Comidas de Portugal: pratos típicos para experimentar na viagem pelo país

Atualizado em 13 de outubro de 2022 – 3 min de leitura

Comidas de Portugal: o que comer no país

Eu já falei que este é um país completo, com tudo o que você precisa para ter uma viagem inesquecível. Isso, claro, inclui as comidas de Portugal, que são deliciosas e bem familiares ao nosso paladar.

Em terras lusitanas, eu comi bem, porque as comidas de Portugal são variadas, saudáveis e fartas.

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

Comidas de Portugal

Bacalhau

Vamos começar por um clássico português, o bacalhau, que, na verdade, é importado das águas frias do Atlântico Norte, principalmente do Canadá e da Noruega. O incrível disso é que há Encontrará mil e uma formas diferentes de cozinhar o bacalhau.

O bacalhau é preparado de diversas formas e, assim que cheguei a Portugal, pedi um bacalhau com natas no jantar. Este prato é bem típico daqui – bacalhau desfiado com creme de leite -, mas, não era bem aquilo que esperava.

No Farta Brutos, em Lisboa, eu comi o bacalhau a braz e confesso que, novamente, esperava suculentas postas de bacalhau, mas o prato também é feito com o peixe desfiado. O lugar é muito agradável, mas o prato não foi nada espetacular.

Comidas de Portugal: o que comer no país

Para comer um bom bacalhau, eu indico que você conheça Adega dos Arcos, que fica em Cova Funda, Lisboa. O restaurante é uma típica tasca portuguesa – tente pegar uma mesa no lado de fora – e tem preços e atendimento camaradas. Eu pedi um bacalhau na telha e comi baba de camelo, sobremesa bem típica de Portugal feita com leite condensado cozido.

Comidas de Portugal: o que comer no país

Claro que o bolinho de bacalhau não pode faltar. Eu comi vários deles e nenhum me decepcionou. É fácil de encontrar – nos bares e lanchonetes de esquina sempre tem – e o preço é justo.

Choco

Este prato é muito consumido na região de Setúbal. O choco é um molusco parecido com uma lula gigante. A carne é bem cartilaginosa, semelhante à da lula mesmo, e é servida em postas, com batatas fritas e molho. É uma boa pedida para um happy hour.

Comidas de Portugal: o que comer no país

Queijos

Portugal tem excelentes queijos. Eu gosto dos mais amanteigados e, por isso, indico que experimente o queijo do Alentejo, região portuguesa onde estão as cidades de Elvas e Évora.

Polvo à lagareiro

O melhor polvo que comi na vida foi na praia de São Rafael, no Algarve. O restaurante São Rafael, que fica de frente para a praia, prepara um polvo grelado com batatas rústicas e grelo, uma folha bem consumida por aqui. Não é baratinho – custa EUR 21 –, mas você vai me agradecer pelo resto da vida por isto.

Comidas de Portugal: o que comer no país

Arroz de mariscos

Na mesma linha dos frutos do mar, o restaurante Mar D’fora, na praia Paraíso, no Algarve, serve um farto e delicioso arroz de mariscos. O preço é um pouco salgado, EUR 45, mas a porção serve duas pessoas com fartura. Além da comida saborosíssima, a vista do restaurante compensa.

O QUE NINGUÉM CONTA

Se você gosta de comida oriental – ou apenas quer dar um tempo das comidas de Portugal -, quer comer muito e pagar um preço justo, vá ao WOK Oriental. Ele fica ao lado do Elevador Santa Justa – não tem erro – e funciona no esquema buffet livre.

Você pode se servir a vontade por um preço único: EUR 7,95, durante a semana, e EUR 8,95, nos finais de semana e feriados. Se comprar para levar, o preço cai para EUR 4,50. A comida é boa, há muitas opções e você pode repetir várias vezes.

Alheira

Essa linguiça tipicamente portuguesa tem um gosto bem marcante, eu diria até forte, mas isso varia bastante de acordo com a forma que é preparada. Dizem que ela foi criada pelos cristãos novos – os judeus convertidos ao cristianismo – para evitar o consumo de carne de porco, já que ela é feita com outras carnes e vários condimentos.

Eu comi a alheira em Gaia, no restaurante Ar de Rio, que fica de frente para o rio Douro, com uma vista linda de Porto.

