O que fazer em João Pessoa e arredores

7

Atualizado em 15 de fevereiro de 2018

Quando comecei a planejar minha viagem a João Pessoa, todo mundo sempre me falou muito bem da cidade. Isso jogou lá para o alto a minha expectativa de ser bem recebido pelos paraibanos. Como eu podia imaginar, enquanto descobria o que fazer em João Pessoa, eu conheci um povo simpático e respeitoso. É isso que faz dessa cidade um lugar tão agradável.

Como estava com tempo, eu deixei a capital e segui para o interior. Ingá, Campina Grande e as praias do litoral sul estiveram em meu roteiro e eu sugiro que você faça o mesmo. Aliás, é na direção sul que estão as melhores praias do litoral paraibano. Mas, como essa faixa litorânea tem a sorte de reunir três majestosas capitais brasileiras – João Pessoa, Recife e Natal –, é fácil viajar de uma cidade para outra de carro e até mesmo de ônibus. Então se anime e vá conhecer o último paraíso do Rio Grande do Norte, a rústica Praia de Sagi.

Se você está lendo este texto é porque, provavelmente, está planejando uma viagem. Para lhe conduzir pelos caminhos que trilhei em terras paraibanas, veja as minhas dicas do que fazer em João Pessoa e arredores.

O que fazer em João Pessoa

Praias | Se o seu desejo é aproveitar o litoral paraibano, opções não vão lhe faltar. As praias urbanas – como Cabo Branco e Tambaú – são boas para quem não quer fazer longos deslocamentos e prefere ficar perto de tudo. Os bares, restaurantes e quiosques estão a poucos passos da areia. A Praia do Seixas não é tão frequentada por locais. Entretanto, uma passada para conhecer a praia mais oriental das Américas é essencial.

Se você quer mais tranquilidade e um visual mais natural, siga para o sul. Aqui a pedida é a bela Praia de Coqueirinho. Nessa região também está Tambaba, uma das mais famosas praias de naturismo do Brasil. Nela você só entra peladão e se estiver acompanhado.

O que fazer em João Pessoa e arredores

A Praia de Coqueirinho.

O que fazer em João Pessoa e arredores

Entrada da Praia de Tambaba.

Passeios de catamarã | João Pessoa tem várias opções de passeios. Os mais famosos são os que nos levam para dentro do mar. Entre esses, os mais procurados são o da Areia Vermelha: o de Picãozinho – que eu conto como é neste post – e o das Piscinas do Seixas, que eu considero o melhor de todos.

Como ainda não recebe a mesma carga de turistas que os outros, as Piscinas dos Seixas têm mais vida e também mais tranquilidade. O número de peixes nadando por aqui é bem grande e pode ser que você não tenha que compartilhar o mesmo espaço com aquele batalhão de gente munida de esnórquel e máscara. Eu escrevi um post com o os detalhes desse passeio.

O que fazer em João Pessoa e arredores

Piscinas do Seixas: o melhor de João Pessoa.

O que fazer em João Pessoa e arredores

Os recifes de Picãozinho.

Centro Histórico | O lado histórico de João Pessoa é muito atraente. Um fato curioso é que seu povoamento começou a partir do Rio Paraíba, e não do mar, como na maioria das cidades litorâneas. Aqui nesta região, você vai passar pelo Pátio de São Pedro e pela Igreja de São Francisco, que demorou duzentos anos para ser concluída e que ainda exibe seus azulejos de século 17. Os casarios e dezenas de prédios históricos narram os principais fatos da vida dessa cidade. Falando nisso, você sabe por que João Pessoa tem esse nome?

CLIQUE E SAIBA MAIS SOBRE A ORIGEM DO NOME JOÃO PESSOA

Fundada em 1585 com o nome de Nossa Senhora das Neves, a cidade de João Pessoa é a terceira capital mais antiga do Brasil. Depois de receber vários nomes, ela passou a se chamar João Pessoa em homenagem ao político paraibano assassinado na cidade de Recife em 1930. Entretanto, apesar de ser considerado um mártir político, historiadores defendem que a morte de João Pessoa nada teve a ver com política. O advogado João Dantas teve seu escritório invadido por tropas governamentais que divulgaram para a imprensa suas cartas de amor com a professora Anayde Beiriz. Acusado de adultério, João Dantas teria assassinado João Pessoa, então presidente do estado da Paraíba, como vingança.

O que fazer em João Pessoa e arredores

Igreja de São Francisco

O que fazer em João Pessoa e arredores

Os azulejos portugueses do século 17.

Ponta do Seixas | João Pessoa é a cidade mais oriental das Américas. Essa posição geográfica faz com que o sol seja visto aqui antes do que em qualquer outro lugar do continente. Como marco desse tamanho privilégio, foi erguido um monumento na Ponta do Seixas. Aqui também está o farol do Cabo Branco, que vale uma visita. Quando passar aqui, não deixe de experimentar a água do coco mais oriental do Brasil – como diz o vendedor da barraquinha. Ah, o sorvete de caipirinha também, que nada mais é que um sorvete de limão no qual você mesmo acrescenta cachaça.

O que fazer em João Pessoa e arredores

O farol do Cabo Branco.

O que fazer em João Pessoa e arredores

O sorvete de caipirinha.

Obras modernas | Para quem gosta de arquitetura e prédios modernos, é indispensável visitar a Estação Cabo Branco de Ciência, Cultura e Artes e o novo Centro de Convenções de João Pessoa. Com obras assinadas por ninguém menos que Oscar Niemeyer, esses prédios atraem os nossos olhares por todos os ângulos.

o-que-fazer-em-joão-pessoa-

Obra de Niemeyer.

O que fazer nos arredores de João Pessoa

Pedra do Ingá | O pequeno distrito de Pedra Lavrada, no agreste paraibano, guarda um enigma que nem pesquisadores e nem o mais curioso dos homens foi capaz de solucionar. Conhecida popularmente como Pedra do Ingá, a dona de tal mistério tem dezenas de imagens rupestres esculpidas ao longo de seus 24 metros de comprimento.

São figuras que aparentemente não fazem muito sentido. Porém, estudos comparativos revelaram que algumas inscrições encontradas aqui são semelhantes aos desenhos feitos pelos povos da Ilha de Páscoa, no Chile. Veja as informações completas neste post.

O que fazer em João Pessoa e arredores

A Pedra do Ingá.

O que fazer em João Pessoa e arredores

Os misteriosos desenhos.

Campina Grande | O mais famoso São João da Paraíba acontece em Campina Grande, mas durante todo o ano, a cidade tem muitas boas opções para lhe receber. Eu confesso que me surpreendi com a cidade. Com prédios modernos e boas opções de lazer, Campina Grande merece sua visita. Uma das paradas imperdíveis é o Açude Velho, que tem em seus arredores o Museu de Arte Popular – última obra de Niemeyer -, o Parque da Criança e a Praça Jackson do Pandeiro e Luiz Gonzaga, que homenageia esses dois mestres da música brasileira. Quando estiver por aqui, não deixe de comer o bolo de rapadura do Das Graças. Para saber mais, leia: Um amor chamado Campina Grande.

O que fazer em João Pessoa e arredores

O Açude Velho.

O que fazer em João Pessoa e arredores

Acervo do Museu de Arte Popular.

Cabedelo | É neste município vizinho que acontece o famoso pôr do sol da Praia do Jacaré. Diariamente, enquanto o sol desce sobre o Rio Paraíba, centenas de pessoas se aproximam para ouvir o Bolero de Ravel. A música é executada por um saxofonista que surge de canoa no meio do rio. Há passeios de catamarã para vê-lo mais de perto, mas eu não achei interessante. Quando estiver por aqui, aproveite para visitar também o forte Santa Catarina. A entrada custa R$ 2. O Tree House é uma ótima opção para seu happy hour.

O que fazer em João Pessoa e arredores

O pôr do sol da Praia do Jacaré.

O forte Santa Catarina.

O que fazer em João Pessoa e arredores

Praia de Sagi | Sagi é uma pequena vila de pescadores que recentemente se abriu para o turismo. Então, se você gosta de novidade e é um turista amante da natureza, compre logo sua passagem. As belezas dessa praia devem atrair muita gente pra cá, e isso não vai demorar:  a praia é comparada a Pipa, também no litoral potiguar, há dez anos. Eu conto como é esta praia neste post.

praia-de-sagi-04

O visual da Praia de Sagi.

praia-de-sagi-09

Se você procura tranquilidade seu lugar é aqui.

Planeje sua viagem a João Pessoa

Quando ir | O melhor período para visitar João Pessoa é de novembro a janeiro. Neste período as águas estão mais claras.

Como chegar | Há voos partindo dos principais aeroportos do país para cá, mas você também pode chegar aqui de ônibus. A principal empresa que opera na Paraíba é a Progresso. Ah, e venha preparado porque um táxi do aeroporto até o Centro custa cerca de R$ 80. Para fugir desse absurdo eu caminhei até o ponto de ônibus onde ficam algumas vans e paguei R$ 40.

Onde comer | No Centro Histórico, almoce no Vila do Porto, um restaurante que funciona no Pátio São Pedro. Na Praia de Tambaú, fica o Mangai, o mais saboroso restaurante de comida nordestina que conheço. O Pontal do Cabo é ideal para o seu fim de tarde. Ele tem uma vista fantástica da cidade e você pode apreciá-la enquanto toma bons drinques.

Onde ficar |  Em João Pessoa, eu me hospedei no Hotel Ibis, que fica no final da Praia de Cabo Branco. A região é tranquila e bem perto da Ponta do Seixas, o emblemático ponto mais oriental do continente americano. Aqui há boas opções de restaurantes e a praia é super agradável.

Ainda precisa de hospedagem?
Veja outras opções de hospedagem em João Pessoa.

Minha viagem teve o apoio do Hotel Ibis João Pessoa.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

7 Comentários

  1. Avatar

    Vou em março … primeiro chegando e indo a Souza para visitar o Vale dos Dinossauros e depois aproveitando os dias em João Pessoa.
    Chegou a ir no Vale dos Dinossauros?

  2. Avatar
    Fátima Pereira on

    Olá, Altier, gostei das boas dicas. Conheço Jampa e outras cidades da Paraíba por conta de minha avó que nasceu na terrinha. Adoro tudo: comida, artesanato, as pessoas. Já visitei muitas vezes, inclusive a cidade onde a vovó nasceu, Pirpirituba, na região do Brejo.
    Em agosto volto à cidade e vou me esbaldar e aproveitar suas dicas sobre as piscinas, que nunca consegui ir, pois a maré não permitiu, o restante já conheço (mas não canso de ver).
    Uma observação: o restaurante Mangai fica em Manaíra, numa rua paralela a praia. Beleza de lugar e de delícias.
    Parabéns pelo seu site.
    Sucesso.

Escreva um comentário