Peru de carro: o que você precisa saber

276

Atualizado em 29 de agosto de 2017

Há alguns anos, ouvi falar da opção de viajar para o Peru de carro e, durante a minha visita a Rio Branco, aproveitei para verificar informações, preços, e para ouvir as histórias de quem fez esse trajeto pelas belas estradas que nos levam até Cusco, ponto de partida para Machu Picchu.

Eu já falei que o Peru é um dos países mais fantásticos e surpreendentes que já conheci. A cultura e as paisagens que conciliam o deserto, as montanhas e a floresta amazônica fazem desse cantinho da América Latina um empolgante destino, e um dos países mais ricos em biodiversidade de todo o planeta.

Quem vai nos acompanhar nessa viagem é o servidor público Antonio Oliveira Neto. Ele já fez o percurso entre Rio Branco e Cusco três vezes, e é ele quem vai nos conduzir até o Peru de carro.

Para começar, Antonio apresenta três motivos que vão lhe impulsionar a planejar a sua viagem ao Peru de carro: essa é uma das opções mais baratas para conhecer o país vizinho, a paisagem ao longo do trajeto é fantástica e, somente de carro, você passa pelo Pico Abra Pirhuayani, a 4.725 metros de altitude.

O roteiro da viagem

A viagem começa pela rodovia Interoceânica, em Rio Branco, capital do Acre. Também chamada de Estrada do Pacífico, ela nasceu com o objetivo de unir os oceanos Atlântico e Pacífico. Depois de 40 anos de sonho e planejamento, a rodovia está pronta, mas ainda é muito pouco divulgada e explorada. A obra custou R$ 2 bilhões, demorou cinco anos e foi conduzida por um consórcio de empresas peruanas e brasileiras que, agora, começam a investir em novos negócios turísticos e comerciais.

Peru de carro

Antonio às margens da rodovia peruana.

Peru de carro

O Pico Abra Pirhuayani.

O trecho da Interoceânica que fica no território brasileiro começa na BR-364, em Porto Velho, no estado de Rondônia, e é identificado como BR-317. Ela passa por Rio Branco e vai até a fronteira com o Peru e com a Bolívia.

No Peru, a estrada é chamada de Carretera Interoceanica. Aqui, ela se divide em duas: um braço segue pela rodovia PE-030, até Nazca, passando por Cusco, e a outra rota segue em direção ao Sul, se subdividindo em duas, na região próxima ao Lago Titicaca.

Antonio orienta que, para a viagem não ficar muito cansativa, o ideal é fazer o trajeto Rio Branco a Cusco em dois dias, pernoitando em Puerto Maldonado, uma cidade pequena que serve mesmo como um ponto de descanso. Para facilitar a sua vida na hora de escolher um lugar para dormir em Puerto Maldonado, eu fiz uma lista com as melhores opções e hotel da cidade.

“De Rio Branco a Assis Brasil, na fronteira com Iñapari, são aproximadamente 330 quilômetros de estrada asfaltada, porém mal conservada. A partir da fronteira, são 230 quilômetros até Puerto Maldonado e depois, mais 474 quilômetros até Cusco. O trecho peruano está em ótimo estado e é muito bem sinalizado. A conservação só é possível porque existem quatro postos de pedágios nesse percurso. Na semana passada, última vez que fui, o valor cobrado para cada pedágio era de PEN 5,10”, explica.

O viajante ainda alerta para que o condutor tenha atenção no trecho entre Iñapari e Puerto Maldonado, devido ao limite de velocidade ser de 60 km/h. Além disso, segundo ele, existem algumas lombadas ao longo do trajeto e muitos animais cruzam a pista, o que pode causar acidentes. Uma boa dica é viajar durante o dia.

Cuidados com a saúde

Em Puerto Maldonado, você pode – e deve – comprar o Gravol, o remédio para o mal de altitude, que é vendido normalmente em farmácias. Compre também a folha de coca, que você deve mascar para evitar tontura, mal-estar, falta de ar e sono. A folha pode ser encontrada no mercado municipal da cidade, mas não abuse da erva, pois ela pode causar taquicardia quando consumida em excesso.

Em boa parte da Interoceânica você será acompanhado por paisagens de tirar o fôlego, como conta o servidor público. Ao longo desse sinuoso trajeto, não deixe de observar alguns marcos que ele considera essenciais, como a Puente Iñambari, que divide a Carretera Interoceanica em duas.

Atravessando a ponte, na via da direita, você chegará a Urcos e a Cusco. Seguindo reto, você chegará a Juliaca e a Puno, regiões próximas ao Lago Titicaca”, orienta.

Na região do Pico Abra Pirhuayani, como falamos anteriormente, você pode encontrar neve acumulada na pista, depende da época do ano. Já no Pico Abra Cuyuni, a 4.185 metros de altitude, a sua única preocupação será observar a paisagem exuberante da Cordilheira dos Andes.

Peru de carro

A paisagem vista no Pico Abra Cuyuni.

Peru de carro

Placa de orientação na Puente Iñambari.

Cruzando a Fronteira

Na fronteira, a fiscalização é precária. Brasileiros e peruanos vão e vêm de qualquer maneira, a qualquer hora. Raramente alguém vigia quem entra ou sai. O expediente da Polícia Federal brasileira vai somente até às 20h, mas a fronteira continua aberta a noite inteira.

Para entrar no Peru de carro, a Constância Consular poderá ser exigida. Este documento é uma autorização para brasileiros trafegarem em território peruano com um veículo cujo documento não esteja em nome do motorista ou de um dos passageiros, ou seja, caso o veículo seja de uma empresa, emprestado, financiado por leasing, de consórcio ou de CDC.

A Constância Consular é expedida pela Embaixada ou pelos Consulados do Peru no Brasil e é exigido no momento de entrada no país. Isso significa que, sem ele, você não cruza a fronteira. Para solicitar a declaração, você deve apresentar cópias do documento do veículo, dos documentos pessoais do proprietário do carro e de quem será o condutor durante a viagem. O prazo para emissão da Declaração Consular é de, aproximadamente, dois dias.

Estão aptos para emitir a Constância Consular a Embaixada do Peru em Brasília e os Consulados Gerais do Peru no Brasil localizados em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Branco e Manaus. Também dá para fazer o pedido na fronteira, em Iñapari.

VEJA OUTROS POSTS DO PERU

Outros documentos

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) permite que brasileiros dirijam no Peru por até seis meses depois da data de entrada no país. Cumprido esse período, você deve trocar a CNH pela carteira de habilitação peruana.

Para circular no Peru de carro, o governo exige a contratação do Seguro Obrigatório Contra Acidentes de Trânsito (SOAT), caso o seu veículo não tenha um seguro internacional com cobertura de danos a terceiros. Para automóveis de passeio, esse seguro custa em torno de USD 8.

Vale lembrar que a CNH não é válida como documento de identificação. Por isso, você precisará da sua carteira de identidade, desde que ela esteja em bom estado e que tenha sido emitida há menos de dez anos, ou do passaporte, com pelo menos seis meses de validade.

Crianças, independente da idade, também devem apresentar a carteira de identidade ou o passaporte. A certidão de nascimento não é válida para cruzar a fronteira. Leia outras informações oficiais sobre documentação no portal do Mercosul.

Peru de carro

Chegando ao território peruano.

Outras dicas para viajar ao Peru de carro

Câmbio | Nas vezes que foi ao Peru de carro, Antonio achou mais vantajoso trocar o nosso real pelo Nuevo Sol (PEN) peruano na fronteira, já na cidade de Iñapari. “É uma transação segura e se você não utilizar todo o dinheiro trocado na ida, os cambistas trocam por reais no retorno. Aqui você vai perder alguns centavos, mas é o melhor negócio encontrado”, conta.

Cuidados | Antonio sugere utilizar veículos com motor 1.6 ou superiores, devido aos longos trechos de subida. Além disso, ele lembra que existem trechos sinuosos e que exigem bastante atenção. Entretanto, há relatos de pessoas que fizeram a viagem em veículos 1.0 sem qualquer problema.

Combustível | O gasto estimado para o trajeto é de dois tanques para a ida e dois para a volta. Em todo o percurso é fácil encontrar postos de combustível.

Bônus | Ao viajar pelo Peru de carro você pode visitar o interior do país, e isso lhe dará a chance de vivenciar a realidade de pequenos povoados e explorar algumas das áreas que não foram transformadas pelo turismo.

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

276 Comentários

  1. Muito obrigado pela dica, não sabia de nada disso. Vocês são da Cidade de Rio Branco mesmo? Eu optei mesmo por ir de avião daqui do Rio de Janeiro até Cusco. Nem imagino quantos dias perderia indo de carro pra chegar até lá… rs. O pessoal daqui tem muito medo de pegar a estrada, infelizmente. Mas mesmo assim, valeu a dica!

  2. Fui até o Chile também no inicio de Agosto. Sensacional o País! Pensei muito se nessa ocasião iria de ônibus, mas depois de um comentário de um amigo meu que a cerca de 10 anos tinha ido dessa maneira e passou 3 dias inteiros na estrada, decidi ir de avião mesmo. Mas qualquer viagem por terra, é encantadora.! Excelente Blog.!

  3. Bom dia!

    Parabéns pelas dicas. Gosto de viajar de carro, mas nunca saí do Brasil dirigindo. Sou de Aracaju/Se e acho que essa viagem ao Peru seria fantástica, mas tenho algumas dúvidas. Por exemplo: quantos dias são necessários para essa viagem, partindo de Rio Branco; pode-se fazer essa viagem com um carro Sedã ou é mais aconselhável utilizar um carro mais alto; partindo de Rio Branco e utilizando o tempo necessário gasta-se quanto, em média, para duas pessoas?.

    Grato

    Valdomiro

  4. Olá,

    Acompanho o belo site!!! Lindas fotos!!! Estão de parabéns!!!! Isso só nos estimula a seguir tal caminho com segurança e mais vontade ainda!! Bem…. Farei a viagem de dez a janeiro, de carro. Gostaria de saber se ha algum modelo padrão de autorização no caso em que o carro seja emprestado. O carro está em nome de meu pai, mas um amigo meu irá também….. no acordo entre Brasil e Peru http://dai-mre.serpro.gov.br/atos-internacionais/bilaterais/2009/acordo-entre-a-republica-federativa-do-brasil-e-a-republica-do-peru-para-facilitacao-do-transito-de-veiculos-de-uso-particular/ , em seu artigo 7º, item 2, deixa claro que filho e cônjuge não precisariam dessa autorização. Porém, no site da embaixada do Peru, http://www.embperu.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=90&Itemid=82 , afirma-se o contrário. Vocês têm conhecimento disso? Outro item:estou fazendo seguro Carta Verde. Ele é realmente necessário ou o SOAP atenderia isso? Por fim, há necessidade de complementar acessórios veiculares? Tais como um triângulo a mais, corrente para pneus… etc? Abraços, Léo.

      • LÍDIA ISABEL STEFANI on

        Olá…
        Penso em ir ao Peru em dezembro, no período de Natal e Réveillon. Indo de avião de São Paulo até Lima e lá alugar um carro e seguir para Cusco.
        Estou buscando informações sobre as estradas.

        Grata!

        • Altier Moulin

          Oi Lídia,

          O trecho de Lima a Cusco é bastante tenso. Há uma mudança grande de altitude e isso traz problemas como neblina e nevoeiro – esse último é bem pior. Em dezembro, data de sua viagem, é justamente o período das chuvas e viajar nessas condições é bem arriscado, já que a estrada tem muitas curvas. A viagem deve durar cerva de 20 horas e uma boa opção é seguir pelo litoral até Pisco e depois começar a subir em direção a Cusco.

          Espero ter ajudado. Um abraço.

    • Léo, boa noite! Também vou ao Peru de carro em janeiro e tenho algumas dúvidas, vc fez relatos de sua viagem em algum blog? Isso com certeza me ajudaria bastante.
      Parabéns a todos que compartilham suas experiências, dando oportunidade de enriquecer ainda mais as viagens da galera que gosta de colocar o pé na estrada!

  5. Antônio,
    Achei interessante suas informações, mas estou com dúvida em relação em fazer essa viaje de carro de Rio Branco até Cuzco. Possuo um Etios 1.5 XLS de 10/07/2013, será que este veículo daria conta em fazer uma viaje dessas com quatro pessoas ida e volta? E como é o tempo lá no mês de março? pois, é a época que estou pretendendo viajar entre os dias 10/03/2014 a 17/03/2014. Uma semana é tempo razoável para viajar de Rio Branco até Cuzco de carro ida e volta? Aguardo seus comentários e sugestões. Até mais, Jan.

    • Altier Moulin

      Olá Jan,

      O seu veículo é perfeitamente capaz de completar o trajeto. Temos relatos de pessoas que fizeram essa viagem em veículo 1.0. A melhor época para visitar Machu Picchu é de maio a agosto, quando não chove tanto. Mas é possível, sim, ver a terra amada dos Incas em março, se essa for a sua única opção. Apenas sugiro que reserve pelo menos três dias para Cusco pois se chover em um dia, você pode aproveitar os outros. Uma semana é um período razoável para essa viagem.

      Aproveite e depois nos conte como foi.

      Um abraço!

  6. Gostei muito das dicas,em fevereiro quero ir a Cusco,Machu Pitchu tbm e Lima…Vcs sabem se tem algum pacote especial e promocional…nossa vi fotos maravilhosas desse lugares..alguém pode me dizer sobre orçamento…se gasta muito,se la o custo de vida e baratinho heheh queria passar pelo menos 15 dias..por la mais queria saber mais…sobre preços e tudo..alguém poderia me ajudar.?

    • Altier Moulin

      Oi Jéssica,

      Eu passei 24 dias no Peru e gastei em torno de R$ 1.500 com alimentação, passeios e hospedagem em algumas cidades. Isso não inclui o transporte aéreo do Brasil e nem o voo de Lima para Cusco. Claro que orçamento é muito pessoal porque algumas pessoas podem gastar mais e outras menos, mas espero que isso te ajude.

      De uma forma geral, o Peru é um destino barato. Dependendo da cidade, isso fica ainda mais em conta. Paracas, por exemplo, que não é tão badalada como Cusco, é bem mais barata. Lembre-se que a época do ano também pode influenciar nos preços.

      Vá com fé e tudo vai dar certo… O Peru é um dos destinos que mais amo e quero sempre voltar lá. Divirta-se!

      Um abraço!

    • Altier Moulin
      Altier Moulin on

      Oi Reginaldo,

      A melhor época para visitar Machu Picchu é entre julho e setembro quando chove menos na Cordilheira. Mas se o seu foco for o litoral, os melhores meses são de dezembro a março, quando o céu está mais limpo.

      Um abraço!

      • franciney rodrigues on

        Estou querendo fazer essa viagem até o Chile de carro com minha família, vi seus comentários e não encontrei nada sobre segurança nas estradas e a comunicação. Meu carro usa diesel, sera que encontro com facilidade esse combustível? Sou cadeirante e gosto dessas aventuras. Muito bom seu blog.

        • Altier Moulin

          Olá Franciney,

          De forma geral as vias principais são seguras e estão em bom estado. Sobre comunicação, acredito que esteja se referindo a sinal de celular e internet 3G. Se for isso, apenas em algumas áreas você ficará sem sinal, mas nas cidades médias e grandes isso funciona normalmente.

          Sobre o Diesel eu não tenho informações seguras, mas pelo que sei é sim fácil de encontrar como a gasolina.

          Um abraço.

  7. Silvia Andrade on

    Oi,
    Estamos indo em julho para o Peru. Vamos de avião até Lima e depois de carro até Cuzco, fazendo paradas em Arequipa, Nazca, Puno. Você poderia nos dizer sobre as estradas? São seguras?
    Ler e ver suas fotos me animaram ainda mais. Obrigada!

    • Altier Moulin
      Altier Moulin on

      Olá Silvia,

      Que bom que você está animada com o Peru. Bom, as estradas peruanas são um pouco melhores que no Brasil, de maneira geral, mas você deve observar duas questões: na Cordilheira, entre Lima e Cuzco apesar da beleza da paisagem, há muitas curvas e é preciso dirigir com muita cautela. Na área de Nazca, Ica e Paracas, algumas estrada podem estar bem maltratadas. Alguns delas ainda não foram recuperadas depois dos terremotos que são comuns por lá. De Arequipa a Puno é bem tranquilo.

      Vá com fé e tenha uma ótima viagem.

      Um abraço!

  8. Olá! Adorei os relatos do blog. E tenho uma pergunta, caso você possa me responder. Qual a possibilidade de entrar pela fronteira por carona – já que na fronteira poderão exigir somente os documentos do proprietário do veículo?

    • Altier Moulin
      Altier Moulin on

      Olá Josh,

      Acho que sua pergunta se refere aos demais passageiros do veículo e não apenas ao motorista, certo? Então, todos devem apresentar os documentos pessoais, que pode ser a Carteira de Identidade ou o Passaporte, para entrar no Peru. Esse é o procedimento padrão da imigração peruana independente do meio de transporte utilizado.

      Espero ter ajudado.

      Um abraço!

  9. Olá!
    Nossa, eu moro em Brasiléia cidade vizinha a Assis Brasil que faz fronteira com Peru e nunca visitei Cuzco, fui apenas até Iñapari mais tenho enorme desejo de viajar para Machu Picho, sem duvidas ainda este ano ou no inicio do ano que vem quero viajar para conhecer essa maravilha da natureza, e de carro para aproveitar a paisagem!

    • Altier Moulin
      Altier Moulin on

      Oi Maylana,

      Isso mesmo, aproveite que está pertinho e vá desfrutar das belezas do Peru. Tenha uma boa viagem.

      Um abraço!

  10. Olá Altier,

    Minha espoa é peruana e eu sou de Niterói. Nós gostaríamos de fazr algumas perguntas sobre a viagem de carro pois minha filha tem 10 meses e gostaria que me desse algumas dicas: a estrada e perigosa? Escutei relatos sobre assaltoS e rodovias em péssimo estado, com trechos de sem postos, etc.

    Grato, amigo!

  11. Oi, Altier, bom dia!

    Será que vc poderia me dizer das condições da estrada que liga S .Paulo ao Acre.
    Essa estrada é asfaltada no Mato Grosso
    e tb em Rondônia.
    Estamos com vontade de ir no mês de junho.
    Ou seria melhor o caminho por Salta Argentina.
    Obrigada desde já
    Um abraço
    Lucia

    • Então Maria Lúcia,

      A estrada é sim asfaltada e trafegável, porém, em determinados trechos, buracos exigem a atenção dos condutores. De ônibus, já fui duas vezes de Rio Branco a Curitiba e uma vez de São Paulo a Rio Branco.

      É bom saber que, de Porto Velho até Rio Branco, na BR 364, após essa enchente histórica do Rio Madeira, a estrada ficou comprometida em alguns pontos e, como ainda está chovendo muito, o DNIT está fazendo o possível para recuperá-los o quanto antes. Mesmo assim o tráfego está liberado.

      De Rio Branco até Iñapari, na fronteira Brasil-Peru-Bolívia, segue-se pela BR 317, também asfaltada e cheia de buracos. Atravessou a fronteira, acabou o problema…o asfalto peruano é um tapete!

      Abração!

  12. wellington gama on

    Boa noite!

    Amigo, sou interior do Espirito Santo e adoro me aventurar por esse meu Brasil. Sempre tive vontade de ir de carro ate Machu Picchu. Já pensei em ir de avião até Rio Branco e de lá alugar um carro para seguir ate cuzco, porém gostaria de saber se você pode me dar alguma dica de alguma locadora de carro que permite cruzar a fronteira e quais as documentações necessárias… forte abraço!!!

    • Altier Moulin

      Wellington,

      Para cruzar a fronteira com carros de terceiros, você terá que solicitar ‘Constância Consular’. Somente com esse documento você poderá trafegar em território peruano.

      Para fazer a solicitação será necessário apresentar autorização do proprietário do veículo com firma reconhecida e uma cópia simples do documento do veículo, além de cópias do RG, do CPF e da CNH de quem está emprestando o veículo e de quem está tamando emprestado. O prazo para liberação do documento é de dois dias.

      Sobre a locação de automóveis, apenas a Localiza e a Hertz, que operam em Rio Branco, permitem locações para viagens internacionais.

      Espero ter ajudado.

      Um abraço!

  13. Valeu muito pelas dicas desta viagem. Realmente era tudo o que precisava saber para criar coragem e colocar o pé, ou melhor, o carro na estrada. Estou planejando ir no início do próximo ano, entre Janeiro e Março, saindo de Conselheiro Lafaiete/MG, para Lima – Peru. Sei que é muito chão mas vamos tranquilos curtindo a viagem. Obrigado pelas dicas e qualquer dúvida entro em contato.

    • Altier Moulin

      Opa, Rogério!

      Que maneiro que tu vai fazer essa viagem. Realmente é muito chão, mas te garanto que vocês vão curtis pra caramba. Precisando é só mandar um recado aqui.

      Um abraço!

    • Ola Altier
      Eu e meu esposo a muito tempo sonhamos com essa viajem porem, eu gostaria de obter mais informações, somos de SP e sabemos que o caminho sera longo, ate pensei em entrar em contato com o colega Rogério que também pretende fazer a viajem no mesmo período que a gente.

  14. Olá Altier,

    Chegou a hora da partida, porém gostaria de saber as condições atuais da estrada deste percurso que iremos fazer: São Paulo a Rio Branco . Sairemos dia 15 no domingo, fiquei sabendo que estavam arrumando alguns pontos da estrada, será que está pronto? Parou a chuva? Mais uma vez obrigada pela paciência.

    Obrigada, aguardo suas informações. Abraços.

    Maria Lucia e turma

  15. Parabéns, pelo passeio.
    Estou planejando em ir com meu irmão e gostaríamos de saber o período em que mais terá neve.
    Abraços.

    • Altier Moulin

      Oi Renan

      Se o seu objetivo é ir a Machu Picchu, a melhor opção é viajar entre os meses de maio a setembro. Nessa época, as temperaturas são bem mais baixas, mas não chove tanto como nos outros meses. Os melhores meses são junho e julho. A temporada de chuvas começa em outubro. Os meses que mais chovem são de dezembro a março. Não há registro de neve em Machu Picchu, mas para vê-la nos picos mais altos da estrada, prefira viajar nos meses mais frios, que vão de junho a agosto.

      Um abraço!

  16. Boa noite! Gostaria de uma ajuda.
    Estou programando uma viagem para o Peru em Agosto.
    Vou pegar um avião de BH para Rio Branco.
    De Rio Branco gostaria de pegar um ônibis para o Peru.
    Gostaria de conhecer:
    Machu Picchu;
    Vale Sagrado;
    Ollantaytambo;
    Águas Calientes;
    Machu Picchu;
    Lima.

    Consigo comprar os passeios nos locais?
    Procuro uma agência em cusco?
    Qual o melhor jeito de fazer isto sem gastar muito?
    Temos hoteis baratos nestes locais?
    Obrigado.

    • Altier Moulin

      Oi João,

      Você pode comprar suas passagens pela internet e ficar tranquilo. O serviço de ônibus no Peru é excelente e eu indico essas duas empresas:

      Cruz del Sur | http://www.cruzdelsur.com.pe/
      Oultursa | http://www.oltursa.pe/

      Não acredito que seja necessário contratar uma agência, a não ser que deseje. Na praça de Cusco você vai ver várias lojinhas que vendem os passeios para Machu Picchu e Vale Sagrado. Antes de contratar, negocie e o preço sempre cairá.

      Nessa área, você vai encontrar vários hotéis com diferentes preços. Então, é só escolher de acordo com seu bolso.

      Um abraço!

  17. Fabiana Cormenzana on

    Ola tudo bem ? Adorei as Dicas … Viajarei agora em julho .. vou com uma amiga.. vamos de aéreo ate Lima e de la pensamos em alugar uma carro e ir para Cusco e Machu Picchu .. iremos ficar dez dias no total… Sera que seria mais viável percorrer tudo com carro e a volta fazer de aéreo? Tb gostaria de te perguntar umas dicas de percurso, estradas, paradas, hoteis, quanto levar. Vc acha que he melhor fazer o cambio aqui ou la? desde Ja obrigado … E pé na estrada .. hahuhsuhshuh

    • Altier Moulin

      Oi Rodrigo,

      Se quiser fazer o caminho pelo Acre terá que passar por Belo Horizonte e cruzar o Centro-Oeste até chegar a Rondônia. Entre Cuiabá até Lima está o que é chamado oficialmente de Interoceânica, o trecho turístico que liga os dois países.

      Se quiser saber o estado das rodovias federais desse trecho para traçar a melhor rota, consulte este link: http://www1.dnit.gov.br/rodovias/condicoes/index.htm

      Espero ter ajudar.

      Um abraço!

  18. Gostei muito das dicas e conselhos. Pretendo sair de Brasília, Distrito Federal, rumo à Cuiabá/MT e entrar pela Bolivia até Cuzco, Perú. Para Rio Branco eu ainda tenho que rodar 400 km a mais. Devo ir até a Quito pela Panamericana.
    Obrigado pelas dicas.

  19. Cristiano Ehle on

    Boa tarde!

    Eu e minha esposa queremos conhecer Machu Picchu e logo surgiu a ideia de fazer a viagem de carro. Moramos no Rio Grande do Sul e temos um carro 1.0. Já fizemos viagens longas com este carro então o conforto não é o que está em questão e sim a qualidade das estradas e o melhor roteiro se fazer.
    Pelo que andei pesquisando, o caminho mais próximo seria passar pela Argentina e Bolívia. As estradas argentinas que conheci até hoje são muito boas, mas não sei a respeito das estradas bolivianas.

    Conhece alguém que já tenha feito esse caminho?
    Gostaria muito de trocar experiências pra ver a viabilidade de uma viagem dessas.
    As experiências que tive em viagens longas de carro sempre foram boas.

    Parabéns pelo conteúdo do blog!

    • Altier Moulin

      Oi Cristiano,

      Olha, a fama das rodovias bolivianas não é a melhor. Quando estive por lá, vi que a maioria delas está em péssimas condições de manutenção. Além disso, muitas vezes as rodovias são fechadas por motivos diversos. Por exemplo, se um grupo de pessoas quer melhorias na infraestrutura da região, eles fecham a rodovia. Isso também acontece no Brasil, mas a diferença é que lá isso pode durar dias. Essas manifestações são muito comuns.

      Mas, como bom viajante eu não quero te desencorajar. Sabendo dessas condições, vá preparado. Veja rotas alternativas, não monte um cronograma apertado demais e fique atento às notícias vinculadas na mídia boliviana. Assim, você pode prever qualquer problema e salvar sua viagem.

      Quanto aos buracos, dirigindo com cuidado acho que dá pra chegar lá.

      Boa viagem e um abraço!

    • Oi Altier, eu e o meu marido moramos em Pelotas e também estamos com a intenção de ir ao Peru de carro passando pela Argentina e Bolívia. Podes me dizer se vcs já fizeram o trajeto e se correu tudo bem?

  20. Ola, Altier.

    Como prometi estou entrando em contato depois de nosso regresso para te dizer que fizemos uma maravilhosa viagem com muita aventura e MUUITOOOO frio. Saímos de São Paulo, passamos pelo Acre rumo a Cuscu, Machupichu, Águas Calientes e depois Puno, com o Lago do Titicaca que por sinal é maravilhoso. Depois Tacna, Arica, São Pedro de Atacama, Jujuy, Resistencia, Foz e São Paulo. Foram 9.800 km que valeram cada cm.

    Obrigada pelas dicas e precisando de algo é só entrar em contato.

    Maria Lucia

    • Altier Moulin

      Oi Maria Lúcia,

      Que sensacional saber do seu roteiro e de que tudo correu bem. Imagino quantas paisagens bonitas você viu, quantos lugares especiais conheceu. Obrigado por compartilhar um pouco disso tudo conosco e, quando decidir o próximo destino, não deixe de nos falar.

      Um abraço!

    • Olá Altier, sou de Curitiba e estou pretendendo fazer esse trajeto também, saída via Acre, um passeio pelo peru, chile, voltando pela argentina. Já fiz e refiz os trajetos, porém minha preocupação é com o combustível. Meu carro é a gasolina e sei que existe várias regiões onde os postos de combustível são raros. Isso é verdade? Quais as regiões com mais falta de postos? Preços?

      Obrigado

    • Oi Maria Lúcia,]

      Estou saindo e Uberlândia-MG para Machu Picchu e gostaria de trocar umas ideias com vc.

      Meu e-mail: [email protected]

      Me conta ai; como vocês lidaram com o soroche? Como foi a travessia da balsa entre Porto Velho e Rio Branco? De Cusco a Machu Picchu voces foram de carro ou deixaram ele em Cusco?

      Grato!!!

    • Oi Maria Lúcia!
      Tambem sou de São Paulo e gostaria de fazer essa viagem também! Quanto tempo levaram?
      Posso pegar algumas dicas com você por email?

  21. Aviso: se você for de carro pro Peru, o carro só passa se o dono do carro estiver junto.A pessoa que tem o nome no documento do carro.

  22. Boa Tarde Altier,

    Tudo bom?

    Você conhece alguém que fez São Paulo / Machu Picchu de carro? Queria trocar uma idéia com alguém…
    Estou querendo tem uma noção de tempo, em quais cidades foi melhor se hospedar, enfim…

    Se conhecer alguém agradeço.

    Abraço,
    Jeronymo

    • Altier Moulin

      Oi Jeronymo,

      A Maria Lucia fez essa viagem recentemente. Ela deixou alguns comentários aqui no blog. Para fazer contato com ela, basta responder ao comentário dela aqui que ela receberá a notificação por email.

      Um abraço.

  23. Sou de Florianópolis, Santa Catarina e gostaria de saber qual o melhor trajeto até Cuzco e quantos dias de viagem. Iremos em dois carros, ambos acima de 1.6.

    Grato pela atenção.

    • Altier Moulin

      Oi Carlos,

      Há duas possíveis rotas interessantes. A primeira delas é mais tradicional, subindo pelo Paraná, Mato Grosso do Sul e, do Mato Grosso até o Acre, passando por Rondônia, já é o trecho da Interoceânica, a rota oficial que liga o Brasil ao Peru.

      Outra opção, é ir pela Argentina e subir pelo Chile. Ambos países têm estradas muito boas. Eu evitaria passar pelo Paraguai e pela Bolívia, que têm estradas muito ruins, de forma geral.

      Entre essas duas opções, eu escolheria a primeira. Assim, evitaria qualquer problema com regras de trânsito específicas dos países e conheceria melhor o meu país.

      Sobre o período da viagem, fica difícil dizer pois varia do quanto vocês vão parar em cada lugar, mas não compensa fazer uma viagem dessa em menos de 20 dias.

      Um abraço e boa viagem!

  24. Olá!!
    Parabéns as informações passadas são muito interessantes. Pretendo ir ao Peru em Janeiro 2015 e vi esta opção de ir de ônibus o que sairia muito mais em conta financeiramente,mas é realmente seguro fazer esta viagem de ônibus?Obrigada

    • Altier Moulin

      Oi Liliana,

      Sim, é seguro. Tanto no lado brasileiro quanto no lado peruano, as estradas estão boas e todo o percurso é supervisionado pela polícia rodoviária dos dois países. Viaje tranquila.

      Um abraço!

  25. Olá!

    Estou planejando viajar com minha esposa para o Peru, temos experiência em viagens longa, estivemos, no Uruguai, Paraguai e Argentina, tudo de carro. O medo de minha esposa, e quanto as curvas, serem muito acentuadas, e que ela passaria mal, que vc acha?
    Somos também do Espirito Santo, Vila Velha

    • Altier Moulin

      Oi Kennedy,

      Há sim trechos com bastante curvas, mas nada como o trajeto de Vitória a Belo Horizonte pela BR-262 que conhecemos bem.

      Bom saber que vocês são do Espírito Santo.

      Um abraço.

  26. Gostei demais de suas dicas. Eu e meu esposo estamos pretendendo ir de Hilux para o deserto do Atacama e seguir até Cusco. Somos de Bauru interior de São Paulo e iremos pelo norte da Argentina (já conhecemos) e estamos querendo voltar pelo Acre, Rondônia, etc.
    Eu tinha receio, mas você esclareceu bem minhas dúvidas.
    Iremos início de Outubro.

    Obrigada!

    • Altier Moulin

      Oi Teresa,

      Que bom que eu pude ajudar a confirmar os planos de vocês. Podem ir sem medo de ser feliz que a viagem vai ser sensacional.

      Um abraço.

    • franciney rodrigues on

      Amigo,

      Estou indo gora em janeiro e moro em Rio Branco. Há como nós nos encontrar pra que tu possa me dar mais detalhes dessa viagem pois sou cadeirante e vou com minha mulher e filho.

  27. Excelentes dicas. Estou planejando ir de carro até o Peru, porém minha cidade de partida é Brasília. Acha que mesmo bem mais distânte ainda assim valeria a pena? No caso seria eu e mais 2 ou 3 pessoas no mesmo carro. Beijos.

    • Altier Moulin

      Oi Mariana,

      Como você está em Brasília, você pode fazer a Rota Turística Internacional Pantanal, Amazônia, Andes e Pacífico, que começa em Cuiabá, nas BR-364 e BR-317, e termina no Peru. Para isso vocês vão precisar de tempo, claro.

      Conheço relatos de pessoas que saíram de São Paulo e que adoraram a viagem de carro.

      Um abraço.

  28. Olá, sou um amante das viagens de carro. Já fiz Uruguai, Tríplice Fronteira e vários destinos nacionais. Esse fim de ano tenho programado nordeste até Fortaleza, mas tenho interesse de na virada de ano de 2016 fazer Bolívia e Peru uns 25 dias, o que recomenda?

    • Altier Moulin

      Oi Carlos,

      Com toda certeza você vai gostar muito do roteiro Bolívia-Peru. Eu sugiro que você vá até Rio Branco, cruze a fronteira com o Peru e volte pela Bolívia. Assim você terá dois trajetos diferentes e ricos em biodiversidade e cultura – incluindo, ainda, uma passagem pelo Pantanal e pala Amazônia.

      Um abraço!

  29. Oi pessoal vou para Cusco em janeiro de 2015 e ainda tenho muitas dúvidas, pois não sei se vou até Assis Brasil ou vou pela Bolívia, será que vocês pode me ajudar? É a primeira viagem nossa ao Peru. Somos de Curitiba.

    • Altier Moulin

      Oi Marcos,

      Tudo vai depender do roteiro que você fizer. Na Bolívia a estradas são bem piores do que no Brasil, mas, de repente, se você procura aventura essa opção pode ser uma boa escolha. Se você busca mais segurança e se quiser conhecer o Pantanal e a Amazônia, o trajeto brasileiro é ideal.

      Um abraço.

  30. Bom dia, saudações!

    Seguinte: venho pesquisando uma viagem nesse nível há tempos. Moro em natal-RN e todo mundo diz que sou doido por aqui, por querer ir a lugares tão distantes mas acho que vcs me entendem. Hehehehe. Gostaria de perguntar qual sua opinião quanto ao melhor trecho a se fazer. Minha ideia é ir até Cusco, descer pelo lago Titicaca e ir até Jujuy, na Argentina, e talvez ir a Santiago e Mendoza voltando pelo litoral Brasileiro.

    Minha grande dúvida mesmo é quanto a parte fora do Brasil, pois vi que alguns lugares exigem um segundo triângulo ou até mesmo corrente para pneus. Tenho 2 períodos para fazer essa viagem mas para mim seria bem melhor ir agora em dezembro pq poderia viajar 40 dias, mas tbm posso ir em julho, mas nesse caso teria menos de 30 dias.

    Temo um pouco pelo frio nessa época do meio do ano devido a altitude, mas não por mim e sim pelo carro. Hehe.

    Outra coisa: vou de Pajero Full com cama e muuuitos suplementos pra não gastar com hospedagem, comprei esse carro pensando nisso. Fiz viagens aki pelo nordeste e vi que ele faz 10/l de Diesel. Quanto ta o preço no Peru? Tu acha q da pra dormir nele? Abraço.

    • Altier Moulin

      Oi Maykon,

      Não sei se vou conseguir responder todas as suas perguntas, mas tentarei. Antes de tudo, quero dizer que é normal aparecerem muitas dúvidas quando começamos a planejar uma viagem. Uma dica que eu te dou é fazer um roteiro geral, assim como você fez. O segundo passo, então, é ver a viabilidade desse roteiro ser feito como você pensou. Essa viabilidade inclui vários aspectos: dinheiro, clima, tempo de viagem e etc.

      Cada país e região tem sim uma especificação quanto à entrada de veículos. Na Argentina, por exemplo, você precisa ter o seguro Carta Verde. Essas informações você pode obter no site da Embaixada de cada país.

      Sobre viajar em julho, pode ser realmente muito frio, ainda mais pra você que está planejando dormir no carro. Eu não faria isso.

      Para encerrar, não sei se o seu roteiro caberia em 30-40 dias de viagem. Digo isso porque você passará por lugares incríveis e não poderá parar para conhecer melhor. Entre o Brasil, Chile e Argentina há muita coisa pra se ver e fazer. Pense e coloque o projeto no papel, depois parta para essa aventura que será fenomenal.

      Ah, e loucos são aqueles que não viajam. 🙂

      Um abraço.

  31. Altier,

    Acabei de retornar de uma excepcional aventura de carro, saindo de Rio Verde – GO e indo até o Chuí-RS, entrando no Uruguai, passando por Punta del Este e Montevidéu, atravessando o Rio da Prata indo de Colônia de Sacramento até Buenos Aires, depois até Mendoza, Santiago, Valparaíso e Vinha Del Mar. Retornei pela Argentina indo até Foz do Iguaçu. Foram 23 dias, mais de 8 mil quilômetros de aventuras numa IX-35, eu e minha Esposa… Maravilhosa trip, sem nenhum sobressalto e com paisagens de tirar o fôlego.

    • Altier Moulin

      Oi Airton,

      Até eu fiquei com inveja dessa sua viagem. Essa região entre Buenos Aires e Mendoza até Santiago tem paisagens sensacionais mesmo. Viajar de carro tem dessas coisas de nos permitir apreciar tudo com mais calma e controlando o próprio tempo.

      Um abraço.

  32. ola, estou planejando uma viajem parecida com minha esposa e filha ( 6 anos ) em Abril /15. saindo de Rio Brando – AC , Puerto maldonado /Cuzco/Arica/ Antofagasta/Calama /SPA / Salta / Corrientes / Assunçao/ Ponta pora/Campo Grande/ e final em Cuiaba. Minha principal dúvida é em relação a minha filha e o trecho do chaco .. e meu veiculos tem autonomia de apenas uns 400 KM . poderia nos ajudar na minhas dúvidas ? Abraços

  33. Olá Altier,

    Eram duas, mas já respondeu em relação a autonomia da meu veículo. Já vi uma resposta sua no post… Obrigado! (acho que a necesidade de otagons acima de 95 também não será problema, pois me parece que a gasolina é mais pura do que a nossa) Minha grande dúvida é em relação a segurança para minha filha de 6 anos (alimentação e o soroche). O que acha do roteiro, dá pra fazer em uns 20/25 dias? Abraços.

    • Altier Moulin

      Oi Evaldo,

      Viajar com crianças exige um pouco de cuidados extras, mas imagino que isso você já saiba. Sobre o soroche, se tomar os cuidados devidos e ir fazendo a subida gradativa – sem fazer a mudança de altitude muito rápida – os sintomas raramente aparecem.

      Uma sugestão é programar dias de descanso ou de atividades leves à media que chegar às cidades mais altas.

      Eu acho que 20/25 dias serão pouco. Cuidado para você não passar a viagem inteira na estrada e só passar pelos lugares sem conhecer.

      Um abraço.

  34. Olá Altier,

    Obrigado pela atenção. Seu blog está realmente muito legal e com dicas importantes. Viajar com minha filha é um desafio, mas ir sem ela não é uma opção. Gostaria de dividir com ela essa aventura e estou priorizando a segurança e o conforto dela e da minha esposa nesta trip.

    Minhas dúvidas são maiores em quatro trechos de Rio Branco (ponto de partida) até Cusco pretendo fazer em dois dias com pernoite em Puerto Maldonado e no dia seguinte subir até Cusco (dai meu receio do Soroche). Depois de SPA até Salta qual o melhor caminho? E de Salta até Corrientes é melhor pernoitar (onde?) ou seguir direto até Corrientes, e por último de Corrientes dá pra cruzar o Paraguai e sair em Ponta Pora-MS ou é melhor margear e entrar por Foz (vi muitos relatos da falta de segurança no Paraguai).

    Abraços,

    Evaldo

    • Altier Moulin

      Evaldo,

      Entendo sua preocupação, mas a maioria das pessoas não sente o efeito da altitude. Basta estar preparado – com os medicamentos – e se tiver dúvida tome mesmo antes de sentir os sintomas. Cuida para que sua filha esteja bem hidratada e evite que ela faça muito esforço no primeiro dia em Cusco.

      Quanto aos outros trajetos, eu não posso te ajudar porque não fiz esse trecho de carro. Infelizmente.

      Um abraço.

  35. Estou planejando, com meu marido, conhecer o norte do Peru e o sul do Equador indo até Quito de carro. Gostaria de ajuda para planejar o tempo e também o trajeto, incluindo os lugares mais interessantes.

      • Olá amigo, qual o valor que cobras pra me dar umas dicas sobre alguns locais p ir em cuzco?
        Vou de carro e ficar 4 dias lá, em dezembro/2014.

        Até agora sei que vou em machu pichu..

        Precisaria saber outros locais bacanas para conhecer próximos a cuzco indo de carro.
        E algumas dicas de restaurantes em cuzco ou proximidades com comidas típicas da região.

        Obs.: priorizo o custo-benefício em restaurantes e nos lugares, dinheiro sempre é escasso.. rs

        Obrigado.

        Marcos.

  36. Amigo, pretendo ir até Cusco de carro saindo de Recife-PE. Vou com uma Toyota Hilux SW4 e minha mulher já fiz todo o roteiro: cortaremos todo o Pernambuco, Piauí, sul do Maranhão, parte do norte do Mato Grosso, Rondônia e Acre. A volta é pela Bolivia. Acho q vou gastar mais de 30 dias conhecendo muitos lugares bonitos. Obrigado pelas dicas que estão no seu blog.

    • Altier Moulin

      Oi Luiz,

      Eu tô com inveja do seu roteiro… simplesmente muito bom! Vá com calma e aproveite para conhecer os vilarejos do caminho. Eles sempre têm algo incrível escondido.

      Um abraço.

  37. Gostaria de saber qual o valor da gasolina lá no Peru,vou fazer a viagem do Rio Grande do Sul via Acre em janeiro de 2015, você fala em autorização do consulado para entrar de carro no Peru, eu posso conseguir em iñapari é fácil de conseguir ?

    • Altier Moulin

      O valor da gasolina 84 em maio de 2014 era de S/. 12,80 o galão que equivale a 3,6 litros. É bom saber que a gasolina peruana não é misturada ao álcool e derivados, o que a faz potente e mais econômica.

      Um abraço.

  38. Bom dia obrigado pela informação sobre a gasolina, aproveitando a sabedoria do amigo oque seria aquela autorização do consulado para entrar no peru de carro faço ela no lado brasileiro ?

    Abraços

    Chico
    Sarandi-RS

    • Altier Moulin

      Isso, você tem que solicita-la na Embaixada do Peru, ainda no Brasil. Ela é necessária quando o proprietário do veículo não esta viajando.

      Um abraço,

  39. Bom dia, estou em Porto Velho e estou interessado em ir até o Peru, mas na minha volta pra São Paulo pretendo voltar pela Bolívia entrando em Corumbá.
    Seria este trajeto possível ou viável?

    • Altier Moulin

      Marcelo,

      Não tenho informações exatas sobre essa rota, mas, de forma geral, as estradas bolivianas são bem ruins e esta época já é a estação chuvosa. Logo, acho bom procurar informações mais seguras. Desculpe não poder ajudar.

      Um abraço.

  40. Boa noite Altier,

    Eu como peruano gostei muito das suas dicas. Você deveria percorrer todo o nosso país e eu se que vai se agradar mais e até tlavez não vai querer voltar rsrsrsrsrs.

    Bom, Altier, eu sou formado em ciências administrativas e turismo na universidade de Cusco e já tive essa sorte de morar em São Paulo e agora que voltei para o Peru montamos aqui a nossa operadora de turismo chamada Viagens Machu Picchu, única e exclusivamente para brasileiro que desejem conhecer Machu Picchu e Peru.

    Nos da Viagens Machu Picchu sempre estamos dispostos a ajudar a qualquer pessoa sem compromisso de compra e simplesmente queremos que todos venham e curtam a nossas paisagens.

  41. Oi Altier, tudo bem?

    Estou pensando em fazer essa viagem em maio ou junho de 2015, de carro e a princípio sozinha, saindo de Curitiba/PR. Quantos dias você acha que levarei/precisarei entre estrada (ida e volta) e conhecer Machu Picchu?
    Tem hotéis baratos ou albergues por lá?
    Agradeço sua atenção.

    Abraço
    Kelly.

    • Altier Moulin

      Oi Kelly,

      Fica difícil dizer quantos dias você vai gastar na viagem pois não sei bem a sua rota e em quais cidades irá parar. Mesmo assim, uma viagem dessas não deve ser feita em menos de 20 dias. Em Cusco, a cidade que é base para o passeio de Machu Picchi, há centenas de hotéis e albergues super baratinhos.

      Aproveite! Um abraço.

    • Olá Kelly, ainda vai fazer a viagem agora em Junho? Se for e precisar de alguma coisa me dê um alô que também estou indo agora dia 05 de junho para Cusco via Rio Branco. Whatsap: 65 92472083

  42. Boa noite. Li todos os comentários, gostaria de saber se vc puder me ajudar. Quanto tempo até mollendo? Quais as cidades q devo passar? tenho q entrar em Cusco? Muito obrigada.

      • LUIZ CARLOS RIBEIRO SANTOS on

        OI ALTIER!
        Em primeiro lugar quero parabeniza-lo pelo excelente serviço social que vc está prestando a todos os viajantes que querem conhecer principalmente o Peru via Acre. Já estive lá algumas vezes desde a década de 90 e não me canso de ir. O que me leva a escrever estas linhas é para esclarecer sobre a situação geográfica de Mollendo, ou seja, Mollendo fica próximo de Arequipa, no litoral. Arequipa fica a mais ou menos 2.400,00m de altitude. A estrada que sai de Arequipa e vai para Mollendo (um pouco mais de 100,00 Km), cruza a Rodovia Panamericana e segue até o Porto de Matarani. De lá é só continuar seguindo a estrada que a 8,00 Km vc chegará em Mollendo. Balneário com muitas praias. O melhor “ceviche” é o do Mercado Público.
        E não é só isto. Se vc continuar seguindo pelo litoral, vc passará por outros balneários e lugares lindos com plantações de frutas de clima temperado e plantios de oliveiras sem fim, tudo à base de irrigação. Técnica que trouxeram de Israel. Por fim vc chegará ao Porto de ILO. Se quiser continuar rumo ao sul, vá até TACNA, Zona Franca no meio do deserto de Atacama, próximo à fronteira com o Chile e logicamente próximo ao Balneário de ARICA no Chile (1º MUNDO). Voltando, vá para LA PAZ e depois para Nossa Senhora de Copacabana e PUNO ao longo do lago TITICACA, depois JULIACA e CUZCO que é “o começo e o fim de qq turismo no PERU”.
        UM GRANDE ABRAÇO e novamente PARABÉNS!

  43. Olá…
    Adorei as suas dicas!
    Eu e meu marido e nossas filhas de 12 e 7 anos estamos planejando uma viagem pra agora final de dezembro. Meu marido, como sempre, olha no mapa e fala e aqui que vamos! Muito animado… Ano passado fomos de Goiânia-GO a Tutóia-MA, foi muito bom, amamos!Mas eu confesso sou muito medrosa pelas minhas filhas! E tenho muitas dúvidas. Meu amigo, se puder me ajudar, ficarei feliz.

    Qual é o melhor trajeto de onde estou?
    É aconselhável levar as crianças?
    Como é lá essa época do ano de dezembro a janeiro?
    Tem neve? E as roupas?
    Os passeios da pra levar as crianças?
    Mais o que mais está me preocupando e o mal estar para as meninas?
    Tem hospitais?
    São muitas as minhas dúvidas?
    Se der tudo certo prometo postar o resultado muito em breve…

    Um abraço.

    • Altier Moulin

      Oi Anne,

      Como suas perguntas são muitas, vou respondê-las abaixo:

      Qual é o melhor trajeto de onde estou?
      Você está em Goiânia, Certo? O roteiro ideal é Cuiabá-MT, Porto Velho-RO, Rio Branco-AC e Peru.

      É aconselhável levar as crianças?
      Não vejo problemas. Como mãe você sabe que precisará sair bem mais equipada com remédios, roupas, água e alimento para os momentos na estrada.

      Como é lá essa época do ano de dezembro a janeiro?
      Nessa época chove bastante e nas cidades mais altas faz muito frio.

      Tem neve? E as roupas?
      A neve você pode ver somente em alguns trechos muito altos. Leve roupas de frio sem ter medo de exagerar.

      Os passeios da pra levar as crianças?
      Sim, em todos os passeios vocês poderão levá-las.

      Mais o que mais está me preocupando e o mal estar para as meninas?
      Isso é imprevisível. Tem gente que sente mal, tem gente que não. O ideal é ir subindo aos poucos. Faça um roteiro que pare em cidades pelo caminho para que elas vão se acostumando.

      Tem hospitais?
      Sim, há hospitais nas cidades maiores como Cusco, Puno, Arequipa, Lima, etc.

      São muitas as minhas dúvidas?
      Fique tranquila e aproveite a viagem. Elas jamais se esquecerão desta viagem.

      Um abraço.

  44. Bom dia, Altier!

    Gostaria de ter uma ideia de quantos dias para fazer este percurso: Santa Catarina, Antofagasta, Arequipa, Lago Titicaca, Lima, Macchu Pichu e retorno. Vamos de carro. Vc vê algum inconveniente nesta viagem.

    Abraço

    • Altier Moulin

      Oi Mauricio,

      Não vejo problema algum nesse roteiro, mas se organize para que não fique muito vai e vem. Não acho que seja interessante fazer em menos de 20/25 dias.

      Um abraço.

  45. Eu moro em Maceió, Alagoas, e estou pensando em conhecer Cusco de moto. Tem asfalto bom daqui atá lá? E por onde devo ir se puder me ajudar agradeço.

  46. Olá Altier!

    Tem conhecimento se é arriscado deixar estacionado carro particular no aeroporto de Puerto Maldonado (Peru) durante deslocamento até Lima (Peru).

  47. Por oportuno, gostaria, por favor, que indicasse local para pernoite em Puerto Maldonado bem como ainda no assunto anterior (deixar carro estacionado), se tem conhecimento de algum lugar mais recomendado.

  48. Antonio de Jesus da Rocha on

    Moro em Rondonia, pretendo fazer uma vigem de carro de RO ao Chile, fui informado por um amigo que a melhor época é entre final de março e abril devido a muita chuva e neblina, como apreciar as paisagens faz parte da viagem achei melhor esperar. Pretendo ir até a região de Valdivia, não sei quantos km seria este percurso. Alguem sabe me informar se pelo Mato Grosso tem alguma estrada que possa ir direto para La Paz, ficaria bem mais curto o trajeto.

  49. Viajei de Puerto Maldonado até Cusco de ônibus(16/01/2014), estrada excelente, porém enfrentei desmoronamento de pedras imensas que foi necessário uso de dinamites para desbloquear. As equipes que fazem este tipo de trabalho são rápidas e em 50 minutos passamos, só ficou o medo que houvesse outro desmoronamento o que é bem comum nesta estrada.

  50. Oi Altier!
    Muito boas suas informações. Estava preocupado com a estrada, mas pelo visto é sempre assim, estrada boa no país estrangeiro e ruim na parte brasileira. Li alguns comentários, mas não todos, portanto perdoe-me se a pergunta já foi feita.

    Estou pensando em ir a partir de Manaus para Lima (de carro) com meus pais. O problema é que meu pai tem 86 anos e eu queria muito que ele visse Machu Picchu, mas não sei se é possível fazer o trajeto para o topo de carro, e por causa da idade dele, ele não seria capaz de subir as montanhas.

    Você pode me ajudar nesta dúvida?
    Abraços

    • Altier Moulin

      Rafael,

      Acabo de voltar da Bolívia e do Chile passando por altitudes superiores a 4.500. Nessa viagem encontrei um casal com mais de 80 anos e, olha, eles tinham mais fôlego do que muita gente mais nova. O que quero dizer é: tudo depende do condicionamento físico de cada pessoa. Se seu pai é ativo e saudável. é provável que ele consiga vencer os obstáculos. A dica é ir com calma, sem pressa, parando em cidades intermediárias até chegar a Cusco, a 3.400 metros de altitude. Depois disso, ir a Machu Picchu será moleza: a cidade perdida dos incas fica a 2.400 metros acima do nível do mar.

