Bratislava: um passeio pela Rota da Coroação

0

Atualizado em 15 de março de 2018

Quando Bratislava ainda era a capital do Reino Húngaro, muitos reis foram coroados aqui. Hoje, um dos programas mais procurados por quem chega à capital da Eslováquia é percorrer a Rota da Coroação. Este é um roteiro cheio de tradição que passa pelos principais lugares históricos da cidade.

Nesse percurso, você vai percorrer as mesmas ruas, entrar pelas mesmas portas e conhecer os ambientes por onde passou a realeza daquele tempo. Todo esse roteiro é sinalizado por pequenas placas circulares que têm uma coroa no meio – são 178 no total. Assim, fica fácil seguir o caminho da procissão real.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

As placas que identificam o caminho da Rota da Coroação.

A Rota da Coroação

O passeio começa perto do Castelo de Bratislava, na Catedral de San Martin. É ali onde acontecia a coroação dos imperadores. Entre 1563 e 1830, quase vinte reis receberam o trono da Hungria dentro desse templo. Construído em estilo gótico, em sua torre principal está uma réplica da coroa real. Quando estiver por aqui, aproveite para visitar o interior da catedral, que tem várias capelas.

A procissão segue, então, pelas ruas Prepostká e Michalská até o Portão Michalská. O portão é a única das várias entradas que existiam na fortificação que protegia a cidade, a partir do século 13, que foi preservada. Do alto da torre dá para ter uma visão bastante interessante da Cidade Velha – Starý Mest, em eslovaco. No portão fica o marco zero da cidade, onde estão listadas as distâncias para as grandes metrópoles mundiais.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

A torre do Portão Michalská, ao fundo.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

O marco zero da cidade.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

A placa que conta a história do portão.

Depois, a rota segue pelas ruas Biela e Sedlárska, passando pela Praça Frantiskánske. É aqui que está a Igreja de São Francisco, o templo mais antigo da cidade, construído em 1297, e pela Praça Hlavné, onde fica o Museu Histórico de Bratislava. Ele funciona no conjunto de prédios onde era a antiga prefeitura da cidade.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

A praça Hlavné e o prédio da antiga prefeitura, ao fundo.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

A torre da Igreja de São Francisco.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

Detalhe da torre do prédio onde funciona o Museu Histórico de Bratislava.

O passeio avança pelas ruas Ventúrska e Strakova até chegar ao Teatro Nacional, que fica na Praça Hviezdoslavovo. Esta é uma das mais famosas praças da cidade, onde estão lojas, bares e restaurantes bem frequentados. Construído em 1886, o prédio tem um estilo renascentista e uma bela fonte adorna sua entrada.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

A fachada renascentista do Teatro Nacional.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

O teatro e o chafariz que adorna sua entrada.

Daqui, a Rota da Coroação segue para sua última parada. Na margem do Rio Danúbio, o passeio termina na Námestie Ľudovíta Štúra, a praça onde os reis faziam o juramento de lealdade ao povo e ao reino.

A Festa da Coroação

Durante as invasões turcas, a Bratislava se tornou a principal cidade do antigo território chamado Hungria e, por isso, passou a ter o privilégio de realizar as cerimônias coroação dos imperadores. Nesse período, dez reis húngaros, uma rainha e oito esposas reais foram coroados na cúpula da Catedral de San Martin.

Para celebrar esse tempo, a capital eslovaca realiza todos os meses de junho a Festa da Coroação. Nesse festival de três dias, atores vestidos de roupas tradicionais recontam a história de reis e rainhas. Enquanto os sinos das igrejas tocam, a procissão percorre o trajeto original feito pela realeza, da Igreja San Martin até à margem do Rio Danúbio.

Programe seu passeio pela Rota da Coroação

Quando ir | O ideal é combinar esse roteiro com uma visita ao Castelo de Bratislava. Por isso, eu sugiro que você leia Como é visitar o Castelo de Bratislava. Em uma manhã ou em metade de uma tarde, você faz todo o percurso com tranquilidade.

A Eslováquia tem um inverno gelado, com muita neve, e um verão ameno, mas bastante chuvoso. O melhor período para visitar o país é na primavera, entre maio e junho, e no outono, entre setembro e outubro.

Quem leva | Se você é daqueles viajantes que prefere estar acompanhado por um guia, há vários passeios que incluem uma visita aos locais citados neste texto. Veja os preços e faça sua reserva.

Como chegar | Para começar esse roteiro partindo do Castelo de Bratislava, você pode pegar os ônibus das linhas 203 e 207 e descer nos arredores do Portão Viena.

Onde ficar | O coração da capital eslovaca é a Cidade Velha e ficar aqui faz toda a diferença, especialmente se você tiver pouco tempo. Eu escolhi as melhores opções para ajudar você a decidir e, por isso, sugiro que você leia Onde se hospedar em Bratislava.

Visto e Documentos | Brasileiros não precisam de visto para entrar na Eslováquia, mas é preciso apresentar o passaporte com pelo menos seis meses de validade e um seguro viagem específico para países europeus.

Informações importantes | Para planejar sua viagem à Eslováquia com mais segurança, eu sugiro que você leia Eslováquia: informações que você precisa saber.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

Escreva um comentário