Onde ficar na Chapada das Mesas: as melhores pousadas – com preços

Atualizado em 10 de outubro de 2022 – 8 min de leitura

Onde ficar na Chapada das Mesas

Carolina é a cidade que serve de base para os passeios da Chapada das Mesas. Essa região de exuberante beleza natural no sul do Maranhão ainda é pouco explorada e, por isso, a infraestrutura ainda precisa melhorar muito. Como você pode imaginar, a cidade é bem pequena e tudo é muito rústico e simples. Esse é, claramente, um dos fatores que você deve considerar na hora de escolher onde ficar na Chapada das Mesas.

Outra questão importante é dar prioridade para as pousadas que estão no Centro, perto de restaurantes, lanchonetes, mercados e outros serviços, como bancos e farmácias. As opções mais afastadas só são interessantes se você estiver de carro e com tempo.

Eu já falei sobre Carolina, a cidade da Chapada das Mesas, e mostrei que há muitas coisas interessantes para fazer por aqui. Eu fiquei na Pousada do Lajes.

Antes de continuar, anote essas dicas rápidas:

  • A melhor época para conhecer a Chapada das Mesas é de maio a setembro;
  • Eu sugiro ficar, pelo menos, quatro dias inteiros nessa região;
  • Algumas áreas do Parque só podem ser visitadas com um guia;
  • Não deixe de ver o pôr do sol no Rio Tocantins;
  • O Poço Azul e o Encanto Azul, que ficam em Riachão, devem estar no seu roteiro;
  • Para saber mais, leia: O melhor roteiro de viagem para a Chapada das Mesas.

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

Onde ficar na Chapada das Mesas

Eu sempre uso o Booking.com para fazer minhas reservas, porque ele é o site que eu mais confio. Talvez você não saiba disso, mas nenhuma taxa é cobrada de você além da reserva e, em muitos casos, os quartos podem ser cancelados gratuitamente. Mas, o que eu acho mais legal é que, quanto  mais você usa o site para fazer reservas, mais descontos você ganha: veja como participar aqui.

Agora, vamos às minhas dicas de pousadas para você ficar na Chapada das Mesas. Na lista, eu coloquei as melhores opções nas áreas que acho mais legais, mas você também pode dar uma olhada nessa lista completa de hospedagem.

Ventanas Hotel Boutique

O Ventanas Hotel Boutique foi inaugurado recentemente e, de fato, tudo está com cheiro de novo ainda. O hotel traz um novo modelo de hospedagem para a Chapada das Mesas, com mais conforto e um pouco mais de sofisticação – sem perder a conexão com a natureza ao redor.

Ele fica perto do centro e tem quartos duplo e triplo com decoração moderna e super aconchegante. O café da manhã é à la carte e as opções são as mais variadas, sempre com pratos regionais.

Pousada Candeeiros

A Pousada dos Candeeiros funciona em um casarão antigo com mais de 150 anos e é uma das melhores de Carolina. Ela fica exatamente em uma das principais praças da cidade, perto de tudo. Além disso, tem acesso gratuito à internet, o café da manhã é muito elogiado e a piscina é perfeita para os dias quentes do Maranhão.

Os quartos são bem aconchegantes, todos com decoração colonial, ar condicionado, televisão e frigobar – alguns têm banheira com hidromassagem. O atendimento é outro ponto muito positivo da pousada.

Pousada do Lajes

A Pousada do Lajes tem uma localização excelente. Ela fica a apenas um quilômetro do Centro de Carolina, bem perto do terminal de ônibus. A rodovia Transamazônica, a BR-230, está pertinho e isso facilita muito na hora de fazer os passeios.

Onde ficar na Chapada das Mesas

Com 32 apartamentos bem arejados e decoração rústica, a pousada foi toda construída na horizontal: isso facilita o deslocamento e evita o sobe e desce de escadas. Há uma piscina grande, um espaço com churrasqueira, confortáveis redes, estacionamento gratuito, internet e um parquinho para as crianças.

Onde ficar na Chapada das Mesas

Pousada Cachoeiras do Itapecuru

Para quem gosta de ficar mais perto da natureza e está viajando de carro, a Pousada Cachoeiras do Itapecuru pode ser interessante. Ela fica um pouco mais afastada de Carolina, no Povoado São João da Cachoeira, a cerca de 30 quilômetros do Centro. Aqui, há um restaurante e uma área muito boa para banho – especialmente para quem está com crianças.

