Cesky Krumlov: a cidade medieval tcheca que é Patrimônio da Humanidade

Atualizado em 8 de novembro de 2022 – 5 min de leitura

Cesky Krumlov:

Cesky Krumlov é uma cidade que nasceu quando o Brasil ainda nem existia no mapa. Terra da nobreza mais rica da República Tcheca, seus primeiros traços surgiram ainda no século 13, com a construção do castelo que lhe deu o nome.

Uma breve caminhada pela cidade já é suficiente para nos levar a séculos atrás e é nos detalhes que mora a maior riqueza dessa herança medieval tcheca.

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

Patrimônio da Humanidade

O calçamento das ruas e as paredes das casas que são, em sua maioria, originais, os monumentos históricos bem preservados, o vai e vem de turistas – especialmente asiáticos – e o jeito hospitaleiro de quem vive na cidade são alguns pontos positivos de Cesky Krumlov: também por isso, seu Centro Histórico foi reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Eu passei dois dias na cidade e acho que este é o tempo ideal para uma estadia. Dá para fazer um final de semana romântico ou aproveitar para dar uma quebrada na correria dos grandes centros, se estiver fazendo uma grande viagem pela Europa.

Cesky Krumlov:

Nas margens do rio Moldava, tem de tudo um pouco: você pode visitar museus, degustar bons pratos e praticar esportes de aventura. Basta ter o olhar um cuidadoso que você conseguirá viver experiências incríveis.

O que ver e fazer em Cesky Krumlov

Antes de colocar a mochila nas costas e sair pela cidade, é importante saber que o cartão de turismo – o Český Krumlov Card – garante sua entrada em cinco principais atrações, como no Museu do Castelo, no Museu Regional e no Monastério Medieval.

O cartão custa CZK 400 e sai muito mais barato do que comprar cada ingresso individualmente.

Praça Svornosti

Este é o principal ponto de encontro da cidade e onde tudo acontece.

O tradicionalíssimo chafariz que enfeita o ambiente, os restaurantes que colocam suas mesas na calçada durante a estação mais quente e o vai e vem de gente do mundo inteiro já são motivos suficientes para você entender que este é seu lugar.

Castelo de Cesky Krumlov

Primeira e mais imponente construção da cidade, o castelo de Cesky Krumlov é imperdível. O museu funciona na parte antiga da construção, conhecida como Pequeno Castelo – Hrádek, em tcheco – e tem um acervo belíssimo com objetos, móveis e documentos da nobreza de vários períodos históricos.

Você não pode deixar de subir até a Torre do Castelo.

Além de ter uma vista panorâmica da cidade, você vai ver o jardim onde ursos são criados como animais de estimação durante séculos.

Cesky Krumlov:

Um detalhe muito curioso desse castelo é que as paredes são pintadas de forma que pareçam ser construídas com blocos de pedra, como nos tradicionais castelos que habitam nossa imaginação.

Museu Seidel

Este museu reconta a história de um dos pioneiros da fotografia, ainda no início do século 20.

Máquinas, ampliadores e, claro, fotografias mostram como era a vida e o trabalho do fotógrafo tcheco. Além disso, uma exposição de cartões-postais antigos nos faz voltar ao tempo.

Monastério Medieval

Um dos lugares que eu mais gostei na cidade foi o complexo do antigo monastério de Cesky Krumlov.

Eu realmente viajei no tempo imaginando como eram os rituais celebrados durante o período mais obscuro da Igreja e como era a vida das pessoas que tinham este lugar como moradia.

Cesky Krumlov:

Na visita, a gente pode conhecer alguns salões originais e suas pinturas detalhistas, o templo e outros ambientes. Talvez você ache que não há nada demais, mas dá para gastar um bom tempo vendo tudo com calma, e eu realmente desejo que você aproveite o máximo deste lugar.

Cesky Krumlov:

E tem, ainda, os jardins do Monastério, onde espécies de plantas e árvores frutíferas vem sendo cultivadas há séculos. Daqui, você pode aproveitar e descer para a avenida beira-rio, a Naplavka, que tem outro lugar bem interessante.

Avenida Naplavka

Toda a cidade é bastante fotogênica, como você pode imaginar, mas caminhar pela avenida beira-rio é especial.

Eu encontrei um conjunto de pequenas vias decoradas com flores e obras de arte moderna se encontram na beira do rio. Lojinhas de artesanato completam clima bucólico do lugar e, por isso, eu sugiro que você dê uma passadinha mesmo que despretensiosa.

Rio Moldava

Se você gosta de um pouco mais de adrenalina, há uma boa opção em Cesky Krumlov.

O rio de águas calmas que corta a cidade é ideal para passeios nos dias da primavera e do verão, quando o sol brilha forte. Em alguns pontos, diques foram construídos para dar mais velocidade à correnteza e isso é uma sensação à parte deste passeio.

Cesky Krumlov:

Além do caiaque, há opções como cavalgada, escalada, pesca e passeios de bicicleta que são organizados pela Expedicion.

Museu Regional

Além do Museu do Castelo, este é outro importante centro de memória da cidade e você vai entender melhor como surgiram as cidades do entorno, como viviam seus moradores e como Cesky Krumlov sobreviveu praticamente intacta à Segunda Guerra Mundial.

Há um mirante bem pertinho de onde você pode ver a parte da cidade e a Torre do Castelo.

Igreja de São Vito

É fácil perceber a presença desta igreja nas fotos da cidade.

É que sua torre branca, construída em estilo gótico, contrasta com os telhados vermelhos do casario medieval. Do lado de dentro, os destaques ficam com as três cúpulas e o altar barroco.

Cesky Krumlov:

Como visitar Cesky Krumlov

Quando ir

Cesky Krumlov é aquele tipo de cidade que sempre dá pra visitar.

No verão e na primavera, as ruas ficam mais cheias e há mais opções de atividades ao ar livre. No inverno, quando faz muito frio, a gente pode desfrutar do outro lado da cidade e se esquentar em uma lareira, provar da comida local e conhecer melhor a vida de quem vive aqui.

No final do inverno, entre fevereiro e março, acontece o masopust, o carnaval de Cesky Krumlov. Pelas ruas da cidade, moradores e turistas vestem suas fantasias para celebrar tradições seculares.

Essa é, sem dúvida, uma excelente época para visitar a cidade. Ainda assim, fique esperto porque é preciso fazer reservas com bastante antecedência. Para consultar as datas da festa, acesse o site da cidade.

Como chegar

Chegar a Cesky Krumlov é fácil e barato. De ônibus, você pode seguir com a Student Agency, uma das empresas mais famosas do país. Eu já expliquei como é  viajar de ônibus nesta parte da Europa.

Os veículos partem da estação Florenc e a viagem dura cerca de três horas.

Onde comer

Comer em Cesky Krumplov é barato. Claro que há opções caras para quem quiser pagar caro. Porém, é fácil encontrar restaurantes onde o jantar custa cerca de CZK 150.

Eu comi no Fontána e no restaurante do hotel Old Inn, que ficam ao redor da Praça Svornosti. A maioria dos pratos locais é feita com carne de porco, como o tradicionalíssimo knedlo, vepro, zelo, que vem com porco cozinho, repolho e dois tipos de pão. Eu não gostei.

Entre as comidas de rua, o trdelnik virou febre na cidade. Um dos doces mais famosos de Praga, aqui ele é vendido em lojinhas acompanhados de sorvete ou recheados com chocolate. Eu comi a versão tradicional, coberta com farinha e canela.

Onde ficar

Eu me hospedei no Svambersky Dum uma pequena hospedaria aconchegante em uma das casas mais antigas do Centro Histórico de Cesky Krumlov.

Além de estar perto de tudo, no andar térreo funciona um restaurante que serve comida local e é sempre bem movimentado. Os quartos são amplos, muito aconchegantes e alguns têm vista para o Castelo.

Informações Básicas

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar no país e permanecer por até 90 dias.

Documentos

É necessário apresentar o passaporte com seis meses de validade.

Dinheiro

A moeda nacional é a coroa tcheca, identificada pela sigla CZK e pelo símbolo Kč. Veja como usar seu dinheiro na República Tcheca.

Vacinas

Nenhuma vacina específica é exigida de brasileiros embarcados no Brasil, independentemente da idade e do motivo da viagem.

Informações sobre covid-19

Desde 9 de abril de 2022, a República Tcheca suspendeu todas as exigências relativas à pandemia de covid-19 para viajantes internacionais.

RETORNO AO BRASIL

De acordo com informações da Anvisa, viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro Viagem

O seguro viagem é obrigatório para todos os países europeus que fazem parte do Tratado de Schengen:   a República Tcheca é um deles. 

Sem o seguro, você pode ser impedido de entrar no país. E tem mais: há uma cobertura mínima de EUR 30.000. Portanto, você precisa informar para qual – ou quais – país vai viajar antes de comprar o seguro.

Eu sempre indico o Seguros Promo, um site que compara os preços de várias seguradoras e nos mostra os melhores valores para cada cobertura.

Além disso, nem todos os países têm um sistema de saúde público e gratuito. Na verdade, na maioria deles, viajantes estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita. Por isso, é muito importante ter o seguro internacional de saúde – também chamado de seguro viagem.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

Você já imaginou quanto custa um tratamento médico para esses casos em outros países? Dependendo da gravidade, o atendimento pode custar milhares de dólares, podendo gerar sérias dificuldades financeiras para você e seus familiares para o resto da vida.

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Veja mais dicas da República Tcheca

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se ainda tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo pelo Instagram: @altiermoulin. Aproveite, também, para ler outros posts sobre a República Tcheca.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *