo a sua opinião. Quando viajei pra Praga percebi que sacar era bem mais vantajoso do que usar os cartões. Não sei se o mesmo se aplica a Colombia. Você pode me informar se as casas de cambio de lá aceitam o real, pois em outras viagens pela América do sul passei por casas de cambio que não aceitavam,
        obrigada

        Responder
  34. Victoria Jaffe

    Boa noite, tudo bem?
    Estou planejando uma viagem para a Colômbia, e vi que você falou que pagou super barato na sua passagem de Bogotá para San Andrés, mas eu não estou conseguindo converter direito pois não entendo direito das conversões de real para COP, poderia me ajudar?

    Muito obrigada!!

    Responder
  35. Ricardo

    Boa Tarde!

    Você saberia me informar se há caixa eletrônico 24hrs no aeroporto de Bogotá que eu possa sacar no débito? e qual o limite para saques nos 24hrs de lá!?

    Obrigado,

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Ricardo,

      Sim, há vários caixas eletrônicos no aeroporto. Os limites variam de banco para banco e você deve consultar isso no seu.

      Um abraço.

      Responder
  36. Amanda Albernaz

    Olá, já visitei seu blog no minimo 375 relendo as dicas de San Andrés e Cartagena!!!rsrs
    Estou muito em dúvida como fazer o cambio, já comprei alguns dolares e não sei o que fazer com o restante do dinheiro, levo reais, saco diretamente no banco ou compro mais dolares???

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Amanda,

      Levar dólares é bom porque sempre haverá quem troque pra você em qualquer lugar do mundo. Eu não gosto muito de andar com dinheiro, por isso opto por sacar lá nos caixas eletrônicos.
      É uma opção sua… 🙂 Eu só acho que o câmbio para trocar real pode não ser vantajoso, mas isso também é uma coisa imprevisível.

      Bom, não sei se ajudei ou se atrapalhei. ;/

      Um abraço.

      Responder
  37. Norma Teixeira

    Estou planejando viajar para Bogotá de 2 a 18 de maio de 2016. Tenho 73 anos e vou sozinha. O que devo evitar para minha segurança? Quais o melhores lugares para visitar? Gosto de ficar em hostel tem alguma indicação.

    Agradeço a gentileza da atenção.

    Abraço

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Norma,

      Você vai adorar Bogotá. Não há sérias restrições na cidade, a não ser o fator altitude que pode nos deixar com dor de cabeça, enjoo e muito cansados. Portanto, evite fazer esforços físicos nos primeiros dias. A regra é ir com calma.

      Sobre hospedagem, sugiro que leia este post: https://www.penaestrada.blog.br/onde-se-hospedar-em-bogota/

      Um abraço.

      Responder
  38. Isadora

    Olá,

    Achei interessantíssimo o texto. Estou indo para Bogotá final de março e pretendo residir lá.
    Pretendo levar dinheiro e tenho conta poupança no Santander. Recomenda algum agência em Bogotá? Ouvi dizer para fugir dos aeroportos, procede? Como seria informar o valor acima de 10 mil pesos?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Isadora,

      Não sei lhe indicar uma agência do Santander.
      Pela legislação atual você deve informar, no ato de imigração, se estiver levando uma quantia maior que COP 10 mil em espécie. Isso é feito por meio de um formulário na entrada do país.

      Um abraço.

      Responder
  39. Henrique

    Olá!!! Parabéns pelo blog!!

    Com esse preço do dolar aqui no Brasil vale a pena comprar dolar aqui? Ou ir com reais e fazer a troca em Cartagena/Bogotá??

    Onde consigo as informações do preço do câmbio praticado nas casas de câmbio de lá?

    Abraços.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi Henrique,

      Neste momento tá sendo melhor levar reais mesmo. Pra saber o câmbio lá você pode consultar aqui: http://www.colombia.com/cambio_moneda/. Mas pra saber o preço real mesmo não tem jeito, tem que ir de agência em agência e perguntar.

      Um abraço.

      Responder
      • Adriana Barros

        Ola!!! Ameei suas dicas, vou em julho para San andres e estou um pouco ansiosa. Gostaria de sua ajuda, irei chegar em Bogotá às 18.00 e gostaria de uma indicação de motorista de confiança, caso tenha o contato, pois gostaria de dar uma volta na cidade, comprar o chip da operadora de lá e poder deixar minhas malas no carro em paz rs. Outra sugestão, chegarei de madrugada em san andres, e notei que não co seguirei fazer check-in devido horário em determi anos lugares. O que me sugere?

        Responder
        • Altier Moulin

          Oi, Adriana.
          É melhor você deixar a bagagem no guarda-volumes. O Aeroporto El Dorado oferece o serviço: fica no 1° andar, portão de embarque 1, terminal 1.
          Não sei exatamente qual tipo de hospedagem você escolheu em San Andés, mas se for hotel ou hostel, peça para deixar suas malas lá e vá caminhar para conhecer a ilha e tomar um café da manhã vendo o mar do Caribe. 🙂
          Aproveite!
          Um abraço.

          Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *