Quando ir a Sucre: veja a melhor época para planejar sua viagem

0

Atualizado em 12 de abril de 2021

quando ir a Sucre

Sucre, assim como muitas outras cidades da Bolívia, vai lhe ensinar a lidar com o mal de altitude. A capital constitucional do país fica a 2.710 metros de altitude, cravada entre os picos da Cordilheira dos Andes. Justamente por isso, é importante saber quando ir a Sucre, pois com toda essa altura, nosso corpo pode demorar um pouco para se acostumar.

Ainda assim, o mal de altitude não é motivo para desanimo – mesmo que cause cansaço às vezes -, já que ir a Sucre, e conhecer a Cidade Branca, é explorar um Patrimônio Mundial da Humanidade cheio de história e cultura.

Eu visitei a cidade em janeiro e peguei dias ensolarados e sem chuva. Mesmo no verão, nos pontos mais altos da cidade e arredores, faz frio pela manhã e à noite – como em Tarabuco, por exemplo. Então, não dispense aquele casaco mais quentinho.

quando ir a Sucre

Quando ir a Sucre

Localizada nos vales da cordilheira central da Bolívia, Sucre é abençoada com um dos melhores climas do país. Devido a grande variedade de altitude no território, o clima entre as cidades bolivianas muda muito. Então, fique atento.

Por aqui, os dias têm temperaturas amenas, com média de 20 graus e as noites são um pouco mais frias. A chuva não é muito frequente, sendo cerca de 82 dias de precipitação por ano.

Verão

A estação mais quente do ano vai de outubro a abril. O verão em Sucre tem clima agradável, céu ensolarado e também maior incidência de chuva.  Nessa época, as temperaturas variam de 21 a nove graus.

Mesmo que os dias mais chuvosos aconteçam neste período, sendo janeiro o mês com mais precipitação, a cidade ainda é considerada boa para visitar o ano inteiro.

Entre outubro e novembro acontece o Festival Internacional de Cultura em Sucre, quando artistas do mundo inteiro aparecem para se expressar e expor seus trabalhos para o mundo. São fotógrafos, músicos e escritores juntos num belo festival cultural.

quando ir a Sucre

Inverno

O frio chega com mais força entre maio e setembro. Esse é o período mais seco do ano, também muito bom para ir a Sucre. A temperatura máxima chega as 23 graus e a mínima a cinco, o que para nós brasileiros, pode ser bem frio.

A estação fria aqui é considerada, apenas, fresca e o céu fica quase sem nuvens também. É raro, mas pode acontecer de cair neve durante o inverno.

INFORMAÇÕES BÁSICAS
Visto | Brasileiros não precisam de visto para entrar no país e o prazo máximo de permanência é de 90 dias.
Documentos | Você pode usar o passaporte ou a carteira de identidade, emitida há menos de dez anos.
Dinheiro | A moeda oficial é o boliviano, representado pela sigla BOB. Veja como usar seu dinheiro na Bolívia.
Vacinas | A vacinação contra febre amarela é obrigatória. Saiba como solicitar o certificado.

SEGURO VIAGEM

Nem todos os países têm um sistema de saúde público e gratuito. Na verdade, na maioria deles, viajantes estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita. Por isso, é muito importante ter o seguro internacional de saúde – também chamado de seguro viagem. No caso da Bolívia, o  seguro viagem passou a ser obrigatório  depois da pandemia de covid-19.

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

Você já imaginou quanto custa um tratamento médico para esses casos em outros países? Dependendo da gravidade, o atendimento pode custar milhares de dólares, podendo gerar sérias dificuldades financeiras para você e seus familiares para o resto da vida.

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para comparar valores antes de fazer a compra. Eles têm um suporte muito eficiente e preços sempre muito bons.

Veja mais dicas da Bolívia

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida é só deixar sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas da Bolívia.

SOBRE O AUTOR

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

Escreva um comentário