Roteiro de viagem para Cuba

8

Atualizado em 27 de julho de 2018

Muita gente sonha com uma viagem para Cuba. O país é intrigante, cheio de história, cultura e, ainda, muito desconhecido dos brasileiros. Esse arquipélago do Caribe tem muito a nos mostrar.

Para aproveitar melhor os seus dias por aqui, é ideal montar um roteiro que contemple as diferentes versões de Cuba. Existe aquela mais real, que vemos no dia a dia de Havana, e as mais turísticas, nas ilhotas de praias paradisíacas, por exemplo.

Eu passei 12 dias em Cuba e visitei, além da capital, Havana, Cayo Largo, Cayo Guilhermo, Cayo Coco e Varadero. Eu peguei a baixa estação – no mês de maio – e os dias estavam ensolarados. Aconteciam pancadas rápidas de chuva no fim do dia, mas nada que atrapalhasse minha programação.

Para planejar o melhor período de sua viagem, leia: Escolha quando viajar para Cuba.

https://www.penaestrada.blog.br/guia-de-cuba-todas-as-informacoes/

Roteiro de viagem para Cuba

Muito provavelmente, sua chegada será em Havana. O Aeroporto Internacional José Martí (HAV) é a principal porta de entrada do país. Infelizmente, não há voos diretos do Brasil para cá. As rotas mais comuns fazem escala na Colômbia ou no Panamá.

O roteiro que mostro aqui é apenas uma sugestão, uma ideia para você programar seus dias sem perder o essencial de cada cidade. Só que, antes de começar a planejar sua viagem para Cuba, eu aconselho que você leia: Viagem a Cuba: informações essenciais.

Roteiro de viagem para Cuba

Os clichês de Cuba se confirmam em Havana.

Havana: quatro dias

Mais do que uma simples parada obrigatória, Havana é o coração de Cuba. Quem nunca ouviu falar de suas ruas, seus casarões e das histórias de Fidel Castro e Che Guevara, líderes memoráveis da Revolução Cubana? A cidade é grande, mas as principais áreas estão concentradas entre Havana Vieja, Centro Havana e Vedado.

A parte mais histórica é Havana Vieja, onde os prédios do período colonial resistem ao tempo. Esse bairro é mais turístico, cheio de lojas e restaurantes.

Roteiro de viagem para Cuba

A praça principal de Havana Vieja.

Havana Centro é onde você verá, com mais facilidade, a vida cotidiana de quem vive na cidade. O vai e vem de pessoas, os mercadinhos, as casas caindo aos pedaços, as ruas esburacadas. Tudo – exatamente tudo – completa aquele estereótipo que temos no imaginário. Eu mostro em: A vida em Cuba e seu contexto político.

Vedado é o mais moderno bairro entre os três, mas não venha pensando que vai ver aquela ostentação comum em países capitalistas. Aqui, tudo é bem simples, e o grande barato desta área é caminhar pelo Malecón – a avenida beira-mar – no fim da tarde.

Roteiro de viagem para Cuba

O cartão-postal mais famoso de Havana.

Antes de decidir onde ficar na cidade, eu aconselho que você leia: Onde se hospedar em Havana e Superdicas de hospedagem em Cuba.

Os programas imperdíveis aqui são: visitar a Praça da Revolução, o cartão-postal de Havana, e os prédios históricos de Havana Vieja. Também vale conhecer os caminhos de Che Guevara e o Museu da Revolução. Isso, e tomar um mojito no bar que criou a receita.

Na hora de comer, não deixe Havana sem experimentar o verdadeiro sabor dos paladares. Estes são restaurantes caseiros que vendem refeições muito saborosas e – principalmente – baratas. Como eu explico em: Comidas de Cuba: o que comer e beber no país.

Roteiro de viagem para Cuba

Assistir o pôr do sol do Malecón é imperdível.

Varadero: dois dias

Talvez, este seja o balneário mais famoso de Cuba. Historicamente, Varadero é muito visitada por turistas estrangeiros. A região até levou a fama de que os cubanos não conseguem entrar aqui, por causa dos altos preços. Bem, as coisas não são exatamente assim.

Varadero é, sim, muito procurada, e por dois motivos. Aqui, as praias são realmente sensacionais, têm águas azuis-esverdeadas, transparentes e mornas. Além disso, é fácil chegar aqui partindo de Havana, já que são apenas duas horas de carro.

Roteiro de viagem para Cuba

Como resistir ao mar de Varadero?

Sobre os preços, eu não achei muita diferença de Havana. Mas claro, você tem que saber procurar os lugares mais baratos. Fugir de restaurantes declaradamente turísticos e dos resorts é um excelente começo para economizar.

Eu, por exemplo, fiquei em uma casa particular exatamente de frente para a praia. Paguei apenas CUC 15 pela diária. Aqui, tudo o que eu precisava era, literalmente, atravessar a rua e me esticar na areia, juntos dos cubanos, que, sim, frequentam o balneário.

Roteiro de viagem para Cuba

Aqui, há praia para todos os gostos.

Em Varadero, você deve passar, pelo menos, dois dias completos para circular pelas praias sem muita pressa e desfrutar do mar do Caribe. A noite é tranquila, mas pode ser que você encontre eventos e apresentações musicais no Pueblo, o centro da cidade, região onde moram os cubanos que vivem por aqui.

Cayo Largo del Sur: dois dias

Quando estava montando meu roteiro de viagem para Cuba, esse lugar me saltou aos olhos. Especificamente, as dicas que lia e ouvia falavam de um lugar chamado Playa Sirena. Mas, Cayo Largo superou todas as minhas expectativas: aqui está o mar mais lindo que vi em todas as minhas viagens.

Roteiro de viagem para Cuba

O mar mais incrível de Cuba fica em Cayo Largo.

Infelizmente, vir para cá não é barato. Eu paguei CUC 229 pelo pacote de um dia na ilha, que incluía as passagens aéreas de ida e volta, saindo de Havana, o passeio, os traslados e o almoço. Contando que o peso convertível equivale ao euro – eu explico isso em: Dinheiro em Cuba: câmbio, taxas e saques -, eu achei bem caro, mas valeu cada centavo.

Além da Playa Sirena, eu conheci a Playa Paraiso, considerada uma das mais fantásticas do planeta pelos usuários do TripAdvisor, como eu explico em: Playa Paraiso, uma das melhores do mundo.

Como não há muito a ser explorado aqui, você pode ficar dois dias, mas se a grana estiver curta, faça, pelo menos, o bate-volta de um dia como eu fiz.

Roteiro de viagem para Cuba

A Ilha das Iguanas é uma das ilhotas artificiais de Cayo Largo.

Roteiro de viagem para Cuba

A fantástica Playa Sirena deve estar no seu roteiro de viagem para Cuba.

Cayo Guillermo e Cayo Coco: três dias

Essas duas ilhas gêmeas ficam um pouco mais afastadas de Havana. Para chegar aqui, você tem que viajar seis horas de carro ou pegar por um voo de quase uma hora, como eu explico em: Saiba como chegar a Cayo Guillermo.

Três dias inteiros são suficientes para você conhecer as praias dessas ilhotas. E por falar nisso, aqui está a praia mais linda de Cuba e uma das dez mais bonitas de todo o Caribe. Então, se você estava pensando em deixar Cayo Guillermo de lado, acho bom rever seus planos e dar uma olhada em: Playa Pilar: a praia mais linda de Cuba.

Roteiro de viagem para Cuba

A primeira visão que você terá da Playa Pílar.

Roteiro de viagem para Cuba

Parece uma piscina, não é mesmo?

Aqui, não há outra opção a não ser ficar hospedado em um resort. Antes que você torça o nariz, há preços bem convidativos de hotéis all inclusive e tudo pode ficar ainda mais barato se a reserva for feita com antecedência.

Como a cidade não tem muito a ser explorada, uma dica é colocar Cayo Guillermo no final de seu roteiro de viagem para Cuba, quando você precisará de um bom descanso antes de voltar ao Brasil.

Roteiro de viagem para Cuba

Escolha este lugar para relaxar nos últimos dias de viagem.

Roteiro de viagem para Cuba

Há um ônibus que circula entre Cayo Coco e Cayo Guillermo.

Veja todos os posts de Havana

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

8 Comentários

  1. Boa noite, Altier! Tudo bem?
    Muito obrigado pelas informações!
    Estou com duas dúvidas:
    A primeira: vou ficar 13 dias na ilha e no geral sou bem econômico. Estou levando 1000 euros. Será que é o suficiente?
    A segunda dúvida: É possível sair de Havana para outras cidades sem ter a hospedagem reservada? Por exemplo, se eu decidir ir a outra cidade que não estava no roteiro, é fácil arrumar um lugar para ficar?
    Agradeço desde já!
    Abraços

    • Altier Moulin

      Oi, Leandro.

      Olha, eu tb levei EUR 1.000, mas gastei apenas EUR 800. Então, como diz que é um viajante econômico, dá sim.
      Sobre a hospedagem, se você for ficar em casas particulares (o que sugiro fazer) é muito de boa conseguir na hora que chegar – se não for muito cedo ou muito tarde, claro.

      Um abraço.

  2. Altier, muito obrigado pelas informações!! Fiquei mais tranquilo!!!

    Outra pergunta: é preciso comprar as passagens de ônibus com muita antecedência ou dá improvisar o roteiro e ir para outro lugar já estando em uma cidade?

    Obrigado mais uma vez!!
    Abraços

  3. oi Altier, como organizou o roteiro? precisava ficar voltando para Havana entre um lugar e outro? gostei dos lugares que estão aqui, e posso ter essa quantidade de dias, mas gostaria de saber como otimizar a logística de ida e volta de cada lugar. obrigado!!!

    • Altier Moulin

      Sim, Pedro.
      Eu sempre voltei para Havana. Fiz assim:

      1. Havana – Varadero: ida e volta de táxi;
      2. Havana – Cayo Largo: ida e volta de avião;
      3. Havana – Cayo Guillermo: ida de ônibus e volta de táxi.

      Lembrando que o táxi compensou porque estava em um grupo de quatro pessoas.

      Um abraço.

Escreva um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.