AquaRio: uma visita ao espetacular aquário do Rio de Janeiro

2

Atualizado em 26 de fevereiro de 2021

AquaRio: uma visita ao aquário do Rio de Janeiro

Entre as atrações planejadas para dar vida nova ao Rio de Janeiro, visitar o aquário da cidade é uma escolha muito interessante. É um bom programa, principalmente se você estiver acompanhado de crianças. O AquaRio é o maior da América Latina. São mais de oito mil animais de 350 espécies diferentes.

A visita é feita de forma independente. Você pode passar o tempo que quiser aqui dentro, do jeito que quiser. Nos painéis colocados na frente de cada tanque, você tem informações sobre as espécies e onde elas são encontradas.

AquaRio: uma visita ao aquário do Rio de Janeiro

Existem dois ambientes muito concorridos, pelo que eu pude perceber. O do peixe palhaço, que ganhou fama no filme Procurando Nemo, e, claro, o imenso tanque onde nadam os tubarões.

AquaRio: uma visita ao aquário do Rio de Janeiro

Em meio a mais de três milhões de litros de água salgada, Margarida, uma fêmea da espécie mangona que mede dois metros, tem a companhia de Sharon, outra fêmea da espécie lambaru com pouco mais de 2,5 metros.

Mas, tem ainda tubarões menores, como um casal de galhas-brancas, e outros peixes.

AquaRio: uma visita ao aquário do Rio de Janeiro

AquaRio: uma visita ao aquário do Rio de Janeiro

O túnel que passa por baixo desse tanque também fica sempre lotado. Daqui a gente consegue ver os animais passando bem perto. Quem quiser ter uma experiência mais radical ainda vai precisa esperar um pouco. É que até o final do ano, você vai poder mergulhar com esses incríveis animais.

Por enquanto, você pode se contentar em acariciar os animais no Tanque de Toque. É onde várias espécies estão ao alcance de suas mãos.

AquaRio: uma visita ao aquário do Rio de Janeiro

Como visitar o AquaRio

Quanto custa

A entrada no AquaRio custa R$ 80. Moradores do Rio e pessoas nascidas no estado do Rio de Janeiro pagar R$ 60. Estudantes e maiores de 60 anos pagam R$ 40.

Quando ir

O AquaRio funciona das 10h às 18h, sendo que o último acesso é feito às 17h. Em feriados prolongados e nos finais de semana, há filas e superlotação.

Como chegar

O aquário fica na Praça Muhammad Ali, no bairro da Gambôa, na região conhecida como Porto Maravilha, no final do Boulevard Olímpico. Nessa área também estão outras novas atrações da cidade, como o Museu de Arte do Rio, o Museu do Amanhã e o painel Etnias, o maior grafite do mundo feito pelo artista Kobra.

A melhor forma de chegar ao AquaRio é usando o transporte público. No VLT, uma espécie de bondinho moderno que nos leva até as principais atrações do Boulevard Olímpico, pegue uma composição da Linha 1, azul, no sentido Aeroporto Santos Dumont ou sentido Rodoviária-Praia Formosa, e desça na parada Utopia AquaRio. A estação fica aproximadamente 200 metros do aquário.

De metrô, usando as Linhas 1 e 2, desça na estação Uruguaiana, pela saída da Rua da Alfândega. Caminhe em direção à Avenida Rio Branco para pegar o VLT da Linha 1 na estação Candelária no sentido Rodoviária-Praia Formosa. As estações de metrô Cinelândia e Carioca também fazem integração com o VLT.

Onde ficar

Eu me hospedei no Belga Hotel. Ele fica no Centro, bem perto das principais novas atrações do Rio, nos arredores do Boulevard Olímpico. A ideia do Belga Hotel é compartilhar o estilo de vida belga com o público através da comida, dos hábitos e do atendimento.

Os quartos são compactos, mas muito bem aproveitados, e as áreas comuns servem para que os hóspedes interajam mais entre si e com os funcionários do hotel. Se quiser saber mais, leia: Belga Hotel: uma boa opção no coração do Rio ou consulte as tarifas e faça sua reserva.

AquaRio: uma visita ao aquário do Rio de Janeiro

Veja mais dicas do Rio de Janeiro

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver mais dicas do Rio de Janeiro.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

2 Comentários

Escreva um comentário