10 programas para fazer de graça no Rio de Janeiro

0

Atualizado em 18 de junho de 2018

A capital carioca tem muitos atrativos para quem não quer – e não pode – gastar dinheiro. Eu sou muito fã desses programas 0800 e, por isso, listei algumas coisas que você pode fazer de graça no Rio de Janeiro.

Claro que os principais cartões-postais da cidade são pagos, como o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar, que apesar de serem incríveis, são bem caros. Mas, se desta vez o seu barato é economizar uma grana, deixe essas visitas para a próxima, porque há muita coisa boa para fazer de graça no Rio de Janeiro.

10 programas para fazer de graça no Rio de Janeiro

10 programas para fazer de graça no Rio de Janeiro

A vista da Lagoa Rodrigo de Freitas.

1. Lagoa Rodrigo de Freitas

A lagoa Rodrigo de Freitas fica na Zona Sul, onde estão concentrados a maioria dos pontos turísticos da cidade. Admirar esse cenário encantador é uma ótima opção. Basta fazer uma leve caminhada ao redor da Lagoa, onde muita gente vem fazer atividade física, para se sentir um autêntico carioca.

Se estiver com amigos ou em família, aproveite para fazer um piquenique por aqui, tendo o Corcovado e o Pão de Açúcar como companheiros.

2. Passeio pelo Centro da cidade

Caminhar pelo Centro da Cidade Maravilhosa é uma imersão na história deste lugar. Uma boa dica é procurar um walking tour – passeio a pé, em português – gratuito. Eu fiz um desses com a Free Walker e o pagamento não é obrigatório: a gorjeta para o guia é opcional.

Mas eu já lhe adianto que, ao caminhar por aqui, você vai sentir que há muito mais para ver. É que muitos lugares do Centro do Rio fazem parte do passado do Brasil como o Paço Imperial, que já foi residência da família real, o Largo da Carioca, a Confeitaria Colombo, a igreja de Nossa Senhora da Lapa dos Mercadores e o Palácio Tiradentes.

10 programas para fazer de graça no Rio de Janeiro

Você também precisa de uma foto aqui.

3. Pedra do Telégrafo

Com certeza, você já viu alguma imagem da Pedra do Telégrafo e, se quiser incluir uma foto sua aqui nas suas redes sociais, coloque este passeio na lista do que fazer no Rio de Janeiro.

Do alto da Pedra, a gente tem um visual incrível da Cidade Maravilhosa, e o caminho até aqui não é muito difícil. A trilha é um pouco íngreme e dura cerca de 50 minutos, mas quem quiser diminuir o percurso a pé pode contratar um moto-táxi na hora por R$ 7.

Para chegar aqui, basta vir até a Barra de Guaratiba e, no centrinho, você tem todos os direcionamentos.

4. Copacabana

Você pode sentir a essência carioca sem pagar nada caminhando pelo famoso calçadão de pedras portuguesas em Copacabana. Ideal para quem quiser relaxar, ir a Copa é algo imperdível para fazer de graça no Rio de Janeiro.

Na praia mais famosa da cidade, você pratica atividades físicas, admira o mar, dá um mergulho ou simplesmente curte o dia de praia. Se quiser, vale a pena visitar o Forte de Copacabana, no final da orla, mas para isso é preciso pagar R$ 4.

5. Centro Cultural Banco do Brasil

O Centro Cultural Banco do Brasil fica no Centro da cidade e já chama atenção por ser uma belíssima construção. Inaugurado em 1989, o CCBB é um importante centro cultural onde acontecem exposições, peças de teatro, shows, mostras de cinema e oficinas.

São três teatros, duas salas de cinema, salas de exposições e galerias, além da biblioteca. A entrada é gratuita é vale ficar de olho na programação para aproveitar.

6. Boulevard Olímpico

Se você não visitou esse lugar na época das olimpíadas, não se preocupe, o Boulevard Olímpico ainda merece atenção e é um programão para fazer de graça no Rio de Janeiro. Localizado na zona portuária onde estão o AquaRio e o Museu do Amanhã, você pode usar o VLT para chegar até aqui.

A caminhada pelo Boulevard é incrível, já que a vista da Baía de Guanabara irá lhe tirar o folego. Mas, o que mais irá tomar seu tempo aqui é admirar as incríveis artes de rua que transformaram o lugar em uma galeria a céu aberto. Grandes nomes como Kobra e Vik Muniz deixaram suas marcas.

Aproveite o inverno para encontrar ótimas pousadas em Gramado.

7. Museu de Arte do Rio

O Museu de Arte do Rio recebe diversas exposições ao longo do ano, além de ser palco de cursos e oficinas. Localizado na Praça Mauá, no Centro da cidade, o MAR tem programas educativos e uma escola interna, a Escola do Olhar, com a proposta de unir educação e arte.

Às terças-feiras a entrada é gratuita. Aos domingos, família de quatro pessoas paga apenas R$ 20, com o ingresso família. Nos outros dias, o ingresso é individual e custa R$ 20 a inteira, e R$ 10 a meia.

10 programas para fazer de graça no Rio de Janeiro

Você não gasta nada para aproveitar as praias do Rio.

8. Pôr do sol no Arpoador

Assistir o pôr do sol no Arpoador é algo que você não pode deixar de fazer quando estiver no Rio de Janeiro. Na extremidade direita da Praia de Ipanema fica a Pedra do Arpoador, onde turistas e locais relaxam no fim do dia para apreciar o momento em que o sol se põe.

Chegue pelo menos 30 minutos antes para conseguir um bom lugar, relaxe e tire muitas fotos. Ah! Todos os dias, quem passa por aqui repete o ritual de aplaudir o pôr do sol. Isso é feito como sinal de gratidão pelo espetáculo.

9. Museu Nacional de Belas Artes

Com mais de 70 mil peças de diferentes estilos, desde pinturas, esculturas e desenhos, você pode visitar o Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro sem pagar nada aos domingos. Nos outros dias, é cobrado um valor de R$ 8, o que, ainda assim, vale a pena.

As obras de artistas brasileiros e estrangeiros representam diversos períodos culturais, e você também pode conhecer a biblioteca local.

10. Biblioteca Nacional

A Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro está na lista das mais bonitas do mundo. Então, ainda que você não seja um apaixonado por livros, pode incluir na sua lista de coisas para fazer de graça no Rio de Janeiro. O prédio e a história do lugar impressionam qualquer um. O edifício fica ao lado do Museu Nacional de Belas Artes e do Teatro Municipal, que não tem entrada gratuita, mas também vale a visita.

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

Escreva um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.