A pousada tem quartos básicos com ar-condicionado, televisão e frigobar. Mesmo estando longe do Centro, você pode usar a internet e o estacionamento sem pagar nada a mais.

Onde ficar na Chapada das Mesas

[Su_Spacer Size=”5″]

Rancho das Estrelas Hotel Fazenda

Essa é outra boa opção para quem está viajando de carro e quer ficar em uma área mais afastada do Centro. O Rancho das Estrelas fica a apenas 14 quilômetros de Carolina e a cerca de dois quilômetros tem um restaurante que serve almoço e jantar até às 20h.

Onde ficar na Chapada das Mesas

Com um grande espaço verde muito agradável – eu acho que você vai gostar do redário – , esse lugar é ideal para quem quer se desconectar da vida urbana e relaxar: há um rio que passa dentro da área da pousada. Completando o ambiente de paz, os quartos são confortáveis, o café da manhã é farto e variado e o atendimento é sempre muito elogiado.

Onde ficar na Chapada das Mesas

Pousada Recanto das Famílias

Essa pousada é novinha e também fica um pouco mais longe do Centro, mas a infraestrutura dela é boa. Os jardins são muito bem cuidados e os quartos são arejados, confortáveis  e com móveis novos – sempre no estilo rústico, como eu já disse. O café da manhã é variado, sempre com muitas frutas e comidas regionais.

Onde ficar na Chapada das Mesas

Eu indico o Recanto das Famílias para quem quer tranquilidade e um contato mais próximo com a natureza, mas lembre-se que é melhor estar de carro.

Onde ficar na Chapada das Mesas

Pousada Queda D’água

Eu realmente gostei muito de conhecer esse lugar. Ele fica perto da cidade, no caminho para as Cachoeiras do Itapecuru e, aqui, você pode tomar banho na pequena barragem, nos riachos, fazer trilhas e, claro, relaxar no completo silêncio. Aliás, se você quiser se desconectar, esse é o lugar perfeito: não há sinal de celular, mas a internet até que funciona bem.

Onde ficar na Chapada das Mesas

A limpeza é uma preocupação constante da equipe que trabalha na Pousada Queda D’água. O quartos são confortáveis com frigobar, cama box, roupa de cama de primeira linha e os banheiros têm chuveiro com água quente.

Onde ficar na Chapada das Mesas

Faixas de preço na Chapada das Mesas

Agora que você já conseguiu ter uma ideia das melhores opções da cidade, vamos conferir os preços.

No mapa abaixo estão todas as opções para você escolher onde ficar em Carolina.  Para saber mais, você só precisa clicar sobre os pins azuis. 



Booking.com

Quando as diárias ficam mais baratas?

Na região da Chapada das Mesas, há duas estações bem diferentes, mas o calor se mantém o ano inteiro – até no inverno. A temperatura sempre varia entre 21 e 36 graus e raramente desce abaixo dos 19 graus ou vai além dos 39 graus.

O mais importante, então, é saber que  são apenas duas estações:  chuvosa e seca. A melhor forma de diferenciar uma da outra é mesmo a quantidade de chuva, já que, como falei, o calor reina o ano inteiro.

A estação seca vai de maio a setembro e é considerada  a melhor época para ir à Chapada das Mesas.  Neste período, a chuva quase não aparece e, por isso, mergulhar nas cachoeiras fica mais fácil e agradável: com o céu azul complementando a paisagem.

Junho, julho e agosto são os melhores meses. Se possível, tente ir à Chapada das Mesas em julho, o mês com menor chance de chover.

Além disso, na primeira semana do mês, acontecem as comemorações do aniversário de Carolina e as festividades tomam conta desta pequena cidade. São muitas festas folclóricas e representações clássicas da cultura maranhense.

A estação chuvosa vai de outubro a abril e ir à Chapada das Mesas neste período pode ser puro estresse. Porque, além da chuva atrapalhar os passeios – especialmente se tiver raios –, é preciso dirigir em estradas de terra e caminhar por trilhas que, depois de muita chuva, podem ficar alagadas e perigosas.

Os três primeiros meses do ano – janeiro, fevereiro e março – são os piores para viajar para a Chapada, porque chove bastante.

É justamente  na estação chuvosa que as diárias ficam mais baratas,  mas é preciso avaliar quais suas prioridades.

Veja mais dicas do Maranhão

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas do Maranhão.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

28 Comentários

  1. Roberto Simão

    Prezado, vc pode mandar seu contato?

    Responder
  2. EDSON KAZUO AOKI

    Você fez os passeios com agência ou por conta própria?
    Tem agencia de locação de veículos em Carolina?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Edson.
      Fiz com a Cia do Cerrado.
      Desconheço empresa que alugue veículos na Chapada.
      Um abraço.

      Responder
  3. @ninaschneider22

    Ótimas dicas! 😊✌

    Responder
  4. MARIA José

    Apaixone-se pelo local e tudo muito deslumbrante

    Responder
    • Altier Moulin

      Eu também sou apaixonado pela Chapada das Mesas.
      Que bom que gostou.

      Um abraço.

      Responder
  5. Cinira Leal

    Amei o post, tirei muitas dúvidas. Agradeço, você está de parabéns.

    Responder
    • Altier Moulin

      Obrigado, Cinira.

      Um abraço,

      Responder
    • Ana le

      Amei o post, muito elucidativo! Só faço uma consideração, se me permite! Não há no post duas pousadas Rancho das estrelas, há somente uma na cidade, que corresponde a primeira, a segunda pousada acredito que seja o Recanto das Famílias! Só essa retificação msm!

      Responder
      • Altier Moulin

        É verdade, Ana.
        Muito obrigado!

        Um abraço.

        Responder
        • Estela

          amei…fiqyei apaixonada
          coloqyei na lista de lugares incríveis para
          conhecer.
          vleu

          Responder
          • Altier Moulin

            Maravilha, Estela.
            Vale muito a pena mesmo.

            Um abraço.

  6. Cinira Leal

    Amei o post, tirei muitas dúvidas. Agradeço

    Responder
    • Ana luiza

      Olá, você fez os passeios com alguma agência de turismo. Fechou pacote na hora ou com antecedência?

      Responder
  7. Eliane

    Ótimo post. Obrigada por ajudar

    Responder
    • Altier Moulin

      Obrigado, Eliane.
      A Chapada é demais.

      Um abraço.

      Responder
  8. Viviane Dantas Moraes

    Muito obrigada, Altier! Abraço 🙂

    Responder
  9. Viviane Dantas Moraes

    Oi, Altier,
    Muito obrigada por compartilhar suas experiências, elas são preciosas. Queria algumas dicas a mais, se possível. Eu me mudei recentemente pra São Luis e estou pensando em passar alguns dias na Chapada. Como irei sozinha, gostaria de saber sua opinião sobre a questão de a viagem ser segura, os passeios nas cachoeiras também, e se é preciso reservar pousada antecipadamente. Pretendo ir nessa ou na próxima semana, de quinta à segunda, você acha que compensa? Quero ir à Riachão, mas não tenho ideia de como funciona a logística de deslocamento lá. Outra coisa, o meu percurso seria ir de ônibus até Imperatriz? O que você me aconselha? Muito obrigada! 🙂

    Responder
  10. Mário Xavier

    Sou maranhense de Pedreiras. Moro na Região Metropolitana do Recife, há 33 anos. Não conhecia o Parque Nacional da Chapada das Mesas. Visitei-o, em maio/2016. Achei MARAVILHOSO! Como é lindo, o nosso Brasil. Mas, há brasileiros que preferem viajar pelos EUA, Europa… Paciência! Gosto muito do meu país. Os nossos políticos é que deixam a desejar. Visitei boa parte dos locais que Altier sugeriu.

    Responder
    • Altier Moulin

      Que maneiro, Mário.

      Nosso país é incrível mesmo e ainda temos muito a descobrir.

      Um abraço.

      Responder
  11. Rodrigo

    Bom dia mestre.

    Primeiro, muito obrigado pelo material ! Impressionante.

    Eu e meu primo vamos visitar a região em maio . Temos 16 dias para percorrer de Palmas a Jericoacoara. Com foco maior na chapada das mesas e lençóis a pé.

    Quero saber de você tem algum material do Jalapão a chapada das mesas ?

    É pedir demais, eu sei rsrsrsrrr… Mais fiquei muito amarradão com esse texto. Vai que …kkkkk

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Rodrigo.

      Unir o Jalapão e a Chapada das Mesas é uma excelente ideia. É um roteiro que vem sendo divulgado cada vez mais.
      Infelizmente, fiz as duas viagens separadas e, então, não tenho informações do percurso.

      Um abraço.

      Responder
  12. Fernanda

    Altier, sabe me indicar uma boa pousada em Riachão?

    Responder
  13. Fabio Fernando

    Muito bom o post. Quero parabenizar o autor pelo artigo grande artigo.

    Responder
    • Altier Moulin

      Obrigado, Fabio.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *