Marinheiro de primeira viagem? Veja como escolher uma cabine no cruzeiro

0

Atualizado em 19 de agosto de 2021

Veja como escolher uma cabine no cruzeiro

Foto: Sea Cruises Travel Brazil

Eu tenho certeza de que, alguma vez na vida, você já pensou em fazer um cruzeiro para um lugar especial, diferente e até mesmo paradisíaco. Mas, por um motivo qualquer, você adiou esse projeto de viagem e até agora ele não saiu do papel.

Mas, para lhe e ajudar, eu resolvi dar algumas dicas para você levar em consideração na hora de comprar um cruzeiro. E, pelo que vejo, muitas pessoas têm dúvidas de qual cabine escolher.

Como escolher sua cabine no cruzeiro

Como você pode imaginar, antes de comprar um cruzeiro é preciso reunir o máximo de informações referentes à companhia, aos produtos, aos tipos de cabine oferecidos, ao roteiro da viagem e a tudo mais. Quanto mais informações você tiver, mais segurança para decidir você terá.

É isso que acontece com a maioria das pessoas – e comigo não foi diferente quando comprei meu pacote cruzeiro. É que, muitas vezes, viajantes indecisos entre dois cruzeiros aparentemente muito semelhantes acabam tomando a decisão com segurança depois de analisar os pontos que vou relatar a partir de agora.

TIPOS DE CABINES

Assim como em um hotel, os navios de cruzeiro também têm diferentes opções – standard, luxo e suíte são alguns exemplos. Além disso, tem opções com ou sem vista para o mar, cabines externas ou cabines internas e ainda aqueles com varanda.

Neste caso, você terá que comparar uma a uma e decidir por aquela que mais lhe agrade e que se encaixa no seu orçamento. E por falar nisso, o preço de cada uma delas pode ser bem diferente dependendo do navio.

As cabines internas, por exemplo, são as mais baratas de forma geral e têm, praticamente, o mesmo tamanho das externas, só que, claro, não têm nenhum tipo de vista. Então, se sua prioridade é economizar, fica a dica.

Veja como escolher uma cabine no cruzeiro

Foto: Sea Cruises Travel Brazil

As cabines externas costumam ser subdivididas em externas com janela e externas com varanda – as que têm uma varanda geralmente são maiores que as demais.

Além das cabines standard algumas embarcações oferecem a opção luxo, com muito mais espaço e mais recursos além da varanda, e suítes, que têm hidromassagem, sala de estar e outros mimos.

LOCALIZAÇÃO DA CABINE

As cabines nos deques mais altos costumam ser mais procuradas e, por isso mesmo, são mais caras em algumas companhias. As vantagens delas é ficar mais próximo, em geral, do centro de lazer e entretenimento no navio e ter mais tempo para o desembarque no porto final da viagem.

Quem tem problemas de enjoo por causa do balanço do navio ou sofre de labirintite deve escolher cabines localizadas mais ou menos no meio do navio, em deques centrais ou mais baixos.

Essa localização faz com que a sensação de balanço ao longo da viagem seja muito menor, assim como seus possíveis efeitos no organismo. Quanto mais alto for o deque e mais perto for a cabine da proa ou da popa, maior a sensação de oscilação longo da viagem.

CHANCE DE CORTESIA

Também importante notar que todos os navios possuem pouquíssimas cabine single. Em geral, são apenas duas ou quatro. E, por isso mesmo, elas estão sempre entre as primeiras a serem vendidas. Então, se você estiver viajando sem ninguém e se essas cabines já estiverem esgotadas, será preciso desembolsar o valor de uma cabine dupla.

Veja como escolher uma cabine no cruzeiro

Foto: Sea Cruises Travel Brazil

A maioria dos navios também possui algumas cabines triplas ou quádruplas e, em vários roteiros, oferecem cortesia para o terceiro ou quarto passageiro na mesma cabine. Então, não custa verificar se isso vale para o cruzeiro que deseja fazer.

CUIDADOS NA CABINE

Uma coisa que muita gente não presta atenção, mas que é importante dizer é que não é permitido usar aparelhos elétricos na cabine, especialmente ferro de passar roupas. As exceções são secador de cabelo, disponível para todas as cabines, e barbeador elétrico, por exemplo.

Todas as cabines possuem cofre. Assim como dos hotéis, nenhum navio se responsabiliza por objetos e valores deixados no quarto. Então, nada de deixar dinheiro dando sopa na bolsa ou na mala.

Chegou a hora de embarcar

Ficou mais fácil decidir qual cabine escolher para o seu tão esperado cruzeiro? O segredo é buscar o máximo de informações possíveis e comparar todas elas.

Se você se sente animado para viver sua primeira experiência a bordo de um navio, aproveite os cruzeiros partindo do Rio de Janeiro. Há vários roteiros e também cruzeiros temáticos que, com toda certeza, vai combinar perfeitamente com o que você procura e merece.

SOBRE O AUTOR

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

Escreva um comentário