Onde ficar em Ayutthaya, na Tailândia: melhores áreas e hotéis – com preços

Atualizado em 13 de outubro de 2022 – 8 min de leitura

Onde ficar em Ayutthaya

Ayutthaya tem muitos hotéis e hostels com preços e categorias diferentes e sempre é fácil encontrar um quarto, mesmo sem fazer reserva com antecedência. Mas, claro, é bem melhor já chegar com tudo certo. Por isso, eu fiz essa lista com os melhores lugares para ficar em Ayutthaya.

Apesar de muita gente vir a esta cidade apenas para passar o dia, quem tem a oportunidade de dormir pelo menos uma noite aqui, descobre que Ayutthaya tem tantas coisas legais que acaba ficando mais.

Durante o dia, você vai visitar os templos e, à noite, as atrações são as feirinhas e o mercado do peixe, que tem muita comida típica boa. Além disso, muitos festivais animam a cidade em vários períodos do ano. Entre eles o Festival das Lanternas, em novembro, e o ano-novo tailandês, que acontece no mês de abril.

Onde ficar em Ayutthaya

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

Onde ficar em Ayutthaya

Ayutthaya vive em torno de seu conjunto de templos, que estão concentrados no Parque Histórico. Como essa parte da cidade é cercada por rios, ela acaba sendo chamada de ilha. Pratuchai é um distrito da ilha e tem ótimas opções de hospedagem. Aqui, você estará perto de tudo, e eu, realmente, acho que esta é  a melhor parte da cidade .

Ficar fora da ilha pode até ser uma opção, mas avalie se você não vai acabar gastando mais tempo e dinheiro com o transporte. No mapa abaixo. você vai conseguir visualizar isso melhor.

Eu sempre faço minhas reservas com a Booking.com porque ele é o site que eu mais confio. Mas, o que eu acho mais legal é que, quanto  mais a gente usa o site para fazer reservas, mais descontos a gente ganha: veja como participar aqui.

Onde ficar em Ayutthaya

Nas sugestões abaixo, eu coloquei as melhores opções nas áreas que acho mais legais, mas você também pode dar uma olhada nessa lista completa de hospedagem.

Phuttal Residence

Essa pousada fica de frente para o rio e tem um jardim muito bem cuidado, onde a gente pode relaxar, receber uma massagem tailandesa, tomar um café, ler um bom livro ou simplesmente dormir nas cadeiras e esteiras que eles sempre deixam para os hóspedes.

Onde ficar em Ayutthaya

O atendimento é sempre muito elogiado, os quartos são sensacionais – não dá vontade de ir embora – e o café da manhã e delicado e saboroso. Além disso, o Phuttal Residence fica pertinho do Centro Histórico, onde estão os principais templos.

Onde ficar em Ayutthaya

The Old Palace

Esse resort segue um padrão simples, com quartos básicos, mas muito confortáveis com cama grande, uma vista bonita para o jardim, banheiros amplos e limpos. O atendimento é impecável: como sempre, os tailandeses mandam muito bem.

Onde ficar em Ayutthaya

O The Old Palace Resort fica um pouco mais afastado do Centro Histórico, onde estão os principais templos. Por isso, eu recomendo alugar uma bicicleta ou uma moto aqui mesmo. Se preferir, peça ao atendente para chamar um tuk-tuk para você. O preço da diária para duas pessoas é realmente muito bom.

Onde sficar em Ayutthaya

Baan Baimai Boutique

O Baan Baimai Boutique é um hotelzinho indicado para quem não abre mão do conforto de uma boa cama, de um quarto privado e, ainda assim, não quer gastar muito. A cama é extremamente agradável e o jardim, bem cuidado, é excelente para relaxar pela manhã ou no fim de tarde.

Onde ficar em Ayutthaya

Decorado com cores vibrantes e sempre muito limpo, o atendimento também é muito elogiado. Há bicicletas para alugar e eles também organizam passeios para visitar os templos. Sem dúvida, eu acho esse hotel um dos melhores lugares para ficar em Ayutthaya.

Onde ficar em Ayutthaya

Niwas Ayutthaya

A localização do Niwas Ayutthaya é excelente: ele fica em uma rua calma, perto dos templos mais famosos. Além disso, a equipe que trabalha aqui faz de tudo para nos deixar à vontade. Eles ajudam com informações, organizam as visitas e isso conta muito para deixar nossos dias mais leves.

Onde ficar em Ayutthaya

Aliás, tranquilidade é o que a gente tem quando entra nos quartos. Eles são muito aconchegantes, bem decorados, arejados e seguem uma linha minimalista no estilo tailandês. Se você precisa de um hotel sem muitas regalias, que lhe garanta uma noite de sono renovadora, esse é o lugar. O preço é um dos melhores na categoria de quartos individuais com banheiro do lado de fora.

Onde se hospedar em Ayutthaya

Ban U Thong

Os quartos são exatamente como a gente vê nas fotos e isso é um ponto muito importante. O Ban U Thong fica é um casarão na margem do rio Chao Praya e, além do conforto que você precisa para dormir bem e relaxar depois de longas caminhadas nos templos, a vista que a gente tem dos quartos é sensacional.

O atendimento desse lugar é realmente precioso e o café da manhã é sempre muito elogiado. O hotel tem um restaurante e um bar que funcionam em um deque na margem do rio. A diária, diferentemente do que você deve estar pensando, tem um preço justo.

Phoryue Residence

Esses apartamentos ficam em um prédio novinho e, apesar de estarem um pouco mais distante do Centro Histórico – a cerca de seis quilômetros -, o Phoryue Residence pode ser perfeito para quem quer ficar em Ayutthaya por mais tempo.

Todos os ambientes são muito bem pensados, têm móveis novos e a decoração é caprichada. Essa é, de verdade, uma das opções para você se sentir em casa. As camas são grandes, confortáveis e a internet funciona – isso é muito importante, né?

Onde ficar em Ayutthaya

Woraburi Ayutthaya

Essa opção é para quem gosta de hotéis grandes, cheios de conforto e privacidade. Piscina, vista para o rio, serviços de spa – incluindo uma relaxante massagem tailandesa. Tudo isso você terá se ficar hospedado aqui.

Onde ficar em Ayutthaya

Os quartos do Woraburi Ayutthaya são realmente espaçosos, muito confortáveis e, mesmo na categoria mais simples, são muito mais do que a gente precisa para ter uma noite boa de sono. O mais legal é que o preço não é absurdo.

Onde se hospedar em Ayutthaya

Plus Hostel Ayutthaya

O Plus Hostel é sempre muito bem avaliado pelos hóspedes em quesitos como atendimento e limpeza. Ele fica perto dos principais templos: dá para ir caminhando ou de bicicleta tranquilamente, e você pode usar a cozinha do hostel para preparar as suas refeições e conhecer outros viajantes nas áreas próximas ao jardim.

Os quartos compartilhados são espaçosos, têm iluminação e tomadas individuais e o café da manhã está incluso no valor da diária, que, por sinal, é uma pechincha. Só tem um detalhe: é preciso fazer a reserva com antecedência, porque o hostel vive lotado.

Faixas de preços em Ayutthaya

Agora que você já viu as minhas opções preferidas na cidade – não só as minhas, mas as de muita gente também – é hora de dar uma olhada nos preços antes de decidir onde ficar em Ayutthaya.



Booking.com

No mapa acima estão todas as opções de hospedagem da cidade, especialmente as da ilha.  Para saber mais, você só precisa clicar nos pins azuis e pronto. 

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Tailândia e o período de permanência é de 90 dias. Esse prazo pode ser prorrogado por até um ano.

Documentos

Além do passaporte com validade de seis meses, você precisa ter outros documentos para entrar na Tailândia.

Dinheiro

A moeda tailandesa é o baht, identificado pela sigla THB e pelo símbolo ฿. Veja como usar seu dinheiro na Tailândia. 

Vacinas

O certificado de vacinação contra a febre amarela é obrigatório. Veja como solicitar o certificado pela internet.

Informações sobre covid-19

É muito importante saber que a Tailândia trata de forma diferente passageiros vacinados e não vacinados contra covid-19. Isso é um fato!

Para embarcar para a Tailândia, você precisará ter os seguintes comprovantes em mãos:

  1. Comprovante de vacinação contra covid-19, com duas doses, exigido apenas de viajantes vacinados – veja como emitir o comprovante nacional e internacional;
  2. Resultado negativo de teste RT-PCR negativo feito em até 72 horas antes do embarque, exigido de viajantes não vacinados;
  3. Certificado Internacional de Vacinação contra febre amarela (CIVP) – veja como solicitar o CIVP pela internet.

Quem estiver com o esquema de vacinação completo – com pelo menos duas doses –, não precisa apresentar qualquer teste para a doença, nem o RT-PCR nem o de antígeno, e também não precisa fazer quarentena.

Um detalhe sobre a vacinação é que a segunda dose  deve ter sido aplicada pelo menos 14 dias antes da viagem  e, claro, você precisará comprovar isso.

Eu já expliquei como solicitar o comprovante de vacinação contra covid-19 pela internet em português e inglês. É só conferir em Certificado de Vacinação contra covid-19.

Quem ainda não está com o esquema vacinal completo – o que eu considero lamentável – também pode viajar para a Tailândia sem muitas complicações no processo de entrada. Porém, é preciso ter atenção em alguns detalhes.

Um dos pontos mais importantes é que a quarentena só não é obrigatória se o viajante apresentar um teste RT-PCR negativo feito em até 72 horas antes do embarque.

RETORNO AO BRASIL

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

Apesar de não ser obrigatório, não é uma boa ideia viajar sem um seguro viagem com cobertura para covid-19.

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para comparar valores antes de fazer a compra. Eles têm um suporte muito eficiente e preços sempre muito bons.

CABEÇA DE BUDA

Antes de viajar para a Tailândia, eu não sabia que a cabeça de buda tem um simbolismo tão grande para os tailandeses. É que, quando os templos do país foram saqueados e destruídos depois das guerras, as cabeças dos budas foram roubadas e vendidas, como peça de decoração, ou destruídas na tentativa de achar o anel que, supostamente, um imperador havia escondido em uma delas.

Depois que entendi essa história, comecei a perceber que muitas esculturas mais antigas de buda estão sem cabeça. Por isso, comprar ou tatuar cabeças de buda, por exemplo, é algo ofensivo para o budismo tailandês.

Inclusive, nos aeroportos há avisos indicando que comprar, transportar e usar qualquer símbolo de buda como mercadoria, como peça decorativa, em tatuagem ou ter posse de uma cabeça – assim como qualquer outra peça do corpo – é errado e você pode ter complicações se transgredir essa regra.

Veja mais dicas da Tailândia

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas da Tailândia.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *