Onde comer nos Lençóis Maranhenses: restaurantes baratos e muito bons

Atualizado em 14 de outubro de 2022 – 2 min de leitura

Apesar do visual incrível, escolher onde comer nos Lençóis Maranhenses não significa sentar nas dunas e fazer uma refeição.

É que, quem visita este paraíso acaba se hospedando em Barreirinhas e conhecendo os restaurantes da cidade, que é uma das bases para quem vai explorar o Parque Nacional.

A comida por aqui é muito saborosa e ideal para repor as energias gastas durante o dia. Isso porque, provavelmente, você irá passar o dia inteiro nos Lençóis, onde não há nada para comer.

Por isso, a minha dica é comer comida de verdade.

Os cardápios têm muita peixada, caldeirada, camarão do abacaxi, carne de sol, tapioca e pratos a base de coco. Isso sem contar os deliciosos sucos naturais de frutas daqui, como o bacuri e buriti.

Onde comer nos Lençóis Maranhenses

Se não quiser pagar caro nos restaurantes dos hotéis, caminhe um pouco pelas ruas de Barreirinhas.

Rapidinho você vai achar opções mais baratas para comer nos Lençóis Maranhenses.

Eu almocei um delicioso prato feito – o bom e velho PF – no restaurante Dona Flor e paguei R$ 12.

Caminhando na beira do Rio Preguiça, você encontrar diversas opções de restaurantes, cada um tentando atrair o turista com seu charme e, aqui, cabe a você encontrar o perfeito para o seu orçamento.

Dois estabelecimentos famosos são o Bambu e o A Canoa, mas eles fazem a linha mais elegante e por isso, são um pouco mais caros.

O Jacaré tem um cardápio com pratos típicos da região e também oferecem o PF.

O arroz de cuxá maranhense é outro prato que ocupa a lista de imperdíveis da região.

A mistura envolve arroz, molho feito com ramos de vinagreira, gergelin, camarão seco e pimenta de cheiro.

São diversos os estabelecimentos que oferecem o prato, mas um dos mais badalados é o Deck Bistrô.

Na Praia de Caburé, que você visita quando faz os Lençóis Maranhenses em dois dias, eu almocei no Restaurante do Zezão, que tem uma estrutura muito simples, mas um tempero magnífico.

Eu comi um peixe-serra assado na brasa acompanhado de arroz, salada, farofa e vinagrete e paguei R$ 75, para duas pessoas.

Essa praia tem uma peculiaridade muito interessante: cerca de 50 metros de areia separam o mar do rio.

Assim, você pode escolher entre aproveitar a praia que tem pequenas ondas, ou relaxar na calmaria do rio que desce preguiçosamente até encontrar o oceano.

Veja mais dicas do Maranhão

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas do Maranhão.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

6 Comentários

  1. Márcia Yumiko Mitikami Fenolio

    Gostei da dica do “arroz de cuxá maranhense”…. vou procurar no cardápio, gosto de comidas regionais.

    Responder
    • Altier Moulin

      Faça isso.
      É delicioso.

      Um abraço.

      Responder
  2. wania cunha

    Qual melhor época pra conhecer os Lençóis Maranhenses?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Wania.

      Você pode visitar os Lençóis Maranhenses o ano todo, mas é entre os meses de junho e setembro que as lagoas se formam trazendo ainda mais beleza ao lugar.

      Um abraço.

      Responder
  3. Adilson

    Show de bola. Ainda queremos ir.

    Responder
    • Altier Moulin

      Vá mesmo, Adilson.

      É muito bom, mas a melhor época é no meio do ano, quando os lagos estão cheios.

      Um abraço.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3