Quanto custa viajar para Varsóvia: veja quanto vai gastar na capital polonesa

Atualizado em 15 de novembro de 2022 – 5 min de leitura

Quanto custa viajar para Varsóvia, na Polônia

Você que está planejando visitar a Polônia precisa saber quanto custa viajar para Varsóvia e, talvez, você ainda saiba muito pouco sobre a capital da Polônia.

É que quase todo mundo que chega ao país destina seus olhares para Cracóvia que, para muitos, tem contornos mais atraentes, mas será praticamente impossível descartar a mais importante cidade polonesa do seu roteiro.

→ Onde ficar em Cracóvia

Uma das cidades que mais sofreram com os ataques nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, Varsóvia tem um legado de superação e de reinvenção.

Depois de ser reconstruída no pós-guerra, a cidade ainda teve que vencer as restrições do comunismo e, hoje, é uma das mais lindas capitais europeias.

Quanto custa viajar para Varsóvia, na Polônia

Para facilitar seus dias, eu sugiro que você também leia todas as minhas dicas do que fazer, ver e comer na cidade.

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

Dinheiro na Polônia

A moeda da Polônia é o złoty, identificado pelas sigla PLN e pelo símbolo zł. Geralmente, o câmbio é favorável para brasileiros que planejam viajar para Varsóvia.

Você pode levar euros e trocar nas casas de câmbio do país ou fazer saques nos caixas eletrônicos usando o cartão do seu banco, mas lembre-se que ele precisa estar liberado para uso no exterior.

Transporte

A passagem aérea, quase sempre, é o item mais caro de uma viagem. Mas, para quem tem mais disponibilidade de tempo, voar na baixa estação pode ser uma grande solução para driblar os altos preços que encontramos no período de férias escolares, por exemplo.

Infelizmente, não há voo direto para Varsóvia saindo do Brasil. Portanto, será necessário fazer uma escala em outro país europeu. Geralmente, as tarifas mais baratas têm como ponto de partida o Aeroporto Internacional de São Paulo (GRU).

Se você já estiver na Europa, dá para chegar à Varsóvia de trem e de ônibus. Uma boa opção é a Regio Jet, empresa tcheca que tem linhas espalhadas por, praticamente, toda a Europa.

Com preços altamente competitivos e um agradável atendimento, a companhia – que também é conhecida como Student Agency – é uma das preferidas dos poloneses.

Para saber mais sobre viagens rodoviárias dentro e fora do país, leia: Como é viajar de ônibus na Polônia.

Varsóvia tem um moderno sistema de transporte público, incluindo metrô, trem e ônibus. De forma geral, as rodovias são bem cuidadas, sinalizadas e seguras.

Tíquetes únicos são válidos para todos os tipos de transporte. Eles são vendidos em quiosques dentro das estações e têm validade de 20 e 75 minutos. Estrangeiros não têm desconto no transporte público do país.

No metrô e nos trens urbanos, os bilhetes devem ser validados no início de uma viagem e, se não fizer isso, você vai ser multado. O valor da multa é de, aproximadamente, PLN 200. Os bilhetes para adultos custam entre PLN 3 e 5.

Quanto custa viajar para Varsóvia, na Polônia

Motoristas de táxi geralmente cobram mais caro de turistas, como em várias partes do mundo. Em Varsóvia, o preço inicial da partida é PLN 10, e outros PLN 3 serão cobrados a cada quilômetro.

Uma boa solução é usar carro de aplicativo, que funciona perfeitamente na cidade. Uma corrida do Aeroporto Frederic Chopin (WAW) até Stare Miasto, o centro histórico de Varsóvia, custa entre PLN 22 e 30.

Hospedagem

Varsóvia é linda e, em suas avenidas largas, a arquitetura clássica contrasta com prédios modernos.

Então, escolher um lugar para ficar por aqui será fácil. Para quem está interessado na parte histórica da cidade, a região da Stare Miasto é ideal.

Para quem quiser aproveitar um pouco mais da vida moderna da cidade, o Centro, especialmente a área perto do Palácio da Cultura e da Ciência, é sensacional.

Quanto custa viajar para Varsóvia, na Polônia

Nessas regiões, você encontra boas opções que variam de PLN 60 a PLN 140, incluindo hostels e hotéis mais confortáveis, como os das grandes redes mundiais. Claro, esses valores são mais fáceis de serem achados quando reservamos com antecedência.

Alimentação

Comer em Varsóvia é muito barato. Se você for daqueles viajantes mais descolados, que gostam de comida de rua, sempre haverá boas opções. Nesse esquema, um café da manhã sai por cerca de PLN 20, o almoço por PLN 25 e o jantar, um pouco mais reforçado, por PLN 35.

Para aqueles viajantes mais exigentes, os preços devem variar entre PLN 30 e 50. Quem quiser pagar mais caro em restaurantes um pouco mais badalados vai gastar entre PLN 80 e 150.

Para saber o que experimentar no país, eu sugiro que você leia: Comidas da Polônia: o que comer e beber no país e Conheça o melhor da noite de Varsóvia.

Quanto custa viajar para Varsóvia, na Polônia

Passeios

Aqui está um grande barato desta cidade: há muitas boas opções para você fazer e ver sem pagar nada, e é isso que vai aliviar – e muito – os seus cálculos de quanto custa viajar para Varsóvia.

A Free Walking Tour tem passeios gratuitos que nos levam à maioria dos pontos turísticos da cidade – como esses que eu mostro em: Um passeio pela herança dos judeus de Varsóvia e Um passeio pela Cidade Velha de Varsóvia. Infelizmente, ainda não há guias que falam português, então você pode escolher entre inglês e espanhol.

Quanto custa viajar para Varsóvia, na Polônia

Além disso, você pode economizar visitando alguns dos museus mais importantes da cidade usando sua Carteira de Estudante Internacional para ganhar descontos nas entradas, como eu explico em: Os imperdíveis museus de Varsóvia.

Quanto custa viajar para Varsóvia, na Polônia

Para você ter uma ideia, a entrada no Museu Nacional de Varsóvia custa PLN 25, no Museu dos Judeus Poloneses, PLN 30 e no Museu do Levante de Varsóvia você paga PLN 25, sem descontos.

Quanto custa viajar para Varsóvia

Para planejar sua viagem e se programar para saber quanto vai gastar para viajar para Varsóvia, é ideal que você adeque suas despesas à sua receita, ou seja, você deve gastar aquilo que tem. Isso significa que, se o seus ganhos são em reais, é importante que você saiba quanto, aproximadamente, você vai gastar em reais.

Então, durante o planejamento, é importante fazer a conversão de cada item para se programar melhor. Porém, lembre-se que estamos falando de países e cidades diferentes, e, portanto, com custos de vida distintos. Por isso, fazer as contas agora é um bom caminho para você não ficar como um louco convertendo cada centavo durante a viagem.

Eu fiz a conversão de alguns itens para mera comparação, apenas para a gente ter uma ideia de quanto custa viajar para Varsóvia. A cotação da moeda polonesa é a da data de publicação deste post (R$ 1 = PLN 1,14). Para consultar o câmbio oficial atualizado, acesse o site do Banco Central.

ZŁOTYREAL
TRANSPORTE
Passagem aéreaR$ 3.800
Carro de aplicativo (do aeroporto ao Centro)zł 30R$ 35
HOSPEDAGE
Diária de hostelzł 55R$ 65
Diária de hotelzł 140R$ 170
ALIMENTAÇÃO
Café da Manhãzł 20R$ 22
Almoçozł 25R$ 28
Jantarzł 35R$ 40
ATRAÇÕES TURÍSTICAS
Museu dos Judeus Poloneseszł 30R$ 35
Castelo Realzł 25R$ 28
Museu do Levante de Varsóviazł 25R$ 28

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto e o período de permanência é de até 90 dias, podendo ser prorrogado para mais 90 dias.

Documentos

É necessário apresentar um passaporte com validade mínima de seis meses, após a data da saída do país, e com uma página em branco.

Dinheiro

A moeda da Polônia é o złoty, identificado pelas siglas PLN e zł. Para sua viagem, leve euros e troque nas casas de câmbio.

Vacinas

Nenhuma vacina específica é exigida, independentemente do motivo da viagem e da idade do viajante. O seguro viagem é obrigatório.  

Informações sobre covid-19

Desde 28 de março de 2022, não há restrições de entrada na Polônia relativas à pandemia de covid-19, o que significa que já não é necessário apresentar o certificado de vacinação ou teste negativo.

Com a medida, todos os viajantes internacionais não estarão sujeitos a quarentena. Também não é mais obrigatório preencher o Formulário de Localização de Passageiros (eKLP) antes de chegar ao país.

RETORNO AO BRASIL

De acordo com informações da Anvisa, viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

O seguro viagem  é obrigatório para todos os países europeus  que fazem parte do Tratado de Schengen: a Polônia é um deles.

Sem o seguro, você pode ser impedido de entrar no país. E tem mais: há uma cobertura mínima de EUR 30.000. Portanto, você precisa informar para qual – ou quais – país vai viajar antes de comprar o seguro.

Eu sempre indico o Seguros Promo, um site que compara os preços de várias seguradoras e nos mostra os melhores valores para cada cobertura.

Além disso, nem todos os países têm um sistema de saúde público e gratuito. Na verdade, na maioria deles, viajantes estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita. Por isso, é muito importante ter o seguro internacional de saúde – também chamado de seguro viagem.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

Você já imaginou quanto custa um tratamento médico para esses casos em outros países? Dependendo da gravidade, o atendimento pode custar milhares de dólares, podendo gerar sérias dificuldades financeiras para você e seus familiares para o resto da vida.

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

DINHEIRO NA POLÔNIA

A moeda da Polônia é o złoty, identificado pela sigla PLN e pelo símbolo zł, e raramente você vai encontrá-la nas casas de câmbio do Brasil. Portanto, a sua melhor opção é viajar com euros e fazer a troca quando chegar à Polônia. Eu sugiro que você troque, pelo menos, um pouco de dinheiro no aeroporto para usar nas despesas imediatas, como no transporte público.

Você pode trocar facilmente o seu dinheiro na Polônia, em grandes e pequenas cidades, mesmo que seja na recepção de um hotel – só em último caso. As casas de câmbio – identificadas com a palavra Kantor – aceitam praticamente todas as principais moedas estrangeiras, menos o real. Elas geralmente funcionam das 9h às 19h, nos dias úteis, e até às 14h, aos sábados.

Você pode usar o seu cartão para fazer saques de dinheiro na Polônia. Mas, para isso, você pagará uma taxa – que varia de acordo com o banco -, além do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 6,38%. É importante lembrar que o seu cartão precisa estar desbloqueado para uso no exterior. Para isso, você deve solicitar a liberação em sua agência ou no aplicativo do banco.

As bandeiras de cartão de crédito e débito mais comuns – MasterCard, Visa, American Express e Diners – são aceitas amplamente no comércio polonês, mas, em cidades menores, é sempre bom perguntar antes de qualquer coisa.

Ao consumir algo em um bar ou restaurante, é recomendado dar uma gorjeta de 10% sobre o valor total da conta. O mesmo vale para táxis e outros serviços.

Veja mais dicas da Polônia

Ficou mas fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, é só deixar suas pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas da Polônia.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

2 Comentários

  1. Karla

    Bom dia. Estou aguardando o momento de liberação da Vacina Corona Vac ou A terceira dose, para viajar pra Polônia.
    Isto talvez aconteça em novembro ou inicio dr dezembro .
    Queria saber se teríamos muitos inconvenientes com a temperatura ou se conseguiremos aproveitar bem a viagem.
    Também saber como estão as condições do oaís em rela a pandemia.
    Obrigada

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Karla
      Certamente precisará de muitos casacos potentes para suportar o frio.
      O inverno é bastante rigoroso na Polônia.
      Um abraço.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17