Bratislava: um passeio pela Rota da Coroação

0

Atualizado em 15 de março de 2018

Quando Bratislava ainda era a capital do Reino Húngaro, muitos reis foram coroados aqui. Hoje, um dos programas mais procurados por quem chega à capital da Eslováquia é percorrer a Rota da Coroação. Este é um roteiro cheio de tradição que passa pelos principais lugares históricos da cidade.

Nesse percurso, você vai percorrer as mesmas ruas, entrar pelas mesmas portas e conhecer os ambientes por onde passou a realeza daquele tempo. Todo esse roteiro é sinalizado por pequenas placas circulares que têm uma coroa no meio – são 178 no total. Assim, fica fácil seguir o caminho da procissão real.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

As placas que identificam o caminho da Rota da Coroação.

A Rota da Coroação

O passeio começa perto do Castelo de Bratislava, na Catedral de San Martin. É ali onde acontecia a coroação dos imperadores. Entre 1563 e 1830, quase vinte reis receberam o trono da Hungria dentro desse templo. Construído em estilo gótico, em sua torre principal está uma réplica da coroa real. Quando estiver por aqui, aproveite para visitar o interior da catedral, que tem várias capelas.

A procissão segue, então, pelas ruas Prepostká e Michalská até o Portão Michalská. O portão é a única das várias entradas que existiam na fortificação que protegia a cidade, a partir do século 13, que foi preservada. Do alto da torre dá para ter uma visão bastante interessante da Cidade Velha – Starý Mest, em eslovaco. No portão fica o marco zero da cidade, onde estão listadas as distâncias para as grandes metrópoles mundiais.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

A torre do Portão Michalská, ao fundo.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

O marco zero da cidade.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

A placa que conta a história do portão.

Depois, a rota segue pelas ruas Biela e Sedlárska, passando pela Praça Frantiskánske. É aqui que está a Igreja de São Francisco, o templo mais antigo da cidade, construído em 1297, e pela Praça Hlavné, onde fica o Museu Histórico de Bratislava. Ele funciona no conjunto de prédios onde era a antiga prefeitura da cidade.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

A praça Hlavné e o prédio da antiga prefeitura, ao fundo.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

A torre da Igreja de São Francisco.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

Detalhe da torre do prédio onde funciona o Museu Histórico de Bratislava.

O passeio avança pelas ruas Ventúrska e Strakova até chegar ao Teatro Nacional, que fica na Praça Hviezdoslavovo. Esta é uma das mais famosas praças da cidade, onde estão lojas, bares e restaurantes bem frequentados. Construído em 1886, o prédio tem um estilo renascentista e uma bela fonte adorna sua entrada.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

A fachada renascentista do Teatro Nacional.

Bratislava: um passeio pela rota da coroação

O teatro e o chafariz que adorna sua entrada.

Daqui, a Rota da Coroação segue para sua última parada. Na margem do Rio Danúbio, o passeio termina na Námestie Ľudovíta Štúra, a praça onde os reis faziam o juramento de lealdade ao povo e ao reino.

A Festa da Coroação

Durante as invasões turcas, a Bratislava se tornou a principal cidade do antigo território chamado Hungria e, por isso, passou a ter o privilégio de realizar as cerimônias coroação dos imperadores. Nesse período, dez reis húngaros, uma rainha e oito esposas reais foram coroados na cúpula da Catedral de San Martin.

Para celebrar esse tempo, a capital eslovaca realiza todos os meses de junho a Festa da Coroação. Nesse festival de três dias, atores vestidos de roupas tradicionais recontam a história de reis e rainhas. Enquanto os sinos das igrejas tocam, a procissão percorre o trajeto original feito pela realeza, da Igreja San Martin até à margem do Rio Danúbio.

Programe seu passeio pela Rota da Coroação

Quando ir | O ideal é combinar esse roteiro com uma visita ao Castelo de Bratislava. Por isso, eu sugiro que você leia Como é visitar o Castelo de Bratislava. Em uma manhã ou em metade de uma tarde, você faz todo o percurso com tranquilidade.

A Eslováquia tem um inverno gelado, com muita neve, e um verão ameno, mas bastante chuvoso. O melhor período para visitar o país é na primavera, entre maio e junho, e no outono, entre setembro e outubro.

Quem leva | Se você é daqueles viajantes que prefere estar acompanhado por um guia, há vários passeios que incluem uma visita aos locais citados neste texto. Veja os preços e faça sua reserva.

Como chegar | Para começar esse roteiro partindo do Castelo de Bratislava, você pode pegar os ônibus das linhas 203 e 207 e descer nos arredores do Portão Viena.

Onde ficar | O coração da capital eslovaca é a Cidade Velha e ficar aqui faz toda a diferença, especialmente se você tiver pouco tempo. Eu escolhi as melhores opções para ajudar você a decidir e, por isso, sugiro que você leia Onde se hospedar em Bratislava.

Visto e Documentos | Brasileiros não precisam de visto para entrar na Eslováquia, mas é preciso apresentar o passaporte com pelo menos seis meses de validade e um seguro viagem específico para países europeus.

Informações importantes | Para planejar sua viagem à Eslováquia com mais segurança, eu sugiro que você leia Eslováquia: informações que você precisa saber.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um viajante apaixonado pelas coisas desse mundo. Um jornalista que adora contar boas histórias e compartilhar informações de viagem. Meu propósito de vida é ajudar outras pessoas a conhecerem lugares novos e a viverem experiências inesquecíveis.

Escreva um comentário