Conheça o divertido Kunsthofpassage

2

Atualizado em 5 de março de 2018

Dresden é uma cidade cheia de peculiaridades e isso vai muito além dos sinais deixados pela Segunda Guerra Mundial. Sobre isso, eu conto em: A herança de Dresden na Segunda Guerra. A vida, por aqui, também acontece nos pátios dos prédios. Um belo exemplo disso é o divertido  Kunsthofpassage, no bairro de Neustadt.

Esses pátios eram, até os anos 2000, travessas nada interessantes que serviam apenas de atalho entre uma rua e outra. Só que, com o tempo, eles foram se transformando em pequenas galerias. Agora, estão cheias de cafés, lojas de artesanato, bistrôs e, principalmente, centros de arte.

Arte que, no Kunsthofpassage, o mais famoso da cidade, está nas fachadas dos prédios, nas esculturas e nos pequenos detalhes. Basta olhar ao redor para se encantar. Aqui, sentado em uma das cadeiras colocadas nos pátios, aproveitei para saborear as frutas frescas que são vendidas pelos moradores. Complementando, uma melodia jovial sai de um dos apartamentos que oferece aulas de piano.

Conheça o divertido Kunsthofpassage

O ambiente do Kunsthofpassage.

Conheça o divertido Kunsthofpassage

Cesta de morangos vendidos por moradores.

O divertido Kunsthofpassage

O Kunsthofpassage é, na verdade, o conjunto de cinco pátios. Eles receberam nomes relativos às instalações que acolhem. No Pátio das LuzesHof des Lichts, em alemão – há um prédio amarelo decorado com chapas metálicas que refletem intensamente os raios solares.

Conheça o divertido Kunsthofpassage

O prédio que dá nome ao Pátio das Luzes.

No Pátio dos AnimaisHof der Tiere –, macacos descem pelas paredes. Ao mesmo tempo, uma girafa em tamanho real parece comer um pedaço do prédio e aves voam em bando. O Pátio da Criatura MíticaHof der Fabelwesen – é cheio de gravuras, que lembram pinturas rupestres deixadas por povos primitivos. Elas representam o fluxo da vida.

Conheça o divertido Kunsthofpassage

O Pátio dos Animais.

Conheça o divertido Kunsthofpassage

O Pátio da Criatura Mítica.

Conheça o divertido Kunsthofpassage

A gravuras que se assemelham a pinturas rupestres.

O Pátio do ElementoHof der Elemente – foi inspirado na arquitetura de São Petersburgo, na Rússia. Aqui, um conjunto de calhas super diferentes forma uma sinfonia nos dias de chuva. Por isso, elas ficaram conhecidas como as calhas cantantes. Por último, o Pátio da MetamorfoseHof der Metamorphosen –, o menos interessante de todos.

Conheça o divertido Kunsthofpassage

As calhas que cantam.

Conheça o divertido Kunsthofpassage

A criatividade dos artistas fez deste pátio um dos mais interessantes.

Programe seu passeio pelo Kunsthofpassage

Quanto custa | A entrada no Kunsthofpassage é gratuita.

Quando ir | Os comércios do Kunsthofpassage funcionam de segunda a sexta, das 13h às 19h. Nos finais de semana, das 10h às 20h.

Dresden tem um verão com temperaturas amenas, mas esse é também o período mais chuvoso. Julho é o mês que mais chove. O inverno é seco e muito frio, com temperaturas sempre abaixo de zero. A neve cai durante os meses de novembro a março. Em minha opinião, o melhor período para conhecer Dresden é de maio a setembro, quando os dias estão mais claros e mais longos.

Conheça o divertido Kunsthofpassage

Uma das entradas do Kunsthofpassage.

Conheça o divertido Kunsthofpassage

A placa com a vaca voadora.

Como chegar | Encontrar o Kunsthofpassage é fácil. Você só precisa prestar atenção às placas com uma vaca voadora que fica nas ruas Alaunstrasse 70 e GörlitzerStrasse 20-25, no bairro de Neustadt.

Partindo do Centro, você deve tomar a linha S1, do metrô, e descer na estação Dresden-Neustadt. De tram, o sistema de bondinhos de Dresden, você pode escolher entre as linhas 7 e 8, parando na estação Louisenstraße. O Aeroporto de Dresden (DSR) recebe somente voos domésticos, e fica a 12 quilômetros do centro da cidade.

Onde ficar | Dresden tem ótimas opções de hospedagem, e isso inclui as redes mundiais, como os hotéis Ibis, e hostels mais baratinhos. Eu me hospedei no Ibis Bastei. Ele fica numa região bastante comercial, super movimentada com muitas lojas, bares e restaurantes. Além disso, a Estação Central de trens fica a duas quadras e o Centro Histórico, a cerca de 15 minutos caminhando. Veja outras opções de hospedagem em Dresden.

Visto | Brasileiros não precisam de visto para entrar na Alemanha, e podem permanecer aqui por até 90 dias. Na chegada, o oficial da imigração poderá exigir, além de seu passaporte, a passagem de volta e o comprovante do seguro viagem, que é obrigatório para todos os países que assinaram o Acordo de Schengen.

Outras informações | Para ver outras informações sobre a Alemanha e planejar sua viagem com mais precisão, leia: Viagem para a Alemanha: o que você precisa saber. Para quem gosta de cinema, uma boa dica é dar uma olhada nessa lista: Nove filmes sobre a Segunda Guerra Mundial.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

2 Comentários

  1. Avatar
    GABRIELA BATELI FERREIRA on

    Parabéns pelo post Altier….adorei! Estou indo para Alemanha em Maio, e vou passar por Dresden antes de ir para Praga…
    Obrigada pelas dicas, serão muito úteis!

Escreva um comentário