Quando ir a Fortaleza

0

Atualizado em 2 de janeiro de 2019

Para escolher quando ir a Fortaleza, não é preciso pensar muito. A cidade é um dos destinos mais queridos do Brasil – tanto por gringos quanto por brasileiros – e isso não é por acaso: se é calor e sol que você quer, este é o lugar certo.

Eu já provei que Fortaleza tem muitas atrações em qualquer época do ano, e isso vai muito além de praia: a orla de Iracema é o ponto de encontro e se torna irresistível para uma caminhada, o pôr do sol é mais um espetáculo da natureza e as atividades do Centro Cultural Dragão do Mar acontecem o ano todo.

Quando ir a Fortaleza

Independentemente da época que você escolher para ir a Fortaleza, uma coisa é certa: o calor vai estar presente. É verdade que o vento alivia baixando a sensação térmica, mas a temperatura média anual é de 27 graus e, raramente, o termômetro marca menos que 22. Resumindo: frio, por aqui, não tem vez.

O que pode influenciar a data da sua viagem é o período das chuvas. Em Fortaleza, a maioria dos passeios é ao ar livre, em contato com a natureza ou participando das festividades de rua. Por isso, pegar dias de chuva pode ser desanimador. Então, você deve se organizar levando em consideração as estações chuvosa e seca.

Quando ir a Fortaleza

Uma caminhada pela orla da Praia de Iracema é imperdível.

Chuvas | A temporada de chuvas vai de janeiro a junho e, mesmo que o tamanho dessa estação lhe assuste, não se preocupe. Graças aos ventos do Ceará, dias que amanhecem nublados e chuvosos podem ter as nuvens empurradas rapidamente, dando espaço para o sol.

Março e abril são os meses com maior incidência de chuva, mas ainda assim, ela pode não dar as caras. Recentemente, o Ceará passou por longo período de seca, com chuvas muito abaixo do normal. Então, pode ser que nem chova.

Quando ir a Fortaleza

O vento atrai muitos praticantes de esportes aquáticos.

Seca | O período seco – com menos chance de chuva – vai de julho a novembro. Nessa região do Brasil, o verão começa em julho, quando e o céu azul é predominante. O calor, sempre presente, é um pouco mais forte e o ar fica mais seco também.

Essa é a estação dos ventos, o que nos ajuda a não sentir que há um sol para cada um. Justamente por siso, a prática de wind e kitesurfe é ideal nesses meses. Só tem um problema: é durante essa estação que as hospedagens ficam mais caras e, para conseguir uma pousada barata, é preciso reservar com antecedência.

No final de julho acontece o Fortal, um dos maiores carnavais fora de época do país. Para quem não quer esperar fevereiro chegar, ele é uma ótima desculpa para decidir quando ir a Fortaleza.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um viajante apaixonado pelas coisas desse mundo. Um jornalista que adora contar boas histórias e compartilhar informações de viagem. Meu propósito de vida é ajudar outras pessoas a conhecerem lugares novos e a viverem experiências inesquecíveis.

Escreva um comentário