O que fazer em Joanesburgo

18

Atualizado em 24 de julho de 2018

Joanesburgo é a porta de entrada para todo o sul do continente africano. A maior cidade da África do Sul tem mais de cinco milhões de habitantes. Ela é sede da Corte Constitucional, órgão responsável por preservar o direito de todos os cidadãos do país, independentemente da cor de sua pele. Normalmente, a cidade não é escolhida como um importante atrativo para o turismo. Mas, se você aguçar o olhar, vai descobrir que há muito o que fazer em Joanesburgo.

Escala obrigatória para destinos mais desejados como Cape Town e Durban, é também daqui que sai grande parte dos turistas que fazem o safári no Kruger National Park. Na maior reserva ambiental do país, um enorme número de viajantes chega a cada ano para apreciar os big five – os animais mais difíceis de serem encontrados da savana – e tantas outras espécies  sul-africanas.

Mas eu também preciso dizer que Joanesburgo foi considerada uma das cidades mais desiguais do mundo pela ONU, e isso se reflete também na segurança pública. Aqui, não é indicado caminhar sozinho – ou até mesmo acompanhado – em boa parte da cidade depois do pôr do sol. Como os níveis de criminalidade são muito elevados, sempre é bom ter cuidado. Quem está acostumado com as grandes cidades brasileiras já se tornou especialista no assunto. Manter o olhar na mochila e não ostentar objetos caros são fundamentais.

Reserve já o seu hotel em Joanesburgo e garanta os melhores preços.

Antes de embarcar nessa viagem, eu conversei com algumas pessoas e li alguns relatos na internet sobre o que fazer em Joanesburgo. Quase todos foram categóricos em afirmar que por aqui não há quase nada para ver ou fazer. Ainda bem que não me deixei levar por essas opiniões, pois Jozi – apelido carinhoso usado por quem mora na cidade – me surpreendeu.

O que fazer em Joanesburgo

Carlton Center | Um bom começo pra ter uma visão geral da cidade é ver tudo do alto. O Carlton Center tem cinquenta andares e um mirante, chamado Top of Africa.  Dali, você pode ter uma vista bem ampla de Joanesburgo. Os principais bairros, os estádios da Copa do Mundo e as avenidas mais movimentadas estão ao seu alcance. A entrada custa ZAR 15, e crianças pagam ZAR 10. A visita pode ser feita de segunda a sexta, das 9h às 18h. Aos sábados, o horário é das 9h às 17h, e aos domingos, das 9h às 14h.

O que fazer em Joanesburgo

O mirante de onde podemos ver a cidade e seu movimento.

O que fazer em Joanesburgo

Fachada do Carlton Center.

O que fazer em Joanesburgo

Ruas, avenidas, prédios… tudo ao seu alcance.

Gandhi Square | Pertinho do Carlton Center fica a Gandhi Square. Esta é uma praça que homenageia o ativista político e pacifista indiano Mahatma Gandhi. Ele viveu em Joanesburgo por mais de vinte anos e defendeu a minoria hindu durante o apartheid. Nos anos do período de segregação racial que vigorou no país de 1948 a 1994, os direitos da maioria da população foi restringido pelos governos da minoria branca.

CLIQUE E SAIBA MAIS SOBRE O APARTHEID

Regime de segregação racial que vigorou na África do Sul de 1948 a 1994, o apartheid suspendia os direitos da maioria da população negra e priorizava a minoria branca. Esse processo começou ainda no período colonial, mas virou política de Estado depois das eleições de 1948. De forma clara, a nova legislação separava brancos, negros, pardos e indianos, e atribuía privilégios e obrigações a cada um desses grupos. Saúde, educação e outros serviços públicos eram limitados a alguns deles, e até o direito à cidadania foi suspenso dos negros, por exemplo.

Depois de uma grande mobilização nacional com repercussão internacional, o apartheid começou a se enfraquecer. Inúmeros conflitos, protestos e mortos nos embates chamaram a atenção da mídia e das autoridades mundo afora. Em 1990, o então presidente cedeu à pressão e começou a negociar com Nelson Mandela para a transição do regime. Em 1994, foram realizadas eleições multirraciais democráticas, e Mandela foi eleito presidente do país. Isso deu fim ao longo período de segregação racial na África do Sul. 

