Como chegar a Nazca

2

Atualizado em 31 de agosto de 2018

Antes de chegar a Nazca, no Peru, você precisa entender que a cidade é cercada por um imenso deserto. Por isso, durante a viagem, você se depara com um cenário árido, empoeirado e bastante exótico: essa região parece ter parado no tempo e, talvez, por isso, seja tão interessante.

Famosa pelas misteriosas Linhas de Nazca – desenhos e formas geométricas que aparecem no chão do deserto –, a cidade foi construída pelo povo nazca depois que um terremoto destruiu Cahuachi, a principal cidade desta civilização que ficava a cerca de 30 quilômetros daqui.

Aliás, por falar em terremoto, foi em Nazca que eu encarei um pela primeira vez. É que eles são bem comuns nesta região do globo, mas, ainda bem, são tremores pequenos e de pouco impacto.

Uma vez dentro da cidade, se locomover é tarefa fácil: você pode chegar a qualquer lugar de táxi com um preço realmente muito barato. Ainda assim, fique esperto e combine o valor da corrida antes de entrar no carro. Aproveite também para escolher sua hospedagem em Nazca.

Como chegar a Nazca

Avião | Não há voos direto do Brasil para Nazca e a forma mais comum – e barata – de chegar aqui é fazendo uma escala em Lima, capital e principal porta de entrada do Peru. O Aeroporto Internacional Jorge Chávez (LIM) recebe voos de muitas companhias, incluindo Avianca e Latam.

Nazca tem um aeroporto, mas, na verdade, o Aeródromo Maria Reiche (NZC) só opera voos de empresas de táxi aéreo. Então, na prática, para chegar aqui de avião você vai precisar contratar um desses voos – que não são baratos. Eles partem de Lima, Ica, Chincha, Pisco ou Paracas e as empresas são as mesmas que eu mostro em: Como é sobrevoar as Linhas de Nazca.

Se não quiser gastar uma pequena fortuna com um voo desses, você pode ir até o Aeroporto Capitão FAP Renán Elías Olivera (PIO), na cidade de Pisco, que fica a 320 quilômetros, e seguir viagem de carro ou de ônibus.

Como chegar a Nazca

Os aviões que pousam no aeródromo de Nazca.

Carro | Saindo de Lima, você pode seguir pela Carretera Panamericana, que tem os primeiros 200 quilômetros duplicados e é, praticamente, todo reto e plano. Neste trecho, o visual é bastante interessante: você estará cercado pelo deserto com dunas gigantescas. Existem quatro postos de pedágio nesta rota.

Depois deste percurso, você vai começar a subir os Andes, passando por Chincha Alta, uma cidade que fica no meio do deserto e que produz uvas de excelente qualidade. No caminho está Ica, capital do departamento de mesmo nome. A região entre Ica e Nazca é muito rica em sítios arqueológicos.

Como chegar a Nazca

A Carretera Panamericana é o caminho para quem quer chegar a Nazca de carro.

Ônibus | Há várias empresas de ônibus que têm rotas partindo das principais cidades peruanas para Nazca. De Lima, por exemplo, partem veículos diários da Cruz del Sur e da Oltursa – a passagem custa entre PEN 60 e 100.

A viagem dura de seis a oito horas, podendo acontecer atrasos na temporada chuvosa. Como Nazca é uma cidade pequena, não há estação rodoviária.

Eu, sinceramente, acho que viajar de ônibus no Peru é uma ótima pedida. De forma geral, os veículos são novos, confortáveis e o atendimento é agradável. Então, pode aproveitar, pois você se sentirá melhor viajando assim, por aqui, do que em algumas companhias aéreas brasileiras.

Veja todos os posts de Nazca

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

2 Comentários

Escreva um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.