Pesquisar
Close this search box.

Sinagoga Espanhola de Praga: a mais linda da Europa

Atualizado em 9 de janeiro de 2024 – POR ALTIER MOULIN

Sinagoga Espanhola de Praga

Não é à toa que a capital da República Tcheca tem ficado cada vez mais popular entre os brasileiros. Além de uma vida cultural diversificada, Praga tem preços camaradas, muita história e mantém viva a memória de sua comunidade judaica: a Sinagoga EspanholaŠpanělská synagoga em tchecoé um dos lugares que você deve conhecer para entender isso melhor.

Sinagoga Espanhola

Considerada a mais bonita da Europa, ela é, também, a mais nova das seis sinagogas históricas de Praga: foi construída na metade do século 19 no estilo mouro-espanhol e, por isso, leva o nome de Espanhola.

No coração do quarteirão judeu, no bairro Josefov, o templo é adornado com vitrais coloridos e arabescos pintados em ouro nas paredes e no teto.

Sinagoga Espanhola de Praga

Nos corredores do primeiro andar e do mezanino, ficam expostos objetos e documentos que fazem parte do acervo do Museu Judaico, que tem outros artigos na Sinagoga de Maisel.

Esses registros históricos mostram um pouco de sua construção e da antiga casa de oração que ocupava o lugar.

Sinagoga Espanhola de Praga

O destaque vai para a época em que a República Tcheca esteve sob o comando nazista e, depois, comunista. Períodos em que o prédio sofreu sérios danos e ficou fechado, já que os judeus não podiam exercer sua fé.

Como a sinagoga faz parte dos prédios históricos que recontam toda essa trajetória judaica da cidade, você pode visita-lo durante o dia.

Sinagoga Espanhola de Praga

Porém, o grande barato é assistir a um dos concertos musicais que acontecem o ano todo. Para consultar a programação, acesse o site do Museu Judaico.

Sinagoga Espanhola de Praga

Na parte de trás do prédio da Sinagoga funciona a Galeria Robert Guttmann, que sempre tem exposições muito interessantes sobre o universo semita.

Sinagoga Espanhola de Praga

Eu vi uma exposição do fotojornalista americano Arthur Rothstein, que registrou a vida de uma comunidade de judeus exilados em Xangai, na China, em 1946.

Como visitar a Sinagoga Espanhola

Quanto custa

A entrada custa CZK 350 e dá direito a conhecer várias atrações do Museu Judaico, como a Antiga Sinagoga, a Sinagoga Espanhola, a Sinagoga Maisel, a Sinagoga Klaus, a Sinagoga Pinkas, o Salão Cerimonial e exposições de curta duração na Galeria Robert Guttmann.

Quando ir

A Sinagoga Espanhola abre diariamente, das 9h às 18h. Entretanto, de outubro a março, ela fecha um pouco mais cedo, às 16h30. É importante lembrar que não há visitas nos feriados judaicos.

Eu considero os meses de abril a setembro a melhor época para visitar a República Tcheca. Nesse período, as temperaturas são mais agradáveis, sem frio ou calor extremo.

Mas se você quer ver neve, é melhor programar sua viagem para os meses de novembro a março, quando os termômetros estão sempre abaixo de zero.

Como chegar

A Sinagoga Espanhola fica em Josefov, o bairro judeu da cidade. Para chegar aqui, você pode pegar o metrô da linha A e descer na estação Staroměstská, ou os ônibus da linha 207.

O Aeroporto Internacional Praga Ruzyně (PRG) fica a 20 quilômetros do centro, e há várias linhas de ônibus que nos levam até ele – algumas são a 100, 119, 191, 319 e 510. O Uber funciona bem na cidade e, como sempre, tem preços melhores que os táxis.

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar no país e permanecer por até 90 dias.

Documentos

É necessário apresentar o passaporte com seis meses de validade.

Dinheiro

A moeda nacional é a coroa tcheca, identificada pela sigla CZK e pelo símbolo Kč. Veja como usar seu dinheiro na República Tcheca.

Vacinas

Nenhuma vacina específica é exigida de brasileiros embarcados no Brasil, independentemente da idade e do motivo da viagem.

Informações sobre covid-19

Desde 9 de abril de 2022, a República Tcheca suspendeu todas as exigências relativas à pandemia de covid-19 para viajantes internacionais.

Seguro Viagem

O seguro viagem é obrigatório para todos os países europeus que fazem parte do Tratado de Schengen:   a República Tcheca é um deles. 

Sem o seguro, você pode ser impedido de entrar no país. E tem mais: há uma cobertura mínima de EUR 30.000. Portanto, você precisa informar para qual – ou quais – país vai viajar antes de comprar o seguro.

Além disso, nem todos os países têm um sistema de saúde público e gratuito. Na verdade, na maioria deles, viajantes estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita. Por isso, é muito importante ter o seguro internacional de saúde – também chamado de seguro viagem.

→ PLANOS MAIS INDICADOS

Eu sempre indico o Seguros Promo, um site que compara os preços de várias seguradoras e nos mostra os melhores valores para cada cobertura.

Você vai notar que existem muitas opções de seguradoras e planos, mas o que você precisa mesmo é de um seguro viagem com no mínimo EUR 30.000 de cobertura para despesas médicas e hospitalares.

O plano TRAVEL ASSIST 150 MUNDO (EXCETO EUA) +COVID-19 é um dos mais completos. Ele tem cobertura para despesas médicas no valor de EUR 150.000, seguro bagagem de USD 1.500 e é válido em toda a Europa.

ITA 30 SMART EUROPA é um dos mais baratos. Ele tem despesas médica e hospitalar no valor de EUR 30.000, seguro bagagem de EUR 250 e cobertura para covid-19 na modalidade de reembolso – é bom ler tudo direitinho antes de comprar.

Veja mais dicas da República Tcheca

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se ainda tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo pelo Instagram: @altiermoulin. Aproveite, também, para ler outros posts sobre a República Tcheca.

SOBRE O AUTOR

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14