Como chegar a Cracóvia: as opções de transporte mais rápidas e baratas

10

Atualizado em 16 de agosto de 2020

Foto: PetrS.

Principal cidade turística da Polônia, saber como chegar a Cracóvia é essencial para você aproveitar melhor os seus dias e, claro, fazer um roteiro que otimize tempo e dinheiro.

Para muita gente, o principal motivo de visitar a Polônia é conhecer os antigos campos de concentração de Auschwitz e Cracóvia é a cidade que serve como base para a visita.

Mas, se você esta planejando uma viagem para este canto do mundo, eu já lhe adianto: há muito mais do que o sofrimento deixado pela Segunda Guerra.

Então, esteja pronto para ficar impressionado com a riquíssima cultura e com o charme dessa cidade.

Como chegar a Cracóvia

De avião

O Aeroporto Internacional John Paul II (KRK), em Cracóvia, é o segundo mais importante do país. Além de conexões domésticas, há partidas e chegadas de voos internacionais.

Porém, é importante saber que não existem voos direto do Brasil, ou seja, para chegar a Cracóvia, será preciso fazer escala em outro país.

Eu sugiro que você leia: Voos para a Polonia: companhias aéreas e aeroportos.

Para ir do aeroporto ao Centro, você pode pegar os ônibus das linhas 208, 292 e 902, e a viagem dura cerca de 25 minutos.

Também há uma estação de trem atrás do aeroporto e, para chegar ao Centro, você pode pegar uma das linhas que vão para a estação Kraków Glówny.

Uma corrida de táxi até o Centro demora cerca de 20 minutos, mas você pode usar o Uber, que também funciona na cidade.

No saguão do aeroporto há agências de aluguel de carro e serviços como lanchonete, caixa eletrônico, lojas e guarda-volumes.

De trem

A Dworzec Glówny PKP é a estação central da cidade, e fica bem próxima ao Centro. Se você estiver em outra região da Polônia, não se preocupe, a estação de Cracóvia é muito bem conectada e fica fácil chegar aqui.

Dê uma olhada nas linhas no site da Intercity.

Como chegar a Cracóvia

Porém, se estiver em outro país europeu e quiser chegar a Cracóvia, saiba que só existem alguns trechos diretos para cá.

Você pode tomar um trem saindo de Praga, na República Tcheca, e também pode vir de Budapeste, na Hungria, direto para Cracóvia, por exemplo.

Umas empresas que opera na cidade é a RegioJet.

De ônibus

As rodovias dentro da Polônia e, também, as que conectam o país a nações vizinhas, como a Alemanha e a Eslováquia, por exemplo, são excelentes e fazem a viagem render.

Além disso, a maioria das empresas opera com ônibus novos, confortáveis e cheios de regalias como serviço de bordo, bebidas quentes e internet.

A Eurolines tem muitos techos partindo de outros países europeus, como França, Itália e Reino Unido. Já a Ecolines trabalha com a Europa Central, Rússia e a região báltica.

Eu dou muitas outras dicas em: Como é viajar de ônibus na Polônia.

Foto: Ziggi

De carro

Nenhuma outra grande cidade na Polônia tem melhor acessibilidade para outros países que Cracóvia. Por isso, assim como de ônibus, chegar a Cracóvia de carro é agradável e fácil.

Isso porque as rodovias são excelentes, principalmente saindo da Alemanha, a oeste da Polônia.

Com as mãos no volante, é preciso saber que o limite de velocidade nas rodovias daqui é geralmente de 140 quilômetros por hora. Além disso, dependendo de onde você vier, terá que pagar pedágio.

As principais rodovias são a Express A4, que vai para a Alemanha, a 7, que segue para o norte, até o Mar Báltico e sul, até encontrar o Mediterrâneo, passando pela Eslováquia e pela Áustria. Além da a 4, rodovia que segue para o leste europeu, passando pela Ucrânia, e a 52, que nos leva até a República Tcheca.

Agora que você já sabe como chegar a Cracóvia, fica mais fácil planejar seus incríveis dias nessa cidade.

Se precisar de um hotel barato, ou se ainda não sabe onde ficar, veja: Onde se hospedar em Cracóvia.

Informações Básicas
Visto | Brasileiros não precisam de visto para entrar e permanecer na Polônia por até 90 dias.
Documentos | É necessário apresentar o passaporte com  três meses de validade a partir da data de saída do país.
Dinheiro| A moeda da Polônia é o złoty, identificado pelas siglas PLN e zł. Veja como usar seu dinheiro na Polônia
Vacinas | Nenhuma vacina é exigida, mas o seguro viagem específico para países europeus é obrigatório.

Veja mais sobre a Polônia

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo e aproveite para ver outras dicas.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um viajante apaixonado pelas coisas desse mundo. Um jornalista que adora contar boas histórias e compartilhar informações de viagem. Meu propósito de vida é ajudar outras pessoas a conhecerem lugares novos e a viverem experiências inesquecíveis.

10 Comentários

  1. Avatar

    Oi Altier,

    Muito obrigada! Vou analisar as duas opções. De trem você sabe me dizer a melhor rota? Tenho olhado e os horários são bem ruins.
    Abraços!!

  2. Avatar

    Boa tarde Altier,

    Adorei seu blog e seu texto.
    Eu e meu marido estaremos em Cracóvia e queremos ir para Viena, no entanto estou encontrando dificuldades com os trens. Você acha que ir de carro é uma boa opção? Um abraço!

  3. Avatar

    Olá! Esterei em novembro na Cracóvia, chegando por Budapeste, e 4 dias depois da Cracóvia partirei para Praga.
    Qual a melhor forma de deslocamento? Ônibus ou trem? Além disso, preciso comprar com antecedência as passagens? Obrigada 🙂

  4. Avatar

    Gostei muito do seu texto sobre a Cracóvia, estarei lá com meu marido vindo de Gotemburgo em junho e gostaríamos de ir para Budapeste de carro. Voce acha que é um trajeto simples de fazer, dá para ir direto sem parar para dormir no caminho, a transição dos paises é tranquila?
    Agradeço muito pelas respostas!
    obrigada,
    Lise

    • Altier Moulin

      Oi, Lise.

      Eu fui de Berlim para a Cracóvia e a imigração foi super tranquila. No meu caso, eu estava de ônibus e nem foi preciso apresentar o passaporte.
      Como você vai cortar a Eslováquia, vale muito a pena dormir por aqui uma noite. Bratislava fica um pouco fora de sua rota, mas as estradas são tão boas que a viagem rende.

      Boa viagem! 🙂

Escreva um comentário