Quando ir a Cambará do Sul: melhor época para viajar

1

Atualizado em 2 de setembro de 2020

Antes de partir rumo aos cânions do sul do Brasil, você precisa conhecer um pouco mais sobre o clima dessa região. Isso será fundamental para você decidir quando ir a Cambará do Sul, cidade que é a porta de entrada para os Parques Nacionais que abrigam os cânions.

Em Cambará, como também é conhecida a cidade, a estação quente dura longos seis meses:  de outubro a abril,  e a temperatura máxima fica em torno dos 29 graus, mas nunca ultrapassa os 35. Isso significa que faz calor e, com o céu quase sempre encoberto, o clima parece ainda mais abafado.

CLIQUE E SAIBA MAIS SOBRE OS PARQUES NACIONAIS

Na divisa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina estão dois Parques Nacionais: o de Aparados da Serra e o da Serra Geral. Eles protegem uma área de 30.360 hectares e têm uma paisagem cheia de cânions, vales e platôs.

Uma característica bem peculiar são os paredões de rocha que chegam a 980 metros de altura. É por causa desses paredões que o Parque ganhou o nome de Aparados da Serra, pois os paredões verticais parecem ter sido aparados com faca, quando comparado a outras formações rochosas da região.

O Parque Nacional da Serra Geral foi criado em 1992, e tem 17.300 hectares. Suas principais atrações são as trilhas do Mirante do Cânion Fortaleza, da Pedra do Segredo e da Borda dos Cânions.

O inverno é curto, agradável e com  céu quase sempre sem nuvens.  Ele dura pouco mais de dois meses, de 14 de maio a 27 de julho. Nesse período, a temperatura mínima pode cair para cerca de 14 graus.

Veja, agora, alguns fatores que podem ajudar na hora de escolher quando ir a Cambará do Sul:

  • O verão é longo, quente e abafado;
  • As chuvas são mais volumosas na estação quente;
  • Com céu cheio de nuvens, a visibilidade dos cânions é prejudicada;
  • Os meses do meio do ano têm céu quase sempre aberto;
  • A temperatura mínima no inverno fica em torno de 14 graus;
  • No verão, o termômetro pode chegar a 35 graus.

Quando ir a Cambará do Sul

Se você prefere aproveitar dias pouco encobertos, sem chuva e com temperaturas agradáveis – entre 18 e 27 graus -, a melhor época para visitar Cambará do Sul é do meio de abril ao fim de setembro, sendo que o melhor período é a segunda semana de maio.

Esse período é ideal para quem quer explorar a natureza dos Parques Nacionais Aparados da Serra e das Serras Gerais, que ficam na divisa entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Para quem não se importa com calor ou até prefere dias mais quentes, outras duas boas épocas para viajar são do início de março ao início de maio e do início de novembro ao meio de dezembro.

Quando ir a Cambará do Sul: melhor época para viajar

Fique de olho nas nuvens

Uma coisa que você deve prestar bastante atenção é na quantidade de nuvens no céu. Apesar de nem sempre serem o anúncio de chuva, elas encobrem o céu de Cambará boa parte do ano e acabam deixando tudo um pouco cinza.

Observar a quantidade de nuvens no céu também é importante porque elas podem atrapalhar a visibilidade dos cânions,  principalmente nas primeiras horas do dia.

Quando ir a Cambará do Sul: melhor época para viajar

O período com menos chances de céu encoberto vai  de junho a agosto.  Sendo que agosto, normalmente, é o melhor mês nesse aspecto.

Por outro lado, a partir da segunda quinzena de outubro até o fim de março, os dias são cheio de nuvens o tempo todo.

Sol e chuva

Mesmo que seja impossível controlar as chuvas, saber quais os períodos são menos propensos a elas nos ajuda muito no planejamento da viagem. Isso fica ainda mais relevante em destinos de natureza, como Cambará do Sul, que nos convida o tempo todo para a vida ao ar livre.

Então, você precisa saber que as  chuvas acontecem durante o ano inteiro  em Cambará, mas há períodos que elas são mais intensas e volumosas.

A estação com maior chance de chover é, justamente, o período mais quente do ano, que vai de outubro a março.

Nos outros meses – do final de março ao começo de outubro -, as chuvas são mais raras e pouco volumosas.

Quando ir a Cambará do Sul: melhor época para viajar

É hora de decidir

Para concluir as minhas dicas, preciso dizer que o período mais abafado na cidade vai de 30 de setembro a 8 de maio. Nessa ápoca do ano, a umidade é alta e a sensação de calor é maior.

Os meses de julho a setembro são conhecidos pela quantidade de ventos. Eles ficam mais intensos nesse período, mas não representam risco.

Onde ficar em Cambará do Sul

Cambará do Sul tem uma infraestrutura turística boa, com várias opções de hotéis, hostels e pousadinhas perfeitas para os dias quentes do verão e para o frio do inverno, que sempre chega com força, mudando completamente a paisagem.

Onde se hospedar em Cambará do Sul

Ficar perto do Centro pode ser interessante, já que, assim, restaurantes e outros serviços estarão a poucos minutos de caminhada. Mas, de forma geral, tudo é perto e fácil.

→ Onde ficar em Cambará do Sul

Na lista das melhores pousadas da região estão a Cabanas Brisa dos Canyons, a Parador Casa da Montanha, a Pousada das Gralhas e a Pousada Encanto dos Cânions.

Onde se hospedar em Cambará do Sul

Bolicho Guabiroba é uma opção diferente e pode ser muito interessante.

Quem gosta de hotel vai se dar bem no Cambará Eco Hotel, que é rodeado de montanhas, jardins e um lago incrível.

Informações Básicas
Quando ir | O período com menos chances de céu encoberto vai  de junho a agosto, mas faz bastante frio. Veja quando ir a Cambará do Sul. 
Como chegar | Cambará do Sul está a 195 quilômetros de Porto Alegre. Da capital gaúcha, você tem várias opções para escolher como chegar a Cambará do Sul. 
Onde ficar | Cambará do Sul é a cidade base para conhecer os Parques de Aparados da Serra e Serra Geral. Veja onde se hospedar em Cambará do Sul.
Onde comer | Apesar de pequena, a cidade tem bons restaurantes que servem comida caseira e regional. Veja onde comer em Cambará do Sul.

Protocolo COVID-19

O ICMBio divulgou as medidas que devem ser adotadas na visitação aos Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral.

A orientação é para que pessoas integrantes do grupo de risco evitem visitar os Parques Nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral.

Veja algumas orientações:

  • O uso de máscaras é obrigatório durante todo o tempo de permanência nos Parques, inclusive durante as trilhas, para a proteção de todos que estão visitando e trabalhando;
  • As trilhas poderão estar fechadas ou operando com número limitado de visitantes em função da pandemia;

Consulte o Twitter dos Parques para saber as atualizações destas situações.

Veja mais sobre o Rio Grande do Sul

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se ainda tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo, e aproveite para ver outras dicas.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um viajante apaixonado pelas coisas desse mundo. Um jornalista que adora contar boas histórias e compartilhar informações de viagem. Meu propósito de vida é ajudar outras pessoas a conhecerem lugares novos e a viverem experiências inesquecíveis.

1 comentário

  1. Pingback: Destaques de Viagem: 3 de Julho de 2020 – Roteiro Planejado

Escreva um comentário