O que fazer em Joanesburgo

Gandhi Square, pertinho do Carlton Center.

Constitution Hill | Gandhi foi um dos prisioneiros da Número 4, uma antiga cadeia para presos políticos acusados de se rebelarem contra o governo separatista. Nela também ficaram Nelson Mandela e tantos outros que ousaram levantar a voz contra os abusos cometidos por quem comandava o país. Hoje, a prisão é um centro de memória que lembra os horrores do apartheid.

Dentro do antigo forte que protegia a prisão, foi construída a Corte Constitucional da África do Sul, o que seria para nós brasileiros o Supremo Tribunal Federal. Visitar a Constitution Hill é uma viagem introspectiva, reflexiva e que nos leva a um passado que jamais deve ser esquecido.

O que fazer em Joanesburgo

Celas solitárias onde eram mantidos os presos políticos.

O que fazer em Joanesburgo

Um dos pontos de vigia da prisão Número 4.

O que fazer em Joanesburgo

Exposição permanente sobre a vida de Gandhi, na Número 4.

O que fazer em Joanesburgo

A Corte Constitucional sul-africana.

Nelson Mandela Square | Esse shopping tem uma excelente praça de alimentação, e aqui você pode aproveitar para descansar e renovar as energias. Curtir o fim de tarde em um dos seus espetaculares bares e restaurantes sempre será uma boa pedida.

O que fazer em Joanesburgo

Estátua do ex-presidente no Mandela Square.

Lion Park | Quem procura um pouco mais de aventura, deve visitar o Lion Park. Essa imensa área verde fica na cidade vizinha chamada Lanseria. Aqui você pode não apenas contemplar os animais, mas também tocá-los. Esse é um passeio que você jamais pode deixar de  fazer em Joanesburgo. Eu conto todos os detalhes em: Como é visitar o Lion Park.

O que fazer em Joanesburgo

Durante o passeio dá para chegar bem perto dos leões.

O que fazer em Joanesburgo

Gnus se alimentas no gigantesco espaço dos antílopes.

O que fazer em Joanesburgo

O grande momento: acariciando o leãozinho.

Museu do Apartheid | Esse museu deve estar no topo de sua lista do que fazer em Joanesburgo. Uma visita ao Apharteid Museum vai lhe dar uma verdadeira aula histórica que você nunca vai esquecer.

Nas paredes, fotografias e outros objetos retratam o peso da lei dos brancos aplicada sobre negros, mestiços, gays e asiáticos. A entrada para adultos custa ZAR 65. Crianças, aposentados e estudantes pagam ZAR 50. Um adicional de ZAR 5, por pessoa, é cobrado caso deseje ser acompanhado por um guia local. Para essa opção, você deverá agendar com antecedência. O Apharteid Museum não abre na Sexta-feira Santa nem no Natal.

O que fazer em Joanesburgo

Fotos históricas estão expostas nas paredes do museu.

O que fazer em Joanesburgo

No museu, dá para sentir como era ser branco e ser negro na África do Sul, na época do regime.

O que fazer em Joanesburgo

Mandela em um dos momentos históricos da sua luta pela igualdade.

Museu África | Esse museu fica no prédio onde funcionou, por longos anos, o mercado de frutas e verduras de Joanesburgo. Ele retrata fatos importantes e características geográficas, populacional e também aspectos da sociedade contemporânea. Mas as exibições do Museum Africa são muito mais que quadros, fotos e objetos. Elas apresentam, na verdade, a memória de momentos-chave da trajetória da cidade e da África do Sul.

O que fazer em Joanesburgo

O museu funciona no antigo prédio do mercado de frutas da cidade.

O que fazer em Joanesburgo

As exibições contam a história de um passado que não se deve esquecer.

Jardim Botânico | Com mais de 80 hectares, esse é um dos melhores parques da cidade e, por isso, deve estar em sua lista do que fazer em Joanesburgo. Construído em um antigo campo de golf, com pouquíssimas árvores, hoje o Botanical Gardens é um espaço democrático onde você pode fazer caminhadas, piquenique ou simplesmente descansar à sombra de uma de suas frondosas árvores. Em ocasiões especiais, há shows de artistas sul-africanos e internacionais que deixam o ambiente ainda mais agradável.

O que fazer em Joanesburgo

A entrada do Botanical Gardens.

O que fazer em Joanesburgo

Hoje o Botanical Gardens é um dos mais importantes parques de Joanesburgo.

O que fazer em Joanesburgo

O Jardim Botânico é ideal para caminhadas, piqueniques ou simplesmente para descansar.

Soweto | Esse é um passeio que você jamais pode deixar de fazer em Joanesburgo. Neste território, onde vive um aglomerado de gente unida pela cor da pele, a história de resistência contra a discriminação racial não ficou no passado. Ainda hoje, aqui se respira a memória daquele tempo de segregação, e isso pode ser visto quando visitamos a casa onde morou Nelson Mandela – eu explico isso em: Como é visitar a Casa de Mandela – ou a igreja onde atuou o arcebispo Desmond Tutu. Eu conto os detalhes do passeio em: Como conhecer Soweto, o reduto de Mandela

O que fazer em Joanesburgo

Fachada da casa onde morou Nelson Mandela.

O que fazer em Joanesburgo

A simpatia das crianças de Soweto, que adoram uma foto.

O que comer e beber em Joanesburgo

A culinária sul-africana é rica e fortemente influenciada pelos indianos que chegaram aqui muito cedo. A papa, um cozido semelhante à polenta, é a receita mais famosa. Feita da farinha do milho branco, ela serve de acompanhamento para carnes e legumes.

Outro prato comum é o bobotie, preparado com pão e carne moída. Há quem afirme que essa era a comida preferida de Nelson Mandela, o maior ícone da nação. Já o biltong – com sua aparência nada agradável – é um tipo de carne desidratada que pode ser feita de vaca ou de carne de caça, como avestruz, gnus e impalas. É comum ver lojas especializadas que oferecem os muitos tipos e sabores dessa especiaria. Os nativos degustam o biltong como petisco.

Para adoçar a sua vida, experimente a amarula. A bebida local produzida com os frutos da Maruleira é muito comum no país. Nos bares, há uma infinidade de drinques que eles preparam tendo como base essa delícia com um leve gosto de chocolate.

O que fazer em Joanesburgo

Experimentar o biltong é uma das coisas que você deve fazer em Joanesburgo. Esse é de gazela.

O que fazer em Joanesburgo

Uma das lojas especializadas em carnes desidratadas.

Planeje o que fazer em Joanesburgo

Quando ir | Joanesburgo fica a 1.750 metros acima no nível do mar e isso influencia muito em seu clima. Nos meses de inverno, entre maio e setembro, há pouca chuva e as temperaturas caem bastante, chegando bem perto do zero. No verão, entre outubro e abril, faz calor e chove com mais frequência, sendo que de novembro a março as chuvas são bem mais frequentes. Nessa estação, os termômetros registram temperaturas próximas aos 30 graus. Julho é o mês em que menos chove, enquanto janeiro é o mais chuvoso.

Quem leva | Se você preferir, uma opção é consultar e reservar seus passeios antes de viajar. Assim, você economiza tempo e já chega na cidade com tudo programado. Veja todos os passeios de Joanesburgo.

Onde ficar | Joanesburgo é uma cidade grande, populosa e cheia de atrativos. Por isso, escolher bem onde se hospedar aqui é essencial para aproveitá-la melhor. Veja as minhas dicas de onde se hospedar na cidade.

Visto e documentos | Brasileiros não precisam de visto para entrar e permanecer na África do Sul por até 90 dias. Entretanto, é necessário apresentar o passaporte com validade de, pelo menos, um mês depois da data prevista para o retorno. É muito importante ter um seguro viagem enquanto estiver no país, para ser atendido em caso de incidentes. Veja como comprar o seguro viagem com descontos exclusivos.

O Certificado Internacional de Vacinação (CIVP) contra a febre amarela é obrigatório. Sem ele, você pode ser impedido de entrar no país. Nessa região, há muitos insetos e, também, casos de malária. Veja como se proteger aqui.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

18 Comentários

  1. Oi, adorei seu blog, muito útil e bem escrito. Foi o primeiro a falar bem de Joanesburgo, por isso queria saber como você fez os passeios? Grata

  2. Rafael Ferreira on

    Muito bom o Blog , pretendo visitar a Africa do Sul em Janeiro de 2018 , quero conhecer Joanesburgo , é uma cidade que me instiga , mesmo diante da má fama , porém depois destas dicas me animei bastante.

  3. Oi, Altier!
    Gostei muito das sugestões. Irei com marido e dois filhos no final de Julho. Estamos ansiosos!! Você falou to hop on/hop off como solução para locomoção. Mas gostaríamos de ir ao Lion Park e ao Santuário de Elefantes. O taxi não funciona bem? Viajamos bastante e sempre tive facilidade para montar nossas viagens e nos deslocamentos…será que desta vez vamos ter que ficar contratando serviço privado para transfers e tours?
    Agradeço desde já a ajudinha 😉

    P.S:À propósito, você é parente da Daniele Moulin aqui do Rio de Janeiro?

    • Altier Moulin
      Altier Moulin on

      Oi, Ana.

      O táxi funciona bem sim, o ônibus que faz o city tour é apenas mais uma opção.
      Você também pode usar o Uber.

      Devemos ser parentes, mas não a conheço.

      Um abraço.

  4. Olá amigo.
    Adorei suas dicas…
    Estou indo em agosto para Africa, e queria saber, consigo ir por conta própria para Soweto?
    Encontro guias por lá mesmo, ou preciso obrigatoriamente de agência?
    Abraço

    • Altier Moulin
      Altier Moulin on

      Oi, Marthon.

      Você pode sim. De táxi, de Uber ou de van.
      Apenas lembre-se de que Joanesburgo tem um alto índice de criminalidade e é bom evitar passear por esta área no período noturno.
      Além disso, evite ostentar objetos de valor. Você vai curtir demais o lugar.

      Um abraço.

  5. FERNANDA DE MATTOS SAUDINO on

    Olá, Altier, tudo bem?
    Você tem dicas de bares ou bairros com vida noturna mais agitada?
    Vou em agosto!

    Beijos e obrigada!

    • Altier Moulin

      Oi, Fernanda.

      Não sei exatamente o que você procura, mas tenho algumas sugestões que incluem bons restaurantes, bares e boate: Jamies Italian Restaurant, Gemelli, 86 public, Hogshead, Babylon Bar, Marble e Randlords (que fica no Tooftop Building).

      Aproveite.

  6. Bruno Santos Souza on

    Boa Noite!

    Adorei o post!

    Estou indo com esposa e dois filhos em Janeiro, gostaria de saber se acha melhor alugar um carro para rodar em Joanesburgo, o trânsito e estacionamento é muito complicado ou no fim vale a pena?
    Abração!

  7. Altier boa noite,

    Estou planejando viajar no próximo mês com a minha família (mulher e filho de 1 ano e 10 meses).

    Gostaria de saber a sua opinião para tal viagem, por favor.

    Obrigado.

    Abraço.

  8. Olá! Ótimo blog, fui em Joanesburgo em julho com minha família, ficamos aproximadamente uns 5 dias lá e tive dificuldades de achar blogs falando bem da cidade, então o seu foi muito útil ! Para todos aqui que tem receio de ir para lá, saibam que Joanesburgo é uma cidade muito legal e nos sentimos muito seguros em todos os momentos da viagem e eu diria que se não tivesse passado por lá teria ido embora da África do Sul sem ver uma parte incrível da cultura do país. Única coisa que não gostei muito foi do Lion Park, como fomos ao Pilanesberg anteriormente para fazer safári, o parque me pareceu muito artificial, não gostei da vibe do lugar hehe. Um abraço!

Escreva um comentário