Quando ir a Santiago do Chile: as melhores e piores épocas para viajar

Atualizado em 10 de outubro de 2022 – 2 min de leitura
Quando ir a Santiago do Chile

Foto: Exfordy

A verdade é que você pode ir a Santiago do Chile em qualquer época do ano. A cidade sempre terá algo interessante a oferecer, mas existem épocas melhores e piores para fazer alguns passeios e, por isso, é bom entender como é o clima da cidade.

Para começar, você precisa ter em mente que as estações seguem os mesmos meses que no Brasil. Só que a variação térmica – ou seja, as temperaturas – é completamente diferente da nossa: o inverno é bem mais rigoroso e o calor é intenso e seco.

Neste artigo, eu vou explicar sobre:

Quando ir a Santiago do Chile

Santiago fica a 520 metros acima do nível do mar e é cercada por picos da Cordilheira dos Andes. Isso influencia bastante em seu clima mediterrâneo continental.

Essa peculiaridade faz com que o inverno em Santiago seja frio mesmo.

É a época perfeita para quem curte atividades de neve e quer sentir o ar gelado que não temos em grande parte do Brasil.

Já o verão é longo, muito quente e com ar seco – isso significa que quase não chove.

Verão

A estação mais quente do ano vai de novembro a março.

Se você escolher ir a Santiago no verão, irá aproveitar dias quentes e secos. O termômetro chega a marcar 35 graus em dias extremos, mas o normal é curtir a cidade na média dos 30 graus.

A capital chilena tem muitos parques para você explorar e, como o verão é o período de férias, os lugares ficam mais vazios.

TEMPERATURAS MÁXIMAS E MÍNIMAS

A estação mais quente do ano é perfeita para conhecer o litoral, em cidades como Valparaíso e Viña Del Mar.

Essas duas cidades litorâneas são a sensação durante a virada de ano: há queima de fogos e muitas pessoas celebrando até o nascer do sol.

Inverno

O período de frio vai de junho a agosto.

É no inverno que você consegue ir a Santiago e ver neve. Fora dessa estação, é bem difícil encontrar os flocos brancos caindo do céu.

Na verdade, não é nem em Santiago que a neve cai, e sim nas montanhas ao redor.

Se quiser aproveitar a temporada de esqui, nesse período não tem erro, principalmente em julho e agosto.

Os termômetros chegam bem próximo de zero com frequência e a temperatura máxima raramente supera os 15 graus.

É importante ressaltar que é no inverno que acontece o período de chuvas.

PROBABILIDADE DE CHOVER

Em setembro acontecem várias comemorações em Santiago, celebrando a independência do Chile.

As chamadas Festas Patrias atraem diversos turistas e os locais também se divertem muito.

As ruas ficam lotadas com pessoas dançando cueca – dança típica da região – cozinhando e bebendo drinques tradicionais. É tudo bem diferente para quem não é da cidade.

Primavera e Outono

De março a junho e de setembro a novembro são as chamadas meias-estações.

Essas são as melhores épocas para quem não faz questão de esquiar e quer fugir do calor intenso.

Nesse período, as temperaturas ficam entre os 20 e dez graus.

É confortável o suficiente para caminhar bastante e conhecer os diversos parques e museus da cidade sem sentir muito calor e nem reclamar do frio.

Onde ficar em Santiago do Chile

O Centro tem opções boas para quem quer economizar, mas, nem sempre, são as melhores no quesito silêncio: essa é a região mais tumultuada, o que talvez atrapalhe quem busca por sossego.

Las Condes é um bairro residencial com ruas calmas, onde reinam a paz e a tranquilidade.

O Providencia é o meio termo, nem tão lotado como o Centro, mas não tão calmo quanto Las Condes: lojas, bares e restaurantes convivem bem com casas e prédios.

No Bellavista, uma das regiões mais boêmias da cidade, você estará perto de museus, galerias de arte e do Patio Bellavista, um complexo de bares e restaurantes muito bem frequentado. Além disso, o bairro fica pertinho do Cerro San Cristóbal, uma das atrações imperdíveis de Santiago.

Ibis Budget Santiago Providencia

O ibis budget Santiago Providencia tem uma localização ótima, em uma rua cheia de bares e restaurantes. Além disso, fica bem perto da estação do metrô e de vários pontos comerciais do bairro Providência ─ então já viu que é super fácil se locomover a partir do hotel, né?”

A vantagem de ficar em um hotel de rede internacional é a garantia de ser bem atendido e de encontrar quartos bem resolvidos, com o básico que precisamos para ter boas noites de sono. Vale a pena dar uma olhada com calma!

Onde ficar em Santiago

Pullman Santiago Vitacura

O Pullman Santiago Vitacura é um hotel maravilhoso. Perto de vários pontos turístico e de shoppings, é fácil chegar a qualquer parte da cidade. O atendimento é excelente e os funcionários são sempre super educados.

Onde ficar em Santiago

O café da manhã é bem farto, os pratos do restaurante são saborosíssimos e os drinques na área da piscina sã perfeitos. É uma excelente opção para você ficar em Santiago.

Onde ficar em Santiago

Nh Collection Santiago Casacostanera

O NH Collection Santiago Casacostanera é um hotel completo. Ele funciona dentro de um shopping de alto padrão, e, por isso, fica perto de é ótimos restaurantes e daqueles serviços que a gente sempre precisa durante uma viagem.

Os quartos são fabulosos, muito aconchegantes e alguns têm uma vista linda para a cidade. Atendimento super profissional, café da manhã dentro do esperado e preço justo pelo que o hotel oferece.

Onde ficar em Santiago

45 By Director

O 45 by Director tem quartos amplos, muito bem planejados e com camas excelentes. A roupa de cama e banho são de primeira qualidade e sempre estão limpas e cheirosas. O banheiro é ótimo e o chuveiro quente é tudo que precisamos depois de um dia longo e cheio de atividades.

Onde ficar em Santiago

A localização do hotel é excelente, no super querido Las Condes, pertinho de estações do metrô e do Shopping Costanera. É um opção muito boa para ficar em Santiago, especialmente se você levar em consideração o custo-benefício.

Onde ficar em Santiago

Ibis Santiago Las Condes Manquehue

O ibis Santiago Las Condes Manquehue também fica no Las Condes, bairro residencial com ruas calmas, onde reinam a paz e a tranquilidade. Isso não significa que você ficará isolado do resto mundo, porque ele se conecta muito bem com toda a cidade.

Mais uma vez, o padrão ibis não decepciona: quantos básicos, sem luxo, mas com limpeza e atendimento profissional. É perfeito para quem  não quer correr o risco de pagar caro por um hotel e se frustar. É, sem dúvida, um bom lugar para ficar em Santiago.

Onde ficar em Santiago

Holiday In Express

O Holiday Inn Express também é ideal para quem quer ficar em Santiago e não ter surpresas desagradáveis: os quartos são espaçosos, com janelas amplas, ar-condicionado e televisão, mantendo o padrão já conhecido dessa rede internacional de hotéis.

Onde ficar em Santiago

Como já falei, o bairro Las Condes é bem tranquilo e, nas redondezas, você vai encontrar estação de metrô, ótimos restaurantes e bares interessantes. O maior centro comercial do Chile, o Costanera Center, também fica pertinho.

Hotel Diego De Velazquez

O Hotel Diego de Velazquez é uma opção bem mais elegante para quem quer ficar em Santiago. Ele fica no bairro Providencia, bem pertinho de shoppings, cafés, bons restaurantes e, claro, da estação de metrô, o que facilita muito na hora de se locomover na cidade.

Onde ficar em Santiago

Os quartos são modernos, com televisão, ar-condicionado, internet e frigobar. O café da manhã é muito elogiado e, para outras refeições, uma opção é o restaurante do hotel, que tem uma grande variedade de pratos: dos clássicos do Mediterrâneo, incluindo pizzas e massas, a comidas típicas daqui.

Plaza El Bosque Nueva

Sem dúvida, o Plaza El Bosque Nueva é uma das melhores opções para ficar em Santiago, principalmente para quem gosta de conforto, aprecia bons hotéis e busca sossego, porque ele fica no bairro Las Condes, uma tranquila área residencial da cidade.

Onde ficar em Santiago

O hotel tem piscina de borda infinita com vista para as montanhas de Santiago e você pode aproveitar para receber uma massagem e relaxar depois de um dia longo explorando a cidade. Os quartos são excelentes, equipados com móveis novos, ar-condicionado, têm internet grátis e a decoração, tanto dos quartos quanto das áreas comuns, é impecável.

Onde ficar em Santiago

Hostal Forestal

O Hostal Forestal tem muitos pontos positivos e por isso é um dos queridinhos de Santiago. Vamos começar falando dos quartos que estão sempre muito organizados, limpos e arejados. Isso é perfeito para quem vai ficar em um quarto compartilhado.

A localização é excelente, no Bellavista, perto de estações do metrô e vários restaurantes e barzinhos. Os espaços coletivos são muito aconchegantes e, além disso, o hostel é LGBTQIA+ friendly.

Onde ficar em Santiago

Yogi Hostel

O Yogi Hostel é todo bonitinho: cozinha bem equipada, sempre muito limpo, camas confortáveis e quentinhas. A localização é ótima, super tranquila para sair a pé, tanto de dia quanto à noite.

Onde ficar em Santiago

Há quartos compartilhados, para no máximo quatro viajantes, e privativo também. Mas o que todo mundo comenta é do atendimento: as meninas da recepção nos ajudam com tudo e são super atenciosas.

Onde ficar em Santiago

Hostal Providencia

O Hostal Providencia, apesar do nome, fica no Centro. Para quem quer conhecer os diversos museus, parques e mergulhar na história da cidade, é a melhor opção. Os quartos têm internet, televisão e banheiro. Também há quartos para família.

Onde ficar em Santiago

Comece o dia com o café da manhã e, para as outras refeições, você pode usar a cozinha compartilhada: uma boa opção para quem quer economizar ou tem dieta restrita. Além disso, o bar do hostel é um ótimo lugar para curtir o happy hour e começar bem a noite chilena.

Sunset Aparts

O Sunset Aparts é um prédio de apartamentos alugados por temporada. Há várias opções de tamanho, que acomodam de três a cinco pessoas. Todos são muito bem equipados e com limpeza e manutenção em dia.

A localização é ótima, no bairro Las Condes, perto de tudo que geralmente precisamos: casa de câmbio, restaurantes, shopping, farmácia ─ dá pra fazer tudo a pé. O pessoal que administra as reservas é super atencioso e facilita muito a nossa vida.

Onde ficar em Santiago

Departamentos en Santiago R&M

Os Departamentos en Santiago R&M são perfeitos para quem quer ficar no Centro de Santiago sem gastar muito e ainda ter a privacidade de um apartamento. As unidades são grandes, bem equipadas e acomodam até oito pessoas.

Onde ficar em Santiago

Como fica pertinho da Plaza de Armas, será super fácil se locomover para todos os cantos da cidade, já que está é a região mais central de Santiago. O custo-benefício é muito interessante, o que colabora para esta ser uma boa opção para ficar em Santiago.

The Place

O The Place é um apart-hotel com a privacidade de apartamentos super bem equipados e as comodidades de um hotel, como café da manhã e serviço de quarto. Então, se você procura facilidade e comodidade, esse pode ser o melhor lugar para você ficar em Santiago.

Onde ficar em Santiago

A piscina é maravilhosa, a recepção é extremamente bem decorada e aconchegante, o workplace é ótimo para quem precisa trabalhar durante a viagem ─ a internet é realmente muito boa. Há um café no térreo que é maravilhoso, ele é aberto ao público em geral e você precisa dar um pulinho lá para experimentar as delícias da vitrine.

Faixas de preço em Santiago

Agora que você já viu as minhas opções preferidas – não só as minhas, mas as de muita gente também – é hora de dar uma olhada nos preços antes de decidir onde ficar em Santiago.



Booking.com

No mapa acima estão todas as opções de hospedagem da cidade, especialmente as do Centro.  Para saber mais, você só precisa clicar nos pins azuis e pronto. 

 

Informações Básicas

Visto

Não é necessário ter  visto para entrar no país e o tempo de permanência é de até 90 dias.

Documentos

Você pode apresentar o passaporte ou a carteira de identidade emitida há menos de dez anos.

Moeda

O peso chileno, representado pela sigla CLP, é a moeda local. Você pode levar dólares e trocar ao chegar.

Vacinas

Não há exigência de vacinação para nenhuma doença não importa qual seja o motivo da viagem.

Informações sobre covid-19

As autoridades chilenas deixaram de exigir comprovantes de vacinação e testes RT-PCR de todos os viajantes, vacinados ou não. Entretanto, você precisa cumprir alguns procedimentos antes de embarcar para o país:

  1. Preencher a Declaração Juramentada C19 para validar o comprovante de vacinação e obter o Pase de Movilidad Chileno, necessário para frequentar ambientes fechados e viajar em transporte coletivo, por exemplo;
  2. Estar preparado para testes aleatórios na chegada ao país: se o resultado for positivo, você poderá ser orientado a fazer quarentena;
  3. Se você for um viajante vacinado e tomou a última dose há mais de seis meses, a dose de reforço será exigida.
Retorno ao Brasil

De acordo com informações da Anvisa, viajantes com o esquema vacinal completo não precisam fazer teste de antígeno (teste rápido) ou RT-PCR para retornar ao Brasil, e também não é preciso preencher a Declaração de Saúde do Viajante, que está suspensa pela Anvisa.

Viajantes não-vacinados ou vacinados parcialmente precisam apresentar resultado negativo de teste de antígeno (teste rápido), coletado até 24 horas antes do voo, ou RT-PCR, coletado até 72 horas antes do embarque.

Seguro viagem

Apesar de não ser obrigatório,  viajar sem um seguro viagem com cobertura para covid-19 não é uma boa ideia. 

É que nem todos os países têm um sistema de saúde público e gratuito. Na verdade, na maioria deles, viajantes estrangeiros não têm acesso a assistência médica gratuita. Por isso, é muito importante ter o seguro internacional de saúde – também chamado de seguro viagem –, mesmo que ele não seja obrigatório.

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

Você já imaginou quanto custa um tratamento médico para esses casos em outros países? Dependendo da gravidade, o atendimento pode custar milhares de dólares, podendo gerar sérias dificuldades financeiras para você e seus familiares para o resto da vida.

Então, antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para comparar valores antes de fazer a compra. Eles têm um suporte muito eficiente e preços sempre muito bons.

MAIS COMPRIDO DO MUNDO

O Chile é o país mais comprido do mundo, com uma distância de 4.329 quilômetros entre seu ponto mais ao norte e mais ao sul. Por ter uma geografia extremamente diversa é possível conhecer regiões com climas muito distintos entre si.

Além do fato de que o país está espremido entre a Cordilheira dos Andes, ao leste, e o Oceano Pacífico, seu atual território envolve fronteiras, ainda, conquistas políticas e militares.

No norte, está o deserto do Atacama, considerado o mais seco do mundo. Ao sul, fica a Patagônia, território de temperaturas glaciais dividido entre Chile e Argentina. Com tantos contrastes, o território chileno tem paisagens realmente inesquecíveis.

A maior parte da população vive no centro do país. Uma das maiores cidades da América Latina, a capital Santiago se destaca pela gastronomia e pela agitada vida noturna. A charmosa Valparaíso, localizada no litoral, é marcada pelas construções coloridas.

Veja mais dicas do Chile

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver mais dicas do Chile.

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

2 Comentários

  1. Camila

    Olá, eu quero ir em maio para o chile, será que conseguirei ver neve ?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Camila.

      Você pode (talvez) ver o gelo nas montanhas mais altas, mas neve mesmo será difícil.

      Um abraço.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5