Kazimiers: conheça o incrível bairro judeu de Cracóvia, na Polônia

Atualizado em 15 de novembro de 2022 – 5 min de leitura

kazimiers-o-imperdivel-bairro-judeu-de-cracovia

Na margem do Rio Vístula, o bairro judeu de Cracóvia é um destino indispensável para quem chega à cidade. Cheio de bares, cafés e restaurantes descolados, Kazimiers tem um aspecto meio largado, é verdade, mas eu garanto que você vai adorar esse lugar.

→ Onde ficar em Cracóvia

No entanto, antes de falar de como é Kazimiers hoje, é muito importante entender um pouco da história desse lugar e das pessoas que vivem aqui.

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

O bairro Kazimiers

No início dos anos 1930, a Polônia era o país europeu com o maior número de judeus. Segundo o censo, mais de três milhões de israelitas viviam no país, e, em Cracóvia, eles estavam totalmente integrados à vida da cidade, apesar de se concentrarem nesta área.

Kazimiers, o imperdível bairro judeu de Cracóvia

Naquele tempo, grande parte dos hebreus ainda se vestia de modo mais tradicional. Os homens usavam solidéus – um pequeno círculo de pano que cobre a cabeça como forma de respeito à presença Divina – ou chapéus.

Pelo mesmo motivo, as mulheres cobriam seus cabelos. No entanto, muitos jovens judeus já começavam a usar roupas e a adquirir costumes modernos.

Kazimiers, o imperdível bairro judeu de Cracóvia

Invasão nazista

Com a chegada do exército nazista, em setembro de 1939, a realidade dos judeus começa a mudar. Com isso, novas regras passam a vigorar na cidade e, praticamente, todas elas significavam restrições aos direitos do povo que habitava o bairro judeu de Cracóvia.

Comércios foram fechados, profissionais impedidos de trabalhar e todos, absolutamente todos, deveriam usar uma estrela de Davi no braço para indicar sua origem judaica. Era o começo de uma história trágica e sem precedentes.

SOBRE O NAZISMO

Os princípios que nortearam a ideologia nazista foram o ódio aos judeus, a negação da democracia e do comunismo, e a convicção da superioridade da raça alemã sobre qualquer outro povo. Com a ideia de criar uma sociedade pura, livre de outras etnias, os nazistas perseguiram e mataram milhões de judeus, mas não apenas. Eslavos, russos, ciganos, homossexuais e tantos outros grupos foram capturados, escravizados e assassinados nas câmaras de gás, ou simplesmente fuzilados.

Liderado por Adolf Hitler, o Partido Nazista tomou o poder na Alemanha em 1933, e, desde então, a política de doutrinação da população por meio da propaganda, que mostrava uma realidade disfarçada, passou a ocupar os veículos de comunicação nacionais.

Isso criou, em parte dos alemães, uma forte simpatia com os ideais defendidos pelos nazistas. Em um de seus famosos pronunciamentos, durante o congresso do Partido Nazista de 1937, Adolf Hitler defendeu o seu modelo nada convencional de formação. “Estamos educando uma juventude diante da qual o mundo inteiro temerá. Eu quero uma juventude que seja capaz de realizar violações, e que seja forte, poderosa e cruel”, declarou o ditador.

Em busca de poder, a Alemanha nazista matou, invadiu territórios e levou a Europa e países como Estados Unidos e Japão a se envolverem na maior guerra de todos os tempos. Uma guerra que não apenas mudou as relações políticas, mas que, principalmente, marcou para sempre a história da humanidade.

Com o avanço das tropas alemãs, a maioria dos judeus que viviam em Kazimiers foi enviada para campos de concentração dentro e fora da Polônia. Incluindo os terríveis Auschwtiz e Auschiwitz-Birkenau.

Todos aqueles que permaneceram em Cracóvia – cerca de 17.000 – foram enviados para o gueto. Cercados por muros construídos no distrito de Podgórze, eles foram forçadamente confinados em moradias pequenas, mal-acabadas e sem conforto. Nesse esquema, era comum que duas ou três famílias compartilhassem a mesma casa.

O muro tinha quatro portões e todos eram fortemente vigiados para que ninguém entrasse ou saísse sem permissão. Com a escassez de alimentos e de cuidados com a saúde, muitos judeus morreram de causas simples como sede, fome, frio e calor.

Judeus voltam para Kazimiers

Com o fim da guerra, em 1945, poucos judeus retornaram para o bairro de Kazimiers. Isso poque, a maioria tinha sido exterminada pelo exército nazista ou morrido por causa das péssimas condições do gueto.

Com o passar dos anos, o espírito empreendedor dos judeus poloneses fez com que o Kazimiers emergisse como um dos mais efervescentes e tradicionais bairros da cidade. É onde gente do mundo todo se conecta com a cultura e com a história judaica.

Kazimiers, o imperdível bairro judeu de Cracóvia

Hoje, uma visita a esse lugar é indispensável para quem visita Cracóvia. Aqui, ao redor da Plac Noway – uma das áreas mais boêmias da cidade – estão bares, cafés e barraquinhas de comida de rua onde você pode se fartar.

Kazimiers, o imperdível bairro judeu de Cracóvia

Eu experimentei e adorei o zapiekanka – que não tem nada a ver com a culinária judaica.  Ele é um pão aberto com uma cobertura que você mesmo escolhe. Eu comi no Gastro Zapiekanki e pedi creme de espinafre, peito de frango, cogumelos e queijo. Estava sensacional e custou apenas PLN 15.

Kazimiers, o imperdível bairro judeu de Cracóvia

Nesse mesmo lugar, aos domingos pela manhã, funciona uma feira onde você pode comprar de tudo: de verduras a bijuterias.

Outro lugar muito legal para comer e beber aqui é o Alchemia. Ele funciona num antigo casarão e reúne muita gente bonita e alternativa, especialmente nas noites do final de semana.

Kazimiers, o imperdível bairro judeu de Cracóvia

Se durante a noite o bairro judeu de Cracóvia é ferveção pura, durante o dia o mais legal aqui são os passeios culturais. Ou seja, visitar as sinagogas, as lojinhas, os cafés e conhecer melhor a cultura judaica, seja por seus símbolos religiosos ou pela culinária.

Nos arredores da Stara Synagoga funcionam bares e restaurantes muito concorridos – e também caros – onde você pode encontrar desde café da manhã até jantar. Um grande ponto positivo dessa região é que foi aqui que começou o bairro judeu de Cracóvia.

Kazimiers, o imperdível bairro judeu de Cracóvia

Como conhecer o bairro de Kazimiers

Como chegar

Partindo do Centro Histórico, dá para chegar a Kazimiers a pé em uma caminhada de pouco mais de um quilômetro. Se preferir, você pode usar o sistema de transporte público. Os trens elétricos de Cracóvia cruzam as principais avenidas do bairro.

O Aeroporto Internacional John Paul II (KRK), em Cracóvia, é o segundo mais importante do país. Além de conexões domésticas, há partidas e chegadas de voos internacionais nesse aeroporto. Cracóvia é a porta da entrada para quem quer visitar o antigo campo de concentração de Auschwitz-Birkenau. Veja mais informações em: Voos para a Polônia: companhias aéreas e aeroportos.

Quando ir

O clima da Polônia é temperado, com as quatro estações bem definidas. O verão é bem curto, já o inverno é longo e muito frio. Os meses mais gelados vão de outubro a abril, quando os termômetros marcam temperaturas abaixo de zero.

Entre maio e setembro, os dias tendem a ser mais ensolarados, com temperaturas variando entre 20 e 27 graus. O mês mais quente é julho, e o mais frio é janeiro, com temperaturas chegando a menos cinco graus.

Kazimiers, o imperdível bairro judeu de Cracóvia

Onde ficar em Cracóvia

A melhor região para ficar em Cracóvia é ao redor da Stare Miasto – a Cidade Velha –, onde estão as atrações do Centro Histórico. Nesta área, é fácil achar hospedagem barata e aconchegante.

Na mesma região, eu encontrei apartamentos espaçosos, bem decorados e super bem localizados: dá para chegar às principais atrações da cidade – como o Castelo de Cracóvia – a pé. Mas, se preferir, você pode usar um táxi ou o Uber, que funcionam perfeitamente.

→ Como usar dinheiro na Polônia

Kazimierz é o antigo bairro judeu da cidade e uma das áreas mais boêmias de Cracóvia. Ao redor da Plac Nowy – uma praça bem simples – estão bares, restaurantes e barraquinhas que vendem comida de rua. Esta é, sem dúvida, uma das áreas mais vibrantes da cidade.

Lembre-se de que, como a cidade é muito procurada, é  essencial fazer a reserva com antecedência  para garantir a melhor tarifa.

Vale muito a pena ficar na região mais central da cidade, porque você vai aproveitar muito mais.

Faixas de preço em Cracóvia

Estas foram as minhas dicas para você escolher onde ficar em Cracóvia, mas você ainda pode dar uma olhada no mapa de preços abaixo.



Booking.com


Você pode ver todas as opções de hospedagem da cidade, especialmente as do Centro Histórico, e  para saber mais, você só precisa clicar nos pins azuis. 

Cidade Velha

Chamada em polonês de Stare Miasto, esta é a parte mais antiga da idade e ficava rodeada por uma muralha – onde hoje é o Parque Planty – que a protegia da cidade em tempos de guerras e invasões. Eu marquei no mapa o trajeto original da muralha. que seguia até se encontrar com a muralha do Castelo de Wawel.

É dentro desta parte da cidade que ficam os mais preciosos atrativos históricos da cidade e, por isso, ficar nesta área tem muitos pontos positivos, já ela foi reconhecida como Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Eu acho o Centro Histórico da Cracóvia lindo demais, principalmente por causa das construções do Idade Medieval. Ótimo para quem ama história, como eu!

Só para você ter uma ideia e já colocar em sua lista de lugares para conhecer, tem a Praça do Mercado, a Basílica de Santa Maria, a Torre da Prefeitura (que, atualmente, é um museu) e o Portão de São Floriano e o Barbacã.

Como você pode imaginar, é a área mais procurada por turistas, por isso é bom fazer a reserva com antecedência.

O CORAÇÃO DA CIDADE VELHA

A Praça do MercadoRynek Główny, em polonês – é a principal da cidade e fica no coração da Stare Miasto, a Cidade Velha. Ela é considerada a maior praça medieval da Europa, construída ainda no século 13. Por isso, a Unesco a reconheceu como Patrimônio Mundial da Humanidade.

A arquitetura das casas e dos palácios que cercam a praça é fascinante. Ainda assim, os destaques vão para o Sukiennice, um tradicionalíssimo mercado popular que funciona desde a Idade Média, a Basílica de Santa Maria, com suas duas torres góticas assimétricas, a Torre da Prefeitura e esculturas como a Rzeźba Mitoraja, do artista Igor Mitoraj que é uma imensa cabeça.

Hotel Campanile

O Hotel Campanile tem uma localização excelente, perfeita para quem quer explorar o Centro Histórico e ter experiências ricas e cheias de curiosidade que os guias e moradores contam a respeito do coração da cidade. Para saber disso, não adianta, você vai precisar de tempo.

Os quartos são ótimos, espaçosos, com camas grandes, roupa de cama e travesseiros de ótima qualidade e só isso já nos garanto uma ótima hospedagem. Só que tem ainda o atendimento, que é sempre muito elogiado, o café da manhã delicioso e os pratos do restaurante, que têm de tudo para nos conquistar e querer repetir.

É um dos hotéis com melhor custo-benefício da Stare Miasto, por isso vive lotado. Então, o segredo é fazer a reserva com antecedência, porque ele é um excelente lugar para ficar em Cracóvia.

Hotel Unicus Palace

O Hotel Unicus Palace tem várias características que eu realmente considero importantes em um hotel. A primeira delas é ter quartos amplos com camas grandes e macias. Isso já resolver 50% doe meus problemas, porque dormir bem é vida, né?

Mas ele vai além e tem uma conexão tão gostosa com a cidade, ou seja, com o que está do lado de fora do hotel, que é realmente encantadora. A gente percebe isso com a fachada de vidro e as varandas abertas. É muito gostoso!

Um belo banheiro também tem seu lugar, não é mesmo? Os deste hotel são espaçosos, muito bem planejados e a maioria tem banheira de imersão. No inverno polonês, meu amigo viajante, isso é a coisa mais maravilhosa. É um bom lugar para ficar em Cracóvia.

Hotel Mikołaj

O Hotel Mikołaj tem um estilo impecável, com uma decoração leve, bem detalhista e que transborda para todas as áreas. A localização é fantástica, perto da Praça do Mercado e de muitos outros lugares. Os funcionários são muito educados, prestativos e sempre muito elogiados.

Os quartos são limpos criteriosamente, confortáveis e espaçosos, com roupas de cama e banho de primeira. Pode conferir! O café da manhã é bom e tem um ótimo restaurante de comida italiana. Isso significa praticidade e deixa o custo-benefício mais interessante.

Hotel Stary

O Hotel Stary é bem completo e tem uma localização maravilhosa. Ele funciona em um prédio do período medieval e algumas de suas características originais estão preservadas. Reformado, tem quartos espaçosos, magníficos em conforto e aconchego.

Os banheiros são ótimos e alguns quartos têm banheira de imersão. O atendimento é muitíssimo elogiado e você pode aproveitar o café da manhã que sempre tem muita variedades.

Quem quiser algo a mais, pode usufruir do Sky Bar, um rooftop com vista para a Praça do Mercado, ou se aprofundar na culinária polonesa no restaurante Trzy Rybki, que também tem drinques ótimos. Por isso tudo, é uma excelente opção para ficar em Cracóvia.

Hotel Betmanowska Main Square Residence

O Hotel Betmanowska Main Square Residence é um dos melhores da cidade. Premiadíssimo, sabe como agradar aos viajantes mais exigentes. Por isso, seu estilo tão peculiar e sua decoração moderna são mantidos com tanto zelo pela equipe que dá um show de organização.

Aliás, tudo sobre este lugar é incrível! A localização é bem de frente para a Praça do Mercado, os quartos são inacreditáveis: camas confortáveis, banheiro moderno e alguns têm jacuzzi com vista para a praça.

Além disso, tem mimos que valem super a pena: garrafa de espumante – daquela marca famosa – de boas-vindas e de vinho na última noite. É um lugar que agrada a qualquer pessoa e, por isso, pode ser o hotel ideal para você ficar em Cracóvia.

Florianska 32

O Florianska 32 fica ao lado da praça principal, onde está o Mercado, então é ótimo para quem não quer perder tempo com o transporte e deseja estar perto das atrações mais importantes, muitos restaurantes, estação ferroviária e um shopping. Neste aspecto, ele é super prático.

A equipe da administração é extremamente receptiva e sempre está disposta a ajudar. Os quartos estão sempre muito limpos e são muito confortáveis, o check-in e o check-out pode ser feito sem nenhum contato pessoal e é super ágil. Um diferencial é que o banheiro tem xampu, sabonete e condicionador veganos.

Todos os apartamento são grandes e acomodam até seis pessoas. Têm cozinha completa, mas certamente ela será usada para o básico, porque há muitos restaurantes baratos por perto. Definitivamente, é um excelente apartamento para ficar em Cracóvia.

MR 3 Apartments

Os apartamentos do MR 3 Apartments são magníficos. A gente pode até procurar, mas não vai encontrar defeito, porque todos eles foram reformados, decorados com um estilo clássico que combina com o que está do lado de fora do prédio.

Incrivelmente limpo e organizado, é super agradável e tem tudo que a gente precisa. A localização é perfeita, com apenas um passo a gente está nos melhores lugares de Cracóvia: todas as atrações do centro, mercados, lojas e restaurantes. É o coração da cidade e basta abrir a janela para dar de cara com tudo de mais lindo.

Os apartamentos acomodam até seis pessoas e, por isso, o custo-benefício fica muito interessante. E eu ainda nem falei que o pessoal que administra os apartamento é super simpático e facilita nossa vida em tudo. Isso faz muita diferença, né?

Meyo Apartments The Main Square

Os apartamentos do Meyo Apartments The Main Square também são sensacionais. Não é por acaso que eles são tão bem avaliados, né? O prédio é um dos muitos tradicionais no entorno da Praça do Mercado e fica exatamente de frente para a Torre da Prefeitura.

Todas as unidades foram reformadas para ganhar mais aconchego e um toque de modernidade. Os quartos têm camas grandes, colchões excelentes, roupa de cama e banho de primeira. Cozinhas completas, sala de estar e jantar muito bem decoradas completam o itens básicos.

Como são vários apartamentos no prédio, fique atendo a isso na hora de escolher: se quiser vista para a praça, não escolha um apartamento dos fundos. No mais, os atendentes da empresa o condomínio podem ajudar com dúvidas pontuais.

Brama Hostel

 O Brama Hostel é um dos melhores hostels de Cracóvia e fica na principal rua da Cidade Velha – a Rua Florianska – e está perto de absolutamente tudo. Ele tem quartos agradáveis, arejados e bastante confortáveis. Todos têm internet e você pode aproveitar o terraço para encontrar outros viajantes ou para, simplesmente, relaxar.

O café da manhã é bom, sempre com variedades, e isso ajuda a dar aquele gás para explorar a cidade, mas, se preferir fazer sua própria refeição, você pode utilizar a cozinha. O hostel fica a dez minutos a pé da estação de trem.

Centro

Os bairros imediatamente ao lado da Cidade Velha recebem o apelido de Centro ou Centro Expandido. Na verdade, cada bairro tem seu nome, mas é comum se referir a eles assim. A única exceção é o Kazimierz, o bairro judeu de Cracóvia.

O Centro tem áreas mais modernos, avenidas largas, centro comerciais grandes e opções de hospedagem com com preços um pouco mais interessantes.

Como o transporte público funciona perfeitamente, é fácil se locomover para todas as áreas da cidade. Se quiser, você pode ir caminhando até a Cidade Velha numa boa.

Hotel Ibis Krakow Centrum

Como você deve imaginar, o Ibis Kraków Centrum não foge à regra dos hotéis da rede espalhados pelo mundo: os quartos são básicos, com camas bias, práticos e têm uma decoração simples, mas charmosa. O hotel tem estacionamento e internet boa em todos os quartos.

A localização é muito boa. Ele fica na margem do Rio Vístula, em uma área mais calmas a apenas dez minutos a pé da Praça do Mercado, a região mais movimentada da cidade e onde estão as grandes atrações. O Castelo de Cracóvia fica a quatro minutos de caminhada e Kazimierz, o antigo bairro judeu da cidade, a 15 minutos.

Grand Ascot Hotel

A localização do Grand Ascot Hotel é fantástica. A cinco minutos da Cidade Velha, você vai conseguir fazer muita coisa caminhando por avenidas e ruas carregadas de histórias. Este é um grande ponto positivo do hotel, mas não o único.

O pessoal que faz o atendimento na recepção é excelente, super profissional e isso também vale para o time da cozinha e do café da manhã, que é simplesmente maravilhoso, com muita coisa boa. De verdade!

A decoração dos quartos é linda, limpa e leve. A sauna é perfeita para os dias mais frios e a sala de ginástica estará lá esperando aqueles que comerem demais no café da manhã – sempre vale um incentivo, né? Além de tudo isso, é um hotel com excelente custo-benefício.

Hotel Lavender

O moderno Hotel Lavender foi remodelado recentemente e está lindíssimo e bastante confortável: os quartos estão mais claros, arejados e a decoração está impecável e super aconchegante.

Ele é mais um hotel com localização excelente, o que nos permite caminhar pela cidade até os pontos turísticos e, até mesmo, usar o transporte público, que funciona de verdade. Resumindo, mobilidade é garantia.

Os funcionários são muito prestativos e simpáticos, sempre muito atenciosos: eles disponibilizam chaleira elétrica e saquinhos de chá para nos aquecer nas noites mais frias. Vale destacar a internet, que tem uma conexão muito boa e, claro, o custo-benefício que é muito bom. Vale a pena conferir!

Hotel 32 KrakóW Old Town

O Hotel 32 Kraków Old Town é um dos hotéis com mais personalidade que eu conheço na cidade. Ele encanta na primeira olhada e, depois que a gente vê as características, fica impossível não escolhe-lo para ficar em Cracóvia.

Ele fica perto do rio Vístula e do Castelo Real de Wavel e, em dez minutos de caminhada, dá para chegar à Praça do Mercado, na Cidade Velha, com todas as suas encantadoras atrações.

Os quartos são maravilhosos, super confortáveis e sempre muito limpos. Aliás, o hotel ganhou uma repaginada e ficou ainda mais interessante. Eles conseguiram melhorar o que já era muito bom! Então, eu sugiro que você o analise melhor antes de decidir onde vai se hospedar. Combinado?

Hotel Indigo Krakow

O Hotel Indigo Krakow fica em uma rua calma, a uma curta caminhada do coração da Cidade Velha e tem quartos magníficos, com camas grande, macias, travesseiros e roupa de cama de primeira. É tudo uma maravilha!

Os ambientes são claros, acolhedores e o atendimento dos funcionários colabora para que nossa experiência seja a melhor possível. Eles fazem comida com afeto e até o ovo mexido do café da manhã parece ter um sabor especial. Coisas que não se explicam, né?

Tem academia, sauna, máquina de café nos quartos e, se precisar de late check-out, é só negociar na recepção que eles são super maleáveis. Pontos extras para eles e vantagens para o nosso bolso, já que o custo-benefício fica mais interessante assim.

Sheraton Grand Krakow

Eu jamais deixaria o Sheraton Grand Krakow de fora desta lista, porque ele tem uma localização mágica: de frente para o rio Vístula e do ladinho do Castelo Real de Wavel. A vista da sacada é surreal e, só para você ter uma ideia, é um dos lugares preferidos para fazer celebrações de casamento na cidade.

Os quartos são modernos, amplos, arejados e com camas grandes. Tem todo o conforto dos hotéis da rede, com atendimento super profissional e preço justo – o hotel é muito desejado por viajantes do mundo todo.

O café da manhã podia ser melhor, a piscina é pequena e, quando há casamentos, algumas áreas ficam restritas aos convidados da festa. Isso é um pouco chato! Infelizmente, nada é perfeito.

Fresh Apartments

O Fresh Apartments fica a oito minutos a pé da Praça do Mercado, a principal da cidade, e onde está boa parte de suas atrações. Todos os apartamentos têm uma decoração super moderna, cozinha compacta e muito conforto e espaço.

O prédio fica em uma área residencial renovada da cidade, em uma rua bem tranquila, mas perto de tudo: o Castelo Real fica a uma curta caminhada. É um bom lugar para ficar em Cracóvia.

4 Seasons Apartments Cracow

Os apartamentos do 4 Seasons Apartments Cracow são ótimos e ficam no Centro, a cerca de cinco minutos a pé da Praça do Mercado e perto de tudo. Por isso, a localização é um item muito elogiado e bem avaliado pelos hóspedes.

Todas as unidades têm uma cozinha completa – de uma chaleira a uma lava-louças – e todos os ambientes têm uma decoração confortável e clara, e alguns apartamentos têm varanda.

Como os trens urbanos passam nas ruas próximas ao prédio, você pode chegar rapidamente a qualquer ponto da cidade, como o Castelo de Cracóvia ou o bairro Kazimierz. Isso significa que você terá mobilidade garantida.

Red Brick Apartments

O Red Brick Apartments tem uma ótima localização, a poucos metros da estação central, do shopping e de supermercados. Também fica a uma curta caminhada da Cidade Velha e outras atrações turísticas que você, com certeza, vai querer conhecer.

Há vários bares e restaurantes por perto – tem um pub excelente logo na esquina –, parada de ônibus em frente ao prédio e muitas outras facilidades.

O pessoal da recepção é sempre muito gentil e prestativo, tirando dúvidas e dando sugestões com toda simpatia do mundo. Como é um apart-hotel, os quartos são espaçosos, tem uma salinha de estar e cozinha compacta. É uma excelente opção para ficar em Cracóvia.

Sereno Apartments

Os apartamento do Sereno Apartments são uma graça. Todos são muito bem decorados, e há vários tamanhos e categorias para você escolher aquele que se encaixa melhor no seu orçamento. Por isso, vale a pena dar uma olhada nas opções.

A localização é muito boa, na parte moderna de Cracóvia, mas perto dos pontos turísticos do Centro Histórico. Assim, dá para aproveitar o melhor dos dois mundos, né?

As camas são grandes, confortáveis, e as roupas de cama e banho são de qualidade: lençóis, travesseiros, toalhas de banho e tudo mais. Os banheiros são excelentes e alguns apartamentos têm uma varandinha que deixa os ambientes ainda mais arejados.

Hostel Cinnamon

O Hostel Cinnamon fica em uma área mais tranquila, menos movimentada do Centro. Todos os quartos têm internet boa, decoração aconchegante e móveis básicos, mas com manutenção em dia. Ele tem, ainda, uma área comum onde você pode fazer suas refeições e assistir televisão.

Se precisar, você pode deixar sua bagagem no hostel mesmo depois de ter feito o check-out, e, especialmente para as mulheres, um secador de cabelo pode ser tomado emprestado sem pagar nada. A estação de trem e a rodoviária ficam a cerca de dois quilômetros e o ponto de ônibus mais próximo, com ligações para outras partes da cidade, a 300 metros.

Atlantis Hostel

Este hostel fica entre as duas áreas que eu acho mais legais na cidade: o Centro Histórico e Kazimierz. O Atlantis Hostel tem quartos pintados com cores vivas e boa ventilação. Todos têm aquecedor, armários individuais, mas a internet só funciona nas áreas comuns.

Para compensar, o café da manhã está incluso na diária e a Plac Nowy, o coração boêmio dessa área, fica a apenas 350 metros. Quer mais? O hostel tem uma ótima relação custo-benefício. Isso significa que o seu dinheiro vale mais, quando comparado com outras acomodações da cidade.

Premium Hostel

O Premium Hostel é um dos mais procurados de Cracóvia, e para ficar nele você deve fazer sua reserva com bastante antecedência. Ele fica bem perto do Centro Histórico e tem quartos agradáveis, áreas comuns interessantes, uma cozinha bem equipada e um lounge. Ele tem quartos compartilhados e suítes privativas.

O hostel também tem uma excelente relação custo-benefício e é uma ótima escolha para viajantes interessados em monumentos históricos, museus e caminhadas urbanas: dá para conhecer muita coisa da cidade caminhando e, assim, colecionar experiências em cada esquina.

Kazimierz

Na margem do rio Vístula, o bairro judeu de Cracóvia é um destino indispensável para quem chega à cidade. Cheio de bares, cafés e restaurantes descolados, Kazimiers tem um aspecto meio largado, mas eu garanto que você vai adorar este lugar.

No início dos anos 1930, a Polônia era o país europeu com o maior número de judeus. Segundo o censo, mais de três milhões deles viviam no país, e, em Cracóvia, estavam totalmente integrados à vida da cidade, apesar de se concentrarem nesta área. Aí, vieram a Guerra e o Holocausto e mudou completamente tudo.

Com o fim da Segunda Guerra, em 1945, poucos judeus retornaram para o bairro. Isso porque, a maioria tinha sido exterminada pelo exército nazista ou morrido por causa das péssimas condições do gueto.

→ Conheça o bairro judeu de Cracóvia

Com o passar dos anos, o espírito empreendedor dos judeus poloneses fez com que o Kazimiers emergisse como um dos mais efervescentes e tradicionais bairros da cidade. É onde gente do mundo todo se conecta com a cultura e com a história judaica.

Atualmente, como já comentei, uma visita a este lugar é indispensável para quem está em Cracóvia.

Ao redor da Plac Noway – uma das áreas mais boêmias da cidade – estão bares, cafés e barraquinhas de comida de rua onde você pode se fartar – eu experimentei e adorei o zapiekanka – que não tem nada a ver com a culinária judaica.

Hotel Estera

Se você gosta de curtir o dia e aproveitar ainda mais a noite, pode ser que não encontre uma opção melhor do que o Hotel Estera. É que ele fica em uma região com vários bares ótimos e, como se não bastasse, ele tem o próprio bar, que serve drinques do mundo inteiro. Então já dá para fazer um esquenta no próprio hotel. Pode isso?

A estrutura do hotel é muito boa, os atendentes fazem de tudo para que as coisas fluam com leveza, sempre preocupados com o nosso bem-estar. Isso a gente também percebe no café da manhã, que é à la carte – pode estar incluído na diária ou não – e dá para comer no quarto.

A localização é fantástica, no coração do bairro judeu, que tem um mundo de coisas interessantes para ver e fazer, e ainda fica pertinho da Cidade Velha. É uma excelente ideia para ficar em Cracóvia.

Hotel Perfect

O Hotel Perfect fica no coração de Kazimierz, com muitos ótimos restaurantes, literalmente, ao virar a esquina, mas a rua onde fica o hotel é muito tranquila, o que nos permite dormir confortavelmente.

É uma área com bom acesso ao transporte público e a equipe de funcionários é ótima, muito educada e ajuda com várias dicas. O café da manhã é delicioso, com bastante variedades.

Definitivamente, vale o que cobra porque o serviço, a localização e a experiência de viver este lado de Cracóvia não têm preço. Vale a pena conferir os detalhes!

Hotel M29

O Hotel M29 é fantástico e quem diz isso não sou apenas eu, mas os de viajantes várias partes do mundo que deram uma super nota de avaliação ao hotel. Então, a gente já parte deste ponto com mais segurança.

Toda a estrutura dele é muito boa e bonita, com uma localização excelente, a apenas algumas quadras da Plac Noway, a parte mais vibrante do bairro. Os quartos são perfeitamente limpos, muito espaçosos e com decoração impecável.

O café da manhã é muito bom, com muitas opções doces e salgadas, e eu preciso destacar a qualidade da comida, tanto no café da manhã quanto no restaurante. Por isso tudo, eu acho que é um excelente lugar para ficar em Cracóvia.

Golden Tulip Krakow Kazimierz

O Golden Tulip Krakow Kazimierz segue os padrões da rede, com atendimento super profissional, limpeza criteriosa, boa localização e alto padrão de qualidade. Apesar de não ser um hotel grande – nenhum do bairro é – não deixa a desejar em nada.

Outros pontos positivos são: tem estacionamento para hóspedes, decoração moderna e aconchegante dos quartos e das áreas comuns, café da manhã reforçado e muito gostoso e internet que funciona de verdade. Fechamos a lista?

Puro KrakóW Kazimierz 

O PURO Kraków Kazimierz é um hotel que sempre supera expectativas. É que ele tem um estilo muito especial, com arquitetura moderna e conforto extraordinário, resultado de ambientes claros, arejados e sempre muito limpos, mas isso não é tudo.

Como uma bolha de modernidade em um dos bairros mais tradicionais da cidade, o hotel fica a uma pequena caminhada de ótimos bares, restaurantes, lojas e  outro tanto de coisas legais. Você vai ver!

Os quartos são sensacionais, com tudo na medida: cama grande, travesseiros ótimos, banheiro enorme – alguns têm banheira – e tem um restaurante fantástico. Tudo isso sem arrogância, mas com um jeitão “alternativo”, que atrai viajantes jovens e antenados com as questões do mundo atual. É uma das melhores opções para ficar em Cracóvia.

Apartament Na Kazimierzu

Quem procura um cantinho para passar uma temporada vai gostar do Apartament Na Kazimierzu. Ele é simplesmente incrível, sem luxo, mas muito bem equipado, com tudo que, provavelmente, você tem em casa – menos o sistema de aquecimento, né?

Ele fica no coração do bairro judeu, onde estão vários restaurantes e bares muito bons, e a mais ou menos 20 minutos de caminhada da Cidade Velha – o caminho é maravilhoso, você vai querer fazer todo dia.

Ao lado do apartamento, tem um ponto de aluguel de bicicleta e isso facilita muito, porque dá para chegar a qualquer parte da cidade em dez minutos. A anfitriã é muito simpática e prestativa, nos faz sentir como se estivéssemos em casa.

Aparthotel Delta Boutique

O Aparthotel Delta Boutique é para quem quer mais privacidade e espaço, mas não abre mão do serviço de hotel. Afinal, encontrar tudo limpinho e organizado no fim do dia tem seu valor, né? Eu gosto bastante.

A localização é excelente. Se quiser ficar um mês, vai ter restaurante diferente para conhecer todos os dias – eu avisei que o Kazimierz é indispensável em vários aspectos, e a gastronomia é apenas um deles. No mais, cama excelente, atendimento ótimo e preço justo. É um bom lugar para ficar em Cracóvia.

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto e o período de permanência é de até 90 dias, podendo ser prorrogado para mais 90 dias.

Documentos

É necessário apresentar um passaporte com validade mínima de seis meses, após a data da saída do país, e com uma página em branco.

Dinheiro

A moeda da Polônia é o złoty, identificado pelas siglas PLN e zł. Para sua viagem, leve euros e troque nas casas de câmbio.

Vacinas

Nenhuma vacina específica é exigida, independentemente do motivo da viagem e da idade do viajante. O seguro viagem é obrigatório.  

Informações sobre covid-19

Desde 28 de março de 2022, não há restrições de entrada na Polônia relativas à pandemia de covid-19, o que significa que já não é necessário apresentar o certificado de vacinação ou teste negativo.

Com a medida, todos os viajantes internacionais não estarão sujeitos a quarentena. Também não é mais obrigatório preencher o Formulário de Localização de Passageiros (eKLP) antes de chegar ao país.

RETORNO AO BRASIL

De acordo com informações da Anvisa, viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

O seguro viagem  é obrigatório para todos os países europeus  que fazem parte do Tratado de Schengen: a Polônia é um deles.

Sem o seguro, você pode ser impedido de entrar no país. E tem mais: há uma cobertura mínima de EUR 30.000. Portanto, você precisa informar para qual – ou quais – país vai viajar antes de comprar o seguro.

Eu sempre indico o Seguros Promo, um site que compara os preços de várias seguradoras e nos mostra os melhores valores para cada cobertura.

Além disso, nem todos os países têm um sistema de saúde público e gratuito. Na verdade, na maioria deles, viajantes estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita. Por isso, é muito importante ter o seguro internacional de saúde – também chamado de seguro viagem.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

Você já imaginou quanto custa um tratamento médico para esses casos em outros países? Dependendo da gravidade, o atendimento pode custar milhares de dólares, podendo gerar sérias dificuldades financeiras para você e seus familiares para o resto da vida.

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

DINHEIRO NA POLÔNIA

A moeda da Polônia é o złoty, identificado pela sigla PLN e pelo símbolo zł, e raramente você vai encontrá-la nas casas de câmbio do Brasil. Portanto, a sua melhor opção é viajar com euros e fazer a troca quando chegar à Polônia. Eu sugiro que você troque, pelo menos, um pouco de dinheiro no aeroporto para usar nas despesas imediatas, como no transporte público.

Você pode trocar facilmente o seu dinheiro na Polônia, em grandes e pequenas cidades, mesmo que seja na recepção de um hotel – só em último caso. As casas de câmbio – identificadas com a palavra Kantor – aceitam praticamente todas as principais moedas estrangeiras, menos o real. Elas geralmente funcionam das 9h às 19h, nos dias úteis, e até às 14h, aos sábados.

Você pode usar o seu cartão para fazer saques de dinheiro na Polônia. Mas, para isso, você pagará uma taxa – que varia de acordo com o banco -, além do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 6,38%. É importante lembrar que o seu cartão precisa estar desbloqueado para uso no exterior. Para isso, você deve solicitar a liberação em sua agência ou no aplicativo do banco.

As bandeiras de cartão de crédito e débito mais comuns – MasterCard, Visa, American Express e Diners – são aceitas amplamente no comércio polonês, mas, em cidades menores, é sempre bom perguntar antes de qualquer coisa.

Ao consumir algo em um bar ou restaurante, é recomendado dar uma gorjeta de 10% sobre o valor total da conta. O mesmo vale para táxis e outros serviços.

Veja mais dicas da Polônia

Ficou mas fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, é só deixar suas pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas da Polônia.

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto e o período de permanência é de até 90 dias, podendo ser prorrogado para mais 90 dias.

Documentos

É necessário apresentar um passaporte com validade mínima de seis meses, após a data da saída do país, e com uma página em branco.

Dinheiro

A moeda da Polônia é o złoty, identificado pelas siglas PLN e zł. Para sua viagem, leve euros e troque nas casas de câmbio.

Vacinas

Nenhuma vacina específica é exigida, independentemente do motivo da viagem e da idade do viajante. O seguro viagem é obrigatório.  

Informações sobre covid-19

Desde 28 de março de 2022, não há restrições de entrada na Polônia relativas à pandemia de covid-19, o que significa que já não é necessário apresentar o certificado de vacinação ou teste negativo.

Com a medida, todos os viajantes internacionais não estarão sujeitos a quarentena. Também não é mais obrigatório preencher o Formulário de Localização de Passageiros (eKLP) antes de chegar ao país.

RETORNO AO BRASIL

De acordo com informações da Anvisa, viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

O seguro viagem  é obrigatório para todos os países europeus  que fazem parte do Tratado de Schengen: a Polônia é um deles.

Sem o seguro, você pode ser impedido de entrar no país. E tem mais: há uma cobertura mínima de EUR 30.000. Portanto, você precisa informar para qual – ou quais – país vai viajar antes de comprar o seguro.

Eu sempre indico o Seguros Promo, um site que compara os preços de várias seguradoras e nos mostra os melhores valores para cada cobertura.

Além disso, nem todos os países têm um sistema de saúde público e gratuito. Na verdade, na maioria deles, viajantes estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita. Por isso, é muito importante ter o seguro internacional de saúde – também chamado de seguro viagem.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

Você já imaginou quanto custa um tratamento médico para esses casos em outros países? Dependendo da gravidade, o atendimento pode custar milhares de dólares, podendo gerar sérias dificuldades financeiras para você e seus familiares para o resto da vida.

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

DINHEIRO NA POLÔNIA

A moeda da Polônia é o złoty, identificado pela sigla PLN e pelo símbolo zł, e raramente você vai encontrá-la nas casas de câmbio do Brasil. Portanto, a sua melhor opção é viajar com euros e fazer a troca quando chegar à Polônia. Eu sugiro que você troque, pelo menos, um pouco de dinheiro no aeroporto para usar nas despesas imediatas, como no transporte público.

Você pode trocar facilmente o seu dinheiro na Polônia, em grandes e pequenas cidades, mesmo que seja na recepção de um hotel – só em último caso. As casas de câmbio – identificadas com a palavra Kantor – aceitam praticamente todas as principais moedas estrangeiras, menos o real. Elas geralmente funcionam das 9h às 19h, nos dias úteis, e até às 14h, aos sábados.

Você pode usar o seu cartão para fazer saques de dinheiro na Polônia. Mas, para isso, você pagará uma taxa – que varia de acordo com o banco -, além do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 6,38%. É importante lembrar que o seu cartão precisa estar desbloqueado para uso no exterior. Para isso, você deve solicitar a liberação em sua agência ou no aplicativo do banco.

As bandeiras de cartão de crédito e débito mais comuns – MasterCard, Visa, American Express e Diners – são aceitas amplamente no comércio polonês, mas, em cidades menores, é sempre bom perguntar antes de qualquer coisa.

Ao consumir algo em um bar ou restaurante, é recomendado dar uma gorjeta de 10% sobre o valor total da conta. O mesmo vale para táxis e outros serviços.

Veja mais dicas da Polônia

Ficou mas fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, é só deixar suas pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas da Polônia.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13