Comidas de Portugal: o que comer no país

Pastel de nata

Esta é a única iguaria portuguesa capaz de competir com o bacalhau. O pastel de nata está presente na mesa dos portugueses em qualquer parte do país e é consumido bastante no café da manhã, mas não há hora para experimentar esse doce.

Apesar do nome pastel, ele nada tem a ver com a ideia de pastel que temos: é uma massa folhada com recheio de creme de ovos, o creme brulee.

Comidas de Portugal: o que comer no país

Uma experiência legal é visitar a confeitaria que faz os famosos Pastéis de Belém. Ela fica em Lisboa, perto de monumentos famosos da cidade como a Torre de Belém e o Padrão dos Descobrimentos.

Vocabulário de cozinha

Para não estranhar muito, é bom que você já chegue por aqui conhecendo algumas expressões usadas nas cozinhas e nos restaurantes portugueses.

Para pedir um café, por exemplo, você pode dizer: uma bica, se faz favor!  A bica é, de forma simples, o espresso, e o pingado leva um pouco de leite frio. Há muitas outras formas de pedir um café em Portugal e você vai ver isso na prática.

Veja algumas palavras e expressões relacionadas às comidas de Portugal.

Bagaço: cachaça
Chávena: xícara
Ementa: cardápio
Fiambre: presunto
Frigorífico: geladeira
Gelado: sorvete
Grelo: folha usada no acompanhamento dos pratos
Natas: creme de leite
Pequeno-almoço: café da manhã
Sumo: suco
Tasca: boteco tradicional

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar em Portugal e permanecer por até 90 dias.

Documentos

É necessário apresentar o passaporte com seis meses de validade.

Dinheiro

A moeda do país é o euro e a maioria dos lugares aceita cartões de crédito e débito internacional

Vacinas

Nenhuma vacina específica é exigida de brasileiros embarcados no Brasil.

Informações sobre covid-19

Desde 1º de julho de 2022, Portugal não exige comprovante de vacinação ou exames. Isso significa que o país já não tem mais barreiras sanitárias, mas é sempre bom tomar os cuidados preventivos.

Apesar desta mudança,  o seguro viagem continua sendo obrigatório. 

RETORNO AO BRASIL

De acordo com informações da Anvisa, viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

O seguro viagem é obrigatório para todos os países europeus que fazem parte do Tratado de Schengen:  Portugal é um deles. 

Sem o seguro, você pode ser impedido de entrar no país. E tem mais: há uma cobertura mínima de EUR 30.000. Portanto, você precisa informar para qual – ou quais – país vai viajar antes de comprar o seguro.

Eu sempre indico o Seguros Promo, um site que compara os preços de várias seguradoras e nos mostra os melhores valores para cada cobertura.

Além disso, nem todos os países têm um sistema de saúde público e gratuito. Na verdade, na maioria deles, viajantes estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita. Por isso, é muito importante ter o seguro internacional de saúde – também chamado de seguro viagem.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

Você já imaginou quanto custa um tratamento médico para esses casos em outros países? Dependendo da gravidade, o atendimento pode custar milhares de dólares, podendo gerar sérias dificuldades financeiras para você e seus familiares para o resto da vida.

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Veja mais dicas de Portugal

Ficou mas fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, é só deixar suas pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas de Portugal.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

6 Comentários

  1. Monica Oliveira

    Grelos são partes das flores e folhas utilizadas da couve, nabo e nabiças.
    E Tasca não é um boteco tradicional que temos a ideia do que é no Brasil… Tasca cá para, definir bem aos brasileiros, é um restaurante típico português,de origem mais simples e cultural, onde se serve comida caseira, de qualidade e a preços mais acessíveis.

    Responder
    • Altier Moulin

      Obrigado, Mônica.

      Responder
    • Altier Moulin

      Maravilha!
      Portugal é sensancional em tudo.
      Vai gostar.

      Um abraço.

      Responder
  2. Vanessa Orfao

    Eu sou uma “portuguesinha” fajuta porque não gosto do bacalhau, mas amo o bolinho de bacalhau. Acredita? Adorei o post! Realmente bem explicado e deu vontade de viajar amanhã para experimentar tudinho. Kkkk

    Responder
    • Altier Moulin

      Eu também adoro o bolinho, Vanessa.
      Portugal tem muita comida boa e é bem farta.

      Um abraço.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *