Como chegar à Croácia: todas as opções de transporte

0

Atualizado em 7 de abril de 2020

Há muitas alternativas para você  escolher como chegar à Croácia.  Eu vou explicar rapidamente sobre cada uma das opções e vou deixar, aqui, as dicas para você se virar bem com o transporte sem qualquer dificuldade.

Veja o resumo desse post:

  • De trem, você pode sair da maioria das capitais europeias, fazendo apenas algumas conexões
  • As estradas, por onde você pode viajar tranquilamente de ônibus ou de carro, têm sido constantemente modernizadas e a maioria delas é novinha, comparando com outros países do continente.
  • Eu dirigi da capital, Zagrebe, até Split e, depois, de Split a Dubrovnik e posso confirmar que as estradas estão ótimas mesmo
  • De barco, há uma linha de ferry que funciona o ano inteiro ligando o país à Itália. Eu falo sobre isso mais para frente.
  • A Croácia tem nove aeroportos internacionais e eles estão muito bem conectados com as principais cidades europeias, especialmente durante o verão.

Como chegar à Croácia de carro

A primeira coisa que você precisa se preocupar para viajar de carro na Croácia é o documento – seu e do carro.

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) emitida no Brasil só será aceita se estiver acompanhada de Permissão Internacional de Direção (PID). Eu já expliquei o que é a PID e como consegui-la em: Como tirar a Permissão Internacional para Dirigir (PID).

Eu dirigi tranquilamente pelo país e não fui abordado por guardas em blitzes ou coisas do tipo.

A dica é ficar de olho nas placas de limite de velocidades para evitar multas: há muitos radares nas rodovias.

Limites de velocidade

  • 50 km/h – em áreas urbanas
  • 90 km/h – foram de áreas urbanas
  • 110 km/h – nas autopistas destinadas apenas para carros e nas rodovias federais
  • 130 km/h – nas rodovias federais
  • 80 km/h – para veículos com reboque, com motorhome, por exemplo
  • 80 km/h – para ônibus; nas rodovias federais, eles são permitidos a alcançar até 100 km/h, exceto se tiveram transportando crianças.

Além disso, é bom ficar ligado em algumas outras regrinhas do transido croata:

  • Dirigir com faróis acesos é obrigatório durante o inverno;
  • É proibido usar o telefone celular enquanto estiver dirigindo;
  • O uso de cintos de segurança também é obrigatório.

Até aqui nenhuma novidade, mas veja a informação a seguir:

Entre os itens obrigatórios do carro, como macaco, chave de rodas e triângulo, existe um colete com faixas reflexivas e o motorista é obrigado a usá-lo quando estiver trocando pneu ou fazeendo qualquer reparo no carro. Se não usar, pode ser multado.

Combustível

Nas cidades maiores e nas rodovias mais movimentadas,  é fácil encontrar postos de gasolina  que funcionam 24 horas. Os postos vendem Eurosuper 95, Super 95, Super 98, Super plus 98, Euro Diesel e Diesel. O gás (GLP) está disponível nas principais cidades e em postos de gasolina nas rodovias.

Como chegar à Croácia: estrada

Pedágios

Há cobrança de pedágio na maioria das rodovias. Para saber o preço e calcular mais ou menos quanto vai gastar, veja esses sites:

www.hac.hr
www.hac.hr
www.bina-istra.com
www.arz.hr
www.azm.hr
www.bina-istra.com

Uma boa forma de evitar engarrafamentos e filas nas balsas que atravessam para as ilhas é consultar o HAK – veja o mapa aqui. O site atualiza todas as informações em tempo real sobre as condições de tráfego nas estradas e como está a fila nas balsas.

Como chegar à Croácia de avião

Zagrebe, Split, Dubrovnik, Pula, Rijeka, Zadar, Osijek, Brač e Mali Lošinj. Essas são as cidades croatas que recebem voos internacionais, mas nenhuma delas tem conexão direta com o Brasil. Então, você precisará fazer uma conexão em outro país.

A principal empresa do país é a Croatia Airlines, membro da Star Alliance. Ela tem voos diretos para vários destinos europeus: Amsterdã, Atenas, Barcelona, Belgrado, Bucareste, Bruxelas, Copenhague, Frankfurt, Helsinque, Lisboa, Londres, Milão, Munique, Oslo, Paris, Praga, Pristina, Roma, Sarajevo, Skopje, Estocolmo, São Petersburgo, Tel Aviv, Viena e Zurique.

Como chegar à Croácia: aeroporto de Zagrebe

Na alta temporada – no verão europeu – o número de voos aumenta e o litoral croata passa a ter conexões adicionais para Áustria, França, Alemanha, Itália e Grã-Bretanha. Em cooperação com seus parceiros, a Croatia Airlines permite que seus passageiros cheguem a destinos em todo o mundo.

Como chegar à Croácia de ônibus

Viajar de ônibus na Croácia é uma ótima maneira de economizar.

Linhas regulares de ônibus conectam todas as áreas do país e, também, chegam a países vizinhos, e, comprando com antecedência, você ainda consegue descontos de até 60%. As empresas ainda oferecem descontos para crianças, estudantes e idosos. O valor do desconto varia de empresa para empresa, portanto, tem que conferir antes de comprar a passagem.

As formas mais fáceis – e segura – de comprar passagem por aqui é usando os site Flix BusGet By Bus, que mostram todas as empresas que operam a rota desejada – dentro e fora do país, os horários disponíveis e os preços cobrados.

Como chegar à Croácia: ônibus

Vale a pena gastar uns minutinhos para ler as dicas que dou a seguir:

Problemas da alta temporada

A Croácia é famosa pelos  congestionamentos causados pelo excesso de turistas  que chegam ao país para passar o verão – agosto é o mês mais movimentado -, portanto, os ônibus podem chegar ou sair atrasados. Nessa época, é bom comprar a passagem com antecedência.

Em nenhuma cidade, até então, era permitido viajar com animais de estimação ou com bicicletas dentro dos ônibus.

Uma coisa que é muito comum – muito comum mesmo: os motoristas não conseguem se comunicar bem em inglês ou em outras línguas. Isso, às vezes, pode ser um problema.

Mas, de forma geral, se você já sabe o ponto onde deve descer, o resto é fácil. Os motoristas e todos os atendentes das empresas me atenderam muito bem, mesmo que não falassem inglês bem.

Como chegar à Croácia de trem

Viagens de trem sempre foram uma maneira boa e divertida de vencer longas distâncias, principalmente para quem é mais jovem. Mas, elas deixaram de ser tão interessantes depois que empresas aéreas de baixo custo – as chamadas low cost – apareceram no mercado.

Mesmo assim, ainda dá para encontrar tarifas justas e oportunidades imperdíveis para fazer aquela clássica viagem de trem.

Clique para ampliar.Como chegar à Croácia: ferrovias

Porém, é importante dizer que  viajar de trem não é, assim, tão comum  dentro da Croácia. É que, na maioria dos casos, indo de trem, você vai levar muito mais tempo do que ônibus ou de carro, por exemplo.

De qualquer forma, não custa ficar de olho nas melhores épocas:

  • Durante os meses de verão – julho e agosto –, a Croatian Railways oferece desconto para o segundo passageiro para atrair mais passageiros para o mar Adriático.
  • Pense na possibilidade de fazer uma viagem noturna de Zagrebe a Split. Os trens têm vagões clássicos com assentos que viram cama – no estilo beliche.

No que diz respeito aos preços dos bilhetes internacionais, eles são calculados de acordo com uma tarifa internacional especial e geralmente não são muito baratos, mas existem muitos descontos e benefícios que podem tornar o bilhete de trem mais barato.

Como chegar à Croácia de barco

A Croácia tem  mais de cinco mil quilômetros de litoral  e mais de mil ilhas. Logo, o tráfego de navios por aqui é frequente. Um grande número de balsas e ferries de alta velocidade (catamarãs e aerobarcos) conectam as ilhas ao continente.

Algumas dessas linhas funcionam durante todo o ano, mas, outras, apenas durante a alta temporada.

Bilhetes e horários de ferry

A linha de ferry de longa distância de Jadrolinija cobre toda a costa: Rijeka – Split – Hvar – Korcula – Mljet – Dubrovnik. A viagem dura mais de 20 horas – uma noite inteira a bordo e as passagens podem ser reservados online.

Ferries e catamarãs locais conectam portos importantes à maioria das ilhas. Nesses casos, raramente você consegue comprar os ingressos antecipadamente – exceto em algumas linhas, como Zadar e Šibenik.

Como chegar à Croácia: ferry

A maioria dos bilhetes pode ser comprada nas filiais locais da Jadrolinija – e empresa pública de transporte marítimo – ou na agência que você escolher: no hotel ou no hostel eles podem lhe indicar uma.

Normalmente, as passagens são vendidas no dia e, por isso, é altamente recomendável chegar cedo ao porto para comprar seu bilhete.

Se você pretende atravessar com seu carro, deve contar com as multidões do verão – traduza isso como filas de carro: durante a alta temporada e nos fins de semana, o tempo necessário para embarcar pode levar várias horas.

Da Itália para Croácia

As linhas de navegação internacionais são exclusivas com a Itália e estão restritas apenas aos principais portos: Trieste, Ancona, Bari e Veneza. As cidades croatas conectadas a esses destinos italianos são: Zadar, Split, Dubrovnik, Ístria e, ocasionalmente, outras ilhas.

A companhia Jadrolinija conecta Itália e Croácia durante todo o ano e a viagem deve ser reservada com antecedência.

Há outras empresas que fazem essa rota. Veja a lista:

Conclusão: como chegar à Croácia

Ficou claro que dá para chegar à Croácia de forma fácil, barata e rápida, aproveitando as paisagens lindas do litoral ou o verde dos parques mais ao norte.

Tudo isso, sem gastar uma fortuna, porque  a moeda aqui é a kuna croata, muito mais barata que o euro. 

Táxis, carros de aplicativos e o sistema de transporte público complementam nossa experiência com segurança e tranquilidade.

Espero que tenha aproveitado as dicas, mas se ficou com alguma dúvida, é só deixar sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Veja todos os posts da Croácia

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um viajante apaixonado pelas coisas desse mundo. Um jornalista que adora contar boas histórias e compartilhar informações de viagem. Meu propósito de vida é ajudar outras pessoas a conhecerem lugares novos e a viverem experiências inesquecíveis.

Escreva um comentário