Khao San Road: a rua das comidas exóticas de Bangkok

Atualizado em 13 de outubro de 2022 – 2 min de leitura

É impossível não dar pelo menos uma passada na rua mais emblemática de Bangkok. A Khao San Road fica no Centro, a poucos metros de pontos turísticos importantes, como o Wat Pho, o incrível templo do buda reclinado, e o Monumento à Democracia.

→ Veja minha dica do melhor hostel de Bangkok

Durante o dia, a gente já encontra algumas barraquinhas na rua e as lojas também colocam seus produtos para vender do lado de fora: isso acontece mais em lojas de roupas. Mas, é durante a noite, quando fecha para a circulação de carros, que o movimento aumenta.

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

Entenda a Khao San Road

A Khao San Road cumpre bem o papel de nos apresentar a Tailândia com os  seus clichês mais comuns.  É justamente por isso que acaba sendo impossível não ser atraído para cá. Eu estou falando exatamente disso:

  • Comidas exóticas são servidas em barraquinhas de rua;
  • Shows de pompoarismo acontecem a algumas esquinas daqui;
  • Lady boys fazem o função de promoter em casas noturnas;
  • Bares ficam lotados de turistas para o happy hour;
  • Estúdios oferecem tatuagem instantânea com a técnica do bambu;
  • massagem tailandesa da boa sendo oferecida nas calçadas;
  • E tem até aqueles peixinhos que ficam beliscando nosso pés.

Khao San Road: a rua das comidas exóticas de Bangkok

Vai um escorpião aí?

Na Khao San Road a gente pode experimentar o famoso espetinho de escorpião. Mas, claro, há várias outras opções no cardápio: baratas, grilos, aranhas caranguejeiras e até jacaré assado inteiro. Essa rua é, sem dúvida, uma rica oportunidade para quem quer ter a experiência de comer algo assim.

Eu comi escorpião e achei que tem um gosto de folha queimada. O grilo é delicioso: parece um camarão frito e serviria, facilmente, como petisco de boteco. A barata é amarga, não gostei.

Há também peixes, moluscos e frutas que não conhecemos – eu provei durian e também não gostei. Mas, claro, há lugares mais tranquilos para comer. O ThaiThai Market é um complexo com mercado, cafeteria e restaurante indicado para quem quer apenas ver o movimento, sem se arriscar tanto nas comidas exóticas.

Khao San Road: a rua das comidas exóticas de Bangkok

Além disso, há barraquinhas que vendem comida tradicional tailandesa. Um pad thai, por exemplo, que se parece com um yakisoba, custa cerca de THB 50. Essa rua também é boa para conseguir fechar os passeios de sua viagem, mas lembre-se de negociar o preço antes de fechar o pacote. Os tailandeses adoram dar descontos.

Khao San Road: a rua das comidas exóticas de Bangkok

Como visitar a Khao San Road

Vir a Bangkok e não conhecer a Khao San Road  vai ser uma mancha no seu currículo  de viajante. Por mais turística que seja, eu indico muito que você dê, pelo menos, uma passada nessa rua. Eu realmente achei tudo muito divertido, tanto que voltei várias vezes.

Como chegar

O Aeroporto Internacional Suvarnabhumi (BKK) fica a 30 quilômetros da Khao San Road. Para chegar aqui, você deve seguir de trem até a estação Phaia Thai e, depois, tomar um ônibus, um táxi ou um tuktuk.

O ideal é ficar hospedado no Centro. Perto de tudo, você poderá fazer os deslocamentos a pé. Não é perigoso caminhar por esta região, mas é sempre bom ter cuidado com objetos de maiores valores.

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Tailândia e o período de permanência é de 90 dias. Esse prazo pode ser prorrogado por até um ano.

Documentos

Além do passaporte com validade de seis meses, você precisa ter outros documentos para entrar na Tailândia.

Dinheiro

A moeda tailandesa é o baht, identificado pela sigla THB e pelo símbolo ฿. Veja como usar seu dinheiro na Tailândia. 

Vacinas

O certificado de vacinação contra a febre amarela é obrigatório. Veja como solicitar o certificado pela internet.

Informações sobre covid-19

É muito importante saber que a Tailândia trata de forma diferente passageiros vacinados e não vacinados contra covid-19. Isso é um fato!

Para embarcar para a Tailândia, você precisará ter os seguintes comprovantes em mãos:

  1. Comprovante de vacinação contra covid-19, com duas doses, exigido apenas de viajantes vacinados – veja como emitir o comprovante nacional e internacional;
  2. Resultado negativo de teste RT-PCR negativo feito em até 72 horas antes do embarque, exigido de viajantes não vacinados;
  3. Certificado Internacional de Vacinação contra febre amarela (CIVP) – veja como solicitar o CIVP pela internet.

Quem estiver com o esquema de vacinação completo – com pelo menos duas doses –, não precisa apresentar qualquer teste para a doença, nem o RT-PCR nem o de antígeno, e também não precisa fazer quarentena.

Um detalhe sobre a vacinação é que a segunda dose  deve ter sido aplicada pelo menos 14 dias antes da viagem  e, claro, você precisará comprovar isso.

Eu já expliquei como solicitar o comprovante de vacinação contra covid-19 pela internet em português e inglês. É só conferir em Certificado de Vacinação contra covid-19.

Quem ainda não está com o esquema vacinal completo – o que eu considero lamentável – também pode viajar para a Tailândia sem muitas complicações no processo de entrada. Porém, é preciso ter atenção em alguns detalhes.

Um dos pontos mais importantes é que a quarentena só não é obrigatória se o viajante apresentar um teste RT-PCR negativo feito em até 72 horas antes do embarque.

RETORNO AO BRASIL

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

Apesar de não ser obrigatório, não é uma boa ideia viajar sem um seguro viagem com cobertura para covid-19.

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para comparar valores antes de fazer a compra. Eles têm um suporte muito eficiente e preços sempre muito bons.

CABEÇA DE BUDA

Antes de viajar para a Tailândia, eu não sabia que a cabeça de buda tem um simbolismo tão grande para os tailandeses. É que, quando os templos do país foram saqueados e destruídos depois das guerras, as cabeças dos budas foram roubadas e vendidas, como peça de decoração, ou destruídas na tentativa de achar o anel que, supostamente, um imperador havia escondido em uma delas.

Depois que entendi essa história, comecei a perceber que muitas esculturas mais antigas de buda estão sem cabeça. Por isso, comprar ou tatuar cabeças de buda, por exemplo, é algo ofensivo para o budismo tailandês.

Inclusive, nos aeroportos há avisos indicando que comprar, transportar e usar qualquer símbolo de buda como mercadoria, como peça decorativa, em tatuagem ou ter posse de uma cabeça – assim como qualquer outra peça do corpo – é errado e você pode ter complicações se transgredir essa regra.

Veja mais dicas da Tailândia

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas da Tailândia.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

3 Comentários

  1. Alexssander

    Olá, Altier!
    Que delícia de experiência gastronômica!
    Hahahahaha
    Excelente relato.
    Abraços!

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Alexssander.

      Foi um experiência muito boa mesmo.
      Acho que vale muito a pena conhecer.
      Mesmo quem não encara essas comidas exóticas tem que fazer uma visita à Khao San Road.

      Um abraço.

      Responder
      • Henrique

        Meu sonho visitar Bangkok

        Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *