Onde se hospedar em Jujuy, na Argentina: melhores áreas e preços

0

Atualizado em 29 de julho de 2020

San Salvador de Jujuy é a capital da província de Jujuy, no noroeste da Argentina. Essa região é muito famosa por sua geografia única e exuberante, que forma montes coloridos e caminhos que deixam apaixonados todos os viajantes que aqui chegam. Mas, para programar sua viagem, você deve escolher bem onde se hospedar em Jujuy.

A cidade é simples, tem um clima árido e pode ser bem fria no inverno.

Na área mais turística, nos arredores da Plaza Belgrano, no Centro, você ficará bem acomodado: aqui, em poucos minutos de caminhada, você encontra restaurantes, lanchonetes, lojas e algumas atrações turísticas, como a Catedral Basílica e o Palácio do Governo.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

Antes de continuar, anote essas dicas:

  • Visitar a região de Jujuy e Salta vai lhe exigir tempo: no mínimo, sete dias;
  • Os meses do meio do ano são mais secos e, também, mais frios;
  • Vá conhecer o Parque Botânico de Jujuy e faça a trilha até o mirante;
  • A cidadezinha que eu mais gostei foi Purmamarca;
  • As visitas ao El Hornocal e às Salinas Grandes são imperdíveis;
  • Tudo isso eu explico melhor em: Salta e Jujuy: o exuberante norte da Argentina.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

Onde se hospedar em Jujuy

Eu sempre uso o Booking para fazer as minhas reservas. É o site que eu mais confio e ele tem várias facilidades. Quer alguns exemplos? Você escolhe a moeda que quer pagar, se quer pagar antecipadamente ou na hora da chegada, e nem precisa ter cartão de crédito para fazer as reservas.

Sem falar que a maioria das hospedagens tem cancelamento gratuito – é gratuito mesmo – e quanto mais você usa o site, mais descontos você ganha: veja como participar aqui. Dito isso, vamos às minhas dicas de hotéis, hostels e apartamentos.

GREGORIO I | MUITO PROCURADO

Muito bem avaliado pelos hóspedes, este é um dos hotéis mais tradicionais de Jujuy. Os funcionários são sempre prestativos e deixam a hospedagem de qualquer um por aqui mais leve e menos complicada. A cama é ótima, o chuveiro com água quente é indispensável no inverno e a limpeza dos quartos é sempre bem elogiada.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

Pertinho da Plaza Belgrano, ele tem internet sem fio e café da manhã com iguarias locais. O Gregório I Hotel é um básicão que pode ser ideal para você se hospedar em Jujuy, mas, fique esperto, porque nem sempre é fácil encontrar uma vaga no hotel. Por isso, reservar com antecedência é obrigatório.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

Se você gosta de conhecer a vida noturna das cidades, o hotel é indicado para você. É que ele fica a poucos metros de vários barzinhos: dá para ir caminhando. Resumindo: o preço é justo, compatível com que o hotel oferece e a localização é excelente. A diária para duas pessoas custa cerca de R$ 200.

HOWARD JOHNSON | PADRÃO MUNDIAL

Para quem gosta de hotéis grandões no melhor estilo internacional, esta opção é a melhor. Cheio de elogios dos hóspedes, ele tem um excelente custo-benefício e quartos amplos com camas grandes e confortáveis. O hotel tem restaurante e até um cassino, onde você pode passar o tempo e até arriscar a sorte.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

Eu também preciso falar da piscina e da vista bem interessante para as montanhas que cercam a cidade.

Para quem não gosta de ficar sem fazer uma atividade física, há uma sala com alguns aparelhos de musculação e de pilates – nada que me faça dizer que é uma academia, mas vale a pena. Se precisar de ajuda para contratar os passeios na região, o pessoal da recepção pode ajudar. Eles são realmente muito atenciosos.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

O Howard Johnson Plaza Jujuy fica no Centro, perto de tudo, e daqui você pode andar sem pressa pela cidade. Mas, antes, claro, não perca o café da manhã que também é muito elogiado. Na minha opinião, este é o melhor hotel de Jujuy. Uma diária para casal custa cerca de R$ 350.

GUEST HOUSE JUJUY | HOTEL ECONÔMICO

Este hotel fica pertinho da Plaza Belgrano, no centro de Jujuy, e tem quartos aconchegantes e internet sem fio em todas as áreas. O tamanho dos quartos, geralmente, é bem elogiado e alguns têm mesa, cadeiras e geladeira, o que pode ser ótimo para quem pensa em fazer refeições rápidas no quarto.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

A localização é mesmo imbatível, perto de lojas, centros comerciais e restaurantes, e a segurança também é uma questão muito elogiada. Aliás, de forma geral, esta região de Jujuy é bem segura, claro, com os cuidados que temos em qualquer lugar.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

A limpeza é outro ponto muito positivo do Guest House Jujuy. Sem falar, claro, que o sistema de aquecimento é indispensável para os dias mais frios. Se estiver de carro, você ainda pode usar o estacionamento do hotel.

MUNAY | HOTEL ECONÔMICO

A apenas duas quadras da praça principal de Jujuy, o Munay é uma empresa familiar e só por isso você pode imaginar que o atendimento é bem elogiado. A decoração rústica valoriza a imersão na cultura do norte argentino, embora esteja precisando de uns reparos.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

Os quartos são simples, mas o diferencial é o preço, ideal para quem está só de passagem e não quer ficar muito distante do centro. O café da manhã é básico, mas bem saboroso: muitos hóspedes acham que é compatível com o que se paga pela diária.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

O hotel pode parecer apenas mais um basicão, mas tem duas coisas muito importantes: sistema de aquecimento e tratamento acústico. É que mesmo estando em uma avenida bem movimentada, o barulho nos quartos é mínimo. Uma diária para casal custa, mais ou menos, R$ 110.

ALTO BELGRANO | APARTAMENTO COMPLETO

Fantástico! Esta é a avaliação dos hospedes que já ficaram no Alto Belgrano, e isso não é por acaso. É que o dono desse apartamento, o Nicolas, capricha na limpeza, no atendimento e no conforto dos quartos: tudo o que a gente precisa para ter noites revigorantes, não é mesmo?

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

A cozinha completa é ideal para quem pensa em cozinhar e para quem está com crianças se hospedar em Jujuy: o supermercado fica a cerca de 400 metros daqui e o Shopping Annuar está a três quadras.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

Por falar nisso, ele fica perto de tudo: a Plaza Belgrano fica a meia quadra e a rua de pedestres, onde há bares e restaurantes, a duas quadras. Se você está procurando um apartamento parase hospedar em Jujuy, na minha opinião, esta é uma das melhores escolhas. A diária para até três adultos custa cerca de R$ 200.

SAMAÑA | APARTAMENTO COMPLETO

Este é outro apartamento muito bem avaliado. Tem internet, cozinha completa, sala com televisão e é muito bom para quem está viajando em casal ou com amigos. Se estiver de carro, solicite uma vaga no estacionamento e fique mais tranquilo.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

Ele fica em uma área bem silenciosa e tem dois supermercados a poucas quadras. Outro ponto positivo é que o Samaña não exige cartão de crédito para fazer a reserva e, geralmente, tem uma política de cancelamentos bem flexível.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

O anfitrião, Emilio, é bem prestativo e, geralmente, permite que você fique umas horinhas a mais sem cobrar nada por isso. O apartamento comporta até três adultos: uma cama de casal e um sofá-cama na sala, e a diária para até três pessoas custa, aproximadamente, R$ 160.

HOSTAL ALTO VERDE | HOSTEL BARATINHO

Para quem está contando as moedinhas, a dica é este hostel. Ele não fica tão pertinho do centro, mas vamos ao que realmente importa: a cama é boa, o atendimento legal e o café da manhã tá aprovado. É isso que você procura? Ah! Tem tomada perto da cama – a gente agradece demais – e a internet sem fio realmente funciona: isso é raridade em Jujuy.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

O Hostal Alto Verde é ideal para quem quer ficar mais tempo na cidade e, assim, poder usar o transporte público. Sem falar que hostel é hostel, né gente? Dá para fazer amigos e combinar vários passeios juntos.

Onde se hospedar em Jujuy na Argentina

E olha que que eu ainda nem falei que a diária custa solamente R$ 30 em quarto compartilhado. E tem mais: não é preciso pagar nada antecipadamente e as regras de cancelamento são bem flexíveis. É ou não é uma boa opção para se hospedar em Jujuy?

Informações Básicas
Visto | Brasileiros  não precisam de visto para entrar no país e o tempo de permanência é de até 90 dias. 
Documentos | Brasileiros podem apresentar o passaporte ou a carteira de identidade emitida há menos de 10 anos.
Moeda | O peso argentino (ARG) é a moeda local. Para sua viagem, leve reais ou dólares e troque nas casas de câmbio.
Vacinas | Nenhuma vacina é obrigatória, independentemente do motivo da viagem, mas é indicado ter um seguro viagem.

Veja mais sobre a Argentina

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo e aproveite para ver outras dicas.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um viajante apaixonado pelas coisas desse mundo. Um jornalista que adora contar boas histórias e compartilhar informações de viagem. Meu propósito de vida é ajudar outras pessoas a conhecerem lugares novos e a viverem experiências inesquecíveis.

Escreva um comentário

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Altier Moulin (@penaestrada) em