Como planejar uma viagem de carro: dicas para não passar perrengues

16

Atualizado em 23 de julho de 2020

Como planejar uma viagem de carro

Foto: Dru!

Se pararmos pra pensar nas péssimas condições das rodovias brasileiras, viajar de avião é mais prático do que uma viagem de carro. Entretanto, nada oferece a oportunidade de conhecer novos lugares, novas culturas e pessoas de uma maneira tão livre como uma viagem de carro.

Isso, sem falar na praticidade de não precisar utilizar táxis que nem sempre são confiáveis. Isso sem lembrar da longa espera nos aeroportos, da limitação de bagagem e de tantas outras questões. Pra lhe ajudar a realizar aquele velho sonho de fazer uma fantástica road trip, eu preparei esse guia com algumas dicas de como planejar uma viagem de carro.

Como planejar uma viagem de carro

É verdade que por mais que me esforçasse, seria impossível levantar todas as questões necessárias para planejar uma viagem de carro, uma vez que são situações extremamente pessoais:  o destino escolhido, o veículo a ser utilizado, a duração da viagem e o tipo de viajante são algumas variáveis que influenciam no planejamento e que exigem adequações.

Dessa forma, já sabemos que planejar uma viagem de carro pode ser uma atividade complexa e muito ampla. Então, vamos manter o nosso foco em alguns pontos que considero essenciais.

Para escrever esse post eu tive a ajuda do Luiz Ramalho, um viajante experiente que é apaixonado por viagens rodoviárias, como vimos nesse post que conta a sua aventura pelo Alasca.

Estabeleça o trajeto a ser percorrido

O seu planejamento começa por aqui. Lembra daquele diálogo entre o Gato de Botas e Alice, no País das Maravilhas? É mais ou menos isso: se você não sabe onde quer chegar, qualquer caminho lhe serve.

Entretanto, se seu objetivo e ter sucesso em uma travessia rodoviária, um ponto de partida e um ponto de chegada são essenciais e as primeiras coisas a serem definidas. Isso parece simples e quase lógico, mas conhecer as distâncias a serem percorridas vai influenciar diretamente no tempo da sua viagem.

Como planejar uma viagem de carro

Com o trajeto escolhido você vai conseguir definir, também, se a sua viagem vai ser ser exclusivamente rodoviária ou mista – com parte aérea e parte rodoviária.

Nesse ponto, também começamos a definir se a sua viagem vai ser contemplativa, com paradas para apreciar a natureza; cultural, com uma série de eventos pelo caminho; de compras, com visitas estratégicas aos melhores shoppings e lojas; de aventura, com direito a bungee jumping e tudo mais.

Avalie as condições do carro

Nosso foco, nesse post, são as viagens de longa distância, ou seja, aquelas acima dos mil quilômetros. Porém, os os cuidados essenciais para uma viagem segura devem sempre ser observados, mesmo naquelas de pequenas distância.

Tenha em mente a lista a seguir. Ela contém os itens básicos para as pequenas e longas travessias:

  • Confira as condições dos pneus, incluindo o estepe;
  • Verifique como está o alinhamento e o balanceamento das rodas;
  • Cheque os freios e a bateria;
  • Confira o nível de água,  o filtro e óleo de combustível.;
  • Dê uma atenção aos cabos, velas, amortecedores e correias.
  • Fique atento às palhetas do limpador de pára-brisas. Elas devem estar em boas condições para que a visibilidade não fique prejudicada em caso de chuva.
  • Verifique as luzes de sinalização externa;
  • Cheque se as ferramentas essenciais  – triângulo, macaco e chave de rodas – estão em ordem.

 Confira sua documentação

Muitos viajantes se esquecem de verificar a documentação do carro e a data de validade da Carteira de Habilitação. Esses são detalhes que podem acabar com a sua viagem muito antes de chagar ao destino final caso você seja parado em uma blitze, por exemplo. Então, antes de cair na estrada é essencial checar os documentos do veículo e dos motoristas.

No caso de viagens ao exterior, se estiver dirigindo o seu próprio carro, certifique-se sobre as regras locais. Alguns países podem exigir seguros específicos ou documentos emitidos pelo país de origem autorizando a saída do veículo, por exemplo. Nesses casos, o melhor a fazer é consultar a embaixada do país para onde está planejando viajar.

Escolher bem qual carro alugar

Em viagens ao exterior alugar um carro é um bom negócio. A exceção são os países do Mercosul, onde geralmente as viagens podem ser realizadas em veículo próprio. Aqui, estamos falando das viagens mistas, divididas em parte aérea e parte rodoviária.

As reservas antecipadas podem ser feitas através da internet em diversos sites que operam essa modalidade. A Happy Tours é a empresa utilizada pelo Luiz, mas certamente existem muitas outras para fazer a comparação de preços e modelos disponíveis.

Como planejar uma viagem de carro

O principal cuidado ao locar um carro no exterior é ler todos os detalhes do contrato e da lista de opcionais oferecidos. Observe sempre o quesito seguro contra danos ao veículo e a terceiros. O seu contrato deve cobrir quaisquer prejuízos nesses casos.

Ao locar o veículo calcule o número de passageiros que vai compor o grupo e, principalmente, o espaço necessário para a bagagem. Não se esqueça que alguns trajetos podem demandar mais de seis horas de viagem e, se você aguardou por tanto tempo para fazer essa viagem, o seu conforto é fundamental. Portanto, escolha o veículo que tem a melhor relação custo-benefício para o seu caso.

Procure sempre fazer o check in do veículo na parte da manhã e as chances de locar um carro em melhores condições serão maiores. No final da tarde, o número de veículos refugados por outros locadores poderá ser maior.

Para sua segurança, cadastre todos os motoristas que vão dirigir. Verifique se a documentação do carro está em dia e faça uma vistoria minuciosa na lataria, no interior e nos acessórios do veículo, exigindo que tudo conste no contrato.

A tarifa com quilometragem livre, que é mais cara, compensa apenas quando você vai rodar mais de 100 quilômetros por dia.

Calcule o tempo da vaiagem

No Brasil, rodar 600 quilômetros em um dia pode ser cansativo, mas nos Estados Unidos, por exemplo, essa distância em auto estradas é factível e pode ser percorrida, mesmo com paradas, em torno de oito horas de viagem. Então, estabeleça previamente as cidades a serem visitadas com uma distância máxima de 800 quilômetros entre elas. É claro que essa distância entre cidades é relativa. Pode ser que a próxima atração esteja a menos de 200 quilômetros do seu ponto de partida ou pode ser que tenhas que atravessar um longo deserto até a próxima cidade.

O Luiz utiliza, nessa fase do planejamento, o Google Maps para montar o percurso com um todo. Depois desse passo, ele acessa o TripAdvisor e faz um levantamento das atrações e das cidades do caminho. Assim, ele ajusta a estadia para a quantidade de dias necessários ou se será simplesmente uma parada técnica de pernoite.

A lição nesse item é: quem faz o seu caminho é você. Seu trajeto, quantos dias ficar em cada lugar e o que fazer são decisões exclusivamente suas. Apenas uma coisa é mandatória: nunca viaje ou chegue em uma cidade a noite. Utilize as suas noites para descansar e aproveite melhor os dias. Além disso, ser prudente não vai ocupar espaço na sua bagagem.

As minhas dicas não acabam aqui, mas para organizar melhor as ideias publiquei outro post com mais cinco dicas que vão lhe ajudar a planejar a sua viagem de carro.