Eslováquia: informações que você precisa saber

8

Atualizado em 15 de março de 2018

Eslováquia  é, na teoria, um país novo, já que ele surgiu da divisão da Tchecoslováquia, em 1993. Seu território, porém, já era habitado desde a Idade do Bronze. Trocando em miúdos, isso significa que o homem já vive por aqui há, pelo menos, cinco mil anos.

Com uma história de dar inveja a muitas grandes nações, o país ocupa um pequeno território de 49.035 quilômetros quadrados. É um pouco maior que o estado do Espírito Santo.

A capital, Bratislava, tem um Centro Histórico charmoso onde está o famoso Castelo de Bratislava. Aliás, por falar em castelos, o país tem 180 construções desse tipo. Portanto, não será incomum cruzar por um deles enquanto estiver viajando por aqui. Um desses lugares é o Castelo de Devin.

O Rio Danúbio é outra atração da Eslováquia. Muito mais que um meio de navegação e de conexão entre territórios europeus, o rio é um mito e você vai perder um tempo apreciando sua correnteza rápida e volumosa.

Eslováquia: informações que você precisa saber

O Castelo de Orava fica às margens da rodovia que vai para a Polônia.

Eslováquia: informações que você precisa saber

O mítico Rio Danúbio.

Eslováquia: informações que você precisa saber

Documentos | Brasileiros precisam apresentar o passaporte com pelo menos seis meses de validade. As autoridades eslovacas podem recusar sua entrada se o seu passaporte estiver danificado ou parecer adulterado. Carteira de Identidade e quaisquer outros documentos brasileiros não serão aceitos.

É preciso, ainda, ter um seguro viagem específico para países europeus, e pode ser que o oficial da imigração solicite que você apresente o comprovante. Em alguns casos, os oficiais também solicitam que você mostre a passagem aérea de volta e outros documentos da viagem, como a comprovação da hospedagem e de sua capacidade financeira para custear suas despesas no país.

Visto | Brasileiros não precisam de visto para permanecerem na Eslováquia por até 90 dias.

Vacinas | Nenhuma vacina é obrigatória para brasileiros.

Dinheiro | A moeda da Eslováquia é o euro (EUR), já que o país faz parte da União Europeia desde 2004. Para sua viagem você pode levar a moeda em espécie ou sacar nos caixas eletrônicos usando o cartão de seu banco, mas lembre-se que ele precisa estar desbloqueado para uso no exterior.

Fuso horário | Cinco horas a mais que o horário oficial de Brasília.

Língua | A língua oficial do país é o eslovaco, mas fala-se também o húngaro, o tcheco e outros dialetos regionais. Cerca de 25% da população fala inglês. No Brasil, esse percentual é de 5%.

Clima | O clima do país é temperado, com as quatro estações bem definidas. A Eslováquia tem um inverno frio, com muita neve, e um verão ameno, mas bastante chuvoso. O melhor período para visitar o país é na primavera, entre maio e junho, e no outono, entre setembro e outubro.

Segurança e Saúde

Segurança | Por menor que seja, existe o risco de pequenos crimes, especialmente em Bratislava. Batedores de carteira e bolsas operam em torno das principais áreas turísticas, onde estrangeiros são facilmente identificados.

Evite deixar objetos de valor sozinhos. Se você colocar sua jaqueta ou casaco no encosto de uma cadeira de restaurante, por exemplo, esteja certo de que não há nada de valor dentro dos bolsos.

Há casos de turistas que tiveram as malas abertas no aeroporto de Bratislava, portanto, mantenha objetos de valor em sua bagagem de mão.

Motoristas de táxi, como em muitos lugares do mundo, tentarão pesar a mão no valor cobrado. Um truque muito comum é dizer que a partida inicial começa em EUR 20. Mentira. Exija o taxímetro ou chame o Uber, que funciona na cidade.

Terrorismo | Ameaças de ataques terroristas são muito pequenas na Eslováquia, mas, embora improvável, eles poderiam acontecer, inclusive, em lugares frequentados por viajantes estrangeiros. Atualmente, o maior risco está relacionado a grupos ou indivíduos motivados pelos conflitos no Iraque e na Síria.

Saúde | O padrão das instalações médicas na Eslováquia é muito bom. No entanto, em muitos hospitais não há recepcionistas e enfermeiros que falam inglês.

Se você precisar de assistência médica de emergência durante a sua viagem, disque 112 e chame uma ambulância. Se você for encaminhado para um centro médico, contate a empresa do seu seguro viagem imediatamente.

Vida gay | Para usar um termo bem didático, posso dizer que a Eslováquia ainda não saiu do armário. Ser gay no país não é crime, mas homens e mulheres que têm esta orientação sexual ainda precisam trilhar um longo caminho de conquistas.

Em 2014, o parlamento eslovaco reprovou a proposta que permitia casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Mas o ponto positivo é que, desde 2004, o país tem uma lei que classifica como crime de ódio qualquer discriminação por orientação sexual.

Na capital, Bratislava, há poucos bares destinados ao público gay.

Drogas | É melhor não se envolver com o consumo de drogas ilícitas de qualquer maneira enquanto estiver na Eslováquia. As penalidades para contrabando, posse e uso de drogas são graves.

Em Bratislava, beber álcool na rua é proibido. Algumas exceções valem para períodos festivos e em áreas próximas a restaurantes e bares. Mas beber álcool – por exemplo, comprado em um supermercado – em áreas públicas pode resultar em uma multa de EUR 33.

Hospedagem | As três maiores cidades do país são Bratislava, Košice e Prešov. Nelas, você encontra hotéis de redes internacionais que oferecem bastante conforto, mas opções perto dos centros históricos costumam ser mais interessantes. Hostels, AirBnB e até o Couchsurfing podem ser uma boa alternativa no país.

O coração da capital eslovaca é a Cidade Velha e ficar aqui faz toda a diferença, especialmente se você tiver pouco tempo. Eu escolhi as melhores opções para ajudar você a decidir e, por isso, sugiro que você leia Onde se hospedar em Bratislava.

Energia Elétrica | A tensão elétrica na Eslováquia é 220 Volts e o tipo de tomada padrão é o de dois pinos, como na foto abaixo. Para usar eletrônicos brasileiros, você precisará de um adaptador.

Eslováquia: informações que você precisa saber

O padrão de tomada da Eslováquia.

Internet | A internet na Eslováquia tem uma conexão excelente, mas o ponto negativo é que poucos estabelecimentos – como hotéis, bares, cafés e restaurantes – oferecem internet grátis.

Transporte público

Aeroportos | O maior e mais importante aeroporto da Eslováquia fica na capital, Bratislava, mas não há voos diretos saindo do Brasil para cá. Entre as companhias mais baratas que operam no país estão a Raynair e a Wizz Air, que chega ao aeroporto de Kosice.

É muito comum que moradores e visitantes utilizem o aeroporto de Viena para viagens internacionais, já que a capital austríaca fica a apenas 80 quilômetros.

Trânsito | Para dirigir na Eslováquia, brasileiros podem usar a Carteira de Habilitação, que deve ser apresentada juntamente com o passaporte. Dirigir sob o efeito do álcool é intolerável em qualquer parte do país.

Para quem gosta de viajar de carro e de ter mais liberdade no roteiro, as estradas são boas, mas é importante tomar muito cuidado, especialmente no inverno, por causa da neve e do gelo.

Ônibus | O ônibus é a forma mais barata e simples de viajar dentro da Eslováquia. Há inúmeras rotas que ligam a capital, Bratislava, a cidades menores no interior do país. Aliás, na maioria dessas cidades, o ônibus é o único meio de transporte público. As principais empresas de ônibus são EuroBus, Student Agency, Slovak Lines e Turancar.

Eslováquia: informações que você precisa saber

Um dos ônibus da Regio Jet, do grupo Student Agency.

Transporte público | Bratislava e as principais cidades do país são atendidas por um organizado sistema de transporte público. Na capital, ônibus e trens funcionam regularmente de 4h às 23h e obedecem rigorosamente aos horários estabelecidos. Durante a noite, o serviço é reduzido e as partidas acontecem a cada hora.

O preço da passagem varia de EUR 0,70, para tíquetes com validade de apenas 15 minutos, e EUR 3,50, para bilhetes que podem ser usados em até 24 horas.

Viagem à Eslováquia

Veja todas as dicas para sua viagem à Eslováquia. Clicando sobre cada item abaixo, você terá informações detalhadas de todas as atividades que fiz.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

8 Comentários

Escreva um comentário