Dinheiro na Polônia: qual moeda levar e como fazer câmbio e saques

22

Atualizado em 16 de agosto de 2020

Dinheiro na Polônia

Se você está planejando uma viagem para o país, é indispensável pensar como usar seu dinheiro na Polônia, porque, apesar dele estar na Europa, a moeda polonesa não é o euro.

E isso é um grande ponto positivo já que, de uma forma geral, o custo de vida na Polônia não é alto e o câmbio sempre é positivo para brasileiros.

Dinheiro na Polônia

A moeda do país é o złoty, identificado pelas siglas PLN e zł, e raramente você vai encontra-la nas casas de câmbio do Brasil.

Portanto, a sua melhor opção é viajar com euros e fazer a troca quando chegar à Polônia.

Eu sugiro que você troque, pelo menos, um pouco de dinheiro no aeroporto para usar nas despesas imediatas, como no transporte público.

Dinheiro na Polônia: câmbio, saques e taxas

Atualmente, circulam no país notas de 10, 20, 50, 100 e 200, e moedas de 1, 2 e 5 złotys. Os centavos são chamados de groszy e as moedas disponíveis são de 1, 2, 5, 10, 20 e 50.

Dinheiro na Polônia: câmbio, saques e taxas

Como fazer o câmbio

Você pode trocar facilmente o seu dinheiro na Polônia, em grandes e pequenas cidades, mesmo que seja na recepção de um hotel.

As casas de câmbio – identificadas com a palavra Kantor – aceitam praticamente todas as principais moedas estrangeiras, menos o real.

Elas geralmente funcionam das 9h às 19h, nos dias úteis, e até às 14h, aos sábados.

Dinheiro na Polônia: câmbio, saques e taxas

Os bancos em cidades maiores ficam abertos das 9h às 16h, durante a semana, e até às 13h, aos sábados. Caixas eletrônicos geralmente estão disponíveis em áreas turísticas, estações de trem e aeroportos.

Se você não quiser fazer a troca da moeda, em grande parte do comércio das cidades maiores, como Varsóvia e Cracóvia, o euro é aceito, mas o câmbio pode ser desfavorável.

Outra opção é sacar o złoty nos caixas rápidos que aceitam cartões internacionais.

Como fazer saques com cartões

Eu já expliquei como sacar dinheiro no exterior usando sua conta corrente. Com essa alternativa, você pode usar o seu cartão para fazer saques de dinheiro na Polônia.

Mas, para isso, você pagará uma taxa – que varia de acordo com o banco -, além do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 6,38%.

É importante lembrar que o seu cartão precisa estar desbloqueado para uso no exterior. Para isso, você deve solicitar a liberação em sua agência.

As bandeiras de cartão de crédito e débito mais comuns – MasterCard, Visa, American Express e Diners – são aceitas amplamente no comércio polonês, mas, em cidades menores, é sempre bom perguntar antes de qualquer coisa.

Dinheiro na Polônia: câmbio, saques e taxas

É importante lembrar que a conversão sempre será feita do dólar para reais, considerando o valor da moeda americana na data do saque.

Gorjetas e reembolso de taxas cobradas

Turistas podem exigir o reembolso do imposto cobrado sobre mercadorias adquiridas no país. O percentual varia entre 20% e 25%, mas é importante guardar os recibos para ter direito ao estorno.

Para saber mais detalhes, visite: KrakowInfo.

Ao consumir algo em um bar ou restaurante, é recomendado dar uma gorjeta de 10% sobre o valor total da conta. O mesmo vale para táxis e outros serviço.

Informações Básicas
Visto | Brasileiros não precisam de visto para entrar e permanecer na Polônia por até 90 dias.
Documentos | É necessário apresentar o passaporte com  três meses de validade.
Dinheiro| A moeda da Polônia é o złoty, identificado pelas siglas PLN e zł. Para sua viagem, leve euros. 
Vacinas | Nenhuma vacina é obrigatória, mas é preciso ter um seguro viagem. 

Veja mais sobre a Polônia

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo e aproveite para ver outras dicas.