Quando ir a Ushuaia, na Argentima: explore o mítico Fim do Mundo

Atualizado em 13 de outubro de 2022 – 2 min de leitura

Quando ir a Ushuaia

Decidir quando ir a Ushuaia é um passo amais para riscar de nossa lista de destinos o mítico Fim do Mundo.

Considerada a cidade mais ao sul do planeta, essa pontinha da Argentina atrai muitos turistas durante o ano todo. Eu, claro, não poderia deixar a cidade de fora e passei por lá quando fiz um cruzeiro pela Patagônia.

Localizada na região conhecida como Terra do Fogo, muita gente organiza um roteiro incluindo, também, El Calafate, cidade turística da argentina.  Mas, antes disso, a atividade principal é admirar a grandeza da natureza, as paisagens e, inevitavelmente, o gelo que chega com força no inverno.

A temperatura média da água em dezembro A Águia fica mais quentinha de novembro a janeiro, cerca e 90 graus.

Quando ir a Ushuaia

Graças a essa localização tão especial, o clima por aqui é um tanto peculiar. As estações não são definidas como estamos acostumados, por isso, a melhor época para você ir a Ushuaia vai depender, claro, do que você quer ver.

O clima é instável em qualquer época do ano, e tende a mudar muito de um dia para o outro. A temperatura média anual é de seis graus, mas, mesmo com esse frio todo, a neve não aparece sempre. Além do termômetro, é preciso considerar o vento em Ushuaia, que faz a sensação térmica ser ainda mais baixa.

Quando ir a Ushuaia

Verão

Mesmo que as fotos da chamada Terra do Fogo sempre remetam ao frio, a melhor época para ir a Ushuaia é no verão. Isso porque, nesse período, o frio não é tão intenso e você consegue aproveitar mais as atividades ao ar livre.

A temperatura média do verão é dez graus, com máximas de até 18. É durante a estação mais quente do ano que os dias têm cerca de 17 horas de sol, sendo também a melhor época parar observar os pinguins.

Quando ir a Ushuaia

As chuvas são bem distribuídas o ano inteiro e se mantém leve, por isso não deixe os chuviscos lhe assustarem na hora de aproveitar os passeios.

Inverno

É aqui que você encontra a mais longa temporada de frio da América do Sul. Apesar de o verão ser ideal para as atividades de caminhada e para explorar a região, o inverno é a melhor estação para quem quer se jogar nos esportes de neve.

A temperatura está quase sempre abaixo de zero e a neve se faz bastante presente nessa época. Compensando as 17 horas de sol do verão, se escolher ir a Ushuaia no inverno, você vai pegar dias com apenas seis horas de claridade.

QUANDO IR A USHUAIA
MêsMínimaMáximaPrecipitaçãoDias de chuva
Janeiro51339 14
Fevereiro51345 13
Março31252 14
Abril2956 13
Maio0653 12
Junho-1448 12
Julho-1436 11
Agosto-1545 12
Setembro0841 12
Outubro21035 12
Novembro31234 12
Dezembro41342 14

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar e permanecer no país por até 90 dias. Esse prazo pode ser prorrogado por mais 90 dias.

Documentos

Brasileiros podem apresentar o passaporte ou a carteira de identidade, desde que tenha sido emitida há menos de dez anos.

Dinheiro

O peso argentino, identificado pela sigla ARG, é a moeda nacional. Para sua viagem, leve reais ou dólares.

Vacinas

Nenhuma vacina específica é obrigatória, independentemente do motivo da viagem.

Informações sobre covid-19

De acordo com o decreto publicado no dia 24 de agosto de 2022, não há mais nenhuma exigências quanto à covid-19. Portanto, não é necessário apresentar comprovante de vacinação nem resultados de exames RT-PCR.

Até então, era obrigatório preencher a Declaración Jurada Electrónica para el Ingreso al Territorio Nacional e ter  um seguro viagem com cobertura para a covid-19.

Retorno ao Brasil

Viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

Apesar de não ser obrigatório,  viajar para a Argentina sem o seguro viagem não e uma boa ideia.  Sem ele, você poderá ter que pagar caro, caso precise de uma consulta médica ou de atendimento hospitalar.

Ter um seguro viagem é ainda mais importante se você for viajar para áreas mais remotas do país, como a Patagônia e o norte argentino – na região de Jujuy e Salta, muitas pessoas se sentem mal por causa da altitude.

Além disso, o custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

Antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para comparar valores antes de fazer a compra. Eles têm um suporte muito eficiente e preços sempre muito bons.

GOLPE NO TÁXI

Na hora de pegar um táxi – que ainda é a melhor opção para se locomover nas cidades da Argentina –, utilize veículos de frota e fique de olho na hora de pagar: sempre olhe para o motorista e diga qual o valor em espécie você está entregando a ele.

Esse cuidado tem uma razão: alguns motoristas trocam a sua nota e dizem que a que você o entregou é falsa. Há casos em que eles deixam o dinheiro cair no chão do carro e pegam uma nota falsa para lhe repassar.

Outro golpe praticado por motoristas de táxi contra turistas é alegar que você entregou a ele uma nota no valor inferior ao pretendido.

Uma amiga chegou a Buenos Aires à noite. Cansada, depois de tomar um táxi, ela fez o pagamento com uma nota de ARS 100. Entretida com as malas, ela não percebeu que o taxista tinha trocado a sua nota por uma de ARS 10.

Ela se desculpou, entregou-lhe novamente uma nota de ARS 100, e manteve a postura desatenciosa. O motorista aproveitou e, novamente, disse que tinha recebido outra nota de ARS 10. No final das contas, ela pagou ARS 300 por uma corrida de táxi que custou menos de ARS 100.

Infelizmente, carros de aplicativo ainda não são tão comuns em várias cidades argentinas e isso nos faz reféns dos taxistas.

Veja mais dicas da Argentina

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas da Argentina.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

1 Comentário

  1. Rita Berni

    Lugar maravilhoso! Tenho esse sonho de conhecer o mundo e lugares pitorescos!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *