Como chegar a Budapeste

2

Atualizado em 4 de Maio de 2018

Essa histórica cidade, dividida pelo Rio Danúbio, ficou fechada para o turismo até poucas décadas. Agora, quem vem para este lado da Europa, sempre aproveita para chegar a Budapeste. E esta, é uma tarefa simples e barata, já que a capital da Hungria nos atrai não só pela beleza, mas, principalmente, por estar fora da zona do euro.

Buda e Peste têm atmosferas bem diferentes, que provavelmente irão lhe agradar em diferentes momentos da viagem. Buda, o lado mais calmo, tem imensos castelos e igrejas, seguindo um ritmo mais sossegado de vida. Já em Peste, os dias são agitados, e é onde você pode aproveitar para curtir a noite de Budapeste.

Para que sua viagem se torne realidade, eu já adianto que é possível chegar aqui de avião, de trem, de ônibus e até de barco. Tudo depende de onde você estiver vindo.

Como chegar a Budapeste

O parlamento húngaro é um dos principais pontos turísticos.

Não deixe de curtir a noite da cidade quando chegar a Budapeste.

Como chegar a Budapeste

Avião | A capital da Hungria é servida pelo Aeroporto de Budapeste Ferec Liszt (BUD), que fica a 16 quilômetros do Centro da cidade. Mas, não existem voos direto do Brasil para cá.

Isso significa que, para chegar a Budapeste saindo de alguma cidade brasileira, será preciso fazer escala em outro país europeu. As companhias KLM, Lufthansa, Alitalia e TAP, por exemplo, têm voos partindo de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Para quem já está em solo europeu, o trajeto pode ser muito mais barato, já que existem as queridinhas low cost que fazem promoções quase sempre, como a EasyJet, RyanAir, Vueling e Transavia. Para você ter uma ideia, em uma breve pesquisa eu encontrei passagens de Berlim para Budapeste por 25 euros, ida e volta, em junho, com a RyanAir. Com flexibilidade de datas é possível conseguir um preço ainda melhor.

Barco | Chegar a Budapeste de barco é uma ótima opção para quem está em Viena. O percurso passa pela Bratislava e dura seis horas, mas só é feito de abril a outubro. Nesse caso, não se trata apenas de um deslocamento, mas também de um passeio turístico, já que durante o percurso é possível admirar muitas paisagens da região.

Como chegar a Budapeste

Além do tradicional passeio de barco pelo Danúbio, é possível chegar à cidade de barco.

Uma das empresas que faz esse trajeto é a Mahart Passnave, e o trecho custa, em média, EUR 90.

Trem | Viajar de trem na Europa é um passeio nostálgico que muita gente quer fazer, porém, nem sempre usar esse meio de transporte é vantajoso. Uma viagem de trem, hoje, é bem mais cara – em alguns casos – do que voar ou viajar de ônibus. Ainda assim, para quem está nas proximidades de Budapeste, vale a pena olhar os preços das passagens que, se adquiridas com antecedência, podem poupar tempo e dinheiro.

Um tíquete saindo de Viena com destino a Budapeste varia entre 40 e 65 euros, dependendo do horário e do trem, viajando com a OBB, principal empresa austríaca.

A cidade tem três estações de trem internacionais. A principal é a Keleti Pu, que fica ao leste de Peste, e atende a maioria das viagens internacionais. A Nyugati está localizada a oeste de Peste, de onde partem alguns trens para a Romênia, República Tcheca e Alemanha, e por fim, a estação Deli, que fica em Buda. Todas com veículos que fazem conexão com diversas capitais próximas, como Viena e Bratislava.

Como chegar a Budapeste

Os ônibus são confortáveis e têm sistema de entretenimento a bordo.

Ônibus | Para quem quer economizar dinheiro na viagem, chegar a Budapeste de ônibus pode ser uma boa ideia. A Eurolines oferece trechos de diversos países europeus, como Holanda, França, Bélgica, Alemanha e República Tcheca.

O problema do ônibus, além do desconforto de muitas horas na mesma posição, é o tempo. Se você tem dias sobrando na viagem, economize em alguns trechos e aproveite a malha rodoviária. Mas, para quem está com o cronograma apertado, talvez seja melhor pagar mais caro por um transporte mais rápido.

No site da Eurolines você consegue pesquisar os preços e trechos de ônibus. Para cidades próximas, como Bratislava, vale a pena. O trecho da capital eslovaca para Budapeste custa, em média, 8 euros e a viagem dura 3h.

Eu viajei toda essa parte da Europa de ônibus e sou prova de que vale a pena. Os ônibus são novos, têm serviço de bordo, internet e telas individuais onde você pode assistir filmes.

 

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

2 Comentários

  1. Heleno araujo on

    Algumas sugestões para quem deseja conhecer Budapeste, visitar a Casa do Terror que fica na avenida Andrassy próximo a Heroes Square, o museu conta um pouco a história do das pessoas vitimas do regime fascista e Stalinista. Com textos, áudios e vídeos da pra se ter uma ideia do que foi este regime. Outro lugar também que não podem deixar de visitar é o Memorial dos Sapatos, às margens do Danúbio próximo ao Parlamento, esculturas de sapatos antigos foram fixados para homenagear todos os judeus mortos que onde eram obrigados a se despir e tirar os sapatos antes de serem fuzilados pelas costas à beira do rio. Confesso que é triste mas ao mesmo tempo uma homenagem muito bonita. Vale a pena conferir!!!

Escreva um comentário