      Espero ter ajudado.

      Um abraço!

  51. Quero agradecer a vocês pelas dicas valiosíssimas. Tudo que vocês falaram, valeu muito. Saí de Brasília dia 23 dez 14, eu e minha esposa numa S-10 e voltamos dia 29 jan 15.Graças a Deus nem pneu furou.Gostaria de acrescentar que: Que o seguro que você faz em Puerto Maldonado , não procure onde fazer o seguro e sim pelo SOAP.Outra coisa em Cusco, na praça das armas, várias casas de câmbio e várias lojas aceitam o real. Ah! nem eu nem minha esposa mastigamos folha de coca ou tomamos aquele xarope que normalmente as pessoas tomam e não sentimos nada. Obrigado

  52. Olá
    moro no municipio de Epitâciolandia onde passa o ônibus peruano.
    Gostaria de saber se posso subir aqui no lugar de pegar o ônibus em RB.
    Obrigado!

  53. Gostei muito de seu relato, adoro viajar de carro. Vou a Cusco em julho, e tenho a passagem aérea de Brasília até Rio Branco, porém, gostaria de saber se é possível alugar um carro em Rio Branco e entregá-lo em Cusco. Ou mesmo, se é possível alugar em Puerto Maldonado. Gostaria muito de viver essa aventura, mas só seria possível com carro locado.

    • Altier Moulin

      Oi Carlos,

      Apenas a Localiza e a Hertz, que operam em Rio Branco, permitem locações para viagens internacionais. Você deverá consultá-las sobre sua necessidade de deixar o carro em Cusco. Geralmente há uma taxa bem carinha.

      Um abraço.

  54. Fala ae Altier, muito chique o trabalho que vcs desenvolvem aqui, Parabéns!

    Cara eu estou programando sair de Uberlândia-MG com destino a Machu Picchu mês que vem. Ai vem as dúvidas:

    * Existe a prática de suborno nas rodovias peruanas?
    * Tem chumbo na gasolina peruana?
    * Como subir de altitude gradativamente (soroche) se em um curto trajeto de estrada saltamos de 900m para quase 5000m?
    * Compensa ir de carro de Cusco até Ollantaytambo para visitar Machu P. ou é melhor pagar uma van?
    * Vc já ouviu alguma coisa mais grave sobre o soroche?
    * A balsa entre Porto Velho e Rio branco pode atrasar muito esta viagem?

    Grato desde já!! quando voltar conto min has impressões aqui para o pessoal..

    • Altier Moulin

      Oi Anderson,

      Vamos às respostas:

      1. Não tenho conhecimento de que isso seja algo comum;
      2. Sim, há. A dica é usar sempre a de numeração mais baixa, que não tem esses ‘aditivos’.
      3. Parando no caminho e pernoitando (se possível). Isso é indicado somente se sentirem algum mal estar.
      4. Dá pra ir de carro sim. É bem tranquilo.
      5. O soroche pode causar a morte. Mas isso é muito raro. Os efeitos mais comuns são vômito, dor de cabeça e cansaço.
      6. Não tenho informação sobre a balsa.

      Espero ter ajudado,

      Um abraço.

  55. Anderson/Altier,

    Também pretendia ir no mês de março, partindo de Cuiabá, até Lima, porém uma informação do DNIT me preocupou. Olha o que o DNIT traz de informação sobre um trecho da estrada, reproduzo aqui: “Leito natural, com buracos, atoleiros e erosões, sem sinalização, sem condições de tráfego, travessias de balsas, no trecho km 483 ao 530 obras de pavimentação, paralisadas, recomendamos adiar sua viagem para o final do período de chuvas (mês de Junho).” – vide: http://www1.dnit.gov.br/rodovias/condicoes
    Se alguém puder ajudar também fico no aguardo de melhores informações.

    Abração

    Martinho

    • Altier Moulin

      Oi José Martinho,

      Conferi a informação no site do DNIT e realmente estão sinalizando problemas na rodovia. Entretanto, acredito que esta seja uma informação velha e que o site não esteja sendo bem cuidado por esse órgão do Governo Federal. Me informei com o Governo do Acre e a notícia é que a rodovia está sim liberada, sem qualquer problema grave. Portanto, siga em frente.

      Um abraço.

  56. Celio Zandomenico on

    Boa tarde, amigo.
    Sou de Vitória/ES. Tenho um motorhome Mercedes Sprinter nova que só usa diesel S10. Pretendo ir ao Peru ainda nesse semestre, passando pelo Acre.
    Encontro fácil esse combustível pelo Peru?

    • Altier Moulin

      Celio,

      As informações que tenho são as seguintes: saindo de Rio Branco com destino à fronteira com Peru, a última cidade com Diesel S10 é Brasiléia. Em Assis Brasil não se vende Diesel S10. De Brasiléia a Assis Brasil são 110 quilômetros e quem passa sem abastecer, perde a oportunidade de deixar Diesel mais limpo e mais barato no tanque do carro.

      Depois de atravessar a fronteira, a primeira localidade que vende o Diesel S50 – isso mesmo, lá ainda não tem S10 e o diesel mais limpo é o S50 – é Mavila. Esta localidade está a aproximadamente 150 quilômetros da fronteira, ou seja, a cerca de 260 quilômetros do último posto no Brasil que vende diesel S10.

      Em Puerto Maldonado há uma oferta grande de postos de combustíveis com venda do Diesel S50. Ao completar o tanque já é possível chegar a Cusco sem problemas. Lá também há uma grande quantidade de postos vendendo diesel S50.

      Veja a média de preços em fevereiro de 2014:
      – Rio Branco: R$ 2,95/L
      – Brasileia: R$ 3,05/L
      – Puerto Maldonado: S/.13/galão

      Espero ter ajudado. Um abraço.

  57. Amigo, para saber el horario de buses de Maldonado a Rio Branco y como llegar a Porto Belo, Rondoni. Pudiera el precio de los pasajes y horario de salida de los buses? Un abraco.

  58. Boa noite! Sou de Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais e pretendo fazer o caminho até Cusco agora em abril. Queria saber se chove muito nesta época do ano e se tem alguém saindo aqui da região com o mesmo destino.

    • Altier Moulin

      Marcos, em abril ainda chove. O período seco vai de maio a setembro, sendo que os meses de junho e julho são os melhores para conhecer Machu Picchu.

      Um abraço.

  59. Márcio Barbosa on

    Olá, vou sair de São Paulo de carro e estou em dúvida se vou pelo Acre ou eu entro na Bolívia e a cruzo inteira até o peru, pois não tenho conhecimento se é seguro atravessar a Bolívia de carro, sabe algo a respeito disso???? Grato.

    • Altier Moulin

      Mário, há alguns anos as estradas eram horríveis e muito perigosas. Hoje elas estão melhores sim, mas ainda exigem cuidado. Prefira não viajar a noite, use rotas mais comerciais e ande acompanhado, se possível.

      Um abraço.

  60. Ola, parabéns pelas informações, queremos sair de BH e ir até Lima. Além de fazer um belo passeio, queremos fazer algumas compras visto que vamos com uma caminhonete. Você acha que poderemos ter problemas com estas compras e talvez evitar ser taxado pela Receita Federal e fiscalizações?

  61. Thialisson Silva on

    Olá Altier!

    Queria saber se você sabe quantos días leva pra chegar em Lima, ou até machu picchu, saindo desde Rio Branco com transporte próprio.
    Sei que desde Juazeiro do Norte, levo mais ou menos uns 4 a 5 dias para chegar no Acre, mas não sei bem quantos dias desde o Acre!

    Agradeço a atenção, e parabéns pelas dicas, muito boas!

    Thialisson Silva.

  62. Olá Altier,
    Estamos querendo fazer o percurso de carro saindo de Conselheiro Lafaiete com destino a Cusco em abril, mas ainda tenho algumas dúvidas. Gostaria de saber se terei alguma dificuldade, pois abril ainda é época de chuva, como seria lá essa época do ano? Qual é o melhor trajeto de onde estou e melhores locais para passar a noite? Em questão da segurança na estrada como é?

    Obrigado

    • Altier Moulin

      Oi Ingrid,

      Vamos ver se posso lhe ajudar:

      1. O problema da chuva é que você corre o risco de pagar Machu Picchu com chuva e isso pode ser incômodo, além de tirar um pouco a beleza do lugar. Além disso, só mesmo a necessidade de ter atenção maior na viagem.
      2. Talvez seja interessante fazer o caminho tradicional: Cuiabá, Porto Velho, Rio Branco, na ida; e retornar passando pela Bolívia e Mato Grosso do Sul. Estude melhor esta rota para ver o que acha.
      3. As estrada do Peru estão melhores que as nossas. Na Bolívia elas têm melhorado muito nos últimos anos, principalmente aquelas que lugar cidades maiores como Santa Cruz e La Paz.

      Um abraço.

  63. Ola!!!

    Gostaria de uma sugestão de caminho, sou de são Paulo e quero ir até Cusco de carro e ir conhecendo mais lugares no trajeto. Pensei em ir por Foz do Iguaçu, que também não conheço.

    • Altier Moulin

      Oi Gizele,

      Indo por Foz você cortaria todo o Paraguai, certo? Já deu uma pesquisada sobre as estradas de lá? 🙁 Faça isso. Talvez seja interessante fazer o caminho tradicional: Cuiabá, Porto Velho, Rio Branco,

      um abraço.

    • Altier Moulin

      Karina,

      Você deve seguir a regra para os casos que o carro não está em nome de um dos passageiros – ou seja, de quem está na viagem. Deve, portanto, solicitar uma autorização no consulado peruano.

      Um abraço.

    • Altier Moulin

      Oi Karina,

      É provável que você pegue neve sim, principalmente porque este é o mês mais frio do ano. É seguro viajarem só mulheres. Basta ter os cuidados que teriam em qualquer parte do mundo.

      Um abraço.

    • Olá Karina, também vou para Cusco agora em junho. Vou de moto e se precisar de qualquer coisa me dê um alô, estou programando sair dia 05 de Cuiabá.

  64. Anderson Lemos on

    Bom dia, Altier e pessoal!

    Fiz a viagem do Peru agora em março. Saí de Uberlândia-MG e fui até Cusco de carro. Vou deixar aqui minhas impressões, dicas e macetes para ajudar quem, como eu, quer embarcar nesta aventura.

    A viagem ao Peru é fascinante. Se você optar por ir de carro, será recompensado pelas belas paisagens tanto no Brasil quanto no Peru. Mas devo adiantar, as paisagens do Peru são pinturas a céu aberto. Os dois países têm relevo e vegetação bem distintos e nota-se muito bem isto quando se sai da floresta amazônica e começa a subir os Andes.

    No dia 10 de março saí de Uberlândia em um New Ka 1.0 (1.0 sobe a cordilheira do andes de boa, mas pede-se muito força do motor), minha primeira parada foi Cuiabá. Para quem faz este trecho a dica é: entre Rondonópolis e Cuiabá o trânsito de carretas é intenso e com alguns buracos, a atenção deve ser redobrada. No segundo dia fiz Cuiabá-MT/Cacoal-RO. Depois que se sai de Cuiabá o trânsito de carretas desaparece e roda-se umas 6h de estradas muito bonitas e vazias, até chegar à divisa de Rondônia, onde começam a surgir , novamente, alguns buracos. No terceiro dia fiz Cacoal-RO/Rio Branco-AC. Trecho com estradas medianas, tendo como ponto alto; passagem pela capital Porto Velho e a travessia da balsa no rio madeira. No quarto dia seguimos rumo à fronteira. Chegando lá os trâmites são bem tranquilos, basta o carro estar em seu nome e seus documentos em bom estado (aquela história de documentos com menos de 10 anos é papo furado). Do lado peruano também é muito tranquilo. Dá entrada na migración, depois atravessa a rua e dá entrada no carro na Sunat. Aqui os fiscais da Sunat te avisam que você precisará do SOAT (seguro) e que pode fazê-lo em Puerto Maldonado (fizemos na La Positiva: R$ 30,00)

    Dentro do Peru, enchemos o tanque com a gasolina peruana 84 (o carro anda muito e gasta pouco) seguimos rumo a Puerto Maldonado (trecho com bastante patrulhamento e quebra molas). Chegando lá, o hotel reservado pelo site Booking, não confirmou minha reserva, tive que sair à procura de outro. Não foi difícil encontrar, a cidade tem muita hospedagem. Puerto não tem atrativos a não ser as lojinhas com preços iguais ou maiores que os do Brasil. Saímos rumo a Cusco 5:30 da manhã, são pouco mais de 550km, mas levamos quase 12h para percorrer, pois as estradas são muito sinuosas e muito bonitas, a cada 20 minutos você quer parar para fazer fotos. O trecho entre Puerto e Cusco praticamente não tem patrulhamento. Após o almoço (Marcapata) masquei folha de coca, minha esposa não, subimos a cordilheira e alcançamos seu ponto mais alto 4,7 mil metros, minha esposa vomitou 2x no carro, eu não. Aqui faz muito frio, pegamos neve, não desligue o carro se descer para tirar fotos pois corre o risco de o mesmo não ligar mais. Chegamos a Cusco a tardezinha, o trânsito é caótico, desorganizado, ofensivo.

    Para Machu Picchu não fomos de carro. Fizemos o passeio chamado Machu Picchu By Car, que consiste em sair fora do nostálgico trem da Peru Rail e fazer de van até a hidroelétrica e depois uma caminhada de 3h na mata. Deste modo fica 600 reais o casal contra 1000 reais do modo convencional. De quebra vc faz um passeio magnífico as selva em outro país.

    Para finalizar, o Peru é um país muito bonito e a sensação de segurança lá é inúmeras vezes maior que no Brasil. Os preços lá não são muito diferente dos daqui. A comida não é muito boa e o povo é mediano em recepção, não são calorosos mas também não são carrancudos. É uma viagem que vale a pena cada instante.

    Caso alguém tenha alguma dúvida meu whatsapp é 34 9108-0455.

  65. Boa noite, fui para o Peru a dois anos atras. Realmente muito lindo. Na época estava solteiro e tinha carro próprio em meu nome. Hoje, casado, quero muito levar minha esposa pra conhecer as belas paisagens, mas existe um porém: comprei um carro recentemente e ele é financiado no nome de outra pessoa. Minha duvida então é s e CONSIGO VIAJAR COM ESSE CARRO COM UMA PROCURAÇÃO OU TENHO QUE TER O CARRO OBRIGATORIAMENTE EM MEU NOME?

  66. Leila Thans Bartolomeu on

    Muito boa essas informações, estamos nos programando para irmos em julho/15, de carro em 4 pessoas, num carro 1.0…saindo de Itanhaém/SP, via Jundiaí/SP onde encontraremos com amiga e seguiremos via Rio Branco. Será que consiguiremos fazer em 15 dias?? Abraços

  67. Moro em Jerônimo Monteiro/ES e pretendo fazer um passeio com minha filha de moto até o Peru. Tenho uma falcom 2014. Você sabe me dizer a melhor rota?

  68. Olá, estou pensando em ir para o Peru com meu marido e duas filhas (4 e 9 anos) será que a viagem é indicada para a idade delas? Gostaria muito de conhecer Machu Picchu. Pensamos em ir de Carro com saída de Cuiabá.

  69. Ricardo Franco on

    Olá Altier tudo bem?

    Estou organizando uma grande expedição com meu filho, saindo de Sao Paulo-Ushuaia-Bariloche-Santiago-Cuzco-Manaus-Cuiabá-Fortaleza-Recife-Salvador-São Paulo e iremos fazer esta viagem com uma Toyota Hilux a diesel. Como iremos entrar pelo Chile no Peru (já tenho todas as informações da Argentina e Chile), você saberia me dizer se os postos de combustíveis no Peru têm diesel como gasolina?

  70. Olá amigo, parabéns pela reportagem, me tira uma dívida por favor? Estou indo de moto e preciso saber se tem trecho de terra e se tem neve em junho? Obrigado

    • Altier Moulin

      Oi Carlos,

      Não há trechos sem calçamento nesta rota. Em junho pode ser que neve nos pontos mais altos da Cordilheira.

      Um abraço.

  71. Ola Altier,

    Meu nome e Lucas. Tenho o interesse de fazer o trecho de Lima a Arequipa de bicicleta. Como e o terreno? São muitas subidas e descidas?
    Ha bastante lugar para se parar e durmir? Tem trechos planos?

  72. Oi Altier,
    Vou pro Peru agora em julho e gostaria de saber que época do ano neva na estrada? Moro em Rio Branco-Ac e já fui uma vez em Cusco de avião. Minhas amigas querem ir na época que neva. Meu amigo foi em abril desse ano é tinha neve. Em julho será que tem? Abraços

  73. Olá pessoal, Adorei os comentários e os detalhes das viagens! Eu e meu marido vamos ao Peru no próximo mês e estamos pensando em alugar um carro em Cusco para fazer o trajeto até Santa Tereza e depois Hidrelétrica para se chegar em Aguas Calientes. Vi nos posts que alugararm uma van. O trajeto é muito difícil ou perigoso para irmos sozinhos? Vamos pernoitar no Eco Quechua e oferecem um translado de $75 dólares por pessoa (partindo de Cusco). Contando com outros trechos e a passagem de trem para a volta(Agúas Calientes / Cusco) valor do aluguel não fica muito diferentes.

  74. Olá Altier,

    Meu esposo e eu estamos planejando pegar um voo aqui de Maceió/AL para Porto Velho e então locar um carro com destino a Machu Picchu. Todos os procedimentos para a locação do carro e correspondente autorização para viagem internacional são feitos em Porto Velho? Aguardaremos os dois dias necessários à autorização em Porto Velho? Qual o roteiro que vc indicaria até o nosso destino? Quantos dias seriam necessários? Desde já agradeço. Abraço!

    • Altier Moulin

      Oi Thatiane,

      Eu não tenho informações se é possível fazer os procedimentos em Porto Velho. O que sei é que isso é possível fazer em Rio Branco, no Acre. Consulto consulado ou a Embaixada do Peru para ter mais informações.

      S.E.S Av. Das Nacoes Lote 43 Quadra 811
      CEP: 70428-900 Brasília DF
      (61) 3242.9933

      Um abraço.

  75. Oi,
    Achei interessante essa viagem. Moro em Rio Branco, mas nunca fiz uma viagem com a família toda. Somos ao todo dois adultos, uma adolescente e duas duas crianças. Você acha que dá para irmos todos juntos e achar hospedagem fácil para todos?

    • Altier Moulin

      Oi Maria,

      Fique tranquila. Cusco, assim como outras cidades do Peru, tem muitas opções de hospedagem. Lembre-se que ao viajar com crianças par ao Peru elas devem ter o Passaporte ou a Carteira de Identidade. A Certidão de Nascimento não é válida.

      Um abraço.

  76. silvana maracaipes on

    Incrível deve ser essa viagem ao Peru de carro,com cuidado…sonho um dia ter essa oportunidade. Suas dicas foram excelentes.Tudo anotado aqui caso um dia precise.

    Valeu!

  77. Olá Altier,

    Você sempre viaja só. Adoro este tipo de Aventura, só que não dirijo em outros países. Meus amigos de viagem casaram-se. Se precisar de companhia conte comigo. De carro, já viajei pela polonia, paises balticos, Franca, Irlanda e China fiz mais de trem, aviao e trem bala. Procuro amigos para fazer estes tipos de viagem. No ano que vem, um amigo disse que vai fazer Italia comigo. Ano passado fiz Franca, mas meu amigo casou-se e ‘não vai viajar só.

    No próximo ano, pretend fazer a Rodovia Panamericana, mas está em estudo. Dependo de um amigo que talvez queira fazer.

    Um abraço

  78. Alteir, boa noite.
    Eu e mais 4 amigos estamos planejando ir para Cusco de moto, saindo de Minas Gerais no início de julho.
    Vi sua resposta a uma pergunta já feita anteriormente; sobre neve nesse período.
    Saberia me informar algo mais a este respeito? Tipo se há algum período que a estrada é fechada? Se neva muito? Teria mais informações sobre isso, pois estamos bem preocupados, pois estaremos de moto e isso será um fator complicador.
    Abraço

    • Altier Moulin

      Oi Odilon,

      Eu peguei neve na estrada de Arequipa, mas é algo muito pouco, superficial. Não conheço relatos de que a neve tenha impedido o trânsito na rodovia. O maior problema aqui são a neblina e o nevoeiro (esse último é ainda mais denso). São eles que podem aumentar o risco na estrada e realmente fazer o trânsito praticamente parar.

      Sucesso em sua viagem e pensamento positivo. Isso ajuda muito.

      Um abraço.

  79. Cara, muito obrigado pela informação, pois estamos bastante preocupados com isso, devido ao mês de julho ser muito frio e esta região ser alta.
    Na volta, passaremos por Puno, Lago Titicaca e La Paz. Deste lado da fronteira sabe dizer se a travessia também é tranquila em relação à neve no mês de julho?
    Mais uma vez obrigado pelas Dicas.
    PS: O pensamento está mais do que positivo.
    Abraço

  80. Ola,

    Gostaria de saber quanto se gasta de combustível desde São Paulo até o Equador de carro. Tenho uma saveiro 2010 1,6 e vou rodar todo esse trajeto até o Acre com álcool, e na fronteira troco por gasolina. Você poderia me dizer quanto se gasta entre combustível e acomodação.

    Grato.

  81. Olá!

    Retornamos ontem desta rota; Viajamos de Gol 1.0 de Porto Velho até a Hidroelétrica de Machupicchu (Santa Teresa), que fica a 12 quilômetros do Vale Sagrado dos Incas. Neste caminho podemos chegar com uma caminhada de 2,5 horas em rota maravilhosa. Pode-se fazer esses 12 quilômetros de trem custando USD$ 48, ida e volta. Rota essa que muita gente tem dúvidas, porem compensa, conhecemos um país que muitos que já foram, mas não conheceram.

    Viagem muiiiito bacana, precisando de informações segue meu email: [email protected]

  82. Boa Tarde, Tudo bem?
    Estou programando ir a Cusco saindo de Rio Branco. Saio de Cuiabá dia 25\12 as 11:00 com destino a PORTO VELHO (de avião). E chegando em porto velho, irei pegar um ônibus para Rio Branco, que irá durar 24hrs, chegarei no dia 26 por volta das 13:00 na rodoviária internacional de Rio Branco. PORÉM… Eu liguei na ORMEÑO e eles me disseram que o ônibus sai TODA SEXTA-FEIRA AS 22HRS e Segunda também. E eu chegarei em rio Branco no SÁBADO, e eu preciso saber se há outra forma de eu ir para Cusco sem ser com a Ormeño, pois não quero perder TRES dias da minha viagem esperando chegar até segunda feira. Preciso de ajuda de quem já foi para poder tirar essa minha dúvida. E o que me deixa mais preocupado, é que estou indo em datas festivas, tenho medo de nada além do ormeño estar funcionando por conta disto.

  83. Estou indo trabalhar em Porto Velho entre outubro e novembro, e terei folga entre 30/10 e 02/11. Estava pensando em alugar um carro com outros 2 amigos e ir até o Lago Titicaca, saindo de Porto Velho no dia 29 a tarde e dormindo em Rio Branco, ou até a fronteira, e no dia 30 dirigir direto até Puno, teria dia 31 e 1º para conhecer o Titicaca para estar em Porto Velho de volta na manha do dia 03. Voce acha viável fazer esse deslocamento todo (cerca de 1.800 km) para passar apenas 2 dias no lago? att

  84. Oi,

    Li seu blog e agradeço pelas informações!
    Eu gostaria de saber se no caso de Peru e Bolívia, pode-se entrar apenas com aquela carteira de vacinação simples.

    Obrigada

    • Altier Moulin

      Emanuley,

      Não sei se entendi sua pergunta, mas se você quer saber se a Carteira de Vacinação serve como comprovante de vacinação contra a Febre Amarela, não. Não serve.
      Você precisa ter o Certificado Internacional de Vacinação, emitido pela Anvise.

      Como documento de identificação só valem a Carteira de Identidade ou o Passaporte. Crianças não entram nos países com a Certidão de Nascimento.

      Um abraço!

  85. Fiz essa linda viagem ao Peru de carro, saindo de Rio Branco onde moro, e é realmente fantastico. Fui em um carro 1.0 sem problemas. super em conta e marcante pela beleza do caminho. Pra quem ama pegar a estrada vai amar. Dependendo do mês você aproveita os banhos nas belíssimas cachoeiras à beira da estrada que são muitas! Peru é maravilhoso!

  86. Obrigado pelas dicas, moro no Rio e por isso teria que alugar carro no Peru. Você sabe me dizer se é muito caro e fácil de encontrar esse aluguel?

  87. RENILDO FOLHA ANDRADE on

    Estamos planejando ir de moto até lá. Seguiremos por esse roteiro, cada um vindo de um ponto diferente do Brasil…PI, PB, DF, SC, PR e MT.O agrupamento será em Cuiabá. Suas informações foram de grande valia, só vamos atualizá-las. Forte abraço.

  88. Boa noite!

    Estamos pretendendo ir em agosto de 2016. Temos uma Pajero 2.5. Até ai creio que tudo bem, mas a questão é que nos informaram que e preciso deixar o carro e seguir uma trilha cinco dias a pé, será que tem lugar seguro para deixar o carro?

  89. Boa noite! Adorei seu artigo.
    Quero ir agora em abril com marido e filho. Vamos para o norte de avião e depois eu gostaria de parar em Lima e alugar um carro para ir até Pisco ou Ica. Gostaria de saber as condições da estrada e se é seguro etc. Vi que é um trecho de mais ou menos 4 horas de viagem. É isso mesmo??
    Abraço

  90. Boa noite,

    Fiquei encantada com a matéria e mais decidida sobre conhecer o Peru de carro. Mas ainda resta uma dúvida: é possível realizar essa viagem com animal de estimação?

    Abraços.

    • Altier Moulin

      Oi Rafaela,

      Sim, sem problemas. Desde que você tenha uma autorização do veterinário alegando que o animal está apto para viagens internacionais.

      Um abraço.

  91. Olá, Boa tarde!

    Estarei indo para Cusco em meados de novembro deste ano e gostaria de saber como é o trajeto de carro de Cusco para Machu Pichu.

    Muito obrigada

    Ana

  92. Olá! Boa noite!

    Estamos querendo ir de carro para o Peru, conforme sugeriu acima, mas nos preocupamos com relação a documentação do carro e nossa habilitação por ser do Brasil e passaremos em outros países,você consegue nos ajudar?

    • Altier Moulin

      Oi Cínthia,

      Como eu explico no texto “a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) permite que brasileiros dirijam no Peru por até seis meses depois da data de entrada no país. Cumprido esse período, você deve trocar a CNH pela carteira de habilitação peruana.” Essa regra vale também para outros países vizinhos: Argentina, Paraguai e Uruguai aceitam a carteira de habilitação brasileira, mas alguns acessórios que não são obrigatórios no Brasil são exigidos pela lei de trânsito internacional, como cabo de aço para reboque e dois triângulos de sinalização. No Chile, a CNH brasileira não é válida. O motorista deve procurar uma unidade de atendimento do Detran e providenciar a Permissão Internacional para Dirigir (PID).

      Um abraço.

  93. Li uma pergunta sobre trajeto de CUSCO-MACHU PICCHU que não há estradas. Poderia me dizer se de Cusco a Aguas Calientes é possível ir de carro?

    • Altier Moulin

      Oi Michelle,

      Não, não há ligação rodoviária entre Cusco e a região de Machu Picchu. As únicas formas de chegar aqui são a pé ou de trem. 😉

      Um abraço.

  94. Camilla Murta Itacaramby on

    Olá!

    Quando você foi à Machu Picchu de carro, você chegou até onde com ele? Deixou em Cusco e pegou o trem? Acha que é uma boa ir até Ollantaytambo, dormir lá ao invés de em Cusco para adiantar a viagem?

    Muito obrigada!

    • Altier Moulin

      Oi Camilla,

      Geralmente as pessoas ficam em Cusco por sem maior, com mais opções de hospedarem, de restaurantes e também de passeios. Vale sim ir até Ollantytambo, deixar o carro lá e seguir para Machu Picchu.

      Um abraço.

  95. Olá! Adorei as dicas.
    Estamos planejando ir em dezembro, mas vamos sair de Ilhéus-Ba até Santa cruz de la Sierra pegamos minha filha e seguimos viagem até Cusco.
    Alguém já fez esse percurso passando pela Bolívia?

  96. Gostaria de acrescentar algumas recomendações importantes para as pessoas que estão preparando sua viagem para Machu Picchu.
    – Quem vai a Machu Picchu não pode deixar de fazer as trilhas que levam até lá!
    – Quem quer ter uma bela vista panorâmica deve subir até Huayna Picchu.
    – Faça a pernoite em Aguas Calientes, pois você estará logo cedo em Machu Picchu desfrutando o amanhecer.
    – Compre os bilhetes com antecedência, porque as vezes, se vc quer comprar um hoje para amanha, não tem mais.
    Espero que ajude alguém.
    Boa Viagem

  97. Altier, excelente essas dicas!

    Você teria o contato do Antonio ou de outra pessoa que faz esse percurso de Rio Branco a Cusco de carro? Me interessei bastante.

  98. Olá Altier, tudo bem?

    Estou planejando uma viagem nov/dez no Peru, de carro, saindo de Rio Branco, passaria por Cusco, Machu Picchu e subiria até Chachapoyas, vc acha seguro, sozinha é perigoso?
    Vou ter uns 60 dias para usufruir.
    Obrigada!

    Carla

    • Altier Moulin

      Oi Carla,

      De forma geral, não. Faça paradas estratégicas e. como você tem tempo, aproveite para conhecer os vilarejos pelo caminho. Assim, sua viagem será mais interessante e menos cansativa. Ah, evite trafegar nas primeiras horas do dia e à noite, já que a estrada é bem perigosa, com muitas curvas.

      Um abraço.

  99. Não sei se ja mencionaram, mas ja fazem aproximadamente 3 anos que veiculos em nome de terceiros ou empresa não podem adentrar no Peru, mesmo com autorização pelo dono do veiculo

    • Altier Moulin

      Oi, Eduardo.

      A informação que temos é que esse processo pode ser feito desde que tenha uma autorização do governo peruano, emitida no Consulado.

      Um abraço.

  100. Fui de ônibus de são Paulo para cusco. Que viagem maravilhosa. Gostei muito. A Amazônia peruana é linda e as cordilheiras um show a parte.

  101. Olá, moro em Rondônia. e gostaria de conhecer o peru, porém não sei se vou de ônibus ou de carro, por questão de segurança, não sei como é a violencia se é confiável ir de carro e etc… o que me indicam?

  102. Fabrício Sautner on

    Olá Altier!

    Baita matéria! Sempre mostro ela para meus amigos planejarem uma viagem.

    Como moro em SC, o perfeito seria voar até Rio Branco e de lá alugar um carro para a Cusco. Acreditas que alguma empresa aluga carro para este tipo de viagem internacional lá?

    • Altier Moulin

      Oi, Fabrício.

      Apenas a Localiza e a Hertz, que operam em Rio Branco, permitem locações para viagens internacionais. Mas, de qualquer forma, sugiro fazer contato com antecedência para saber quais as exigências das companhias para esta viagem.

      Um abraço.

  103. Hugo Muller Neto on

    Olá Altier,

    Vou fazer essa viagem, saindo de Brasília na semana que vem, dia 7/09/2017. Meu ultimo pernoite no Brasil será em Rio Branco. No dia seguinte vou dormir em Puerto Maldonado. Tenho uma dúvida. Onde contrato o seguro SOAT? Em Iñapari tem como fazer? Obrigado!

Escreva um comentário