Palenqueras: as mulheres que fazem Cartagena mais viva e colorida

0

Atualizado em 29 de junho de 2022

Palenquera de Cartagena

Quem visita Cartagena, na Colômbia, nunca vai se esquecer das mulheres de roupas mega coloridas que podem ser vistas em cada esquina vendendo frutas e doces. Elas são as palenqueras de Cartagena e carregam consigo uma trajetória muito singular.

A história dessas mulheres começou há séculos, quando a Colômbia ainda era uma colônia espanhola e a escravidão, uma prática comum e socialmente aceitável.

→ Mulheres-girafa da Tailândia

Naqueles tempos sombrios, os negros escravizados que conseguiam fugir se estabeleciam em grupos nos quilombos. Foi assim que surgiu o vilarejo de San Basílio de Palenque, a 58 quilômetros de Cartagena.

No primeiro povoado livre das Américas, eles conseguiram manter muitas tradições africanas. Foi justamente por isso que surgiu o palenquero, língua que tem base no espanhol e em línguas faladas na República Democrática do Congo.

Palenquera de Cartagena

Palenqueras de Cartagena

San Basílio de Palenque fica a cerca de uma hora de Cartagena e ainda é a casa da maioria dessas mulheres.

Elas viajam todos os dias para vender frutas e doces – a maioria feita de coco – para os turistas que desembarcam em Cartagena.

Mas, nem todo mundo sabe o que essas mulheres representam. Para falar a verdade, eu também não sabia.

Mas, alguma coisa me fez olhar para essas mulheres de uma forma diferente, principalmente quando recebi um abraço afetuoso de uma delas, quando o mundo ainda vivia sem o perigo do novo coronavírus.

Palenqueras de Cartagena

Anos depois desse encontro, parei um tempo para ler e entender quem são as palenqueras. E isso me fez admirá-las enormemente.

São elas que, com toda simplicidade, preservam a cultura afro-colombiana e em poucos lugares do planeta você vai ver algo igual.

→ Você vai se apaixonar por Cartagena

Essas mulheres despertam todos os dias para lembrar os turistas que é impossível fechar os olhos para tudo que foi feito com a escravização de seus ancestrais.

E isso é feito da forma mais positiva possível, com sorrisos, abraços e doces que carregam parte de suas vidas.

As baianas da Colômbia

Tentando encontrar um ponto de comparação com a nossa cultura, eu arrisco dizer que as palenqueras de Cartagena são as baianas da Colômbia. É que é impossível não associar a figura dessas mulheres à das baianas do acarajé, que tradicionalmente usam vestidos brancos, colares coloridos e sempre têm aquela energia incrível.

Com um monte de histórias semelhantes, os mundos dessas mulheres se encontram numa esquina triste da história da humanidade.

Palenqueras de Cartagena

Assim como as baianas, as palenqueras de Cartagena são reconhecidas como Patrimônio Imaterial, mas ainda há um caminho longo a percorrer.

Seja da Bahia ou dos cantos mais escondidos de San Basílio de Palenque, a voz que ecoará para sempre é a mesma: o mundo tem muito o que fazer para reparar o irreparável.

Informações Básicas
Visto | Brasileiros não precisam de visto para entrar na Colômbia. O prazo máximo de permanência no país é de 90 dias, podendo ser prorrogado por mais 90 dias.
Documentos | Você pode viajar com o passaporte ou com a carteira de identidade, desde que ela tenha sido emitida há menos de dez anos.
Dinheiro | A moeda local é o peso colombiano, identificado pela sigla COP. Para sua viagem, leve dólares e troque nas casas de câmbio.
Vacinas | A vacina contra covid-19 não é obrigatória, mas é preciso apresentar teste negativo (veja abaixo). A vacina contra febre amarela é obrigatória.

INFORMAÇÕES SOBRE COVID-19

Desde que reabriu suas fronteiras, o Colômbia adotou várias medidas de prevenção e controle dos casos de covid-19. Isso significa que é preciso cumprir alguns requisitos sanitários e legais para entrar no país.

De forma geral, os documentos exigidos para a entrada de brasileiros – além dos já citados acima – são os seguintes:

  1. Comprovante de vacinação contra covid-19 com esquema vacinal completo, com a última vacina aplicada há, pelo menos, quatorze dias – exigido apenas de viajantes vacinados maiores de 18 anos – veja como emitir o comprovante nacional e internacional;
  2. Resultado negativo de teste RT-PCR feito há, no máximo, 72 horas antes do embarque, ou de antígeno (teste rápido) feito, no máximo, 48 horas antes do embarque – exigido apenas de viajantes não vacinados maiores de 18 anos;
  3. Formulário Check-Mig preenchido e enviado eletronicamente entre 72h e 1h antes da chegada à Colômbia – exigido de todos os viajantes – veja como preencher o Check-Mig;
  4. Certificado de vacinação contra febre amarela (CIVP) – veja como solicitar o CIVP pela internet.

FORMULÁRIO CHECK-MIG

O Check-Mig é um formulário online que serve como uma declaração de saúde obrigatória para qualquer pessoa que deseja viajar para a Colômbia. Ele deve ser preenchido tanto para entrada quanto na saída do país.

O formulário funciona como uma medida de segurança durante a pandemia covid-19, tornando mais fácil para as autoridades colombianas rastrear possíveis casos e entrar em contato com viajantes infectados.

O formulário deve ser preenchida dentro de um período de 72 horas a 1h antes de atravessar a fronteira colombiana, a partir do site Migración Colombia e pelo aplicativo disponível na Play Store e na App Store.

→ Como preencher o Check-Mig

Você pode acompanhar atualizações no site do Governo da Colômbia.

RETORNO AO BRASIL

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

SEGURO VIAGEM

Apesar de não ser obrigatório,  viajar sem o seguro viagem durante a pandemia não é uma boa ideia.  Ainda que você esteja com o esquema vacinal completo, é bom saber que terá atendimento médico e hospitalar na hora que precisar.

Além disso, o preço do seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele também garante que você estará amparado em situações como cancelamento da viagem, extravio de bagagem e muitas outras.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para comparar valores antes de fazer a compra. Eles têm um suporte muito eficiente e preços sempre muito bons.

Veja mais sobre a Colômbia

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver mais dicas da Colômbia.