Onde comer em Bogotá

0

Atualizado em 15 de maio de 2018

A capital da Colômbia vai te conquistar de qualquer jeito, mas, quando você comer em Bogotá, é aí que vai perceber que essa cidade tem muito mais do que a gente pensa. Quer um exemplo? Eu gostei demais de comer um tamal no café da manhã – embora saborear arroz com frango logo cedo não seja tão comum para mim.

A culinária dessa região tem traços espanhóis, andinos, africanos, caribenhos e criollos – os descendentes de europeus nascidos na Colômbia. Com diferentes sabores, os pratos locais chamam atenção pela apresentação, pelo cheiro e, principalmente, pelo sabor, que nos permite sentir a mistura de influências na gastronomia.

ajiaco é o prato mais típico para você comer em Bogotá. Ele é uma sopa de milho com frango, servida com abacate e arroz de coco. Outros pratos interessantes são o caldo de costilla, um tipo de sopa de costela bovina, e o caldo de panela, servido nas manhãs frias dos arredores de Bogotá.

Onde comer em Bogotá

O ajiaco é o prato mais típico de Bogotá.

Onde comer em Bogotá

O caldo de costilla é muito consumido nas manhãs frias de Bogotá.

O tamal, que eu falei acima, é perfeito para um domingo de manhã, mas isso não quer dizer que você não pode comê-lo durante a semana. Há, literalmente, centenas de variedades de tamales na Colômbia, alterando de cidade para cidade.

Eles são, geralmente, feitos com masa (uma pasta feita de milho ou arroz, dependendo da região), grão de bico ou ervilhas amarelas, frango, toucinho, ovo e legumes. Os ingredientes são embrulhados em uma folha de bananeira e cozidos em uma panela enorme por várias horas.

Onde comer em Bogotá

O tamal é servido embrulhado em folha de bananeira.

Em Bogotá, é mais comum encontrar o tamal tolimense, da região de Tolima. Eles são mais arredondados e enrolados como uma lâmpada. O outro tipo de tamal que você encontra por aqui santafereno, que tem forma retangular.

Onde comer em Bogotá

Como pizza em Nova Iorque, você não precisa caminhar muito para encontrar um tamal para comer em Bogotá. Além dos restaurantes, nas padarias – e até mesmo nos supermercados – você consegue comprar os deliciosos tamales, que você pode comer ali mesmo ou levar para casa. O tamal, geralmente, custa entre COP 6.000 a 8.000.

A Zona G, a área gourmet da cidade é um bom lugar para quem quer ir direto aos restaurantes mais elegantes e famosos daqui. Para experimentar a comida típica da Colômbia, uma boa opção é o La Puerta Falsa, que tem diversos pratos que representam muito bem a cultura local. Um ajiaco aqui custa cerca de COP 20.000 e o tamal sai por COP 7.000.

Onde comer em Bogotá

O Andres Carne de Res é especializado é o mais famoso restaurante da cidade.

Onde comer em Bogotá

Ao contrário do que você possa imaginar, os preços são justos.

O restaurante mais famoso da capital é o Andres Carne de Res. O próprio ambiente é diferente, com uma decoração temática em cada andar. Aqui, você paga mais caro, mas é uma experiência memorável, e sempre tem música ao vivo e uma atmosfera bem animada.

O cardápio inclui entradinhas de preço modesto, como empanadas de carne, que custam menos de COP 10.000, e a maioria dos bifes custa cerca de COP 70.000, incluindo os acompanhamentos.

Na Zona Rosa, eu gostei demais de conhecer La Plaza de Andres, uma praça de alimentação decorada como um mercado vibrante e colorido, que funciona no último andar do shopping El Retiro.

Onde comer em Bogotá

Um bom lugar pra comer é a praça de alimentação do shopping El Retiro.

Outra boa opção é o Parque da 93, um parque bem bacana que tem restaurantes de todos os tipos. Aqui, uma boa escolha é o Cuzco, que tem comida peruana.

O La Scala também é muito recomendado. A decoração do restaurante chama atenção pela beleza e, aqui, a especialidade é cozinha mediterrânea. Além do clássico, eles misturam um pouco os traços da culinária da Colômbia e tem opções para vegetarianos.

Um clássico que não pode faltar em sua aventura de comer em Bogotá é o restaurante Santa Clara. Ele fica no alto do Monteserrate e, além dos ótimos pratos e dos preços justos, o Santa Clara tem outro aperitivo: o restaurante funciona em um casarão construídona década de 1920, que foi desmontado e transferido para o alto do morro, em 1979, levando consigo toda sua história e memória. Eu conto mais desse lugar em: O restaurante Santa Clara, em Bogotá.

Para quem não resiste a um bom café, o Juan Valdez é imperdível. Considerado a Starbucks do país, a cafeteria está em todos os lugares e faz bastante sucesso.

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

Escreva um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.