Onde comer em Budapeste: conheça os pratos típicos

0

Atualizado em 14 de junho de 2019

Um dos principais atrativos da capital húngara é o baixo custo. Por aqui, o euro não é a moeda oficial, então, tudo costuma ser mais barato, inclusive comer em Budapeste. Para entender melhor, veja: Dinheiro na Hungria: câmbio, saques e taxas.

Eu não canso de repetir que, para conhecer uma cultura de verdade, é imprescindível se jogar nos pratos locais, experimentar a culinária e a gastronomia típica da região, entendendo, assim, um pouco mais da história do lugar.

→ Veja onde se hospedar em Budapeste

Na Hungria, de forma geral, eles abusam dos temperos – sempre incluindo páprica e cebola – e as porções costumam ser bem generosas. O prato mais tradicional é a sopa goulash, feita com carne ensopada. Aliás, quando for comer em Budapeste, você irá reparar que as sopas são parte importante do cardápio.

Por aqui, a carne também é um ingrediente que aparece em quase todos os pratos principais, sempre muito temperada, principalmente com a páprica húngara. O nokedli, um tipo de macarrão, é muito servido como acompanhamento.

Onde comer em Budapeste

A sopa goulash é o prato mais famoso do país.

É claro que você consegue achar estabelecimentos de cozinha internacional para comer em Budapeste. Nos restaurantes de fast food, por exemplo, sanduíches e pizzas são sempre muito baratos: uma fatia de pizza pode custar HUF 200.

Onde comer em Budapeste

Antes de avançar, eu preciso explicar que todos os cardápios que vi eram bilíngues, com informações em húngaro e em inglês. Assim, a gente não passa tanto aperto na hora de escolher o que comer em Budapeste.

Onde comer em Budapeste

Os cardápios têm informação em inglês e húngaro.

O Menza é um restaurante que fica na praça Liszt Ferenc, e, além da comida ser ótima, os preços são bem interessantes: há pratos principais que custam de HUF 1.800 a 3.700. Esse restaurante tem uma decoração moderna e pratos que unem o tradicional do país com alguns toques diferentes.

Aliás, essa região da praça Liszt Ferenc é excelente para quem quer provar a gastronomia local. É que, aqui, há uma grande concentração de lugares bem badalados, ideais para fazer uma pausa para comer em Budapeste. Nessa região, o público é mais jovem e o preço bem econômico.

Se quiser impressionar alguém ou simplesmente ter uma noite inesquecível, eu indico o Barco Spoon Café & Lounge. Ele é um clássico restaurante flutuante, às margens do rio Danúbio, e tem uma vista linda para o castelo de Buda. Quer coisa melhor?

Só que para desfrutar de uma refeição aqui, é importante fazer a reserva antes, já que o lugar é muito requisitado. Também é necessário ter uma grana extra, porque os preços são mais salgados. Os pratos principais variam de HUF 3.600 a 8.000, que seria entre R$ 48 e 107, no câmbio de hoje.

Onde comer em Budapeste

O frango bem temperado que eu comi no Café Miró.

Enquanto caminhar pela cidade, você vai encontrar diversos cafés e padarias, e eu aconselho você a não resistir e entrar. Experimente os doces do país, como o gesztenyepuré, um purê de castanhas com calda doce por cima. Ah, e também o strudel húngaro, recheado com frutas e coberto de açúcar.

Na região mais turística da cidade, alguns cafés são, também, livrarias e, outros, servem refeições, como o Café Miró, que eu conheci. Mas, recentemente, o estabelecimento fechou. Aqui, eu experimentei o paprikas csirkecomb vajas galuskával, um frango bem temperado e acompanhado do nokedli, o macarrão local, por HUF 3.150.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

Escreva um comentário