Como chegar a Bonito: dicas para escolher a melhor opção – com preços

0

Atualizado em 11 de abril de 2021

Como chegar a Bonito

Você sabe como chegar a Bonito? Se ainda tiver dúvidas, não esquenta porque eu também tinha. Então, é bom dar uma olhada nestas dicas para entender qual a melhor opção de transporte e como planejar sua viagem.

Bonito fica no Mato Grosso do Sul e é considerado o  destino de ecoturismo número um  do Brasil.

Nesta terra onde a natureza foi mais que gentil, tudo parece perfeito: os rios e lagoas de água cristalina, as montanhas que formam a Serra da Bodoquena e a abundante presença de animais silvestres comprovam o que todo mundo imagina: Bonito é mesmo bonito – ou mais do que isso.

→ Onde ficar em Campo Grande

São quase 300 quilômetros da capital, Campo Grande, o principal ponto de partida para quem quer conhecer Bonito e toda essa região: na verdade, Bonito é a base para vários passeios incríveis que estão espalhados por uma área gigantesca.

Só para você ter ideia, o Recanto Ecológico Rio da Prata, onde a gente faz flutuação pelo rio, fica a 50 quilômetros, na cidade vizinha de Jardim. Então, você precisa considerar esses deslocamentos na hora de planejar sua viagem.

SERRA DA BODOQUENA
O Parque Nacional da Serra da Bodoquena é uma área de proteção ambiental com quase 77 mil hectares que é a origem de várias belezas naturais de Bonito.

Muitos rios que fazem parte do roteiro turístico das cidades vizinhas nascem na Serra: o Rio Perdido, que tem esse nome porque desaparece por caminhos subterrâneos e volta à superfície logo depois, é o  único ponto dentro do Parque  que pode ser visitado.

Buscando o reconhecimento da Unesco como geoparque, toda essa área – considerando 13 municípios dos arredores de Bonito e incluindo partes do Pantanal e da Serra de Maracaju – tem vários outros atrativos abertos a visitação, como as Grutas de São Miguel e do Lago Azul e o Buraco da Araras.

Mas, afinal, qual a melhor maneira de chegar a Bonito? É isso que eu explico a partir de agora.

Como chegar a Bonito

Para decidir como chegar a Bonito, é preciso entender suas prioridades, quanto tempo disponível você tem e o quanto você pode gastar com deslocamentos.

Todas as opções têm prós e contras – pontos positivos que valem todo o investimento e esforço e pontos negativos que podem ser minimizados fazendo as escolhas certas.

De avião

O principal aeroporto da região fica na capital. O Aeroporto Internacional de Campo Grande (CGR) tem conexões rápidas com São Paulo – o voo dura cerca de 1h35 – e os preços variam de acordo com a época do ano, mas é fácil encontrar passagem em torno de R$ 350 – ida e volta com taxas.

De Campo Grande a Bonito são quase 300 quilômetros de estrada e você pode completar a viagem de ônibus, de van ou de carro. Mas, antes de falar sobre isso, eu quero explicar sobre os voos diretos.

→ Consulte o preço da passagem

Existe a opção de voar direto para Bonito, pousando no Aeroporto Regional de Bonito (BYO).

Operados apenas pela Azul, os voos partem do Aeroporto Internacional de Viracopos (VCP), em Campinas, pelo menos três vezes por semana.

No caminho inverso – de Bonito para Campinas – é necessário fazer uma conexão em Corumbá. Por isso, a viagem dura cerca de 4h30.

Vale lembrar que a Azul oferece transporte gratuito entre São Paulo e Campinas: veja os horários e os locais de partida.

Como você já deve saber, o preço da passagem varia de acordo com a época do ano. Mas, é fácil encontrar passagem em torno de R$ 450 – ida e volta com taxas.

O aeroporto de Bonito é pequeno. Basicamente, uma pista e uma pequena sala de embarque e desembarque. De qualquer forma, ele atende à principal necessidade: conectar Bonito a um grande centro com voos que duram menos de uma hora.

→ Consulte o preço da passagem

O grande ponto positivo é eliminar o percurso terrestre: a gente sai do aeroporto e está dentro da cidade.

Vale lembrar que o aeroporto tem recebido várias melhorias – principalmente no quesito segurança.

Como chegar a Bonito: avião

Para escolher entre um voo direto ou com conexão em Campo Grande, é preciso avaliar rota da cidade de onde você está partindo.

Geralmente,  os voos direto compensam mais , tanto pela economia de tempo quanto pelo preço, que acaba não tendo grande diferença – especialmente, quando comprado com antecedência.

De ônibus

Uma forma bem prática de chegar a Bonito é de transfer. Do aeroporto de Campo Grande,  há vans e ônibus  que fazem o percurso até Bonito – são 4h30 de viagem.

Você pode reservar com antecedência com alguma agência da cidade.

→ Lista de agências de Bonito

A empresa mais tradicional é a Vanzella, que tem saídas todos os dias em vários horário. A passagem custa R$ 100.

Como chegar a Bonito: vanzella

Você também pode tirar dúvidas pelo WhatsApp: (67) 99947-2875.

A empresa Cruzeiro do Sul faz a rota entre Campo Grande e Bonito saindo da rodoviária.

De carro

Se for alugar um carro, no aeroporto há várias agências, mas eu aconselho fazer a reserva com antecedência.

É importante saber que os atrativos turísticos estão localizados em propriedades públicas e privativas – a maioria delas são Reservas Particulares de Patrimônio Natural (RPPN) – e o acesso é por estrada de terra.

De Campo Grande a Bonito, a estrada é asfaltada e tem boa manutenção, com muitas retas e trânsito tranquilo.

→ Quando ir a Bonito

Então, também é preciso avaliar cada caso: se você estiver viajando com a família, pode ser interessante alugar um carro. Mas, se estiver só ou se não quiser dirigir, você pode contratar uma agência. Ela vai organizar tudo o que você precisa.

Aliás, você já deve saber, mas não custa lembrar que todos  os passeios são feitos com agência e guia local. 

LIMITE DE VISITANTES
Bonito é considerado o destino número um em ecoturismo no Brasil. Muito mais do que marketing, isso é o resultado de anos de muita organização e, principalmente, de compromisso com o meio ambiente.

Por isso, para fazer qualquer passeio na região, é preciso ter uma reserva, porque cada lugar tem um limite diário de visitantes. Então, se você deixar tudo para a última hora, pode ser que não consiga uma vaga e, neste caso, não há o que fazer.

As reservas são feitas exclusivamente pelas agências e todos os passeios são acompanhados de um guia.

Eu fiz todos os passeios com a agência Águas Turismo. Se quiser, você pode tirar dúvidas e fazer as reservas pelo WhatsApp: (67) 98111-2812.

Onde ficar em Bonito

É muito importante saber que as maravilhas que fazem Bonito ser tão famoso estão espalhadas por uma área muito grande. Então, você precisa considerar esses deslocamentos na hora de planejar sua viagem.

→ Onde ficar em Bonito

Na prática, Bonito é a base para fazer os passeios e eles podem durar um dia inteiro.

As melhores áreas

Bonito tem uma estrutura muito boa de hospedagem e estas são as melhores áreas para se hospedar em Bonito:

PRAÇA DA LIBERDADE

Ficar hospedado no Centro – especialmente nos arredores da Praça da Liberdade – é a melhor escolha. É nesta parte que estão bares, restaurantes, lojas, agências de turismo e outros serviços que a gente sempre precisa durante uma viagem.

Nesta parte do Centro, boas opções são os hotéis Pirá MiúnaParaíso das Águas e Hotel da Praça.

Duas pousadas excelentes também ficam nesta área: Arte da Natureza e Gira Sol.

AVENIDA CORONEL PILAD

Na principal avenida da cidade, há duas regiões interessantes. A primeira é justamente nos arredores da Praça da Liberdade. A outra fica numa área mais nova, no começo da avenida, entre os bairros Formoso e Singular.

Onde ficar em Bonito

Na avenida, a apenas algumas ruas do Centro, estão as pousadas Surucuá e Chalé do Bosque, e o Wetiga Hotel.

ÁREA RURAL

Se você quiser uma imersão completa na natureza exuberante desta parte do Brasil, é só escolher um hotel bem completo. Assim, mesmo longe do Centro, você não sentirá falta de nada.

Onde ficar em Bonito

Nesta categoria mais próxima da natureza, o Zagaia Eco Resort fica pertinho do Centro e é sensacional. Tem também a incrível Pousada Boyrá, o Hotel Santa Esmeralda e o Hotel Cabanas.

Casas de temporada

Há várias casas e apartamentos ótimos em Bonito e elas podem ser uma boa opção se você for viajar com a família, em grupo de amigos ou, simplesmente, se quiser ter mais privacidade.

→ Todas as casas de temporada

Neste caso, ficar na área do Centro é melhor,  porque os restaurantes e os mercados ficam nesta área – e você pode preparar a própria comida. Se estiver de carro, pode até escolher casas mais distantes da Avenida Coronel Pilad, a principal da cidade, mas a diferença de preço não é tão grande.

Veja mais dicas do Mato Grosso do Sul

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas.

SOBRE O AUTOR

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

Escreva um comentário